1. Spirit Fanfics >
  2. My best friend >
  3. Absoleto

História My best friend - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Mais um cap amores, espero que gostem.💜💜💜🐰🐰

Capítulo 2 - Absoleto


Fanfic / Fanfiction My best friend - Capítulo 2 - Absoleto

~Cap 1~

/°Jimin Pv's°/

E mais uma vez estou aqui, escorado na mesma parede de sempre olhando a mesma garota desde o início do ano, vendo-a fazer as mesmas coisas que sempre faz ao sair ao entrar na escola.

Você pode agora se questionar, e quais são Jimin? Primeiramente, na entrada do colégio, parar e checar sua bolsa escolar, levar um susto com a chegada de sua sua melhor amiga, sorrir alto depois de uns minutos de conversa e assim que sua turma chegar, entrarem todos juntos.

Isso sempre acontece, parecia até uma máquina do tempo que me fazia voltar para esse mesmo lugar e ver as escondidas as mesmas coisas e pessoas, só que com roupas de diferentes, por causa do tempo que vivia em constante mudança.

ㅡ Ei!. ㅡ Me virei o mais rápido possível ao ouvir aquela voz que como nas últimas vezes, me tira de qualquer transe meu.

ㅡ Ha.... é você, JungKook.ㅡ Falei já o vendo me olhar malicioso.ㅡ O que foi?

ㅡ Nada anormal, além de ver sua cara de virgem apaixonado!

ㅡ Yaah.ㅡ Lhe dei um soco no braço fazendo o mesmo rir alto e passar a mão onde eu havia lhe acertado.ㅡ Me respeita que eu sou mais velho que você garoto, e que história é essa de virgem apaixonado?

ㅡ Por que você não me explica?.ㅡ disse e eu revirei os olhos voltando a atenção a rua.ㅡ O que você faz aqui? Deixe-me adivinhar, é aquela garota certo?

ㅡ Huum!

ㅡ Cara, por que você não chama ela para sair em vez de ficar aqui só a observando de longe?.ㅡ Falou pondo os braços em meu ombro.

JungKook sempre me incentivou mesmo nunca tendo-a visto, ele diz que se eu gosto dela e se de certa forma mesmo de longe ela me faz bem, ele aprova.

ㅡ Você está ficando maluco? E desencosta que eu não sou cabide.ㅡ resmungei o empurrando.

ㅡ Mas por que não?

ㅡ Você sabe o que significa levar um fora de alguém que você gosta?.ㅡ Ele parou me fitando por uns segundos.

ㅡ Não.ㅡ É claro que ele não sabe, esse iludidor de pobres almas.ㅡ Mas...

ㅡ Então não me faça passar por  esse vexame.ㅡ O interrompi antes dele terminar, logo o mesmo ergueu uma das sobrancelhas dizendo.

ㅡ Como você tem tanta certeza de que irá levar um fora, sendo que nem um "oi" vocês trocaram?.ㅡ Eu ia respondê-lo porém ele ergueu as mãos me fazendo parar.ㅡ Se você não parar e sair das sombras, ela nunca vai te notar hyung!

JungKook sabe como persuadir alguém, sabe e muito, por que ele me conhece melhor do que qualquer pessoa nesse mundo, até mais que meus pais.

ㅡ Mas..

ㅡ E outra, pare de agir como um stalker maluco e dê o primeiro passo.ㅡ sorriu orgulhoso por pela primeira vez da sua boca não sair merda, tipo: Foda-a sem compromisso.

Ele é mais novo que eu, porém entrou mais cedo nesse ramo dos prazeres carnais, tanto que comparar a lista de beijos dele com a minha, contando nos dedos são.... Mil x três?

ㅡ Você fala isso como se fosse fácil.ㅡ Digo entediado.

ㅡ Mas é, você quer ver?.ㅡ Falou sorrindo de ladinho começando a andar para onde ela que estava como sempre, remexendo em sua mochila.

E assim eu continuei o vendo ir fazer algo de certa forma foi muito vergonhoso, bom e ruim ao mesmo tempo. Vergonhoso porque quando aconteceu, fui pego de surpresa e claro, eu agi que nem um idiota.

ㅡ O que você vai fazer?.ㅡ Arregalei os olhos e comecei o puxar, ou tentei.ㅡ Não JungKook, não faz isso...ㅡ pedi desesperado até quando percebi que ela estava nos olhando, fazendo assim eu solta-lo de uma vez.

ㅡ Pronto, ela já te notou agora é só falar com ela!

ㅡ Percebi.ㅡ respondi mordendo o lábio e vendo ele cada vez mais se aproximar da mesma.

Assim que Jungkook chegou até ela, eu não pude evitar de sentir um tremor por meu corpo, então só pude ouvir suas vozes ao longe.

ㅡ Olá! Glendale, não é?.ㅡ perguntou erguendo as mãos e ela concordou com um sorriso aceitando o cumprimento.ㅡ Bom, eu sou Jeon JungKook, o amigo daquele cara ali de cabelo rosa.

Percebi que eu poderia morrer por ouvir eles falando de mim, mas muito mais por eu não ser como o tonto corajoso do meu melhor amigo e acabei ficando de costas para eles, por vê-los olhando para mim de novo.

ㅡ Oh sim... Vocês são do 2° A?

ㅡ Na verdade ele é... E você é do B certo?.ㅡ Ela sorriu o respondendo.

ㅡ Sim. Então você é do C?

ㅡ Eu estudo em outro escola na verdade.ㅡ Ela fez um "Oo" com os lábios e ele continuou.ㅡ Então, eu quero lhe apresentar um amigo se não for muito incômodo!

ㅡ Claro que não... Ele é aquele ali?

ㅡ Sim!

Eu sabia que agora seus olhos estavam em mim mais fixos que nunca, droga de JungKook, droga de mim por ser assim!

ㅡ Ok então...ㅡ E então ali eu me encontrei morrido, matado, assassinado, falecido tudo isso e mais um pouco mais ao ouvir meu nome sendo proferido por seus lindos lábios tão rosas e únicos.ㅡ Jimin!

ㅡ Hyung, venha aqui com a gente!

E eu fui. Sabe aquele sorriso forçado que quando sai parece doer por está sendo mostrado com uns turbilhões de emoções, sua amiga de sempre chegou juntamente comigo e logo sorriu para mim e Jungkook.

ㅡ Bom dia rapazes.ㅡ Acenou e continuou.ㅡ Então?

ㅡ Yuna, esse é JungKook e este é o...

ㅡ Jimin, Park Jimin.ㅡ Falei recebendo um sorriso leve das duas.

ㅡ É um prazer Jimin e JungKook.ㅡ Yuna terminou se pondo do lado dela.

ㅡ Então Jimin?.ㅡ Glenda indagou me fazendo olha-la.

ㅡ Sim?

ㅡ Você tem algum familiar nesses cubículos?.ㅡ Ela terminou me fazendo ficar confuso.

ㅡ Não, por quê?.ㅡ perguntei, mas sua amiga tomou a frente.

ㅡ É que sempre que estamos prestes a entrar vemos você ali.ㅡ Apontou para o lugar.ㅡ Naquele cantinho parecendo que está esperando por alguém!.ㅡ E aí eu me sinti um idiota.

Então ela sempre soube que eu estava ali, mas que tipo de idiota eu sou que nem para disfarçar sirvo?

ㅡ Não!.ㅡ Falei rápido vendo de soslaio Jungkook abafar um sorriso.ㅡ É que... Eu, e-eu..

ㅡ Não gostamos de muita muvuca, sabe?.ㅡ E assim respirei aliviado pela resposta do Jeon.

ㅡ Ah... entendo.ㅡ Sorriu simples e logo seus colegas chegaram as cumprimentando, e ela respondeu.ㅡ Olá pessoal!

ㅡ Acho que já devemos ir Glen!.ㅡ Yuna a chamou.

ㅡ É sim, então rapazes, nos vemos por aí mais vezes!

ㅡ Claro, aliás você sabe onde o encontrar em início de aula.ㅡ JungKook como sempre respondeu e apontou para onde sempre eu ficava a secando com os olhos.ㅡ E em horário normal...

ㅡ Vocês curtem cinema?.ㅡ Yuna interrompeu perguntando alegre e logo afirmamos com um aceno de cabeça.ㅡ Ótimo, então no intervalo nos vemos para acertar o dia!

ㅡ Ele não estuda aqui, só o Jimin.ㅡ Glendale avisou voltando seu olhar para mim e continuou seu ponderamento para ela.ㅡ Não sabia que íamos sair!

ㅡ Você esqueceu-se? Meu aniversário está chegando e outra.ㅡ respondeu histérica nos olhando.ㅡ Novas companhias é sempre saudável!

ㅡ Você falou tudo Yuna.ㅡ Jeon disse piscando para a garota que sorriu de lado. Mas que safados!

ㅡ Então ok, o que você diz Jimin?

ㅡ Eu?.ㅡ Glen sorriu afirmando esperando a resposta.ㅡ Claro... Se você for!

Droga, mil vezes droga. Ela ficou me observando por um momento e sorriu terna, uffa Deus ou puta que pariu.

ㅡ Tem certeza que é só por você não gostar de muita gente?

Questionou e JungKook por ser mais inteligente que eu, entendeu logo a indireta DIRETA, já eu, fiquei com cara de mosca avoada.

ㅡ O que você está tentando insinuar?.ㅡ Sua amiga nos olhava com os olhos em expectativa, Jeon parecia um manipulador e eu, sua marionete, ele puxava as cordas enquanto eu seguia.

Ela se aproximou antes de seus amigos de novo lhe chamar pela milésima vez.

ㅡ Ah... Não sei. Como você se sentiria por ser observado todos os dias no mesmo horário pela mesma pessoa?.ㅡ E então sim, eu tive certeza que ela já sabia e claro o idiota do JungKook também.

Eu abria e fechava a boca mas nada saia, ela sorriu de novo e se afastou sumindo com a maldita mentira que eu acreditei descaradamente chamada, muvuca.

ㅡ Você já sabia que ela sabia, não é?.ㅡ choramingei depois de minutos calado começando ir para a entrada da escola depois do sinal tocar avisando que eu o inocente, acordasse para a vida real.

ㅡ Eu disse que era para você parar de agir como um stalker e dar o primeiro passo.ㅡ respondeu enquanto eu o imitava.ㅡ E não me imite seu ator de quinta!

ㅡ Yaah! Eu sou ótimo em atuação tá?

ㅡ É, eu e minha vergonha vimos!.ㅡ Falou e logo segiu seu caminho para sua creche.

ㅡ Idiota!

ㅡ Eu ouvi isso, miniatura de smorf!

ㅡ Vai se ferrar! E era para você ouvir mesmo, seu magrelo!

                             >**<

O tempo passou mais rápido do que eu esperava. Sabe antes? Eu contava cada segundo para que ele voasse só para eu vê-la, mas agora que eu sabia que isso iria acontecer, eu tentava me esconder a todo e a qualquer preço.

ㅡ Saí daí hyung, tá parecendo bicho do mato se escondendo do caçador.ㅡ repreendeu-me puxando-me de trás de si. Fiquei de frente para ele começando a falar desesperadamente.

ㅡ Mas eu não sei como eu vou agir quando ela apa-re-cer...

Terminei ao esbarrar em alguém, não, na verdade o ela de antes, o ela do início do ano todo, o ela da semana passada e o ela de agora, ela sorriu para mim e acenou nos cumprimentando. Pois é, no intervalo da semana passada eu não saía da sala nem a reza de padre, e agora estamos aqui, na mesma rua, na frente do mesmo portão, de sempre um para o outro, como se fosse alguma força do destino. Foi assim até aquele maldito dia, só que sem a companhia do meu melhor amigo pegador que antes magrelo está um homão da po*ra.

                           >**<

Senti um travesseiro bater em meu rosto fazendo-me acordar de meus pensamentos e, olhar aquele ser que estava me encarando com as mãos na cintura com as sobrancelhas erguidas.

ㅡ Hyung, você ouviu o que eu lhe falei?

ㅡ Claro que sim!.ㅡ Não.

Eu não ouvi mesmo, nadinha de nada, já que minha memória pertubaroramente boa, não me permitia naquele momento.

ㅡ Então o que eu disse?.ㅡ perguntou ficando agora se sentando na cama e ficando mais perto de mim.

ㅡ Você falou sobre ser o melhor dançarino do estúdio de dança e... E...

ㅡ E?.ㅡ Eu apontei o dedo para ele tentando lembrar e nada mais saiu.ㅡ Eu sabia!

Fez biquinho e se levantou irritado me deixando sentir-me culpado, Jungkook é o tipo de amigo que sempre que você precisar de um ombro amigo, ou um ouvido para lhe ouvir, ele estará ali para tal.

Mas por mais que eu quisesse, eu não conseguia e realmente, não era por que eu não queria.

ㅡ Ei, desculpa Kookie... É que eu...

ㅡ Estava pensando nela de novo, como sempre.ㅡ Fez uma expressão de tédio e voltou-se para me encarar.ㅡ Você tem que superar isso Jimin, já se fazem anos, cara!

ㅡ Opa pera aí! Jimin?.ㅡ Fiz uma careta por ouvi-lo me chamar assim, se meu nome saia de sua boca tão clara, era por que a coisa era séria.ㅡ Calar ou falar?

Ele respirou alto e desviou o olhar dos meus, então eu continuei de novo a lhe perguntar.

ㅡ Calar ou falar Kookie?.ㅡ Fiz uma voz preocupada e ele voltou a se sentar e logo eu fiz o mesmo.

Bom antes de você me questionar sobre "Calar ou falar", claramente ele é um código que usamos para saber quando um quer falar o que se passa ou, simplesmente ficar no silêncio até se sentir avontade para tal coisa.

No nosso caso é mais falar, JungKook e eu sempre compartilhamos nossos momentos difíceis, tanto que não há mais nada para se esconder entre nós, falamos sobre tudo, quero dizer, ele né, por que minha vida sexual é algo já mais íntimo e coisas que acontecem entre quatro paredes, ficam lá. Se não...

ㅡ Tem uma nova garota.ㅡ Ele mal começou e eu já estava revirando os olhos, revirei tanto que quase fiquei cego.

ㅡ Sério isso?.ㅡ Ele parou e ficou me encarando sem entender ou fingia.ㅡ Kookie, mais uma na sua lista não faz diferença!

Já falei me levantando por saber que eu ouviria as mesmas coisas de sempre, ou não.

ㅡ O que você está tentando falar com isso hyung, olha, eu sei que eu não sou flor para qualquer ramo, mais eu...

ㅡ Você o que?!.ㅡ O olhei em descrença, mas que homem convencido.

ㅡ Ah Jiminie, você sabe que eu sou muito lindo e isso não pode ser possuído por qualquer uma!

ㅡ Então o que ela tem a ver com isso?.ㅡ Ele levantou e ficou andando de um lado para o outro.

ㅡ Como eu posso lhe explicar sem parecer que eu estou tentando omitir alguma informação?.ㅡ questionou tombando a cabeça para o lado e continuou.ㅡ Ela é diferente.

O encarei esperando que ele continuasse, mas nada a mais foi dito.

ㅡ Sim, e o que mais?

ㅡ O que mais o quê?

ㅡ Ela é diferente, mas e as outras que você classificou também como "diferente"?.ㅡ Fiz aspas e ele bufou se jogando na cama me puxando para seu colo.

ㅡ Não é isso que eu quero dizer idiota!.ㅡ Me ofendeu mas eu já não ligava, isso era algo que sempre estava entre nós.

ㅡ Vai dizer que você idiota está paixonado e..

ㅡ Sim!

Sabe quando o mundo em vez de somente te dar um banho de água fria, resolve te esfaquear, dar socos de realidades mas não caí a ficha que aquilo é real? Então, foi assim que eu fiquei ao ouvi-lo tão seguro sobre aquilo, só que não.

ㅡ kkkk...ㅡ Eu poderia pôr uma extensão de Kas aqui, porque realmente aquela foi a piada do ano.

ㅡ Por que você está rindo?.ㅡ Falou agora se apoiando nos cotovelos me encarando.

ㅡ Nada não Kookie, é só que...ㅡ Sequei as lágrimas que queriam descer.ㅡ Sabe, eu tenho que ir para a faculdade.

Saí da cama indo direto para a porta vendo-o me olhar sem dizer nenhuma palavra. JungKook não é um homem de se apaixonar, ele sempre conquista as mulheres de uma jeito tão fácil que eu nem duvido que se ele chegar e dizer.

"Moro sozinho, tenho uma caixa de camisinha lacrada, lhe proporciono quatro orgasmo em uma noite se você disser que está sem short por debaixo desse vestidinho. Sexo sem compromisso?".

As vezes que vamos para as baladas "caçar", como diz ele, na maioria delas ele sempre saí com uma pobre alma de lá.

Peguei minhas chaves na qual era da casa e do carro, minha mochila, meu óculos de sol, minha jaqueta de couro e quando eu ia sair.

ㅡ Ei! Tem como você comprar mais uma caixa daquelas para mim?.ㅡ pediu descaradamente.

Parei com a porta aberta e olhei por cima de meus ombros vendo ele, parado no último degrau de cima da escada só de toalha.

ㅡ Seu estoque já acabou?

ㅡ Jiminie, eu não brinco em serviço!.ㅡ Cruzou os braços mostrando o formato de seu peito definido perfeito.

Me virei para ele tirando meu lindo óculos e então ergui minha mão direita com o dedo do meio em sua direção.

ㅡ Ah não hyung, eu realmente estou liso hoje.ㅡ Fez manha e eu bufei.

ㅡ Lembre-se disso quando você for enventar de querer quebrar o recorde dos coelhos!.ㅡ esbravejei e ele sorriu alto fazendo un coração com os braços sobre a cabeça.ㅡ E crie vergonha na cara!

ㅡ Você sabe que se isso acontecer é por que eu decide me espelhar em você.ㅡ Lhe mostrei dois dedos do meio e saí ouvindo um.ㅡ Eu também te amo!

ㅡ Tchau JungKook!

E em algum dia desses ainda euzinho, acabo me arrependo de ser tão bom com você jungKook, mas acredite, quando isso acontecer, quem mais vai se arrepender vai ser você!

      

                   >*CONTINUA*<


Notas Finais


Até a próxima, meus Bunny.💜🐰


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...