1. Spirit Fanfics >
  2. My Boss (Jikook abo) >
  3. Provocation

História My Boss (Jikook abo) - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Oi meus amores....
Volteiiiii, bom sem muita enrolação. Espero que gostem e até lá em baixo.
Boa Leitura ! ❤️✨

Capítulo 3 - Provocation


Fanfic / Fanfiction My Boss (Jikook abo) - Capítulo 3 - Provocation

Jimin on

- Se organiza Park Jimin! – sussurrei para mim mesmo ao sair da sala do meu chefe.

Andei às pressas até a avistar uma porta ou um buraco em que pudesse enfiar minha cabeça e nunca mais tirá-la de lá, por sorte vi que havia um banheiro a poucos passos dali e adentrei ele, sem delicadeza alguma e de forma brusca literalmente corri até um das pias, jogando água em meu rosto e visualizando minha situação deplorável pelo espelho.

Meus cabelos bagunçados, minhas bochechas vermelhas e meus lábios inchados e avermelhados pelas carícias de agora a pouco, pesei meus dedos pequenos sobre eles e me amaldiçoei mentalmente por ter o feito, havia me lembrado de Jeon, dos seus lábios juntos aos meus e suas mãos passeando por meu corpo, sabendo bem onde e como brincar com meus sentidos e deixar-me extremamente excitado como agora.

Droga!

Sorri sacana ao olhar para a pequena ereção que se formava em minha calça. Maravilhoso, eu estava fantasiando neste exato momento com ninguém menos que meu chefe, vulgo o cara que consegui arrancar-me de meu próprio controle e me fez sentir insanamente bem com suas grandes mãos abusando do meu corpo e sua boca atiçando meu lobo de formas profanas e excitantes.

- Vamos Jimin, você tem que voltar para trabalhar, você precisa desse emprego. Você não mora mais com sua família, lembre-se porque você saiu de lá e não vai voltar nunca mais, nunca. – sussurro para meu próprio reflexo no espelho, secando um lágrima que teimou em sair e sorri logo após – Vamos lá, fighting!

Sai do banheiro e fui diretamente para minha ala, sentando em minha cadeira e voltando a reorganizar, minhas coisas e meu pensamentos, que vez ou outra queria sair da linha e ir para um certo alfa que estava no mesmo edifício que eu e seu cheiro chamava por mim, mesmo não estando no mesmo andar. Funguei o ar pela milésima vez, seu cheiro continuava a me chamar, seu lobo vinha de encontro ao meu e o atiçava insanamente.

“Foca Jimin.... Não pensa nele, colabora comigo lobo bobo e me ajuda a terminar esses papéis e podemos ir tomar um ar, por favor” pedi mentalmente ao meu lobo, tentando me comunicar com ele e parece que funcionou, um pouco pelo menos.

Suspirei aliviado e suprimi um grito ao abrir meus olhos dando de cara com duas pessoas na minha frente, um deles sacudindo as mãos freneticamente na tentativa de chamar minha atenção.

-Oi, terra chamando... Você é novo aqui, certo? – o mesmo que remexia as mãos na minha frente, falou e eu rapidamente olhei para eles depois do leve susto que havia tomado.

- Olá, sou sim. Me chamo Park Jimin e vocês são? – ele rapidamente mandou um sorriso quadricular para o outro e voltou sua atenção para mim.

- Me chamo Kim Taehyung, esse é Jung Hoseok e aquele ali, - apontou para um garoto que estava mais afastado, aparentemente esperando os dois – é o Min Yoongi, a gente tava indo sair pra beber aqui perto, quer vir conosco?

Foi só então que eu notei, o céu já estava escuro e as pessoas já haviam ido embora, a maioria ao menos. Então eu havia me perdido em pensamentos e nem vi o tempo passar, típico Park Jimin.

Olhei ao redor e pensei um pouco, ok que amanhã teria que trabalhar novamente e fazia muito tempo que não saia para beber, estava tão preocupado com seus assuntos familiares que preferia não sair, mas agora não tinha mais sua mãe pegando em seu pé ou xingando-o, muito menos o meu pai estava ali para me impedir. Não tinha nada para fazer em casa, o que de mais tinha em sair com colegas de trabalho para beber, o que de mais poderia acontecer.

- Porque não? – perguntei fazendo eles rirem entre si e senti um clima entre eles, mas revelei e arrumei minhas coisas, seguindo-os até um barzinho que havia ao lado do edifício.

- Então você é um ômega Jimin? – Yoongi perguntou visivelmente curioso, o que não entendi a princípio, mas achei engraçado ao ver as caras de Hoseok e Taehyung para ele.

- Sou sim, porque? – perguntei, vendo Taehyung piscar para Hoseok e rirem logo em seguida, espera aí porque parece que eles dois sabem de algo e não estão me contando?

- Então me explica como entender os ômegas, porque por Deus, não sei como eu ainda aguento esses dois embustes na minha vida! – apontou o dedo para os dois garotos que estavam do meu lado, segui eles com meu olhar até ver Hoseok e Taehyung pararem cada um de um lado de Yoongi e beijarem ambas bochechas do alfa, para logo depois saírem rindo grudados um no outro, escolhendo a mesa em que sentaríamos.

- Tem baba escorrendo pelo seu queixo. – sussurrei ao passar por ele e sorrir quando seus olhos mudaram de surpresos para irritado em questão de segundos, assim que já estávamos todos sentando, decidi perguntar – Então vocês dois são ômegas?

- Sim, o Hoseok é um lúpus, assim como Yoongi é um alfa lúpus. Conheci eles na faculdade, dividíamos o aluguel de um apartamento e quando terminamos a faculdade, viemos trabalhar na Empresa do Senhor Jeon. – Taehyung explicou, enquanto bebericava de alguma bebida e Hoseok e Yoongi pediam alguma coisa para comer e mais garrafas de cerveja.

O assunto só havia começado e não acabaria tão cedo, pelo jeito dos três falarem dava para entender um pouco de cada, Taehyung e Hoseok eram muitos adoráveis e, principalmente, Hoseok se mostrava um verdadeiro palhaço, ria de tudo.

Já Taehyung era um ômega um tanto diferente, seu gênio era bastante forte e parecia não gostar muito de ser ômega já que de certa forma eles eram vistos como submissos, mas ele não era assim de jeito nenhum e pelo jeito que falava de seus dois amigos, gostava muito deles e demonstrava isso.

Contudo, o alfa já era o total oposto dos dois, ele era rude e frio e parecia não se importar com isso, não ligava para as opiniões alheias e cuida bem de quem ama, além de se mostrar bastante ciumento quando se trata do que lhe pertence.

Consegui facilmente lê-los, presumindo e idealizando uma ideia de cada um deles, gostando cada vez mais de como eles eram e o jeito especial de cada um, nunca tivera muitos amigos e não ligava muito para isso não iria gastar minhas forças e energias vitais com amizades que não compensavam os gastos, mas aqueles três valiam a pena, era difícil encontrar pessoas como aquelas e estava disposto a ser amigos deles.

Voltei de meus pensamentos quando escutei Hoseok falar comigo, um pouco já alterado pela bebida.

- Você tem um alfa Jiminnie? – perguntou malicioso com o rosto rubro e o copo de cerveja em sua mão, não contive a risada e devolvi o olhar malicioso.

- Não, maaaaas... – lembrei rapidamente de Jeon, sorrindo sacana e corei ao ver os três na minha frente se entreolharem e sorrirem com segundas intenções para mim, aproximando-se de mim juntos e perguntando:

- Maaaaaaas? – disseram em uníssono, gargalhei alto com o ato, até Yoongi tinha entrado na brincadeira e rindo, juntamente dos outros dois.

- Digamos que talvez eu tenha beijado Jungkook hoje... – soltei rápido, olhando inicentemente para eles e bebendo mais do álcool que tinha no copo.

- Você o que?! – eles quase gritaram e me olharam surpresos com a revelação.

- Você e Jeon Jungkook? – Taehyung se prenunciou mais baixo agora, aproximando seu rosto do meu sendo seguido por Hoseok – O gostoso do nosso chefe?

Yoongi que ria, parou e rosnou baixinho ao escutar a fala de Taehyung e Hoseok riu de sua cara de ciúmes... Aí tinha coisa!

Autora on

Após isso Taehyung se acalmou um pouco, é claro só depois que Jimin lhe dera detalhes sobre o ocorrido, tendo cuidado ao usar as palavras e não expor demais Jungkook, ele não havia feito nada contra Jimin e por isso, ele não tinha direito de prejudicá-lo de maneira nenhuma.

Enquanto eles faziam brindes e riam dos assuntos aleatórios que conversavam, ali perto Jungkook ainda permanecia trabalhando, mesmo que seu horário já tenha acabado e ele não aguentava mais ver o breu de sua sala sem pensar no acidente ou nos lábios de Jimin, aquele garoto ficara em sua mente o dia inteiro.

- Pode ir se queres tanto, Namjoon. – murmurou olhando para o amigo que permanecia ali consigo e insistia que ou ele fosse embora para casa dormir ou aceitasse sair com o amigo para ir beber um pouco com ele ali perto. – Jin deve estar te esperando em vossa casa, não deveria deixar seu ômega esperando em casa.

- Boa tentativa, mas eu não vou embora e pra sua informação, Jin teve que ir visitar os pais e só volta amanhã pela noite. – sorriu e se aproximou do amigo, afim de tentar novamente convencê-lo de sair dali por um instante – Vamos lá Kook, podemos beber um pouco e relaxar, que tal? .... Sabes que eu não vou desistir tão cedo e-...

- Tá Namjoon hyung, vamos logo então. – finalmente se deu por vencido, até chamou ele de hyung coisa que só fazia quando estava a sós e fora da empresa ou com raiva do mais velho.

- Vamos, é aqui do lado...

Ambos desceram e seguiram até o tal barzinho, entrando e sentando em uma das cadeiras na frente

- Eii Jeon... – o alfa mais velho chamou, fazendo o outro olhar rapidamente para si – Você está bem mesmo? Os remédios ainda estão fazendo efeito ?

Droga, parecia que ele adivinhava ou lia a mente de Jungkook e por mais que não gostasse, teria que mentir para ele, caso contrário sabe lá Deus o que Namjoon faria, então apenas assentiu e voltou a bebericar, sendo acompanhado pelo outro.

Numa mesa ali, próximo a eles as coisas começaram a esquentar e estava começando a perder o controle, Hoseok e Taehyung estvam prestes a perder e a passar do limite e isso os deixavam animados e aterrorizava Yoongi, afinal seria ele que teria que lida com os dois ômegas.

- Qual foi Tae, vai mentir na cara dura dizendo que não quer me beijar, uhm? – se aproximou do outro e sorriu ladino ao ver o rosto do outro vermelho – Que tal começarmos de um vez com aquele plano ein...

- Para de falar logo... – Hoseok riu da pressa dele, mas assim o fez, calou-se e o puxou por sua cintura, trazendo-o para perto e beijando seus lábios vorazmente e sem se importar com os olhares direcionados a eles.

Que reviravolta!

As mãos de Tae apertavam os cabelos do Jung e o puxava para mais perto, enquanto as mãos do lúpus apertava sua bunda com força. Jimin assistiu a aquilo incrédulo e sem palavras, mas o sorriso permanecia em seu rosto até mesmo depois que ouviu Yoongi rosnar enciumado com a cena. Aquilo só tendia a melhorar, pensou Jimin bebendo mais um pouco de álcool apenas assistindo a cena emocionado com tamanha ousadia e coragem dos dois, recém, amigos.

Yoongi não segurou o rosnado ao ver aquela cena, puta merda eles só podiam estar brincando e uma puta brincadeira de mal gosto. Agora, cá estava ele, um alfa excitado ao ver dois ômegas se pegando na sua frente, já não bastava ter esse fetiche estranho, por mais que não admitisse nutria sentimento por ambos os ômegas, até já chegara a namorar o Jung ainda no fundamental. E, caralho, ver os dois ômegas ali aos beijos e pegadas o tinha deixado estranhamente e insanamente excitado, só piorando quando viu eles se separarem ofegantes, Hoseok ainda prendia o lábio inferior com os caninos, misturando o sangue ao beijo. Mas de longe o pior foi os olhares que recebeu dos dois ao se separarem e sorrirem travessos entre si.

- Uau! Simplesmente Uau! – Jimin disse animado ao ver seus amigos sentarem novamente e voltarem a beber, mas sua animação foi para o ralo quando viu a raiva de Yoongi estampada em sua face.

- Jimin, já estamos de saída. Quer carona? – Yoongi ditou e nada disseram Taehyung e Hoseok apenas baixaram a cabeça, sabendo as consequências do que tinham feito. Mas não paravam de rir.

- Não precisa se incomodar, moro aqui perto e dá para ir andando, até mais! – mentiu.

- Até mais Jimin... – se despediu e olhou para os dois a sua frente – Kim Taehyung e Jung Hoseok, vamos! – usou um tom de raiva e os dois prontamente obedeceram, mesmo que não tenha usado a voz de alfa, Yoongi possuía a obediência deles e ambos sabiam disso, por mais que seu rosto mostre raiva ele também estava feliz, adorava ver esse lado deles. Provocador e ousado. Era assim que podia definir os dois ômegas agora.

Os três saíram e Jimin se viu sozinho, levantou-se e andou até a saída pronto para encarar um louca e perigosa caminhada até em casa, já que estava tarde e além de ser ômega, estava bêbado para completar o kit fudido.

Passou por varias pessoas que entravam e saiam dali, mas seu corpo automaticamente parou ao sentir aquele cheiro, do alfa... De Jungkook.

- Park? – foi como se ele o escutara, seus pelos se arrepiaram ao escutar a voz rouca do mais velho próximo ao seu ouvido.

- Olá Jungkookie! – acabou por falar com um tom mais manhoso que deveria, seus instintos estavam quase que no comando e sua racionalidade estava esvaindo-se aos poucos, fungou o ar e aproximou-se do alfa mais velho.

- Você cheira muito bem, principalmente aqui.. – ficou na ponto do pé para alcançar o pescoço do alfa e respirou pesadamente ali, sentindo o alfa se arrepiar e segurar sua cintura não forte o suficiente para machucar ele, mas forte o suficiente para o ômega gemer ainda em sua pescoço.

- Jimin, você está bêbado, vem vou te levar para casa. – o alfa pegou na mão do menor para tirá-lo, mas parou ao ver ele se soltar de seu agarre e cruzar os braços que veio acompanhado de um bico em seus lábios fartos.

- Jungkooki-... – graças ao alfa seu corpo não tinha entrando em contato com o chão, provavelmente, gelado e duro.

O corpo do ômega se encolhia nos braços do alfa, que o ajudou a ficar de pé enquanto esse tirava casaco para esquentar o ômega.

- Namjoon hyung, vou levar ele para casa, então pode ir para casa descansar agora. Obrigado por tudo! – então saiu, levando o corpo do menor até seu carro, deixando um Namjoon sorridente e alegre para trás.

O caminho para sua casa foi torturante e eterno, tentou perguntar ao menor onde morava, mas não obteve resposta e preferiu levá-lo para sua casa, estava na velocidade máxima permitida, mas mesmo assim parecia que nunca chegaria.

Estava sendo torturante ver o ômega gemer baixinho, enquanto sua respiração estava ofegante e suas bochechas rubras.

      ........

Eles finalmente haviam chegado, Jungkook pegou o corpo de Jimin e o levou até a sala e o pôs de pé e viu seus olhinhos puxados de abrindo aos poucos.

- Onde eu estou? Jungkookie? – manhosa, foi assim que sua voz saíra novamente e os dedos pequenos tocaram as bochechas do mais alto.

- Você está na minha casa, vá tomar um banho e dormir, deve estar cansado. Deve repousar. – ele disse se afastando do mais novo, se virando para ir na cozinha buscar algo para ele comer, porém parou ao sentir dois braços se rodearem em suas costas engar a blusa social, sentindo o cheiro amadeirado com um pouco de camomila.

- Jungkook, você quer me beijar ?! – ele perguntou e fez com que o alfa virasse para encará-lo.

- Porque a pergunta pequeno? –Jungkook pareceu surpreso com a pergunta repentina e segurou as bochechas de Jimin entre suas mãos, olhava em seus olhos enquanto ele mantinha-se cabisbaixo – Se responder minha pergunta, respondo a sua...

Jungkook estava provocando, mas Jimin havia começado, ele apenas entrou na brincadeira. 

- Porque eu passei o dia todo pensando nisso e caralho, como eu preciso deles agora ! – o ômega acabou soltando e roçou seus lábios nos do alfa – Voce quer Jungkook ?!

O alfa pareceu receoso e olhou para Jimin, que mantinha a boca entreaberta e roçava de leve em seus lábios.

.

.

.


          - Você quer me beijar Jungkook ? – ele sussurrou por último.


Notas Finais


Olá meus amores, o que vocês acham de Taeyoonseok ?!
Estava pensando em trazer-los para a história, o que acham !?
Gostaram do capítulo ?!
Espero que sim, até a próxima meus amores ❤️✨


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...