História My black in your pink - Blackpink - Capítulo 31


Escrita por:

Postado
Categorias 2NE1, Blackpink, CL (Chaelin Lee), Mamamoo, Red Velvet, TWICE
Personagens Chaeyoung, Cl, Dahyun, Hwasa, Irene, Jennie, Jeongyeon, Jihyo, Jisoo, Joy, Lee Chaelin "CL", Lisa, Mina, Minji, Momo, Moonbyul, Nayeon, Park Bom, Rosé, Sana, Sandara Park, Seulgi, Solar, Tzuyu, Wendy, Wheein, Yeri
Tags 2ne1, Blackpink, Chaesoo, Jenlisa, Jennie, Jisoo, Lisa, Mamamoo, Redvelvet, Rose, Twice, Yaoi, Yuri
Visualizações 69
Palavras 1.082
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Lemon, LGBT, Orange, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie
Boa leitura anjos!

Capítulo 31 - Lisa...


Fanfic / Fanfiction My black in your pink - Blackpink - Capítulo 31 - Lisa...


Jennie On

A dor dos golpes daquela vagabunda me impossibilita de me mexer, muitos foram na região do abdômen e estavam ardendo, só consegui me sentar, olhei para os pais da Lisa e eles pareciam muito preocupados. Ouvi a porta se abrir e dos homens muito bem arrumados apareceram e um deles me olhava de um jeito nada agradável... Já não consigo manter a calma, preciso sair daqui, não posso deixar ela sumir com a Lisa!

O mais velho foi o primeiro a se pronunciar



YG: Quem diria que o jogo iria virar não é mesmo!! ~~~Sorria irônico, enquanto dirigia a palavra aos Manoban, sentou entre os dois e tirou a fitas que impedia o Pai de Lisa de falar, porém ele não deu sequer um piu.

YG: Vocês estragaram meus negócios... acharam mesmo que ia ficar por isso mesmo? *silêncio* é muito bom ver o medo em seus olhos, Juiz!

Com um estrondo no ouvido, vi o senhor Julian ser acertado por um tiro na coxa esquerda e soltar um gemido de dor enquanto a senhora Suzy foi legada para fora do quarto junto a mim, pelo mesmo Cara que estava me olhando estranho . Ela estava em desespero e por se mexer muito, acabou levando uma coronhada na cabeça o que fez com que ela apagar, ele disse pra uns 5 caras que estavam de guarda na sala que ficasse com ela lá e me arrastou para a cozinha me jogando com força contra a geladeira, fazendo eu bater as costas com força na mesma. Colocou a arma prateada encima do balcão e falou:
 

Xx: Sua vez princesa, já que a sua namoradinha a Niki levou, vou ter que me contentar com a sua bocetinha.

Meu corpo tremeu ver ele vindo em minha direção devagar enquanto massageava o membro que marcava a calça de grife, o sorriso diabólico nos lábios finos, tudo que passou pela minha cabeça... Eu iria passar pelo que a Lisa passou??
Ele desabotoava a calça quando me dando visão da cueca branca com um volume enorme


Xx: Vamos lá, facilite é abra pra mim! ~~Ordenou

Mais 2 tiros ecoaram por todo o apartamento e logo que em seguida, o barulho de sirenes foram ouvidas, eram muitas... estamos no último andar então sim!... são muitas. 

YG: Seungri temos que sair agora! ALGO deu errado!

O velho apareceu na porta da cozinha sujo de sangue e o tal Seungri foi até ele arrumando as calças, e o questionando sobre o ter atrapalhado, vi a arma no balcão perto de mim e juntei todas as forças que tinha no momento, corri é peguei a arma com dificuldade, mas mesmo com as mãos amarradas e consegui segurar ela e apontar para o desgraçado não pensei 2 vezes e puxei o gatilho.

Seungri: Porra, Sua puta!!!!

O tiro pegou de raspão em seu ombro, minhas mãos tremiam mais que tudo e o velho o puxou em direção a saída do apartamento junto com os outros caras, joguei a arma longe enquanto minhas pernas fraquejavam e me deixaram na mão.
Um mega fone dava voz de prisão a todos do lado de fora enquanto a polícia como ninjas apareceram no apartamento, mas foi em vão, antes de desmaiar ali mesmo na cozinha, com minha visão turva e respiração acelerada eu ouvi alguns dos agentes falando que eles fugiram de helicóptero e que mandassem a ambulância pois um homem estava em péssimo estado... tudo que eu vi foi uma policial chamando por socorro por mim e sua mão em meu rosto chamando meu nome, que cada vez mais ficava distante. Eu apaguei!
          .

.

.

.

Acordei?...


Um... campo, não sei como eu cheguei aqui, nem sei o quê eu estou fazendo aqui mas esse cheiro... esse perfume, eu sei que já senti ele antes.
Mas porque eu não consigo lembrar de quem ele pertence?

Caminhando devagar, eu pude notar as pequenas flores brancas espalhadas pelo campo, mas algo me chamou a atenção, mais distante um árvore enorme com as folhas amareladas, algo me dizia para ir até lá e como se eu não tivesse escolha, eu fui. Sentei encostando as costas na árvore e sentiu as folhas que caiam tocando meu rosto, como um beijo, suave e delicado, quando olhei novamente para o chão ele estava repleto de folhas, já não se via mais o verde da grama.

Lisa: Ypê amarelo, não é lindo Jenjen?

Ao ouvir aquela voz, me virei levantando imediatamente ao seu encontro e lá estava ela! A minha Lalisa, trajando um vestido branco, fino e delicado me olhando com aquele sorriso que só ela sabe me dar...
Jennie: O que estamos fazendo aqui Lisa? Temos que voltar pra casa!

Peguei em sua mão na tentativa de a puxar para um abraço, mas ela negou é deu um passo para trás, negando com a cabeça.

Lisa: Não Jen! Você tem que ir pra casa...Eu já estou em casa!

E o clima mudou, um vento frio percorreu o meu corpo e a árvore agora estava décadas folhas amarelas agora estavam cinza e o céu antes azul agora estavam com tons alaranjados, o sol estava se ponto e ela me puxou para um abraço rápido, um cheiro de queimado fez presente e ela se afastou, eu queria correr até ela, queria que ela ficasse comigo, mas meu corpo não se movia, minha voz não saia e ela ia cada vez mais distante.

Lisa: Foi por você Jennie... porque eu te amo... foi por você!

Ela disse e sumiu em meio a um clarão que me engolia aos poucos.

Jennie: LISA POR FAVOR FICA COMIGO!!!

E eu ... acordei?! Todos me olhavam e eu estava sentada na cama do quanrto do hospital, suando e ofegante, senti minha cabeça doer muito e meu abdômen também. Uma das enfermeiras me fez deitar e me fazia perguntas que eu não conseguia entender, olhei para o lado e vi a Jisoo numa das poltronas me olhando preocupada com a Chae tentando a acalmar

Jennie: Lisa??? Onde você está? LISA POR FAVOR!? ME RESPONDE!?


A enfermeira me pedia calma, mas meu corpo não queria se acalmar, eu só queria ver ela... só isso. Uma mulher de jaleco entrou com uma seringa e me injetou algo que me fez relaxar, todo o meu corpo ficou fraco, eu não apaguei, mas só meu corpo está presente porque minha mente está distante, com o pensamento longe.

Médica: Durma Jennie, durma mais um pouco.

Foi o que eu ouvi antes de fechar os olhos mais uma vez.


Notas Finais


Iiiiiiiiiii não digo nada. Kkkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...