História My Best Friend |Shawn Mendes & Leigh-Anne Pinnock| - Capítulo 33


Escrita por:

Postado
Categorias Cameron Dallas, Harry Styles, Little Mix, Shawn Mendes
Personagens Cameron Dallas, Harry Styles, Leigh-Anne Pinnock, Shawn Mendes
Tags Cameron Dallas, Harry Styles, Leigh-anne, Romance, Shawn Mendes
Visualizações 38
Palavras 1.666
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OLHA EU POSTANDO TODOS OS DIAS 😂❤️ Se continuar assim a fanfic acaba ainda esta semana 😭

Capítulo 33 - 31


|Capítulo anterior |

-Eu te amo Harry. -digo e pego sua mão. -Eu te amo e sempre vou te amar. -declaro e um sorriso cresceu nos seus lábios. Peguei sua mão e a acariciei até Elizabeth chegar uns minutos depois. Eu não queria que ela se faça ideias. Harry e eu acabou.

Por minha culpa mas para o nosso bem...

Comemos e rimos muito. Tudo estava perfeito, tudo estava absolutamente perfeito.

[...]

Depois de ficar até a 23 horas da noite no restaurante, decidimos voltar para casa. Harry conduziu e quando chegamos pegou Elizabeth ao colo para a deitar no quarto. Subi juntamente com eles e a vesti o seu pijama.

Verifiquei que tudo estava bem e fechei a porta devagar para não a acordar.

Depois desci e vi que Harry ainda estava la sentado no sofá. Os braços apoiados nos joelhos e com a cabeça nas mãos.

Me sentei a seu lado e ele me encarou sorrindo.

-O que foi? -pergunto soltando o meu cabelo. Afinal já estava em casa.

-Nada. -respondeu e olhou para a chaminé.

-Desembucha Harry! -digo e ele riu entendendo a referência. Seu olhar voltou a se pousar em mim e eu me senti um pouco sem jeito, mas no bom senso.

-Eu não sei se vou conseguir esquecer você. -confessou e eu senti as minhas bochechas ficarem quentes.

-Você quer me esquecer?-digo fingindo estar ofendida.

-Para. -sussurrou rindo ainda mais.

-Eu tenho medo de magoar alguém porque ainda gosto de você. -disse e eu o encarei.

-Laura.-solto e eu afirmou. -Eu vou te dar um conselho, um bom conselho. -digo e peguei sua mão. -Nunca use uma pessoa para esquecer outra. -digo e ele pegou uma mecha do meu cabelo metendo atrás da minha orelha.

-Vou sentir falta dos seus cachos. -declarou e eu fechei os olhos aproveitando o seu toque.

-Harry. -murmuro tentando me conter. - A gente concordou...

-Eu não consigo... Eu não quero que isso acabe, nunca! -disse e se aproximou de mim colando nossas testas.

-Eu vou magoar você, eu sei que vou...

-Fodasse Leigh, eu quero estar com você e você também quer. -disse e me encarou com a sobrancelha arquiada. Dei um leve sorriso e abanei a cabeça afirmando a sua frase. -Então bora ficar juntos, vamos ter um bebê, a minha relação com Elizabeth nunca esteve melhor... E a gente... A gente se ama. -acrescentou e eu mordia meu lábio inferior me aproximando dele o suficiente para juntar nossos lábios num beijo apaixonado.

Seus braços envolveram minha cintura e nós deitamos no sofá. As coisas estavam indo rápido demais e eu apenas tinha minha calcinha e ele seu boxer. Nossas bocas se recusavam a se separar e nossos corpos ardiam de prazer nos levando a loucura.

Cada toque de Harry me fazia sentir coisas que eu nunca sentido, coisas que eu nunca pensava sentir.

Ele tocou minha barriga levemente e eu sorri durante o beijo, mesmo quase inexistente ela já estava um pouco redonda.

-Eu te amo. -sussurrou beijando meu pescoço me fazendo gemer alto.

-Eu te amo mais- disse e aquilo soou tão verdadeiro que até eu me assustei. Nunca disse eu te amo com aquela intensidade. Sorri ainda mais e tirei a sua última peça de roupa o fazendo sorrir de lado.

De repente a campainha tocou e ambos paramos tudo assustados.

Que merda !

Peguei o pano que eu usava para cobrir o sofá e o enrolei ao redor do meu corpo. Harry quanto a ele vestiu seu boxer.

Caminhei até a porta e me perguntava quem iria vir aqui a esta hora da noite.

Abri a a porta e dei de caras com Shawn. Meu sangue ferveu tanto que eu pensava que ia explodir mas tudo passou quando eu vi seu rosto todo cheio de sangue. Uma preocupação tomou conta de mim e meus olhos começaram a marejar.

-Harry! -grito vendo que Shawn iria desmaiar a qualquer momento. Harry correu e me encarou preocupado.

Mesmo se ele não gostava de Shawn, ele podia ver a que ponto Shawn estava mal.

-Me ajuda a levar ele para o quarto de hóspedes. -disse pegando um braço e eu peguei o outro.

Com uma certa dificuldade levamos ele até o quarto e o deitamos na cama. Harry foi buscar a bolsa de primeiro socorros e eu fui enxaguar uma toalha com água morna para limpar o sangue.

Com cuidado levei a toalha até seu rosto e comecei a limpar como eu podia para não o magoar.

-Leigh... -ele murmurou e tocou meu braço, o encarei e ele fez uma careta de dor. Eu estava fazendo muita pressão nas suas feridas.

-Não fale. -peço e ele parou de falar mas não de me encarar. Sua mão ainda estava no meu braço e deslizou por causa do sangue fazendo que o pano que estava ao redor no meu corpo caísse no chão, me deixando só de calcinha.

-Ia para a cama com ele Leigh?! -perguntou com raiva e eu revirei os olhos acabando de limpar seu rosto.

-Não te diz respeito... -solto e Harry entrou no quarto com a bolsa, seus olhos se arregalaram ao ver que eu estava de calcinha e começou a ficar um pouco sem jeito.

-Leigh vai vestir algo, eu fico aqui de olho até você voltar. -disse e me afastei de Shawn.

-Por favor, não há nada ai que nos não vimos . -Shawn soltou rindo e eu corei me sentindo constrangida.

-Olha como fala dela sua idiota. -Harry disse fora de si.

-Parem! -digo e peguei o pano me cobrindo outra vez. Porque se eu saísse daqui os dois iriam acabar por se matar.

-Ele ainda não superou o fato que eu te comi enquanto ele estava a alguns metros de nós. -Shawn cuspiu e Harry me encarou com raiva saindo do quarto fechando a porta com força.

-Você é mesmo um embuste. -digo o deixando e fui atrás de Harry.

Ouvi o som do seu carro e corri até lá fora e me meti a frente o impedindo de avançar.

- Desliga o carro, por favor. -pedi e ele desligou. Entrei dentro do carro e notei que ele chorava.

-Eu não consigo... Se ele estiver sempre presente... Eu não vou conseguir. -soltou com a voz rouca de choro.

-Ele é pai de Elizabeth..

-Ela me chama de pai! Não a ele! -urrou e eu me assustei me encolhendo um pouco.

-O que quer que eu faça?

-Eu quero que ele desapareça da nossa vida Leigh... -murmurou esfregando seu rosto limpando suas lágrimas e bagunçando um pouco seus cachos. -Eu quero que ele suma! -acrescentou e eu baixei o rosto. Eu o entendia.

-Vai para sua casa? -perguntei o encarando mas ele tinha o rosto virando para a janela, segundos depois ele afirmou com a cabeça. -Ok então...

Sai do seu carro e fechei a porta devagar, o vi sumir pouco a pouco como sempre e voltei para casa.

Fui até o quarto de hóspedes e vi que Shawn acabou por adormecer. Me apoiei na batente da porta e o encarei. Ele estava mesmo mal, quando ele acordasse eu vou querer saber que merda que ele fez para apanhar. Fechei a luz e o cobri para que ele não ficasse com frio e fui para quarto.

[...]

Acordei sentindo a luz de sol bater em meu rosto sem piedade. Me remexi na cama com preguiça de me levantar mas o fiz. Desci até a cozinha e vi uma cena que eu pensava não ver tão cedo.

Shawn e Elizabeth conversando e comendo pequeno almoço juntos. Hoje era sábado portando ela não tinha escola.

–Bom dia. –murmuro com o cenho franzido.

–Bom dia. –eles responderam em uníssono.

–O que está acontecendo aqui? – pergunto confusa.

–Como assim? –perguntou Shawn me servindo um prato com ovo e bacon.

Cruzei os braços e o encarei esperando uma explicação.

–Eu tive uma conversa com ela, como pessoas grandes. – se defendeu e eu levei meus olhar ao ar.

–Ótimo. –digo sarcástica. –Porque depois a conversa como pessoas grandes vai ser entre nós. –digo me lembrando do que aconteceu ontem.

–Mamãe não te esqueças que hoje vamos sair com papai Harry. –disse Elizabeth me encarando.

–Eu não sei amor, papai está cansado. –invento uma mentira qualquer.

–Então porquê seu carro está chegando? –questionou apontando para a janela. Arregalei os olhos e comecei a entrar em pânico.

–Shawn você precisa ir... Agora! –digo o empurrando até o quarto aonde ele dormiu. –Se você sair deste quarto enquanto Harry está aqui, eu juro que não falo nunca mais com você! –o ameaço o fazendo rir.

–Sim chefe. –murmurou e fechou a porta.

Corri até a cozinha e vi Harry abraçado a Elizabeth.

–Oi.– murmurei brincando com as minhas mãos. Eu não sabia como agir.

–Oi. –disse e veio até mim me dando um selinho. Sorri instintivamente e passei meus braços ao redor do seu pescoço o beijando.

–Vejo que ainda estão de pijama. –resmungou nos fazendo rir. –E conhecendo vocês, vai demorar até estarem prontas. –acrescentou e se sentou na bancada. –Se me amam de verdade vocês tem 30 minutos para estarem prontas. –terminou pegando uma uva e a levando até a sua boca.

Elizabeth e eu nos encaramos e corremos ao mesmo tempo até o nossos quartos rindo.

30 minutos depois exatamente nos já estávamos prontas e descemos juntas.

A cozinha já estava arrumada e Harry estava nos esperando encostado a bancada. Ele tinha o cabelo todo bagunçado e seu rosto estava levemente corando. Parecia que ele tinha corrido uma maratona.

O análisei de mas perto e vi que faltava um botão na sua camisa e a mesma tava amarrotada.

–Harry? –O chamo e ele finalmente nos encarou. Seus olhos estavam vermelho e seus lábios inchados.

O que aconteceu aqui?!

Andei até o quarto aonde estava Shawn e abri a porta bruscamente. Vazio.

A cama estava toda desarrumada e várias coisas estavam caídas no chão.

Voltei até a cozinha e ele vi que ele parecia aflito.

–Aonde está Shawn? –questiono com uma raiva que eu nunca senti.



Notas Finais


OI GENTE LINDA DO MEU CORAÇÃO ❤️

O que acham que aconteceu entre Harry e Shawn? Lutaram? Discutiram? Se pegaram? 😂😂😂

Mas três capítulos e a fanfic estará terminada 😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...