História My bad boy- Imagine Park Jimin - Capítulo 33


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Rap Monster, Rosé, Suga, V
Visualizações 410
Palavras 631
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi povo!
Ain... assim meu coração não aguenta, eu amei os comentários do capítulo anterior, obrigada!
Vamos lá!...

Capítulo 33 - Perda total da memória...


S/n off

Narradora on

 

No capítulo anterior...

S/n e Jimin tinham se reencontrado depois de uma longa busca por ela. Mas ela não lembrava dele, por causa da sua perda de memória. No mesmo momento em que ele a reconheceu, Catarine, mãe de S/n, apareceu, puxando a garota e a colocando no carro. Catarine fugia desesperada, em uma velocidade alta, que quando percebeu que estava sendo seguida por Jimin e a polícia, aumentou a velocidade ficando absurdamente rápida, deixando S/n com mais ainda medo, por não saber o que estava acontecendo e pela velocidade. Uma velhinha estava atravessando a rua, fazendo Catarine perder o controle do volante a bater...

 

 

 

No capítulo atual...

A batida foi tão forte que jogou Catarine para fora do carro. Deixando as três desacordadas, as duas vítimas S/n e a velhinha, e a culpada disso tudo descordadas. As três foram levadas por uma ambulância a um hospital. A velhinha e S/n foram na mesma ambulância. Que de acompanhante ia Jimin, que não se separou de S/n. No caminho, ele foi dizendo tudo o que estava guardado.

Jimin: S/n... eu não queria te ver assim. Você não sabe o quanto eu te procurei, eu estava desesperado por você não estar comigo. Eu... fui um idiota por te tratar como eu te tratava. Eu quero que você saiba que eu... te amo! Eu não tive forças pra dizer antes mas... eu te amo! Eu só queria estar junto a você, em qualquer situação. Queria que você fosse só minha... que eu não precisasse te emprestar, dar e nem dividir com ninguém... e queria também... que você sentisse o mesmo... e que você estivesse me ouvindo. Se você estiver me ouvindo, quero que quando acordar, seja minha. Quero ouvir sua voz, quero te ver irritada por eu não arrumar os papéis no meu escritório, que você me xingue quando estiver nervosa e que eu te acalme com um beijo, que estejamos juntos a qualquer situação. Eu... eu... eu não... você... você é a única, a mais perfeita, mulher da minha vida. Por favor eu só te peço que fique bem e que não me deixe aqui sozinho, porque se você me deixar eu não sei o que eu sou capaz de fazer...

Enfer: Senhor, chegamos, nos dê espaço por favor!

Jimin: Claro! - disse enxugando as lágrimas

Todas as paciente foram levadas a dentro do hospital. A que corria mais perigo de vida, era Catarine, que estava totalmente em risco, ela poderia entrar em óbito a qualquer momento. Catarine foi encaminhada para uma sala de cirurgia. A velhinha foi para uma sala de exames já que havia acabado de acordar. E S/n, foi para uma sala repousar, já que não havia nada em risco ou grave. Jimin foi avisado do estado da mulher e entrou em sua sala, devagar, como se esperasse ela chamar seu nome. Ela estava dormindo, calma. Jimin se sentou a uma poltrona que havia ao lado da maca, encostando a cabeça na parede e olhando-a, ele percebeu que mesmo machucada, ela era linda!

S/n, mexeu sua mão, e depois o corpo, como se algo a incomodasse. Jimin a olhou e soltou um sorriso involuntário. Ela começou a abrir os olhos lentamente. E ele foi correndo a sala ao lado chamar a médica. Quando voltaram ela olhava para os lados confusa, e ele se sentou ao seu lado

Dr.a: Está melhor?

S/n: Sim, mas.. onde eu estou?

Jimin: No hospital

S/n: Tá mas... o que estou fazendo aqui?

Dr.a: Você sofreu um acidente, não se lembra?

S/n: Não. Que é você? - disse a Jimin

Jimin: Não se lembra de mim! - disse abaixando a cabeça triste

S/n: Eu não me lembro de nada, afinal, quem sou eu?...

.

.

.

.

..

...

....

.....

Continua... 

 


Notas Finais


Thauzinho!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...