História My Best Friend (imagine Suga) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Colégio, Drama, Imagine, Imagine Bts, Jimin, Jin, Jungkook, Namjin, Namjoon, Suga, Vhope
Visualizações 66
Palavras 1.195
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olaaa pessoinhas do meu kokoroso estoy eu aqui para mais um capitulo...pessoal se vcs ainda não favoritaram favoritem por favor <3 <3

então hj estou brava com o suga...pq ele fez isso com a S/N em pessoal ele não podia ter feito isso achei bem maldoso....



Yoongi, you're a bad boy. <3 </3

B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 3 - Capitulo III


Acordei assustada com barulhos de passos no primeiro andar,me sentei na cama rapidamente olhando pela janela e confirmando que era de madrugada ainda peguei meu celular -que se encontrava jogado entre os lençóis- ligando o mesmo e vendo que eram 3:35 da madrugada. 

Dormi de mais...

Todos a essa hora devem estar dormindo,decidi levantar,coloquei minhas pantufas que estavam ao lado da cama. -Meu rosto estava inchado devido as horas que passei a me entristecer e chorar,eu estava angustiada,abatida. Meu coração estava totalmente destroçado,dolorido,me sentia traída pela pessoa que mais confiei em toda minha vida.-  Abri a potra do meu quarto e segui o corredor até as escadas,eu observava tudo a procura de qualquer resíduo de que a casa avia sido invadida por algum ladrão ou coisa do tipo. Desci todas as escadas até chegar ao primeiro andar,andei em passos cautelosos até chegar ao escritório que se encontrava com a porta entre aberta a luz do grande comodo estava acesa,assim que entrei me deparai com uma silhueta feminina,forcei um pouco mais a vista percebendo que era a pessoa de quem eu mais precisava nesse momento.

Minha mãe: Ali estava ela a pouco metros de minha pessoa,ela  me percebeu parada na porta com a boca entre aberta,logo abrindo um sorriso e abrindo os braços a procura de um abraço:tudo oque eu precisava no momento um abraço de mãe seu colo. Corri até seus braços lhe dando um abraço apertado,ela passou as mãos em meus cabelos fazendo um afago  em minha cabeça,não segurei minhas lagrimas fazia tanto tempo que não a via.

Ela como uma ótima estilista estava em uma conferencia de moda na França,toda fez que ela ia a uma conferencia desse tipo eu sempre ficava abatida,ela era como minha melhor amiga,ela me criou sozinha e ser mãe solteira na Coreia não é uma coisa fácil ela já foi julgada diversas vezes por não ser casada.-Meu pai nós abandonou fugiu para o Brasil logo depois de descobrir que minha mãe estava gravida-. 

— Ó minha pequena estava com uma saudade sua.-Falou me avaliando de cima a baixo,eu estava de moletom que cobria meu pulsos. 

—Mamãe estava com tanta saudade sua.-Respondo me aconchegando em seus braços.

—Você esta tão crescida minha menininha.-Falou com lagrimas em seus olhos.

—Mãe qual é,eu não mudei nada foram apenas uns cinco meses, nós já ficamos mais tempo sem nós encontrarmos.-Indaguei me distanciando um pouco do seus braços para olhar melhor em seu rosto.

—Mais é verdade você mudou bastante meu amor,aliais oque esta fazendo acordada essas horas da noite mocinha ?- Perguntou franzindo as sobrancelhas.

—Eu acordei por causa dos barulhos aqui de baixo.-Respondi me apoiando na mesa e abaixando a cabeça após me lembrar de Yoongi e aquela vaca na escola.

—Hum e que carinha é essa em? Eu te conheço me conta.-Falou colocando as mãos em meus ombros.

—Eu e o Yoongi brigamos e dessa vez pra valer,acho que agora não vamos mais não nós falar.-Dei um longo suspiro,senti minhas bochechas ficarem molhadas.

— Mais vocês sempre vaziam as pazes quando brigavam ele é seu melhor amigo.-Ela me abraçou de lado,fazendo carinho em meu braço.

—Mais omma dessa vez foi a pior.-Suspirei cansada,contei toda a historia para ela,que a cada palavra que eu revelava ela ficava mais indignada com oque eu revelava.

Depois de tudo ela me falou que vai ter que ir para Milão para um desfile que ocorreria lá,ela me perguntou se eu não queria ir com ela,estava totalmente em duvida não sabia oque fazer. Ela falou que eu tinha até amanha de noite para decidir,se queria ir ou não,durante a noite eu não conseguia pensar no que fazer eu sentia que eu precisava daquilo eu precisava me distanciar um pouco de tudo e de todos eu não queria mais ouvir falar no nome do Yoongi;então esta decidido já sei o que farei.

Eu vou para Milão

*Quebra de tempo Dia seguinte*

Me levantei fiz minhas higienes pessoais coloquei uma calça preta, um moletom rosa bebê que ficava na metade das minhas coxas e um sapato na nike branco com listras pretas.

Desci as escadas e vi minha mãe conversando com Maria enquanto tomava café da manha,dei um beijo na bochecha da Maria falando um bom dia em seguida e dando outra em minha mãe que estava sentada na ponta da mesa.

—Então decidiu minha bonequinha ?-Disse mamãe enquanto tomava um pouco do seu suco de laranja.

—Eu vou com você mamãe.-Falei confiante perante minhas palavras.

—Que bom querida,depois faça suas malas para irmos para o aeroporto.-Falou dando um leve sorriso que foi rapidamente correspondido por mim.

—Mãe antes de ir eu queria passar no shopping para sei lá dar uma repaginada cortar o cabelo talvez pintar e comprar umas roupas novas.-Pedi enquanto passava geleia de amora-Minha preferida- na torrada.

—Claro meu amor.-Falou dando um sorriso largo,minha mãe adora quando saiamos para ir ao shopping ela falava que a melhor parte de ser estilista é poder ir as lojas e ver suas obras expostas nas vitrines. Vai intender...

*Quebra de tempo*

Depois de tomar café minha mãe pegou o carro e fomos ate o shopping primeiro fomos em varias lojas compramos muitas roupas,minha mãe a cada loja que passa vamos ela comentava sobre as roupas das loja chega a ser engraçado,no final fomos até o salão,me sentei em uma das cadeiras logo apareceu um homem super gente boa,ele era gay e falava que eu era maravilhosa eu só sabia corar enquanto ele e minha mãe davam risada,pedi para ele me surpreender,ele virou a cadeira de costas para o espelho e logo começou a cortar meu cabelo sem dó nem piedade,eu só olhava meus cabelos caindo em meus ombros,depois ele começou a pintar meu cabelo que pelo pouco que vi pelo canto dos olhos era roxo,tenho que falar fiquei surpresa com a cor escolhida-Pois era uma das minha cores preferidas-.

Depois de todo esse processo ele falou e escovou,quando me virei para o espelho meus olhos começaram a lacrimejar e tanta emoção 

Filhota você esta mais perfeita do que já era- Falou minha mãe atras de mim passando as mãos em meus ombros.

Me despedi do Dong-yul que descobri ser seu nome,minha mãe foi pagar e logo fomos embora chegamos em casa ainda era 13:30 como a minha escola era tempo integral decidi ir só para esfregar na cara de todos aqueles que me zuavam,almocei junto de Maria e minha mãe. Subi para o meu quarto tomei um banho e coloquei uma roupa que tinha comprado que eu sinceramente amei,como hoje era meu ultimo dia mesmo não vou nem me dar ao trabalho de colocar o uniforme.

Depois de me trocar peguei minha bolsa me despedir das "minhas mães' e fui andando para a escola mesmo,chegando lá estava na troca de sala todos me olhavam e cochichavam  coisas que eu nem me dava ao trabalho que saber.

—(S/N)? -Essa voz,que até poucas horas fazia meu coração parecer uma escola de samba.

Simples mente ignorei ele me chamando e continuei meu caminho até minha sala,o professor tinha faltado então eu simples mente peguei minha bolsa e fui para o patio,até a Yang-me vir me encher.

Dessa vez você não sai ilesa cansei...

  


Notas Finais


https://www.polyvore.com/crime_lovers/set?id=227552384

roupa que ela foi pra escola tirando o cabelo e a xicara que não tem nada a ver o cabelo é roxo.

BJS da LokaDaKoreia <3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...