1. Spirit Fanfics >
  2. My back was not so bad - Camren-Lauren G!P >
  3. 7cap

História My back was not so bad - Camren-Lauren G!P - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Eai gays, eu não costumos postar mídias, mas caso queiram, deixa ai nos comentários que eu tento rs.
Boa leitura

Capítulo 7 - 7cap


POV CAMILA

    Estava na praça de alimentação no shopping com os meus amigos esperando a Lolo trazer o meu sorvete, quando sinto alguém cutucando meu ombro, assim que viro o rosto Ariana me dá um beijão na frente de todos os meus amigos e toda a praça de alimentação, mas eu fico estática e não retribuo, e á empurro pelo ombro.

- Você ficou louca? - pergunto um pouco alterada 


- como assim Milinha? Nós temos um lance - ela diz como se fosse óbvio


- que? Ariana, precisamos conversar! - falo e saio andando, e quando viro ela ainda está parada - Agora!

    Fomos para o estacionamento e eu começei a falar para Ariana que ela não podia ficar me beijando assim quando bem entendesse.

- Mas Mila, achei que estivessemos juntas. Eu gosto de você! - Ok, agora deu. 


- Ari, acho melhor pararmos com isso por aqui. - falei
- O que? Você não pode fazer isso comigo! - falou um pouco alterada 


- não tem como continuar com isso, nós ficamos 2 vezes e você já está confundindo as coisas, eu não gosto de você, não desse jeito. - ela abaixou a cabeça

 -preciso ir, tchau Ari. - quando me virei senti ela puxar meu braço e me empurrar na coluna que havia ali e começar a me enforcar. 

- sua vagabunda, sempre fiz de tudo pra você me notar e ficar comigo, você é uma idiota e tem que morrer!

    Senti a minha visão começar a escurecer e cada vez mais a minha passagem de ar ser trancada, eu só conseguia ouvir a voz de Ariana me xingando e ver seus olhos queimando de ódio, até que escutei outra voz gritando.

POV NORMANI

    Depois de falar com Lauren voltei para a nossa mesa, ela acha que me engana, ela e a Mila fazem um belo casal... fui tirada dos meus devaneios com a Dinah me chamando.

- Mani? Você sabe onde a Lauren foi? Ela esqueceu a carteira. 


- Ela foi embora, droga a habilitação dela fica na carteira, vou atrás dela! - falei me levantando da mesa


- eu vou com você! - disse Dinah e eu sabia que ela não queria só devolver a carteira para Lauren.

    Bom, eu e Dinah ficavamos, eu gostava dela, e muito, ficamos há quase 3 anos, ainda não sei pq não namoramos, nós já falamos até em casamento. Estavamos no elevador descendo para o estacionamento, quando Dinah me prensou na parede do elevador e começou a me beijar loucamente, o elevador parou e Dinah continuou me beijando, quando as portas abriram nós ouvimos um grito.

-SUA PUTA, VADIA!

    Eu e Dinah saimos rapidamente do elevador e olhamos em direção a voz e era Ariana, ela estava enforcando  Camila, na hora olhei para Dinah e vi seu olhar de ódio, ela ia matar Ariana, Dinah foi correndo para cima da mesma e à empurrou, e eu fui correndo para Mila que estava jogada no chão chorando, pálida e com o pescoço muito vermelho. 

-Tá conseguindo respirar Mila? - ela apenas assentiu

    Quando olhei para o lado novamente Dinah estava encima de Ariana destribuindo muitos socos e Ariana já estava quase desacordada, Céus! Dinah vai matá-la, gritei Dinah mas não adiantou nada, ela estava cega de ódio, fui até as duas e segurei o rosto de Dinah entre minhas mãos.

- Amor, olha pra mim - ela tentou virar o rosto e desviar o olhar mas eu segurei firme - Amor, calma, ela já teve o que mereceu, agora vem, vamos. - Ela levantou e cuspiu um pouco de sangue. 


- Que demora, estão se peg... MEU DEUS O QUE ACONTECEU? - Harry disse assim que nossos amigos apareceram no estacionamento. 


- Explicamos no caminho, vamos embora! - Dinah. Ajoelhei ao lado de Mila, a Ajudei a Levantar e perguntei se ela estava melhor, e ela apenas assentiu novamente.

    A Caminho de casa, explicamos tudo o que ocorreu para os nossos amigos e Mila permaneceu quieta.

POV LAUREN

    Cheguei em casa e assim que entrei dei de cara com a Taylor e aquele moleque da sorveteria se pegando bem no sofá de casa, fingi uma tosse para atrair a atenção de ambos e que se separaram e me olharam corados e o garoto assustado.

- Cadê a Mamãe? - Perguntei 


- Foi ao mercado com Maria - respondeu Taylor 


- que lindo, vocês aqui sem ninguém em casa, né! - Falei brava - garoto? vou subir para tomar banho e quando voltar não quero você aqui, entendido? 


- S-sim e-eu já est...estava indo emb...embora. - respondeu gaguejando


- E você - apontei para Taylor - nem pense em sair, nós vamos conversar. Ela respondeu apenas um "Ok"

    Sei que Taylor me respeitava e muito, sempre fomos muito próximas e ela me via como uma referência, antigamente ela não cansava de falar "Laur, eu quero ser igual à você quando crescer" mas agora parece que isso mudou, precisamos realmente conversar. Subi para o meu quarto, tomei meu banho, me troquei e logo fui para o quarto dela, dei três batidas na porta e entrei.

- Licença - ela virou para mim - eai, vai me explicar? - perguntei sentando na cama. 


- Não tem o que explicar, você viu, aliás, atrapalhou! - rebateu


- o que deu em você? Você nunca foi assim! - respondi indignada. 


- Em Mim? O que deu em VOCÊ? Fica longe 2 anos e volta achando que pode mandar em mim? Eu não sou mais criança Lauren, não preciso de você para tudo, aprendi a viver sem! - aquilo foi como um tapa na minha cara, ela era a minha garotinha e agora...


- Tay, eu não... eu, não sei o que dizer, me desculpa, eu não sabia que vc se sentia assim. - pedi quase chorando 


- pois é Lauren, agora sabe, e quer saber? Não vai mudar o que senti nesses anos! - respondeu 


- Me perdoa, eu não queria que você se sentisse assim, se eu soubesse teria te levado para ficar as férias comigo, me desculpa Tay. - ela sentou na cama - eu prometo ser tudo o que não fui esses ultimos anos, eu te amo muito, você é a minha garotinha.

 
- tudo bem, me desculpa também, é que foram tantas coisas que aconteceram e eu não podia te contar, como meu primeiro encontro, primeiro beijo, tudo... você não estava aqui. - ela disse chorando e me abraçou.


- eu vou compensar tudo isso princesa T.J, eu prometo. - falei e ouvi sua risada baixa - o que foi? - perguntei rindo também. 


- Faz anos que você não me chama disso, desde quando eu tinha, sei lá uns 8 anos - falou rindo, e era verdade, inventei essa personagem para contar histórias para Tay quando ela era pequena.

    Ficamos lembrando momentos e ela me contou coisas que aconteceram quando eu estava fora, bom, a minha irmãzinha não era mais uma garotinha, ela já beijava e já até... eca, ela me contou que aquele garoto medroso, o tal Liam, era apenas um ficante, que na verdade ela nem gostava dele, e que ele vivia no pé dela, e me contou que gostava de um garoto de Londres e que queria conhecê-lo o quando antes, e quando eu ia perguntar o nome do garoto ouvimos uma gritaria no andar de baixo e descemos as escadas rapidamente.

- Eu fui muito boazinha, da próxima vez eu vou matar aquela... aquela.. argh! - Disse Dinah, entramos na cozinha e vimos Dinah com gelos na mão e Camz sentada de costas, consegui perceber que ela chorava. 


- Ei, o que houve? - Perguntou Taylor e eu fui direto para Camz e abaixei ao lado dela e vi seu pescoço roxo.


- Ariana, estava tentando matar a Camila, sorte que Dinah e Mani chegaram no estacionamento a tempo! - respondeu Ally 


- O QUE? - Falei gritando - EU VOU MATAR ESSA GAROTA! - Virei e peguei as chaves da minha moto encima da mesa, estava virando para sair quando senti uma mão sobre a minha, era Camz. Me abaixei para ficar na sua altura

- Fica comigo - ela falou quase em um sussurro e ainda chorando. 


- Fico pequena, claro que fico - falei limpando suas lágrimas - vem vamos para o quarto. - peguei em sua mão e levei para fora da cozinha, até que alguém me chamou - Calma ai, já volto - voltei para a cozinha - Oi?

- Sua carteira, você esqueceu no shopping - Dinah falou - Cuida dela, por favor.

- Pode deixar - voltei para a Camz - vamos - subimos para o meu quarto - vai tomar um banho pequena, eu já te levo uma roupa. - ela assentiu e foi para o banheiro, separei um moletom grande meu e uma cueca para ela, não queria mexer em suas roupas sem sua permissão, entrei no banheiro e deixei as coisas na bancada da pia - Camz tá aqui encima, te espero no quarto!

    Fui para o quarto e deitei em minha cama esperando a Camz, eu estava com tanto ódio daquela garota. Decidi ir até o armário do corredor pegar alguma coisa para passar no pescoço da Camz, deveria estar doendo, peguei uma pomada para passar, voltei para o quarto e camz estava deitada na minha cama, debaixo do edredom, já que o ar condicionado estava ligado em temperatura bem baixa, deitei ao seu lado e a abracei por trás.


-ei pequena, vira pra mim, preciso cuidar do seu pescoço. - falei

   Assim que ela virou, ficamos cara a cara, fitei seus olhos castanhos, vermelhos por causa do choro, fiz carinho em sua bochecha, e ela pouzou sua mão na minha, foi se aproximando e selou nossos lábios, ficamos assim por uns segundos e quando separamos eu encostei nossas testas e sorri.


Notas Finais


Não sei quando volto, esses caps já estavam escritos, por isso os 7 de uma vez. Até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...