1. Spirit Fanfics >
  2. My beloved mistake - Fred Weasley >
  3. Family

História My beloved mistake - Fred Weasley - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Digkdkdkf
Lembram do livro? Ent...
Boa leitura

Capítulo 11 - Family


Fanfic / Fanfiction My beloved mistake - Fred Weasley - Capítulo 11 - Family

Uma semana se passou rapidamente, até demais pra mim, quando percebemos já era Domingo, o dia em que conheceria a família Weasley.

-Tenho uma boa e uma má notícia. – Fred entrou em meu quarto, abraçando minha cintura na frente do espelho. – quer qual das duas primeiro?

-A boa. 

-A boa é que todos os meus irmãos vão estar lá, incluindo Carlinhos e Gui.

Ótimo, mais gente pra me julgar por ser uma sonserina, ou por ser uma Malfoy.

-E a ruim?

Não tem nada pior do que ser julgada pela família Weasley nesse jantar.

-Percy também vai estar lá... Aquele do...

-Do ministério.

Engoli seco, mesmo que não tenham provas contra o meu pai ou algo do tipo, ainda sim, eu odeio ficar perto de Percy... Ele julga muitas pessoas, mas seus olhos exalam ódio quando o mesmo me vê.

-Olha, ele nem vai ligar pra você, tenho certeza.

Me virei para o garoto, tentava esconder, mas eu estava preocupada com o que diriam.

-Amor... Ele odeia minha família, você mesmo sabe que ele fica procurando provas que não existem contra meus pais!

Fred molhou os lábios, procurava uma forma de me acalmar, mas não iria adiantar.

-Você quer cancelar...?

-Não. Vamos fazer isso.

Ele sorriu, segurei a mão dele e o acompanhei até a fogueira da comunal, pegamos um pouco de pó de flu para cada um e Fred desapareceu no meio das chamas, mas Draco me puxou antes que eu pudesse entrar no portal. 

-Maninha o ministério descobriu sobre a gente... Você não pode ir! 

-O-oque?

Minhas pernas falharam e tudo parecia girar pra mim. O que Percy diria de mim lá?

-Crianças! Vocês chegaram! É um prazer conhecer você querida, qual é o seu nome?

Molly com um sorriso agradável se aproximou de nós dois e nos abraçou, a sala foi se enchendo de gente aos poucos, todos os irmãos de Fred junto com seu pai.

-É S/n... S/n Malfoy...

O canto da boca de Molly se entortou um pouco, mas ela continuou sorrindo.

-É um nome adorável!

Sussurrei um obrigado antes de ela sair e logo cumprimentei o senhor Weasley, Carlinhos, Gui, Percy (que parecia que estava tocando em um cão de três cabeças), George, Ron e Ginny.

O jantar foi até normal, eu conversei com Gui e Carlinhos e eles foram legais comigo, diferente de Percy que me olhava com desgosto e Ron que assustava cada vez que eu me mexia. Nós fizemos um minicampeonato de xadrez bruxo, mas perdi para Ron e tive que dar cinco galeões para ele, pelo menos ele não tem tanto medo de mim agora.

-Bom, acho que já vou indo, preciso ir pra casa amanhã cedinho ou...

-Ou o papai vai se irritar.

Percy diz friamente, me olhando com um sorriso presunçoso.

-Ou vou perder o grande jogo da Inglaterra que meu pai vai me levar, mas você quase adivinhou Percy.

Molly, que já havia percebido o climão na sala, trouxe uma pequena marmita com a comida do jantar.

-Aqui querida... Um pouco da comida do jantar, é uma pena que precise ir, espero ver você mais vezes.

-Muito obrigada senhora Weasley, foi um prazer conhecer vocês.

Me levantei do chão, onde estava com Ron, e fui em direção á porta, junto com Fred.

-Me desculpa, não imaginei que Percy fosse...

-Ei, tá tudo bem, foi um jantar incrível.

Fred sorriu e me abraçou, logo o mesmo sussurrou um “tchau” e entrou.

-Merda... 

Sussurrei ao ouvir a discussão que se iniciou alguns segundos depois de Fred entrar, me escondi em um arbusto e coloquei meu ouvido na fina parede da sala, procurando entender o que falavam lá dentro.

-Eu avisei sobre os Malfoy logo que descobri!

-Percy ela não tem nada a ver com os pais dela!

-Ela foi legal com a gente, deixa o Fred e ela em paz!

-Vocês são tão babacas! Fred e Ron tem razão, ela é um doce.

-Cala boca Ginny!

-Percy! Respeite sua irmã!

-Você que precisa me respeitar, Carlinhos, eu sei que ela é uma comensal como os pais!

Fechei meus olhos controlando minha vontade de entrar e discordar de tudo, mas era verdade... Eu precisava sair dali antes que alguém pudesse me ver.

-Accio Firebolt.

Sussurrei, e em poucos minutos minha Firebolt apareceu em minha frente. Subi na vassoura e voei o mais rápido e silencioso possível, indo em direção ao castelo e entrando pela grande porta da entrada que estava aberta.

-Maninha como foi o...

-AGORA NÃO DRACO!

Desci da vassoura ao chegar na comunal quase em um pulo, correndo até o meu quarto e jogando a mesma na cama.

-Titia... Precisa me dizer como conseguiu sair dessa... 

Eu folheava o meu livro rapidamente, procurando chegar na ultima parte.

-Aqui!

“Hoje eu vou finalmente me unir a Ted, não quero ter o mesmo destino que minha irmã Narcisa e acabar me casando com um Comensal da Morte. Sei que vai ser difícil, mas vou dar um jeito de me livrar deles e não receber a marca negra, não quero ser considerada de confiança para o Lorde das Trevas, se eu me tornar um deles oficialmente não vou poder me casar com Ted”

Mordi o lábio, não havia mais nada depois dessas anotações.

-MERDA!

Joguei o diário no chão e comecei a chorar, eu não posso ver minha tia Andrômeda, como eu vou perguntar a ela como fugir dos comensais? 

-M-maninha...

-Agora não Draco!

-Mamãe e papai estão aqui, nós vamos embora.

-O que?!

Antes que Draco pudesse falar algo, minha mãe e meu pai entraram correndo na comunal, indo em direção á porta do meu quarto.

-Filha, está na hora.

Minha mãe diz, um pouco nervosa.

-Precisamos ir.

Merda. O que eu vou fazer agora?


Notas Finais


Oq cs achavam que era o livro? Kcnfkvkmfkff
Enfim eu sou apaixonada pelo Gui e pelo Carlinhos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...