1. Spirit Fanfics >
  2. My Best Friend (Kim Namjoon) >
  3. Erros do passado!

História My Best Friend (Kim Namjoon) - Capítulo 38


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, seja bem vindo (a) ao meu mundo, onde os pensamentos se tornam realidade. Espero que goste da minha história.

Capítulo 38 - Erros do passado!


Fanfic / Fanfiction My Best Friend (Kim Namjoon) - Capítulo 38 - Erros do passado!

A cozinha está super quente e cheirosa, Jin anda pra lá e pra cá jogando temperos nas panelas com frutos do mar, ele está preparado uma panela cheia de lagosta, camarões, colocou um peixe enorme para assar no forno e agora está abrindo umas ostras, tudo por que o idiota do Alec adora esses pratos.

- Eu odeio ostra! - Digo emburrada. 

- Sinto muito Jullyeth, aqui agradamos nossos convidados! - Jin respondeu sério. 

- Não esquece que o Namjoon vem! - Digo rapidamente. 

- Claro que não esqueci,os pratos dele já estão prontos! - Ele falou sorrindo. 

- Eu vou comer fora! - Digo recomeçando a chatice. 

- Jullyeth chega! Vai lá tomar seu banho e se arrumar. - Ele falou irritado. 

- Que saco! - Digo irritada saindo da cozinha. 

- O que foi? - Jungkook perguntou assim que passei pela sala.

- Não enche Kook! - Digo ríspida sem parar de andar.

- Ignorante! - Escuto ele falar quando entro no meu quarto. 

Tomo um banho rápido, e visto uma calça jeans branca, com uma blusa preta longa de manga comprida, coloco uma bota de cano médio preta e deixo o cabelo preso em um rabo de cavalo feito com um pregador brilhoso, faço uma make básica e saio do quarto. 

- Pensei que fosse se arrumar melhor! - Jungkook me provocou. 

- Não tenho motivo, o convidado é seu! - Digo ríspida. 

- Mas Namjoon vem. - Ele me encarou. 

- Sim, mas ele já sabe que sou bonita! - Digo me virando na direção da cozinha. 

- E convencida também né?! - Ouço ele gritar mas não me dou o trabalho de responder. 

- Nossa que moça mais bonita! - Jin me bajula quando entro na cozinha. 

- Jungkook disse o contrário! - Digo emburrada sentando no balcão. 

- Relaxa, ele só tá te provocando. DESCE DAÍ! - Ele bate em mim com o pano de prato, desço rapidamente da bancada.

A campainha toca e não mexo um músculo para atender, escuto Jungkook falar alto e alguns minutos depois ele entra na cozinha com Alec.

- Alec, quanto tempo! - Jin o cumprimento com um aperto de mão. 

- Prazer em te rever Jin. - Ele falou sorrindo e então se vira para mim, me encara de cima à baixo. - Está linda Jullyeth, linda como sempre. 

Reviro os olhos e o Jin me repreende com o olhar, Alec sorriu na mesma hora que a campainha tocou de novo. -Deixa que eu abro! - Saio correndo para a sala.

Assim que abro a porta, Namjoon sorri, ele está vestindo uma calça jeans azul com rasgos nos joelhos, uma camisa branca e um blazer azul por cima, uma bota marrom claro, e seus cabelos loiros estão penteados para trás. Ele está realmente bonito, mais do que ele já é.

- Nossa, você está lindo! - Digo o olhando de cima à baixo. 

- Você também está. - Ele se inclina e beijo o canto da minha boca, eu não tô desesperada e nem necessitada por sexo, mas sinto minha intimidade pulsar. 

- Entra. - Digo dando passagem para ele para disfarçar meu nervosismo. 

- O Alec já chegou? - Ele perguntou passando por mim.

- Sim, Satã está na cozinha! - Digo sorrindo maliciosamente, pego a mão do Nam e o conduzo até a cozinha. 

- Boa noite! - Ele cumprimenta todo mundo. A reação dos rapazes é bem engraçada, eles olham para mim, para Namjoon e para as nossas mãos juntas.

- Olá Namjoon, boa noite. - Jin é o primeiro a quebrar o silêncio. Nos sentamos um ao lado do outro na mesa. 

- Então Alec? Tem se comportado esses últimos anos? - Namjoon perguntou enquanto Jin serve a mesa.

- Você sabe que sim, por causa de minhas escolhas eu perdi uma pessoa muito importante para mim. - Ele respondeu me olhando, finjo não perceber e me concentro na lagosta enorme que o Jin colocou no meu prato. Como diabos come essa coisa?

- Que papo é esse? - Jungkook perguntou encarando Alec.

- Vamos deixar essa conversa para depois, quero um jantar descontraído aqui! - Jin falou sério. 

O jantar não foi descontraído como o Jin falou, pelo contrário, o silêncio só foi quebrado quando Jungkook puxou conversa com Alec perguntando onde ele esteve esse tempo todo, ele se limitou a dizer apenas Itália e mais nada.

- Olha, a Jully não tava feliz com esse jantar, então eu fiz uma sobremesa que ela adora. - Jin voltou trazendo um bolo médio branco.

- MENTIRA! Um bolo de sorvete? - Pergunto animada.

- De creme e chocolate! - Ele respondeu sorrindo.

- Ótimo, pois assim, adoça esse jantar desastroso. - Digo olhando séria para Kook. A culpa foi dele!

Quando o Jin repartiu o bolo, a conversa ficou mais tranquila e fluiu sem dificuldade, até a hora que terminamos. 

- Agora que já estamos alimentados...Me diga Alec, o que de tão importante você tem para falar comigo e por que eu tô achando que o Namjoon tem algo haver com isso? - Digo sem rodeios. 

Alec suspirou e se remexeu no sofá desconfortável, depois de algum tempo ele me encarou sério. 

- Sabe Jully, eu sempre gostei de você, de verdade, você é meu primeiro e único amor. -Ele pausou e meus irmãos me encararam perplexos, olhei para Namjoon e ele tinha uma expressão séria no rosto, sei que ele está com raiva pela forma como sua mandíbula ela rija.

- Você veio aqui para fazer uma declaração? Depois de tanto tempo? De me abandonar sem nem dizer tchau? Meus pais morreram e você não estava lá pra me apoiar! É muita cara de pau! - Digo com raiva, meus irmãos não se metem.

- Jully, deixe-o falar! - Ouço a voz agora cansada de Namjoon ao meu lado, o encaro surpresa.

- Me perdoe por me afastar de você naquele momento, mas eu não podia te por em risco e o Namjoon me ajudou nisso. - Ele encarou o rapaz ao meu lado.  

- Como assim? - Pergunto olhando para ele e depois para Nam e repetindo o movimento novamente. 

- Eu mandei Alec ir embora, falei com um amigo meu na Itália e o mandei pra lá. - Namjoon falou sem me encarar, fico quieta, sei que se abrir a boca vou começar a chorar.

- Mas foi um erro, eu pensei que ficaria para te consolar, mas Alec estava passando por um período difícil, então uma semana depois eu convenci meus pais a se mudarem para a Itália, mesmo eu não gostando do Alec...Ele tinha passado a ser minha responsabilidade. - Namjoon falou me encarando pela primeira vez depois de falar. 

- Mas o que aconteceu? - Jin perguntou vendo que eu não conseguia mais falar. 

- Eu me envolvi com drogas, estava viciado, o Namjoon descobriu e me mandou para a reabilitação na Itália, ele não queria ver você sofrer Jullyeth. - Ele me encarou com um olhar suplicante. 

- Você não me contou...Eu sofri muito com a partida do Alec, mas a sua me devastou... - Encaro Namjoon com lágrimas nos olhos. - Depois meus pais morreram e nós não aguentamos ficar mais lá, eu precisava de você, mas eu não sabia onde te encontrar, fiquei com raiva, aí eu conheci Hoseok e tudo mudou, e aí você apareceu e tudo mudou novamente e agora o Alec e mudou de novo. - Digo quase em choque. 

- Eu voltei por você Jully, quando a reabilitação acabou eu voltei pra casa, mas vocês não estavam mais lá, então eu voltei para a Itália e descobri que minha mãe morreu, eu não queria mais ficar lá, então arranjei um emprego e mudei de país...E quando você entrou naquela sala, foi a primeira vez que senti alegria depois de muitos anos, foi a primeira vez que sorri depois que te deixei e foi a primeira vez que meu coração voltou a bater, sem você...Eu me sentia morto, eu era um zumbi, meu único amigo e inimigo era Alec e ele era um saco, mas você me acolheu tão depressa e aí eu soube novamente como é ter uma família. - Namjoon falou de cabeça baixa, quando ele me encarou seu rosto estava molhado, foi a primeira vez que o vi chorar, e isso me destruiu por dentro. 

A silêncio na sala ficou insuportável, não ousei encarar ninguém, fiquei de cabeça baixa até Cotton vim do quarto e pular em cima de mim, o peguei no colo encostando minha testa na cabeça dele.

- Eu não quero ser grossa, mas eu vou pro meu quarto...Eu não aguento ficar aqui! - Disse me levantando com Cotton no colo.

- Jullyeth. - Alec me fez parar, me virei o encarando. - Eu ainda amo você! - Ele falou rapidamente e eu me virei e corri pro quarto. 

Entrei no quarto chorando, coloquei Cotton na cama e afundei meu rosto no travesseiro, pra abafar meus soluços, depois de um tempo ouço a porta abrir, não me viro, deve ser o Jin, mas aí meu corpo se arrepia inteiro ao sentir um toque em minha pele, eu já sei quem é, levanto a cabeça e vejo Namjoon sentado na beira da cama, ele me encara carinhosamente e eu retribuo o olhar, meu coração está acelerado, acho que é hora da verdade.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...