1. Spirit Fanfics >
  2. My Best Friend Deidara >
  3. Um relacionamento que (felizmente) não deu certo

História My Best Friend Deidara - Capítulo 13


Escrita por:


Capítulo 13 - Um relacionamento que (felizmente) não deu certo


Hana on P.O.V:

Deidara: O que você tinha com esse Sora?

Hana: Longa história, mas eu vou te contar cada detalhe.

Flashback on P.O.V:

Hoje é o dia em que Iruka-sensei irá escolher quais são as nossas equipes. Eu espero ficar na mesma equipe que Sora. Acho que esse ano os alunos que passaram são bem novos, pois todos nós temos 10 ou 11 anos. Eu completei 11 anos no mês passado, sou a menina mais velha da classe, o menino mais velho da classe é Sora, que vai fazer 11 anos hoje. Eu estou trabalhando em um presente pra ele a 4 meses, é um colar de pedras solares, muito fáceis de encontrar na margem de um pequeno rio que fica perto da minha casa, eu um dia ouvi ele falar pra Kanuy-san que pedras solares eram as suas preferidas, acho que ele vai gostar. Nós nos sentamos na sala e ouvimos Iruka-sensei listar as equipes.

Iruka: E por fim, no time 9 estão: Hana Kusuri, Kanuy Humia e Sora Nazami. Seu sensei será Yumino Natsuhi. Estão todos dispensados.

Eu caí na mesma equipe que o Sora! Se felicidade matasse, eu já estaria morta! Eu vou até onde Kanuy-san e Sora estavam sentados.

Hana: O-oi, Sora. Estamos na mesma equipe, o que acha de conversarmos um pouco e...

Sora: Não enche, garota! Não vê que eu estou ocupado?

Kanuy: Ei, Sora! Tenha mais respeito com ela, ela só quer conversar e você já a agride assim!

Esse é Kanuy-san, meu melhor amigo. Eu sempre falo pra ele alguns segredos meus, que eu não conto pra mais ninguém, e ele também nunca revelou a ninguém os segredos que eu contava pra ele.

Sora: E daí? Não é problema meu!

Hana: Desculpa, Sora...

Kanuy: Não precisa pedir desculpas pra ele, se quiser conversar comigo, eu estou livre.

Hana: E-eu não quero atrapalhar vocês, parecem ocupados demais e parece ser importante.

Eu saio da sala e vou até o pátio da academia, me sento em um banco e solto um suspiro. Por que será que Sora sempre me trata assim? Eu sou gentil com ele, em uma prova escrita em que eu percebi que ele estava com dificuldade eu passei cola pra ele, Iruka-sensei me pegou, mas eu defendi Sora, dizendo que eu estava passando um nome de um livro que eu recomendava pra ler. Ele não puniu Sora, mas me puniu, dizendo que não era pra eu passar esses bilhetes em horário de aula. Eu estou lendo um livro sobre ninjas médicos de Konoha que estava no quarto de Niagara e ela me deixou ler.

Kanuy: Ei, tá tudo bem com você, Hana-chan?

Hana: Ah, é você, Kanuy-san. O que veio fazer aqui?

Kanuy: Conversar com Sora estava chato, daí eu resolvi te procurar pra conversar.

Hana: O-obrigada...

Kanuy: Quer ir lá no lago? Yumino-sensei nos chamou pra ir lá.

Hana: Sim.

Nós vamos até o lago e pra nossa surpresa Sora estava lá também. Ele me olha com cara de irritado e depois ele volta a olhar pro lago e atirar pedras ali. Yumino-sensei estava cuidando de nós. Kanuy estava comendo dangos.

Kanuy: Hana-chan, você quer um?

Ele me oferece um doce.

Hana: Pode ficar, você deve estar com fome.

Kanuy: Pode pegar um, eu comprei dangos demais e acho não vou conseguir comer sozinho.

Hana: Posso mesmo?

Kanuy: Pode sim.

Hana: Obrigada...

Eu pego um dos doces e como. Depois disso eu vejo Naruto vindo na minha direção.

Naruto: Nee-san!

Hana: Oi nii-chan, tudo bem?

Naruto: Tudo sim.

Kanuy: Oi Naruto.

Naruto: Oi, Kanuy-san.

Kanuy: Está indo bem na academia?

Naruto: Sobre isso, hehehehe...

Hana: Suas notas continuam baixas, não é?

Naruto: É...

Hana: Não tem problema, eu também já tirei notas ruins.

Naruto: Pelo menos eu passo.

Sora percebe a presença de Naruto e vai cumprimentar ele.

Sora: Oi, Naruto.

Naruto: Não venha falar comigo!

Naruto cruza os braços e vira de costas pra Sora.

Sora: Que é isso, o que eu fiz?

Naruto: Você vive deixando a Hana triste!

Hana: Naruto! I-isso... não é verdade.

Sora: Tanto faz, ninguém se importa com ela, muito menos eu.

Ele... realmente disse isso? Não, deve ser algum genjutsu. Kanuy-san dá um soco em Sora.

Kanuy: VOCÊ PODE NÃO SE IMPORTAR COM ELA, MAS EU ME IMPORTO!!!

Yumino: Kanuy! Pare com isso!

Sora: Ninguém liga, ela só sabe pedir ajuda e não tem nada de especial.

Kanuy-san se irrita mais ainda e pega uma kunai do bolso de equipamentos ninja e tenta acertar Sora, mas eu impeço colocando o braço na frente. A kunai me acertou, estava doendo muito, mas eu tinha que defender Sora. Kanuy me olha assustado e solta a kunai, que agora estava com meu sangue nela.

Kanuy: Hana-chan, desculpa. N-não foi a minha intenção...

Hana: T-tudo bem... Eu vou ficar bem...

Kanuy: Ele te trata tão mal, por que continua o defendendo?

Hana: Porque...

Eu pego o colar de pedras solares do bolso do meu casaco, que agora está com uma mancha vermelha de sangue no braço.

Hana: F-feliz aniversário... Sora...

Eu entrego o colar pra ele, ele olha irritado pro colar.

Sora: Com coisas inúteis como essa, eu não me importo.

Ele atira o colar no chão e quebra as pedras, e depois joga no lago.

Sora: Vê se para de ser inútil, garota. Eu não preciso de nada disso. Quando você vai entender que eu te odeio?

Aquelas palavras cortam meu coração em mil pedaços e ecoam na minha mente. As lágrimas escorrem ferventes pelas minhas bochechas e um sorriso se forma em meu rosto.

Hana: Você... me odeia tanto assim?

Eu saio correndo chorando, só quero ir pra casa. Eu corro em direção a minha casa e entro correndo, quando me deparo com uma cena que quebra ainda mais meu coração. Meus pais mortos, caídos no chão. Peguei um bilhete que estava no chão e li várias vezes, não consigo acreditar. Primeiro foi minha irmã que morreu em missão, e agora meus pais? O que mais vai acontecer de ruim na minha vida? Eu só penso em uma coisa: fugir pra longe dali. Eu pego algumas coisas minhas, coloco em uma mochila e fujo pra floresta. No caminho, Sora aparece.

Sora: Foi você, não é? Você que matou seus próprios pais!

Hana: EU NÃO FIZ NADA DISSO!!!

Eu sinto um chakra forte queimando dentro de mim, e meus olhos e cabelos ficam brancos. Também aparece uma estrela de 4 pontas branca na minha testa, junto com marcas pretas por todo o meu corpo. Sora tenta me acertar com uma kunai, mas eu pego no braço dele e concentro o chakra ali. Um selo de uma estrela de 4 pontas branca aparece no braço dele. Os olhos dele, que eram pretos, ficam brancos.

Sora: AAAAAAAHH!!! SUA MONSTRA, SAIA DE PERTO DE MIM!!!

Eu fujo pra floresta, deixando ele agonizando de dor no chão. Agora eu entendi tudo. Se ele me odeia, vou odiar ele também.

Flashback off P.O.V:

Deidara on P.O.V:

Mas que cara idiota! A Hana tentava de tudo pra deixá-lo feliz, mas ele nunca deu valor. Se eu tivesse conhecido esse cara antes eu quebrava ele na porrada.

Hana: E foi isso que aconteceu.

Deidara: Como você não tinha percebido que ele te odiava?

Hana: Eu era apenas uma criança ingênua naquela época, não conseguia perceber.

Deidara: Mas tudo bem, agora é passado. Você está com pessoas que te dão valor e que acreditam em você.

Eu abraço ela, eu admito, fiquei com um pouco de ciúmes quando esse Sora perguntou antes se ela o amava. Hikaru começa a mexer no meu cabelo de novo.

Deidara: Meu cabelo é macio e hidratado mesmo, filhote.

Hana: É orgulho que chama, não é? Hahahaha!

Deidara: Meu cabelo é biuriful, só aceita.

Hana: Também né? Gasta quase o tubo inteiro de shampoo em só uma lavagem.

Deidara: As vezes temos que sacrificar algumas coisas por um bem maior. Mas o seu cabelo também é macio.

Hana: Ah, obrigada.

Hikaru começa a chorar.

Deidara: O que foi?

Hana: Acho que ele tá com fome.

Deidara: O que se dá pra uma criança recém nascida?

Hana: Leite, provavelmente.

Ela abaixa um dos lados do kimono que estava usando e começa a amamentar Hikaru. Ele para de chorar na hora.

Deidara: Como você sabia o que ele queria?

Hana: Intuição materna.

Depois de um tempo, ele dorme.

Deidara: Você também parece cansada. Quer ir dormir?

Hana: Sim, eu vou levar o Hikaru junto.

Deidara: Já tá de noite, acho que eu vou dormir também.

Nós vamos até o nosso quarto e vamos dormir, Hikaru ainda não tem berço pra dormir, então ele dorme com a gente na nossa cama.

Deidara: Boa noite, minhas obras de arte.

Hana: Boa noite.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...