História My beautiful target - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Monsta X, Seventeen
Personagens Boo Seungkwan, Hyung Won, I'M, Joo Heon, Ki Hyun, Kim Mingyu, Lee Chan "Dino", Min Hyuk, Soonyoung "Hoshi", Won Ho
Tags Boyxboy, Changki, Changkyun, Jooheon, Joohyuk, Kihyun, Minhyuk, Monsta X, Seventeen, Yaoi
Visualizações 11
Palavras 1.356
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Surpresinha!
cap novo...vamos lá

Capítulo 9 - Cap 8 Informações


Cap 8 – Informações

Nada de novo aconteceu durante o restante da semana. Changkyun seguia sua preciosa rotina. De manhã ia tomar café, conversar um pouco e rir das besteiras que Minhyuk falava e depois subia.

Kihyun desde que tinha colocado na cabeça que Changkyun estava interessado em seu amigo , tentava discretamente ficar ouvindo o papo dos dois. Entretanto, nunca ouvira nada muito surpreendente .

Na verdade quem estava se surpreendendo cada vez mais era Minhyuk, não sabia que seu hyung podia ser tão curioso e ao mesmo tempo nada discreto. Min conseguiu entender o que Kihyun estava fazendo de primeira. Sabia que ele queria saber o que estava rolando entre ele e Chang. Então quando este subiu pra trabalhar, Minhyuk se aproveitou da oportunidade pra arrancar informações.

M:- Hyung, você não é nada discreto , sabia?

K:- Hum… como assim , Minhyuk?

M:- Você acha que eu não sei que você estava querendo ouvir o que eu falava com o Chang?

K:- Hum… como assim, Minhyuk?

M:- Não seja sonso, Ki. O que você quer saber?

K:- Você está interessado nele? Porque assim…

M:- Na verdade, eu não deveria te dizer nada, sabe , hyung. Já que você que se diz meu amigo não conta nada da sua vida pra mim.

K:- LEE MINHYUK! Para de drama! Eu te conto de muita coisa.

M:- Conta tudo mesmo, é? Tanto que tive que descobrir por outra pessoa que você está saindo com um cara!

K:- Ah… Você está falando disso? Quem te contou?

M:- Não te interessa. Você vai me falar quem é ele ou não?

K:- Ah Min. Ele é um cara que conheci naquele evento de novos produtores de café que te disse.

M:- Ele é produtor?

K:- Não, ele é dono de um restaurante aqui perto.

M:-Tá, trabalho com nomes , Kihyun.

K:- O nome dele é Kim Mingyu. Ele é muito bonito, simpático, atrapalhado, mas eu gosto , ele me faz rir.

M:- Hum, bom saber. Vocês estão juntos?

K:- A gente sai de vez em quando, mas não é nada sério. Agora vai, me conta o que tanto você conversa com o Im?

M:- Nada demais. A gente conversa sobre aquele amigo dele gatinho, o Jooheon sabe?

K:- Acho que sei, aquele de cabelo laranja?

M:- Esse mesmo. Então, eu pedi pro Chang me ajudar a marcar um encontro com ele. Desde que ele começou a trabalhar aqui e vir na cafeteria eu tenho vontade de sair com ele. Ele é tão bonito e parece ser um cara legal. Sem contar que outro dia quando fui anotar os pedidos, ele me cantou e eu fiquei como né?

K:- Ele te xavecou? Como assim? Por que você não me conta essas coisas? Queria ter visto a sua cara, deve ter sido impagável.

M:- Até parece que você se interessa pelo que faço ou não.

K:-Tá, mas você afinal você conseguiu o tal encontro ?

M:- Consegui, claro. Vou sair domingo com ele.

K:- Ui, arrasou , viado. Vocês tem plano?

M:- Chang marcou no parque Sinchan , aquele que tem a feirinha.

K:- Ah, sei qual é. Aproveitem então, estarei torcendo por vocês. Mas vamos voltar ao trabalho.

Naquele mesmo dia, na hora do almoço, Chang fez o de sempre. Ligou para o Jooheon só que dessa vez pediu pra eles se encontrarem lá embaixo, já que tinha terminado um pouco antes do normal e queria ir pra pegar mesa.

Quando chegou no café, Min veio falar com Chang , informá-lo que sua parte no trato também já estava feita, ele havia conseguido arrancar de Kiki o que Im queria saber. Um pouco depois disso, Jooheon chegou e totalmente sem graça sorriu pra Minhyuk. Ahhh, se Joo soubesse do estrago que esse sorriso provocava no loiro ….

M:- Boa tarde, senhores. Já escolheram algo?

C:- Eu vou querer o de sempre , Min.

J:-Eu vou querer o prato do dia , Minnie.

M e C: Minnie?

Jooheon então ficou parecendo um pimentão depois que se tocou do que tinha chamado o seu crush. Ele havia chamado Minhyuk com o apelido carinhoso que sempre imaginou.

J:- Digo, Minhyuk.

M:- Ok, já vou fazer os pedidos.

Minhyuk se afastou da mesa sorrindo, ele estava começando a achar que esse encontro ia render.

Ao terminarem de almoçar, diferentemente do que acontecia normalmente, Minhyuk levou a conta na mesa da dupla e pediu pra Changkyun ficar um pouco antes de ir trabalhar novamente. Jooheon, ficou um pouco enciumado, mas sabia que não corria riscos de perder seu crush para o amigo porque sabia que este era interessado em outro alguém, alguém de cabelos rosa.

C:- E então , o que queria me dizer?

M:-Eu te disse mais cedo . Consegui descobrir o que você me pediu.

C:- E então, senta ai e me conta.

M:- Eu vou ter que falar rápido porque se o Ki me pegar sentado na hora de serviço, eu estarei morto e bye bye encontro com o gostoso do seu amigo.

C:- Então não enrola e fala logo. Quem é ele? Eles estão juntos?

M:- Bom, o que eu consegui descobrir foi: O nome dele é Kim Mingyu, ele é dono de um restaurante que fica perto daqui e ele parece ser bem legal , pelo que o hyung disse. E bem, eles não tem nada sério, deve ser apenas curtição.

K:- LEE MINHYUK! POR QUE ESTÁ SENTADO NA HORA DE SERVIÇO? VAI TRABALHAR!

M:- Bom, você ouviu ….o dever me chama… Tchau Chang!

C:- Tchau, Min.

Changkyun então subiu pra trabalhar. Estava tão contente que qualquer pessoa que passasse perto de si conseguia sentir de longe. Não sabia que Min era tão bom e rápido em arrancar qualquer coisa de Kihyun, ele sabia que a partir de agora, ele poderia sempre contar com o loiro pra estar perto , mesmo que indiretamente do seu hyung.

Já na parte de baixo do prédio, mais precisamente no café, Kihyun dava esporro no Minhyuk por ter feito algo que era contra as regras: Sentar na hora em que mais tinha movimento no café e ainda mais na mesa de Changkyun.

K:- Sei que você se interessa no Jooheon, mas na hora em que aqui tá mais cheio, você me senta , Minhyuk? Você não pode esperar e depois conversar com o Changkyun? Tem que se na hora do expediente?

M:- Desculpa , hyung é que era algo muito urgente. Não dava pra esperar. Era sobre o encontro de domingo. Eu tava pegando o número deles dois, afinal não posse marcar um encontro e não ter um número do meu pretendente , certo?

K:- Mas tinha que ser agora? Você podia pedir pra ele mais tarde, depois do expediente, talvez? Você sabe em que andar ele trabalha, você poderia subir mais tarde.

M:- Ok, você está certo.

Como Minhyuk havia enrolado Kihyun com essa desculpa, ele realmente precisava fazer com que a mentira virasse verdade. No início da tarde, ele avisou a Kihyun que tinha recebido um pedido de Boo e iria fazer a entrega.

Quando chegou no andar em questão, foi procurar Im, que estava compenetrado na frente do computador já editando uma das matérias que lhe foram passadas.

M:- Toc toc, posso entrar?

C:- Ah claro , Min. Me desculpa se eu não te der muita atenção. E que comida é essa ai?

M:- Bom, eu vim te procurar e menti pro Kihyun dizendo que o Boo tinha pedido um lanche e pra fingir que era verdade….

C:- Hum. E por que você veio me procurar?

M:- Bom, mais cedo quando eu sentei contigo na mesa, Ki me deu um esporro e quis saber o porquê eu o fiz naquela hora e eu menti dizendo que queria o telefone do Jooheon.

C:- Ok, já entendi. Você quer o telefone dele, certo?

M:- Sim.

C:- Pega meu celular ali na pasta, por favor.

M:- Aqui.

C:- Anota ai o número. XXXXX-XXXX.

M:-Valeu, Chang!!!!

C:- O que vai fazer com a comida?

M:- Você quer?

C:- Se for de graça…

M:- Fica por minha conta então….

C:- Valeu, Min. Você é demais. Fico te devendo uma.


 


Notas Finais


Aviso:
a partir da semana q vem, os dias de postagem serão seg e qta.
Obrigada pela atenção


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...