1. Spirit Fanfics >
  2. My Best Friend (Kim Namjoon) >
  3. Conversa nada civilizada.

História My Best Friend (Kim Namjoon) - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, seja bem vindo (a) ao meu mundo, onde os pensamentos se tornam realidade. Espero que goste da minha história.

Capítulo 8 - Conversa nada civilizada.


Fanfic / Fanfiction My Best Friend (Kim Namjoon) - Capítulo 8 - Conversa nada civilizada.

Acordo com um peso no meu braço, Jungkook está dormindo com a cabeça em cima dele. Lentamente puxo o braço e saio da cama sem fazer barulho. São 7:30 da manhã o que significa que o Jin já saiu para o trabalho. 

Vou para o banheiro, faço minha higiene matinal e depois coloco um vestido branco soltinho, uma sapatilha da mesma cor e desço para comprar o café da manhã na doceria aqui perto. Compro dois cappuccinos cremosos, pães de queijo, um bolo de chocolate e uma garrafa de suco de laranja. Volto para o apartamento e preparo a mesa.

- Bom dia manhinha! - Kook falou aparecendo na cozinha vestindo apenas um calção. 

- Bom dia manhinho! - Falei cortando o bolo. - Dormiu bem?

- Sim dormi! E melhor ainda sabendo que hoje não tinha aula para nós. - Ele respondeu sorrindo e se sentando para comer.

-Que bom, o que vamos fazer hoje? - Pergunto mordendo um pão de queijo. Jungkook me olha pensativo enquanto bebe o suco.

-Nós podemos passar o dia inteiro no shopping. Jin sempre deixa o cartão de crédito. E eu soube de umas promoções legais, além do mais, eu tô precisando comprar umas coisas. -Ele respondeu limpando a boca suja de cobertura de bolo.

- Por mim tudo bem, eu também tenho que comprar algumas coisas que quero faz um tempo. - Digo terminando de comer. - Vou me arrumar! - Corro para o quarto.

Depois que prontos, descemos para a garagem, o carro do Kook já está consertado. Em algumas horas já estamos no estacionamento do Shopping. Entramos como duas celebridades e depois tiramos no par ou ímpar para ver qual loja ir primeiro. 

Visitamos quase todas as lojas e compramos muitas roupas, depois fomos lanchar e voltamos as compras, a tarde eu já estava cansada e queria voltar para a casa, mas Kook queria assistir um filme lançamento no cinema. Depois do filme jantamos no Japa e voltamos para casa, chegamos ao mesmo tempo que o Jin.

- Onde estavam? - Ele perguntou nos olhando confuso. 

- Nós passamos o dia no Shopping! - Jungkook falou abrindo o porta malas e tirando muitas sacolas, Jin e eu o ajudamos.

- Ai meu bolso! - Jin falou fazendo uma cara feia. - Vocês compraram o shopping todo foi?

- Não, só a metade! - Digo sorrindo enquando meu irmão olha dentro das sacolas. 

- E você? Está melhor? Pronta para voltar ao colégio? - Jin perguntou preocupado. 

- Sim, eu estou, acho que mais que pronta! - Digo pensando no assunto. Talvez todos da escola já saibam. Merda!

- Fica calma irmãzinha, eu vou estar com você, não vou deixar ninguém te provocar. - Kook falou protetor, ele é o melhor irmão do mundo. 

- Ei, acho ótimo, mas nada de brigar! Não quero o direito me chamando novamente na escola para falar sobre como vocês são violentos. 

- Nós não somos, as pessoas que nos provocam, ela são más e nojentas. - Jungkook nos defendeu. 

Depois de ficar debatendo do por que as pessoas são más, fui para o meu quarto, tomei um banho e vesti uma blusa longa, peguei meu celular e liguei para o J-Hope cinco vezes, mas ele não atendeu.

- Será que aconteceu alguma coisa? - Sussurro para mim. Tento outra vez e nada. Frustrada e irritada, me deito e pego no sono rapidamente. 

Acordo antes do despertador tocar, faço minha higiene matinal, depois vou até o closet e coloco um vestido preto curto, com detalhes em renda e um cinto fino cinza. Prendo o cabelo em um rabo de cavalo, calço uma sandália plataforma preta, faço uma make básica e pego minha bolsa. Saio do quarto e vou até o quarto do Jungkook no fim do corredor.

- Jungkook acorda! - Balanço ele com força na cama. Ele se vira assustado e me encara surpreso. 

- O que foi? - Perguntou irritado. - Tá doido? Fico o encarando irritada, não tô com paciência hoje.

-Esqueceu que temos aula hoje? - Pergunto sem rodeios. Jungkook protesta se cobrindo , mas eu puxo o lençol por completo, ele solta um xingamento e levanta indo em direção ao banheiro. Saio do quarto e acordo o Jin para fazer o café. Depois de prontos e café tomado, vamos para a escola.

-Por que esse mal humor todo Jully? - Kook perguntou parando no sinal. Fico calada vendo as pessoas atravessarem a faixa de pedestres na nossa frente. 

- Eu não sei! Não dormir bem só isso. -Digo fechando a cara e cruzando os braços. Jungkook apenas me encara confuso e não diz mais nada. Assim que chegamos na escola, procuro o Taehyung, mas ele ainda não chegou.

Pego minhas coisas e vou para o refeitório, pego um pedaço de bolo de cenoura e um suco de laranja. Tiro meu celular da bolsa e ligo para o Suga.

(...)

Suga: - Jully? Tudo bem? 

Jully: - Sim Suga, eu queria saber do Hope.

Suga: - Como assim? Ele dormiu aqui no dia da festa, mas ele voltou pra casa pela manhã. 

Jully: - E ontem? Ele veio para o treino?

Suga: - Sim, estava normal, só um pouco irritado.

Jully: - Irritado por que? 

Suga: - Ju, desculpa, mas eu não sei.

Jully: - Tudo bem, obrigada. 

Suga: - Tá bom, não fica preocupada. 

Jully: - Tá bom. 

Suga: - Beijo.

Jully: - Beijo. 

(...)

Tomo o suco para engolir o nó que se formou em minha garganta, estou tão preocupada com J-Hope, não sei o que fazer. Olho para o bolo que agora não parece nem um pouco doce. Respiro fundo tentando me acalmar, na mesa a minha frente, Jéssica e sua turminha, soltam risinhos e acenam para mim. Fico de cabeça baixa evitando entrar no joguinho delas, me distraio um momento então sinto uma mão sobre meu braço. Levanto minha cabeça e vejo Jéssica sentada na minha frente. 

- Jully querida. Tudo bem? - Ela perguntou com uma cara de falsa preocupação. Me sento mais ereta e a encaro.

- Estou muito bem, por que pergunta? - Fico a encarando sem paciência, esperando a resposta ridícula dela.

- Bom, ontem, meu irmão me contou que você quase foi estuprada em uma festa reservada. Fiquei preocupada com você amiga. - Ela falou forçando um sorriso. 

- Muito obrigada pela sua preocupação. Agora eu preciso ir. - Digo levantando da mesa e catando minhas coisa, me viro de costas afim de não lembrar mais disso.

- Espera Jullyeth, ainda não terminei. - Ouço a cadeira arrastando, com certeza, ela se levantou, continuo andando sem olhar para trás.

- Eu me enganei, a julgar pela sua roupa agora, o garoto não deve ter culpa de querer te agarrar na festa. Já que você é bem oferecida.- As palavras dela agem como um soco em meu estômago, perco um ar por alguns momentos, me viro lentamente, todos na cantina me olham.

- Repete isso se tiver coragem. - Digo quase perdendo o controle.

- Eu não disse nada. Apenas que a culpa foi sua! - Jéssica circula a mesa e fica diante de mim, mas alguns passos distante. Caminho até lá bufando de raiva.

- Sua vadia, você deveria passar por essa situação. Afinal você é a puta da escola! - Digo fervendo de raiva, ela também perde o controle e ficamos nos encarando com os cenhos franzidos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...