1. Spirit Fanfics >
  2. My Bad Boy - Suga >
  3. Capítulo 30 - Procurando respostas

História My Bad Boy - Suga - Capítulo 31


Escrita por:


Notas do Autor


Boa tardee🖤

Capítulo 31 - Capítulo 30 - Procurando respostas


Fanfic / Fanfiction My Bad Boy - Suga - Capítulo 31 - Capítulo 30 - Procurando respostas

Passei a tarde inteira sozinha, em casa sem fazer absolutamente nada. Não sabia se deveria ligar para Yoongi, foi uma grande dúvida. 

Porém, no final da tarde, quase de noite, resolvi sair um pouco, para esparecer, eu estava muito nervosa, não conseguia fazer quase nada. E sem contar que tive que ficar atendendo ligações do meu pai, perguntando aonde eu estava e o que estava fazendo. Era um saco.

Tomei um banho, coloquei uma calça jeans, uma blusa, e meus tênis. Nem me maquiei nem nada.

Então, sai de casa com meus fones no ouvido, ouvindo música para me acalmar, e comecei a caminhar.  Sem rumo mesmo.

Passei pela praça, já estava escuro, e vi Yoongi sentado no banco, quieto, e com um cigarro nas mãos. Fiquei parada me perguntando se deveria ir até ele. Mas fiquei com medo de piorar as coisas, pois ele ainda estava bravo, aparentemente.

O-oi. — falo. Não consegui me conter e fui até ele. Fiquei parada em sua frente de cabeça baixa. Yoongi ergueu a cabeça, e me lançou um olhar sério, e meio assustador. E logo abaixou a cabeça. Soltei um suspiro profundo, e me sentei ao lado dele.

Yoongi, fala comigo, por favor... — digo baixo tentando encarar seu rosto que estava coberto pelo capuz de sua blusa.

O que você quer? — pergunta ríspido subindo o olhar até mim 

Saber o que aconteceu, saber o porquê de você tá falando comigo desse jeito. — falo

Eu não quero conversar. — diz se levantando, mas eu me levantei, e o segurei.

Porra, o que aconteceu?! Vai ficar me tratando assim mesmo de uma hora pra outra?! — falo irritada fazendo ele se virar

Eu já disse que não quero conversar, caralho! — diz

Yoongi, eu só quero uma resposta. Apenas isso. Eu não fiz nada pra você. Eu não sei o que te falaram, mas você não tem que acreditar em tudo. — falo

Nem quando se tem provas? — diz me deixando confusa — Eu vou pra casa. 

— Yoongi espera! Você quer mesmo deixar as coisas assim? — pergunto segurando seu braço — A gente já passou por tanta coisa, eu não queria brigar com você. Tem certeza que vai embora assim? 

— Por mim, tanto faz. — diz

O quer dizer? Que acabou? — falo decepcionada

Não é o que parece?  — diz

Então ele se solta levemente das minhas mãos e da as costas, indo embora, me deixando ali parada. Fiquei sem entender, como mais cedo. Eu só queria saber o que aconteceu. Então decidi que no dia seguinte iria tirar satisfação com Irene, pois eu tinha quase cem por cento de certeza que ela tinha envolvimento com aquilo. Uma lágrima percorreu meu rosto. Eu não conseguia acreditar naquilo. As coisas não podiam terminar daquele jeito. Eu tinha que ter alguma resposta.

Depois daquilo, voltei pra casa. E quando cheguei, vi que tinham mensagens de Jennie em meu celular, perguntando se eu estava bem. Contei pra ela o que havia acontecido. E ela me disse que antes de eu sair, viu Irene dizendo alguma coisa para Yoongi sobre mim, mas não ouviu o que era.

Eu não sabia o que fazer, e também não sabia como iria tirar alguma informação de Irene no dia seguinte. 

Então fui me deitar, não estava tão tarde, mas eu estava exausta. Depois daquele dia cheio, eu só precisava da minha cama.

(...)


De manhã, me levantei, e me arrumei para mais um dia. Recebi uma mensagem de Bambam perguntando se podia passar na minha casa pra irmos juntos até a escola. Disse pra ele vir.

Após ter terminado de me arrumar, comi alguma coisa, e fiquei esperando Bambam chegar. 

Logo ouço a campainha, então fui até a porta, abrindo em seguida.

Bom dia. — ele sorri. 

Bom dia. — respondo forçando um sorriso.

Já tá pronta né? — pergunta e eu confirmo —Espera, cadê seus pais? — pergunta olhando e vendo que a casa estava vazia

Foram viajar. Já faz um tempo. — falo — Mas amanhã eles vão estar de volta. — dou um suspiro de decepção.

Nunca achei que eles te deixariam sozinha. 

— Nem eu. Mas também, insisti pra caramba. — falo

Imagino. — solta um riso — Vamos?

Então saímos de casa, andando juntos até a escola. Torci para não encontrar Yoongi no caminho, mas não dei sorte. Enquanto eu e Bambam passavamos pela praça, lá estava Yoongi, passando também. 

Assim que vi ele parei os passos, fazendo Bambam me olhar confuso. Yoongi nos encarou sério, e logo virou as costas. 

O que tá havendo, Yuna? — Bambam pergunta

Eu e Yoongi brigamos. — falo bufando e voltando a andar

Brigaram? Por que?

— Aí é que tá. Nem eu sei. Eu simplesmente cheguei nele ontem, e ele começou a ser grosso, e não queria falar comigo. Eu não entendi o que aconteceu. — digo — Eu só lembro de ter visto Irene falar com ele. Mas só isso.

— O que a Irene tem a ver com isso? — pergunta

Ela não é mais minha amiga. E  já fez muita coisa que eu não gostei, e que envolvia Yoongi. Então desconfio dela. — falo

Irene nunca pareceu tão amigável pra mim. — diz — Mas fica tranquila, vai ficar tudo bem. Vocês só tem que conversar.

— O problema é ele querer me ouvir. Eu juro que já tentei. — suspiro.

Quando menos percebemos, já estávamos em frente a escola, então entramos. Vi Yoongi sentado num dos bancos do pátio, mas não fiz nada, apenas passei por ele. 

Eu e Bambam fomos até às meninas, que estavam conversando com Taehyung e Jin.

Oi. — sorrio.

Oi. — Taehyung diz sorrindo.

Cadê o Yoongi? — Jin pergunta. Abaixei a cabeça sem graça, e vi Jennie dar um tapa em seu braço — Ai! O que eu fiz??

— Só fica quieto. — ela fala — E então... Querem fazer alguma coisa mais tarde? — pergunta

Não sei... — falo

Tava pensando se a gente fosse lá em casa. — ela fala. Todos concordaram, porém eu fiquei em silêncio — Yuna? 

— Vou pensar. Mais tarde te dou a resposta. — sorrio fraco. O sinal toca, então eu e as meninas nos despedimos dos meninos, e fomos até nossa sala. 

Fiquei encarando Yoongi discretamente, ele parecia fingir que eu não existia. O que me deixou mais chateada ainda. Mas afinal, o que eu poderia fazer? Se ele quiser mesmo deixar de lado tudo o que passamos, eu não posso fazer nada...

 Então as aulas começaram, foi a mesma coisa de sempre. E eu não prestei atenção. Não tava com cabeça pra isso.


Yuna, você não vem? — Lisa pergunta. Era hora do intervalo. Iria esperar todos saírem, para ficar apenas eu e Irene na sala, iria falar com ela. Ou pelo menos tentar sem dar uma na cara dela. 

Já vou. Podem ir na frente. — respondo. Quando Irene e o pessoal que ela estava junto estavam quase saindo da sala, os segui e segurei o pulso de Irene, fazendo ela se virar e me encarar.

Que susto! — diz

Eu quero falar com você, agora. — falo séria

Tá bom, mas me solta. — diz. A soltei — O que aconteceu agora?

— Escuta, eu vou direto ao ponto. Que merda você disse pro Yoongi ontem? — pergunto irritada, ela fez aquela cara de sonsa, me deixando com mais raiva

Eu? Eu não disse nada. — diz

Irene, não se faça de idiota. E escuta aqui, se descobrir que você fez alguma coisa, ou disse alguma coisa, você vai se ferrar. Entendeu? — falo. Até  me assustei comigo mesma

Isso é uma ameaça? — pergunta

O que você acha? — falo

Eu não tenho medo de você. — sorri debochada. Logo ela se vira e vai embora. Apertei os punhos com raiva, e bufei alto. Queria gritar.

Logo sai dali, procurando Jennie e as meninas.


YOONGI P.O.V

Fiquei as aulas que passaram sem conversar com Yuna. Depois do que tinha acontecido, sem chance.

No intervalo, eu estava sentado no chão do pátio, até que vejo Irene vir até mim, suspirei alto.

Você não vai acreditar no que aconteceu. — a garota diz se abaixando e se sentando. Ergui meu olhar e a encarei sério. 

O que é agora? — pergunto 

Yuna veio até mim e me ameaçou. — diz

E eu com isso?

— Yoongi, ela quer saber o que eu te falei, e você não pode falar pra ela. — diz

Por que não? — pergunto 

Porque não. Vai ser pior pra você. Ela já te magoou demais, não é? Eu te dei provas. Você tem que se afastar dela e... 

— Chega. Porra. Mas que merda, porque você se importa tanto com isso? — a interrompo

Porque eu quero te ajudar. — diz

Mas eu não quero sua ajuda. — suspiro — Eu só quero ficar sozinho.

Logo ela se levanta, e sai. Olhei aos arredores, e vi Yuna me olhando, ela provavelmente vou que eu estava conversando com Irene. Suspirei pesado, me levantei, e sai dali. 


YUNA P.O.V

Sai para o pátio a procura de Jennie, mas acabei pegando Irene conversando com Yoongi. Provavelmente inventando um monte de coisas que não aconteceram. Fiquei encarando tudo de longe. Até que ela se afastou, e Yoongi percebeu minha presença ali, mas se levantou, e foi embora.

Voltei a procurar as meninas, e finalmente as achei. Ficamos o resto do intervalo juntas. Até que bateu o sinal novamente.


Entrei na sala, e me sentei em meu lugar, até que o professor entra. Era aula de história.

Bom dia pessoal. Hoje nós vamos formar duplas, para um trabalho. E eu vou escolher, ok? — ouço suspiros por toda parte na sala, inclusive o meu. Já sabia que não teria sorte com isso.

(...)









Notas Finais


Eita, o casal realmente deu um tempo agora.
E esse trabalho em dupla? Quem será que vai ser a dupla da Yuna?


Respostas no próximo capítulo! Até já ❤️❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...