História My Ballerina - Jikook - - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais
Tags Bailarina, Jikook, Kookmin, Romance
Visualizações 449
Palavras 1.308
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 18 - Resposta


Fanfic / Fanfiction My Ballerina - Jikook - - Capítulo 18 - Resposta

● Jeon JungKook Povs On ●

Finalmente a obra da empresa já estava com data prevista para ser terminada daqui 2 meses. Depois da grande reunião terminei meu trabalho e adiantei algumas coisas, olhei pro relógio e estava na hora de busca a Jeongyeon.
- Tchau Chefinho. Tchau Tae 
- Tchau Jao cu
- Tchau funcionário favorito - Hoseok diz e o Tae o olha feio - Segundo favorito - se corrigir e o Tae sorrir -
Aí aí Besta, eu não vou briga por causa de quem é o favorito, seria muito infantilidade da minha parte, mesmo que eu saiba que no fundo sou o favorito. Caminho até o carro e entro no veículo. Dirijo até a academia de balé e em alguns minutos estaciono. Saiu e entro. Vejo a Gyeon brincando de pega pega com o Jimin e algumas crianças.
- Oh Appa - Gyeon diz sorrindo -
Sorriu e vou até ela, a pego no colo e beijo sua bochechinha.
- Oi Jimin
- Oi Jeon - O loiro diz sorrindo pegando uma das crianças no colo -
- Como está? Oi pequeno - Digo sorrindo olhando pro pequeno garoto no colo do loiro -
Ele se encolhe envergonhado.
- Estou bem. E você? Esse é o Kwan
- Estou bem. Oi Kwan como você está? - pergunto mas ele não me responde tímido -
Jimin rir e passa a mão na cabeça do pequeno.
- Vamo se apresente
- P-Prazer s-senhor - Disse Kwan tímido -
- Prazer - Digo sorrindo - preciso ir Jimin, Até mais e até Kwan
- Até Jeon - Jimin diz acenando com a mão do pequeno -
- TCHAU TIO JIMIN, TCHAU KWAN
Gritou Gyeon acenando sem para enquanto eu caminhava até a saída. Entramos no carro e dirigir até em casa ouvindo o dia dela na academia de balé. Estacionei o carro e entramos, Jeon foi para cozinha comer algo e eu para meu escritório, me sentei em frente ao notebook e comecei a ver coisas do trabalho até eu abrir um site de apartamentos e casas a venda, depois de muito tempo achei uma casa que estava do meu agrado e gosto, peguei o endereço e contato do dono. Sai do meu escritório e topei a Melanie no caminho.
- Mel, precisamos conversa - Digo sério com ela mas não arrogante -
- Tá bom 
Fomos para nosso quarto e nos sentamos na cama.
- Então me diga Jeon
- Precisamos fala pra Gyeon sobre nos separa
Ela paralisar e logo respira fundo.
- Eu vou me muda e temos que explica a ela do por que a mudança 
- Verdade - Ela suspira - Vamos 
- Vamos
Fomos para a cozinha onde a pequena comia uma comida maravilhosa, nos sentamos na cadeira e a olharmos.
- Filha... - Digo baixo -
Ela me olha e para de comer pra fala.
- Oi Appa
- Appa e Omma precisam conversa com você 
Ela acena e eu e Mel nos entreolhamos.
- Filha Appa vai se muda pra uma nova casa
- Sério? Que dia vamos arruma nossas coisas? Omma você não me falou disso - Gyeon diz fazendo bico -
- Não filha. É um pouco diferente, Omma não vai precisa arrumar as coisas pra ir pra nova casa
- Então vamos continua nessa?
- Não filha. - Digo a olhando sentindo um grande aperto no coração e um nó na garganta - Appa vai pra nova casa sozinho 
Ela para um pouco e eu e Mel a olhamos atentos. Ela me olha.
- Não entende Appa
Essas palavras machucaram mais meu coração, repetir-las seria acaba com o resto que sobrou.
- Filha. O appa vai mora numa casa e a Omma na outra, Omma vai continua nessa casa e papai vai pra uma nova casinha 
Escutamos o silêncio por alguns segundos até a voz da Gyeon sai chorosa.
- Mas eu não quero que o Appa mude de casa, quero que fique comigo e com a Omma, aqui
A peguei no colo por que a mesma já chorava, a coloquei no meu colo e abracei tentando a acalma e também não me deixa ir a prantos também.
- Filha. Princesa do Appa, vou continua te vendo minha bebê. Uma semana fica com a Omma e a outra no Appa. Veja vai ter duas casas
- M-Mas eu so q-quero uma - Gyeon respondia em meio de soluços -
- Filha, Appa sempre vai vim aqui ti ver, você vai pra casa do Appa e também vai fica com a Omma - Melanie sorrir tentando passa calma para a morena -
- Mas...
- La em casa vai ter um jardim enorme onde o Appa e você vai poder brincar 
- A Omma vai brinca junto?
- Claro 
Aos poucos seus soluços vão diminuindo e ela se acalma um pouco.
- Vai termina de comer amor - Digo e a desço do meu colo -
Ela pega o prato.
- Pode ir pra sala filha - Mel disse a olhando -
Ela acena e vai para a sala. Olho para a Mel que suspira e suspira de novo, eu estou sentindo minha cabeça me matá aos poucos porque meu coração já se foi com essa conversa com Jeon. 
- Vou deita 
Me levantei e caminhei até a Mel, deixei um beijo na cabeça dela.
- Não vai jantar?
Nego com a cabeça e saiu. Entro em meu quarto e retiro minhas roupas sociais. Depois de um banho rápido e relaxante, coloquei meu pijama e deitei na cama que sem perceber adormece rápido.

( Dia seguinte )

Pude sai por um momento do trabalho com a permissão do meu chefe, Hoseok você é um anjo. Estou esperando numa praça onde iria me encontra com o proprietário da casa. Estava num banco sentado até um homem se aproxima.
- Senhor Jeon JungKook? 
- Olá. Senhor Chung-Hee
O cumprimentei sorrindo fazendo uma pequena reverência como sinal de respeito e ele fez o mesmo, apertamos nossas mãos.
- Podemos ir a casa? Terei que retorna ao meu trabalho logo 
- Claro, venha estou de carro 
- Ah não, obrigada, também estou de carro. O senhor irá na frente e eu o sigo 
- Boa ideia - Sorriu o senhor Chung-Hee -
Saímos da praça, entramos em nossos carros e ele foi na frente e eu o seguir. Em pouco tempo chegamos a casa e a frente é muito linda, a vizinhança parece ser calma e a rua nem calma nem tão agitada. 
- Entre por favor 
- Com licença - Digo entrando -
Entrei e minha nossa, muito mais linda do que pelas imagens, sala espaçosa e aconchegante, cozinha então nem se fala, tinha uma janela enorme que entrava luz, já havia uma bancada, tem 3 quartos, e para meu agrado, tem um com rosa bebê que seria ótimo para a Jeon, há banheiro em todos os quartos, quintal enorme com gramado e um corredor para os quartos, simplesmente perfeita.
- Senhor Chung-Hee eu não tenho nem palavras. Eu amei. Por favor não venda para ninguém, eu irei compra-la
- O senhor parece ser um rapaz bom, a casa estará a sua espera
- Otimo - Digo sorrindo - E o valor semana que vem já lhe pagarei 
- Não precisa ter pressa 
- Não não não, não posso deixa essa belezinha me escapa - riu sendo acompanhado por ele - quanto mais rápido paga, mais rápido poderia vim para cá 
- Certo, faça o que o senhor acha melhor 
- Vou volta pro trabalho. Muito obrigada senhor Chung-Hee
- Muito obrigada ao senhor Jeon 
Faço uma reverência igual ele e me retiro, entro no meu carro e dirijo pro trabalho, quando paro num sinal vermelho fico lembrando da mensagem do Dark e da minha resposta. Fiz a escolha certa?.


Notas Finais


Até o próximo capítulo toddynhos e toddynhas ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...