História My beloved boyfriend - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Tags Ativo, Beijo, Colégio, Echi, Escola, Gay, Hentai, Lemon, Originas, Passivo, Romance, Seila, Sexo, Traição, Yaoi
Visualizações 56
Palavras 523
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, Lírica, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 17 - "Dor"


P.O.V. DANIEL

R-Eu também sei ATIRAR!!

Depois disso, eu só ouvi o disparo contra mim.

Bem, eu estava caido no chão, com muita "dor", eu só conseguia ouvir os gritos do Jonh e do Leandro. Foi quando o Pai do Leandro veio até mim, se agachou do meu lado e disse:

R-Viu só, essa vida de pecado não compensa, você agora, poderia estar com uma namorada, no cinema ou até mesmo em casa, a beijando, ou até mesmo fudendo com ela, mas não, você ta aqui, sofrendo, por algo que não faz sentido, como você conseguiu? Como consegui gostar daquilo-Ele aponta para o Leandro-entende oque eu estou tentando dizer? Bom, agora já e tarde de mais.-ele aponta a arma para minha cabeça.-Uma ultima palavra?

D-Sim... -digo com dificuldade ao falar por causa da "dor" que estou sentido-Você... Já... Beijou uma pedra?

R-Oque que diz... -antes que ele pudesse falar eu taquei uma pedra na cara dele.

Eu me levantei rapidamente, ela estava caido no chão, era obvio que ele não desmaiou (até porque eu quebrei uma garrafa CHEIA na cara dele e ele não desmaiou, então é óbvio né?)

Eu comecei a correr arrastando a madeira, cheguei no jonh e levantei ele, o mesmo olhou pra mim pegou na parte de trás da madeira e me ajudou a levar até a porta.

Botamos a madeira na porta e ela estava segurando bem, pelos menos por enquanto. Foi quando ouvimos um barulho de um carro acelerando, quando olhamos para o lado, vimos o carro do pai do Leandro vindo na nossa direção única reação que tivemos foi pular para os lados, foi por um fio eu senti o vento do carro nas minhas costas. O carro começou a dar meia volta, começamos a correr por dentro da mata, e o carro conseguia passar, até que ele sumiu de nossa vista.

L-Jonathan onde é a estrada?

J-Eu acho que é por ali!-disse ele apontando para algum lugar.

L-Nós temos que evitar a caverna e a mata intensa em que passamos já que a gente ta sem lanterna.

J-Então tem outro caminho?

L-Tem, mas e um pouco mais longo.

J-E melhor do que encontrar um urso.

Ambos começaram a olhar para as árvores, provavelmente procurando algo familiar, até que o Leandro acha o lugar que estava falando, era um mini morro. Nós subimos no pico dele, eu fiquei admirando a vista, era muito linda, o céu estava meio laranja, e tinha árvores com folhas rosas, vermelhas, brancas e mais algumas com outras cores, meus olhos brilhavam ao ver aquilo e brilhavam se Leandro não tivesse estragado o momento pedindo para irmos rápido antes que ficasse escuro.

Encontramos a trilha, e começamos a correr quando vimos o carro do jonh, entramos sem nem pensar duas vezes entramos no carro, eu atrás, Leandro no passageiro e o jonh no volante.

Ele deu partida no carro e nós fomos em direção a via principal da entrada da cidade, estava tudo bem até aí, se não fosse por um motivo, o pai do Leandro e os caras que trancamos na cabana estavão no meio da estrada e pior, eles estavam com a policia.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...