História My Best Friend (Jikook) - Capítulo 93


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Got7, Lee Min Ho, Lee Taemin, Monsta X, TWICE
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Taehyung (V), Park Jimin (Jimin)
Tags Jikook, Kookmin, Namjin, Vhope
Visualizações 182
Palavras 1.345
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá🍎

• Espero que goste, Qualquer erro desculpa.

Capítulo 93 - Cinquenta oito


Fanfic / Fanfiction My Best Friend (Jikook) - Capítulo 93 - Cinquenta oito

             No dia seguinte Taehyung chegou no hospital, dando de cara com o seu chefe em frente a porta de sua sala e um homem do seu lado. Aproximou dos mesmo meio confuso.

- Aconteceu alguma coisa?.- perguntou um pouco nervoso.

- Este e o homem ?.- o Homem ao lado do seu feche perguntou.

- Este e o Dr.Kim.- apontou para o Taehyung.- Este e o pai da criança que faleceu Dr.Kim.

- Sinto muito pelo o que aconteceu.- disse Tae.

- Você sente mesmo?.- Taehyung ficou surpreso com a pergunta do mesmo.- Como foi dormir noite passada sabendo que matou uma criança?

- Senhor.- Seu chefe tentou acalmar o homem.- O Dr.Kim...

- Eu não matei ninguém.- interrompeu seu chefe.- Eu não vou leva a culpa por uma coisa que não fiz.

- SEU CRETINO.- O homem acabou por acerta um soco na cara do Taehyung , Tae se segurou para não agredir o homem também.- SEU ASSASSINO.

- SE EU SOU ASSASSINO ,ENTAO ME EXPLICAR COMO A CIRURGIA FOI UM SUCESSO?.- Tae levantou a voz também.- ELE MORREU DEPOIS QUE FOI PARA O QUARTO DESCANSAR.

- DR.KIM VAMOS NOS CALMA?.- Seu chefe gritou com o mesmo.

- EU NÃO VOU FICA CALMO COISA NENHUMA, QUEM VOCÊ PENSA QUE É PRA VIM AQUI E ME ACUSA?.- alguns médicos e enfermeiros que estavam passando por ali tentaram segurar Tae, para o mesmo não agredi o homem.

- SEU ASSASSINO.-gritou novamente o homem para o Tae.- EU VOU PROCESSAR TODOS VOCÊS.- O homem disse e depois saiu dali.

- Para minha sala agora.- O seu chefe passou direto depois de dizer isso pro Tae.

- Me solta.- disse Taehyung.

- Voce precisa se controlar Dr.Kim.- Um dos médicos disse.

- Cala a boca cara.- Tae revirou os olhos, logo indo para sala de seu chefe.

Taehyung pegou elevador , logo saindo e indo em direção a sala de seu feche, ao entra encontrou o homem furioso , ele apenas fez revira os olhos e se joga na cadeira em frente a mesa.

- Qual é agora?.- disse sem ao menos se importa com o que seu chefe iria pensar de si.

- Pegue suas coisas, você esta demitido.- Ok, não era isso que Taehyung estava esperando.

- O que ?.- Tae se colocou de pé, surpreso com o que seu chefe havia dito.- E sério isso?

- Sim Taehyung, você passou de todos os limites, eu pensei que você iria agir como um homem.- encarou o Tae furioso.- e não como um adolescente arrumando briga.

- Eu não ia deixa aquele escroto do caralho me acusa de uma coisa que não fiz.

- Eu surgiro que lave bem essa sua boca antes de vim fala comigo.- foi para frente da mesa, ainda sim olhando para o Taehyung.- A questão é, você não devia ter reagido daquela maneira por que esta com raiva.

- Ah claro.- Tae deu uma risada.- Então minha punição e se demito por me defende?

- Não complica as coisas Taehyung.- tentou acalmar o mesmo.- Eu gosto bastante de você e do Jimin, mas tem coisas que não posso passa a mão na cabeça e deixa pra la.

- Tudo bem então.- Taehyung caminhou em direção a porta.

- Taehyung, não vamos deixa que esse clima interferir em nossa amizade.- disse antes de o mesmo sai.

- Vá a merda.- Tae virou para seu chefe, dando o dedo do meio para o mais velho.

Seu chefe não disse nada apenas riu, sabia do jeito do Taehyung então já estava acostumado com o mesmo do jeito que era. Taehyung foi ate sua sala, pegou uma caixa guardada em cima do armário e foi até sua mesa guarda seus pertences.

- Dr.Kim…- Uma das enfermeira entrou na sala.- O que é tudo isso?

- Fui demitido ,não esta vendo?.- guardou um retrato dele e sua família.

- Não, o senhor não pode ir embora assim antes de descobrir quem fez aquilo com o Dr.Park.- segurou no braço dele.

- Linda me escuta.- Segurou sobre o ombros da moça.- Seja meus olhos e ouvidos aqui, consegui fazer isso?

- Sim.

- Qualquer coisa me liga.- notou seu número em um papel entregando para ela.- Qualquer suspeita que você tiver me liga , esta bem?

- Sim Dr.Kim.

Taehyung agradeceu a moça e lhe deu uma abraço. Pegou a caixa com seus pertences e saiu de sua sala fechando a mesma. Foi em direção a saída, recebendo os olhares de todos ate de seus amigos de trabalho, e principalmente do homem que havia lhe acusado de assassinato.

- VAI TARDE .- O homem gritou,fazendo Taehyung para de andar.

Taehyung caminhou em direção ao homem que o olhava com os braços cruzados. Tae deixou sua caixa em cima do balcão de atendimento. Logo deu um soco na cara do homem, fazendo cai no chão com o nariz sangrando.

- Seu filho deve ter muito desgosto de voce.- Tae pegou sua caixa e continuou andando em direção a saída.

- ASSASSINO.- gritou, Tae deu de ombro e continuou andando.

As pessoas que estavam no local ,estavam assustadas com o ato do Dr.Kim, algumas riam discretamente da situação,achando bem feito aquilo que Tae fez. Taehyung jogou sua caixa no banco de trás logo entrando na frente pra dirigir.

- Me fudi.- disse rindo de si mesmo.

                      [•••]

Noah tocou a campainha, esperou alguns minutos ate que Jungkook abriu ,dando de cara com o psicopata em sua frente com um enorme sorriso no rosto.

- Bom dia Sr.Jeon, a Yun esta em casa?.- em suas mãos havia um pudim preparado pelo mesmo.

- N-Nao.- sorriu de nervoso.

- Posso entrar?.- Jeon deu espaço pra ele entra.- Uau, seu apartamento e bonito.

- Como conseguiu nosso número?.- Jeon fechou a porta, fazendo um sinal para o garoto senta no sofá.

- Yun me falou, aliás eu trouxe pudim de chocolate, espero que goste.- entregou o doce para Jeon que levou ate a mesa.- Onde esta o Sr.Park?

- Lá no quarto.- Jeon voltou e sentou em uma poltona um pouco longe do garoto.- Ele não esta muito bem.

- Aconteceu alguma coisa?.- uma certa preocupação surgiu em seu tom de voz, deixando Jeon surpreso.

- Sabotaram a cirurgia que ele fez, e um garotinho acabou morrendo.- Tentou no máximo em curta a história.- ele esta muito mal por isso.

- Eu posso mata se o Sr. Quiser.- falou como se aquilo fosse a coisa mais normal do mundo, bem, para si era.-Digo….

- Ninguém vai mata ninguém.- Jimin apareceu na porta do corredor, indo em direção a cozinha.

- Jimin!.- Jeon levantou da poltrona ,indo até o mesmo.- Precisa de algo?

- Só vim beber um pouco de água.- Colocou água em um copo ,bebendo em seguida.- Você não precisa mata ninguém Noah, isso não e problema seu.

- Tudo bem Sr.Park.- voltou sua atenção para a TV desligada em sua frente.

- Vou pro quarto.- Jimin deu um beijo no Jeon e voltou para o quarto.

- Mas tipo…- Jeon correu ate o garoto ,sentando em seu lado.- Você mataria mesmo?

- S-Sim.- Noah ficou nervoso, pois Jeon estava próximo demais dele.- E-Eu.. Bem…

- Tudo bem.- Jeon se afastou do garoto.- Jimin não quer isso.

- E você quer?.- ergueu uma sobrancelha, um tanto curioso.

- Bem… Seria legal né?.- deu um tapa de leve na costas do garoto.

                 [•••]

Depois que Noah foi embora, Jungkook tirou um pouco de pudim para o seu marido, entrou no quarto vendo Jimin meche em seu celular, seu coração foi a mil.

- Mas essa cachorra é muito ousada em.- Jimin leu as mensagens que a mesma mandou pro Jungkook.- Cadê o Noah? Ta na hora de alguém realmente morre.

- Jimin.. Eu… bem… Eu não tenho nada have com isso.- deixou o pudim na mesinha ficando próximo dele.

- Eu sei, que bom que voce bloqueou essa vaca.- Jimin aproximou dele, dando um selinho no mesmo.- Eu amo você Jungkook.

- Também amo você ,muito.- Jeon deu mais outro beijo no Jimin.- Prova esse pudim, ta bom demais.

- Ta bom.- Jeon levou um pedacinho até a boca do Jimin.- Hmm ta uma delícia.- sorriu.

             Enquanto Jimin comia e sorria, Jungkook ficou observando ele, cada gesto que Jimin fazia, Jungkook sorria que nem bobo. Aquele olha apaixonado que ele sempre teve pelo o mesmo, Jimin dizia coisa boba fazendo Jungkook da algumas risadas.


Notas Finais


• Na vida eu sou o Taehyung,rindo da minha própria desgraça. Jk querendo que o noah matasse mesmo kkkk aquele momento que sua mae pega seu celular sem sua permissão , Jeon sou eu kkkk

• Ultimamente eu não estou tao confiante na minha escrita não, pra se sincera... Sei lá... Mas tentarei melhora mais.


_ Não deixe de comentar por favor_🍒


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...