História My Best Friend - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Blackpink, Bts, Imagine, Jennie, Jeon Jungkook, Jhope, Jimin, Jin, Jisoo, Jung Hoseok, Jungkook, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Lisa, Min Yoongi, Nayeon, Park Jimin, Rap Monster, Rose, Suga, Twice
Visualizações 283
Palavras 1.535
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vocês pediram mais um capítulo? Aqui estou eu.

Capítulo 7 - Did you kiss him?


Fanfic / Fanfiction My Best Friend - Capítulo 7 - Did you kiss him?

Com os olhos fechados e com a sensação do vento gelado batendo contra o meu rosto eu poso facilmente imaginar que estou voando, a paz que estou sentindo pelo meu corpo, a paz que está reinando em minha alma, a sensação de liberdade é incrível - eu poderia ficar assim pra sempre -  a velocidade aumenta fazendo com que eu apertasse meus braços que estavam envolta de Vernon, ele vira levemente sua cabeça pra trás mas logo volta a prestar atenção na estrada.

- Está gostando? - sua voz é quase inaudível por conta do vento - 

- Sim - falo o mais alto que posso - 

                                                                      (...) 

- Vamos eu te ensino - ele coloca seu corpo atrás do meu passando seus braços sobre os meus levando suas mãos até as minhas que seguravam um taco -  Se você fizer assim e dobrar um pouco o joelho você consegue ter a tacada perfeita - a bola vem rápidamente em minha direção fazendo com que eu ferchasse os olhos de medo - Você conseguio - abro meus olhos e me viro pra trás - Eu te disse - 

- Obrigada - e por conta de toda aquela animação o abraço - Obrigada Vernon, foi muito divertido - ele deposita seu queijo no topo da minha cabeça - Oque acha de irmos em alguma daquelas máquinas de bichinhos? -

- Claro - 

Vernon realmente era um cara legal, ele era engraçado, tinha um cheiro ótimo e dizia que eu era linda, ele tinha me trazido num parque, brincamos em vários brinquedos, rimos feito duas crianças e naquele curto período de tempo eu esqueci Jimin e aquele beijo bobo.

- Se eu conseguir pegar um quero um prêmio - ele fazia um pequeno bíquinho -

- E oque seria? - 

- Quero sair de novo com você e  quero que me mande uma mensagem todo dia - 

- Mas eu não tenho seu número - 

- Claro que tem, o bilhete - eu tinha esquecido completamente de ler oque estava escrito, levo minha mão até o bolso da minha mochila e retiro o pequeno pedaço de papel - 

- Eu tinha esquecido - 

- Você é muito esquecida - ele bagunça o meu cabelo - Espero que não se esqueça de cumprir - 

- Tudo bem, e oque eu ganho se você perder ? -

- Além de um segundo encontro com um bonitão igual eu - ele sorria, então isso que era ter um encontro?, dou um peteleco em sua testa - Yah, você pode escolher -

- Hãn..... Deixa eu ver.... Eu quero o ursinho - digo dando pequenos pulinhos -

- Fechado - ele coloca uma nota no brinquedo e começa a jogar, ele era realmente bom naquilo - Pronto! - ele exclama vitorioso - 

- Wow - abro minha boca em um perfeito O - Você é realmente bom nisso - 

Lembranças do dia em que vim com Jimin a um fliperama e tentamos pegar um ursinho vinham em minha mente.

- Você é muito ruim nisso - ele falava rindo da minha cara de emburrada - 

- Quero ver só você tentar, é muito difícil - faço um pequeno bico -

- Vou te mostrar como é ser bom de verdade anãzinha - ele foi uma, duas, três vezes e nada - 

- Quem é o ruim agora - digo rindo - 

- Só não peguei nenhum pra você não se sentir mal com isso - 

- Sei - 

Balanço minha cabeça repetidamente para espantar aqueles pensamentes de mim. 

                                                                        (...) 

- Está entregue - ele morde seus lábios - 

- Obrigada por hoje - digo enquanto retiro o capacete - Me diverti muito - 

- Eu também - ele se aproxima de mim fazendo com que meu coração disparasse, seu rosto estava a centimetros do meu, ele volta a morder meus lábios - engulo em seco - Deixa eu arrumar isso aqui - ele leva a sua mão ao meu cabelo colocando uma pequena mecha de fios rebeldes no lugar - Pronto - ele desce sua mão lentamente até meu rosto deslizando seus dedos até meus lábios acariciando os mesmos - ele estava aproximando cada vez mais seu rosto - meu coração está a mil, o ar faltava em meu pulmão, seus lábios estavam cada vez mais dos meus - 

- Não - digo um pouco mais alto do que imaginava fazendo com que ele se assustasse - 

- Me desculpe - ele parecia envergonhado - Não quis passar dos limites - 

- Não, é que eu... - abaixo minha cabeça - Nunca beijei ninguém -

- Tudo bem - ele leva seus lábios até minah testa depositando um pequeno selar ali - Você realmente uma garota especial - sinto minhas bochechas corarem, ninguém nunca havia dito aquilo pra mim - Bom eu já vou indo - ele sobe em sua moto - 

- Se cuida - o entrego o capacete - Dirija com cuidado - 

Fico o observando partir até que não houvesse mais nenhum vestígio seu, fico um tempo  parada em frente de casa recapitulando o dia de hoje.

- Vai dormir ai fora? - ouço meu pai gritar pela janela - 

- Estou indo - 

Corro em direção a entrada de casa abrindo a porta rapidamente.

- A noona estava com um garoto -

- Lucas deixe ela em paz - minha mãe que antes prestava a atenção na tv agora a direcionava em mim - Como foi? - 

- Foi legal - papai se senta em sua poltrona - 

- Usou proteção? - 

- OQUE? - as palavras saem como um grito da minha boca, eu estava chocada ele acha que eu faço aquelas coisinhas, se ele soubesse que esse é o primeiro garoto que se interessa por mim -

- Sabe filha já está na hora de temos aquela conversinha - 

- Lálálálá - viro as costas e começo a subir as escadas rapidamente - 

- Não seja tão infantil S/n - ouço papai gritar da sala - 

Corro em direção ao meu quarto fechando a porta rapidamente e me encostando nela.

- Não grita - ele leva sua mão até minha boca - Sou eu - 

- Jiminnie, oque faz aqui? - 

- Vim te ver, eu precisava saber de uma coisa - 

- Oque era? - 

- Calma, você tava até agora com ele? - concordo com a cabeça, sua expressão muda rapidamente, ele parecia furioso - as vezes os meninos levam essa coisa de eu ser a irmã mais nova deles muito a sério, o Jimin não precisava fazer esse drama todo -  Você sabe que horas são S/n? Você passou o dia todo com ele, eu não acredito nisso - ele coloca o seu braço na porta fazendo com que ele passase rapidamente pelo meu rosto e fizesse barulho com o impacto de sua mão entrando em contato com a madeira na porta, ele me encarava fixamente, nossos rostos estavam a centimetros de distância - Você o beijou? - 

- ... - engulo em seco - 

- Me responde S/n - ele falava agora mais calmo - Você o beijou? - 

- Não - eu realmente não entendo o porque dele estar pirando com um beijo, passo por de baixo de seu braços - Não sou eu que fico trocando salivas com qeualquer um - me sento na cama tirando meus sapatos - 

Jimin passava as mãos em seus cabelos. 

- Oque quer dizer com isso? - 

- Que você fica trocando sálivas por aí - finjo estar abraçando o ar e coloco minha língua pra fora e começo a fazer círculos com a mesma numa tentativa falha de imitar um beijo - 

Ele se senta ao meu lado rindo.

- Quem te disse isso? - 

- Ouvi por ai - dou de ombros - 

- Olha o Vernon tem sorte de não ter te beijado porque se você beija assim ia cavar um buraco nele - 

- Yah Jimin -  bato em seu braço - Eu não tenho culpa, nunca beijei então não sei como  fazer - ele me olha espantado - 

- Você nunca beijo ninguem - nego com a cabeça - Nem um selinho? - 

- Não Jimin, agora sai que quero tomar um banho - me levanto e vou em direção ao banheiro - 

                                                                (...) 

Visto meu pijama e saio do banheiro com os cabelos um pouco úmidos caindo sobre meu rosto.

- Oque ainda ta fazendo aqui? - ele estava jogado na minha cama mexendo em seu celular - 

- Vou dormir aqui - 

- Por que não disse antes? Teria deixado tudo pronto - abro a porta do quarto - 

- Aonde vai? - 

- Pegar o colchão - 

- Não - ele puxa meu braço me fazendo cair em cima dele - Seus pais não sabem que eu estou aqui - franzo minhas sobrancrelhas - Pulei a janela - ele  explica - 

- Tá, mas vai mais pro lado - me jogo no lado da parede na cama - 

Me ajeito na cama virando pro outro lado enquanto Jimin me cobria, derepente sinto seus braços passando sobre meu corpo me puxando para mais perto de si.

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...