História My bad vampire boy (Jikook) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Jikook, Jimin Bottom, Jungkook Tops, Taegi, Taehyung!bottom, Vampiro, Yoongi Tops
Visualizações 518
Palavras 1.489
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Fluffy, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Volteiii gente, eu estou com várias fics atrasadas, mas eu vi tantos comentários nessa que eu decidi voltar mais cedo com o novo capítulo então espero que gostem, desculpem qualquer erro...
KISSUS ❤🐰🐥

Capítulo 5 - Noite estranha, cap.5


Fanfic / Fanfiction My bad vampire boy (Jikook) - Capítulo 5 - Noite estranha, cap.5


No capítulo anterior...


- Te vejo mais tarde, Jimin.


Agora...


-POV Park Jimin-


- Jimin!! Cheguei!!!- Gritou Taehyung do andar de baixo.


Me remexi ainda preguiçoso na cama, estiquei meus braços e minhas pernas, espantando o sono, senti algo úmido em meu pescoço, passei a mão e era um líquido transparente, determinei ser água. Levantei da cama descendo rapidamente as escadas e encontrando Taehyung.


- Que horas são?- Perguntei lembrando-me do jantar.- Olhei para o relógio e vi que já eram seis e meia.


Olhei para Taehyung, que arregalou os olhos e correu para a cozinha, colocando algo que eu não vi direito, acho que era ramén, no fogo. Subi as escadas novamente, fui para o meu quarto e entrei no banheiro, tomando um banho ligeiro e trocando de roupa. Coloquei uma calça de couro preta e colada, uma blusa listrada de manga, um par de sapatos da puma e para aperfeiçoar, o meu tão querido perfume da Channel, borrifei em meu pescoço, pulsos e em todo meu corpo. Peguei meu celular, vendo a hora, eram sete em ponto, bati meu recorde, desci as escadas calmo por fora e ancioso por dentro, pois eu veria Jeon Jungkook de novo.


Ao chegar na cozinha, encontrei Taehyung e puta que pariu, o garoto tinha deramado todo o ramén no chão e o molho em sua blusa branca com o símbolo da "Gucci" bem no meio. Ele me olhou e arregalou os olhos, obviamente desesperado.


- Porra Taehyung!- Exclamei.


- Foi um acidente, eu fui pegar o molho pra despejar na panela e acabei encostando meu cotovelo nela, por reflexo eu soltei!- Suspirou derrotado, passando as mãos pelo cabelo.


- Já sei!- Apontei um dedo em sua direção.- Pizza e refrigerante!- Estralei os dedos.


- É tanto faz, o Yoon não liga pra isso!- Ele correu até as escadas.- Pede a pizza, vou tomar um banho rápido!!- Gritou lá de cima.


- Ok!


Essa noite não podia piorar...


-POV Jeon Jungkook-


Eu escutava toda a gritaria vinda da casa ao lado, rindo algumas vezes da situação. Ouvi a porta de casa ser aberta, logo revelando Yoongi, que trazia uma sacola em cada mão.


- Finalmente!- Suspirei, sentindo o cheiro de sangue.- É... Pelo visto o gostoso do vizinho não vai morrer hoje!- Falei irônico, me levantando do sofá e rapidamente roubando a sacola das mãos de Yoongi.


- Ei! Só um copo, embuste!- Revirou os olhos.- Vou subir para tomar um banho, você já tá pronto?- Perguntou.


- Já!- Respondi curto.


Minha concentração estava toda naqueles sacos de sangue, Yoongi os rouba do hospital, onde as pessoas fazem doação, ele era totalmente contra matar as pessoas para se alimentar, por mais que eu não concorde muito com isso, é o único jeito que eu tenho de sobreviver, ele é pratimcamente meu irmão e minha única família. Pus todo o sangue em um copo, respirei pesado, sentindo o aroma de O positivo, não era um dos meus preferidos, mas era o que tinha, virei o copo de uma vez, sentindo o gosto meio metálico do líquido avermelhado e minhas presas aparecerem, era uma pena não poder usá-las naquele momento. Lavei o copo e coloquei o resto dos sacos de sangue na geladeira. Logo Yoongi desceu.


- Vamos, não quero me atrasar!- Falou curto e grosso, mandando uma mensagem para Taehyung no celular.


- Yoongi, eles moram aqui do lado!- Revirei os olhos.


Ele não me respondeu, as vezes eu acho que o baixinho gosta de ser ignorante, para passar um ar de mais velho e superior. Saímos de casa, logo chegando na residência vizinha, pelo cheiro, as pizzas já haviam chegado e algum deles dois estavam usando um perfume doce no corpo, o cheiro era bom. Yoongi tocou a campainha e fomos recebidos por Taehyung.


- Oi Yoonie!- O Kim abraçou Yoongi, que retribuiu o abraço e abriu um de seus sorrisos gengivais, quando o dono percebeu minha presença ali largou Yoongi e deu espaço para passar-mos.- Bem-vindo Jungkook.


Falou o modelo, adrentamos a casa, como não era a primeira vez que eu ia lá, não fiquei muito impressionado, ao ver Jimin, a palavra "gostoso" era pouco para defini-lo. Aquela calça exibia perfeitamente suas coxas fartas e suas curvas, assim como a sua bunda perfeitamente arredondada. Nos sentamos no sofá, Yoongi e Taehyung no menor e eu com Park.


- Boa noite, meu nome é Yoongi...- Se apresentou para Jimin.


- Ah, oi, meu nome é Park Jimin, mas pode me chamar de Jimin, não prescisa ser formal!- Sorri anasalado com a fala dele.


- Então gente, houve um pequeno acidente, então nós vamos jantar pizza com guaraná!- Falou Kim levantando-se e pegando três embalagens com pizza.


- Nem pra me receber com comida descente Kim Taehyung, que vergonha...- Falou Yoongi sorrindo e lavando um tapa no ombro.


O casal interagia no outro sofá, enquanto eu e Jimin apenas olhávamos um para o outro, ele não tinha coragem de falar comigo, eu ouvia suas batidas cardíacas acelerarem toda vez que me encarava. Me aproximei cada vez mais de si, colei meus lábios em seu ouvido, sentindo-o se arrepiar apenas com o toque alheio.


- Não vai falar comigo Park?- Sussurrei, seu coração, agora, disparava de nervosismo.


- B-boa noite Jungkook.- Ele havia gaguejado um pouco.


- Você tem medo de mim?- Perguntei receoso.


- N-não, você me deixa... Nervoso.- Balbuciou.


- Isso é bom, não é?- Mordi o lóbulo de sua orelha.


- Jungkook!- Yoongi havia me chamado.- Eu vou dormir aqui hoje.- Sorriu malicioso e me afastei de Jimin.


- Ok, mais tarde irei embora.- O encarei.


-POV Autora ON-


Todos ali se deliciavam com as fatias de pizza, por mais que não deixasse Jungkook satisfeito, a ardência do pepperoni o ajudou a esquecer um pouco da cede imensa que sentia, Jimin parecia feliz ao comer cada fatia, o baixinho realmente amava aquele po de massa. Após comerem, Yoongi e Taehyung foram para o quarto, disseram que era para dormir, pois estavam "muito cansados", subiram as escadas, deixando ali o vampiro e o ex-modelo, a sós. O clima logo esfriou, como todas as noites na paraia de Busan, fazendo Jimin se arrepiar e tremer de frio. 


Ambos de encaravam por longos tempos, Jungkook desejara Park intensamente, perfurar sua artéria e sugar todo seu sangue, até a última gota, era uma de suas maiores vontades naquele momento.Se sentindo intimidado, Jimin de lavantou, recolhendo os copos de vidro e os pratos que utilizaram parar comer a pizza, levando-os para a cozinha e começando a limpar tudo. Park sempre fora organizado, gostava de manter as coisas limpas em em ordem.


-POV Park Jimin-

 

Enquanto eu lavava os pratos, ouvi passos vindos da sala, eu sabia muito bem qur era Jeon, eu não sei porquê,  mas me sinto nervoso com suas presença, principalmente quando se aproxima de mim, ele é intimidador e muito ousado. Eu o adimiro, sua beleza, é uma das coisas que muitos questionam não ser, perfeita e incomparável, mesmo com as tatuagens, combinam perfeitamente com seu corpo. Me virei um pouco e o vi encostado na porta da cozinha, encarei o mesmo, que sorriu anasalado e me virei novamente, voltando minha atenção para os pratos.


- Não vai falar mesmo comigo Jimin?- Ele havia se deslocado, o barulho da sola de seu sapato se impactando com o chão ecoava pela cozinha.


- M-mas eu falei...- Balbuciei, ele estava a centímetros de meu corpo, me deixando cada vez mais nervoso.


- Uh? Eu não me lembro de ter falado!- Sua mão pousou em minha cintura, descendo até minhas coxas, minha respiração falhou por um segundo, o ar parecia rarefeito.


- Então, desculpe lhe informar Jeon, mas você tem algum problema de perda de memória recente!- Debochei, eu estava tentando provocá-lo.


- Tenho é?- Senti seu membro coberto roçar em minha bunda, levei um pequeno susto, eu não esperava esse ato de Jungkook.


Ele prescionou mais, colocando ambas as mãos em minha cintura, arfei, jogando a cabeça para frente e fechando os olhos, Jungkook me excitava. Por um momento, esqueci que eu estava lavando os pratos e cortei, por acidente, minha mão na faca. Nesse curto momento, Jungkook apertou possessivamente minha cintura, senti seus lábios em meu pescoço, logo após seus dentes roçarem ali.


- Jungkook, espera eu me cortei.- O avisei, mas ele pareceu não ligar, colocou suas mãos no balcão, me "prendendo" de costas ali, sua língua áspera passeou pelo meu pescoço.- Jeon, é serio! Está doendo!


Ouvi passos descendo a escada e logo Yoongi apereceu ali, senti as mãos de Jungkook se afrouxarem e um barulho de alguma coisa caindo no chão. Me virei e vi Jeon jogado no meio da cozinha, com Yoongi segurando a gola de sua blusa.


- O que tá acontecendo aqui?!- Vi Taehyung apenas de roupão, entrar na cozinha.


Ambos se levantaram, eu apenas observava a cena, algo de erradi havia ali, Porquê Jungkook não me soltou depois que avisei sobre o corte? E porquê Yoongi empurrou ele no chão?


- Desculpem, eu e Jungkook temos que ir!- O ajudou a levantar, ele me encarava, mas dessa vez de um jeito diferente, posso dizer que senti um certo receio.










Essa foi literalmente a noite mais estranha da minha vida!




Notas Finais


Eu sei, meus amores que prometi postar ontem, mas ñ deu ent hoje, aqui estou! Espero que tenham gostado e...
KISSUS ❤😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...