História My Best Friend - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Blackpink, Bts, Imagine, Jennie, Jeon Jungkook, Jhope, Jimin, Jin, Jisoo, Jung Hoseok, Jungkook, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Lisa, Min Yoongi, Nayeon, Park Jimin, Rap Monster, Rose, Suga, Twice
Visualizações 97
Palavras 1.213
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente demorei mas voltei, não deixei de ler as notas finais.
Por favor deem muito amor a minha fic nova com o Suga <3

Capítulo 9 - Jimin Souvenirs


Casa da Jennie 

- Entra - 

- Com licença - 

- Não precisa ser tão formal meu pais não estão em casa - ela fecha a porta atrás de mim - vem vamos pro meu quarto - 

A casa de Jennie era grande e bem organizada, suas paredes eram pintadas de branco dando um toque chique ao luga, Jennie caminha por um corredor grande indo a até uma porta com detalhes dourados.

- Esse é meu quarto, vem - ela me puxa pela mão - 

 Não sei se era por causa de eu estar tão acostumado com o quarto de S/n com seus postêres grudados pelas paredes e com sua coleção de livros e bonecos de ação espalhados pelas partelheiras que estranhei quando entrei no quarto de Jennie, o local era de um tom de rosa pastél e tinha várias bonecas e alguns posters de grupos em sua parede. Ela se senta em sua cama e alisa o local com suas mãos indicando que queria que eu me sentasse ao seu lado.

- Sabe Jimin, eu sempre te achei tão interessante - ela se aproxima cada vez mais de mim - Você sempre chamou minha atenção - 

Quando eu percebi nossos lábios já estavam colados e eu estava perdido entre seus lábios mácios, ela se senta em meu colo fazendo com que aprofundassemos o beijo, suas mãos estavam em meu pescoço mas logo a falta de ar se fez presente. 

- Acho melhor fecharmos isso, prefiro no escuro - ela caminha até a cortina e a fecha - 

Ela quis insinuar oque eu estou pensando? porque meu coração está tão disparado... Jimin já tá na hora né... Você logo faz 18 anos, quer continuar virgem pra sempre? 

 - Prontinho Jimin - ela volta a se sentar em meu colo - 

Suas mãos passavam pelo meu peitoral indo em direção a barra da minha blusa.

- Não Jennie - ela me olha assustada - Eu preciso ir - digo me levantando e indo em direção a porta - 

                                       ...

- Eu não sei oque ela vê nele Nam - eu não acredito ainda que ela havia saído com ele - 

- Você tá com ciúmes Jimin? - 

- Eu não, por que estaria? Ela pode ficar com quem quiser - isso que estou sentindo não é ciúmes certo? E se for é só porque somos amigos né - 

- Sei lá, é que vocês estão sempre juntos ai do nada ela começa a sair com outro cara - 

- Nada ver Nam, não pira - 

Fala sério que ela não vai atender o telefone, eu vou matar essa menina quando eu ver ela. Saio da minha casa e vou em direção a sua o mais rápido possível, talvez o seu celular só esteja descarregado.

- Boa noite senhora N/M -

- Boa noite Jimin, você veio ver a S/n? - concordo com a cabeça - 

- Ela saiu com um menino - Lucas aparece atrás de S/m - E ela vai dar uns beijinhos nele - 

- Lucas não seja infantil - S/m o repreendia - Você quer entrar? - 

- Não, obrigado -

Então era isso ela estava me ignorando e tudo por causa daquele idiota que não vale o chão que pisa, eu não sou de odiar ninguém mas desde quando vi o Vernon eu simplesmente odiei ele, principalmente aquelas indiretinhas que ele fica jogando pra cima da S/n.

Dou a volta em sua casa e subo a escada que o pai de S/n enfeitava com flores.Eu já estava a mais de uma hora e nada dela até que escuto o trinco abrir, S/n entra e se encosta na parede - pelo visto o encontro deve ter sido ótimo - ela ainda não havia percebido a minha presença. 

- Não grita - digo tapando a sua boca - 

- Jiminnie oque faz aqui? - ela me encarava sem entender - 

 Eu não queria sair dali, te-lá em meus braços era uma das melhores sensações que eu já havia experimentado. 

                                                                                ....

- Já saiu os resultados? - caminho em sua direção - 

- Estou indo ver agora - ela encara o quadro de avisos - 

- Parece que você conseguio - digo colocando meu corpo atrás do seu, ouço a respiração dela pesar - 

- Você também, parabens Romeu - ela se vira e me abraça, seu corpo se encaixava perfeitamente no meu, podia sentir seu coração batendo contra o meu peito - 

- Vai ser incrível Julieta - 

- Por que não me contou que iria fazer o teste? -

- Por que você não me contou que iria fazer o teste? - 

- Aish, não me responda com outra pergunta - ela dá um tapa em meu ombro, abro minha boca em um perfeito O e finjo que havia doído - Fingido - ela começa a rir - 

- Quero que passe a tarde comigo hoje - ela me olha - Vamos ensaiar, então dispense o Vernon - 

- E quem disse que eu iria sair com ele? - passo meus braços sobre os seus ombros - Você não está com ciúmes dele né? - ela vira seu rosto deixanando novamente nossos rostos a centímetros de distância - 

- Eu não, só acho que deveriamos ensaiar bastante, não quero fazer feio na frente da escola toda - ela dá de ombros - 

                                             ....

- Jimin eu vou te bater se você não prestar a atenção no texto, você não pode simplismente sair inventando palavras quando se esquecer do texto -

- Isso que eu faço é uma arte S/n, a arte da improvisação - ela revira os olhos - Você não fez isso -

- Oque? - ela me olha desentendida - 

- Você sabe oque, e agora vai pagar por isso - 

- Não Jimin, não - ela começa a correr pela sala e eu vou logo atrás dela - Para, eu não aguento mais - ela para de correr e fica de pé enfrente ao sofá - 

- Tudo bem - espero ela abaixar a guarda e se sentar no sofá - Achou mesmo que ia escapar de mim? - me jogo encima dela e começo a fazer cócegas sobre seu corpo - 

- Por favor Jimin - 

- Diga que eu sou lindo e eu paro - ela nega com a cabeça - Você não vai? - paro de fazer cócegas e coloco meus braços um em cada lado do seu corpo - Tem certeza? 

- Tenho - ela inclina sua cabeça em minha direção - 

 Naquele momento percebi o quanto ela era bonita e o quanto ela ficava extremamente sexy em seu uniforme escolar, seus lábios rosados chamavam os meus, e naquele segundo eu não me reconheci mais.

- Eu preciso fazer isso - digo me aproximando cada vez mais de seu rosto -

- Oq.... - não deixo que ela complete sua fala - 

Selo nossos lábios em um beijo calmo, achei que ela não corresponderia, mas pelo visto ela deseja aquilo tanto quanto eu, pedi passagem com a minha língua e ela cedeu, dando espaço para que eu pudesse me acomchegar em sua boca, me sento no sofá sem separar o beijo a puxando para cima de mim, S/n entrelaça suas pernas em minha cintura.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...