História My boss, my stalker, my fucker - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Jikook
Visualizações 61
Palavras 743
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Hentai, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus jishi-ah! Então aqui está o primeiro capitulo, espero que desfrutem bem, e farei os possíveis para postar de 3 em 3 dias! No mínimo terão 1 capitulo por semana! E o que prometo eu cumpro! Boa leitura!

Capítulo 1 - Seul to Busan


Fanfic / Fanfiction My boss, my stalker, my fucker - Capítulo 1 - Seul to Busan

Quinta-feira, 12 de Abril, Seul, 03:20

Jimin Pov's

Devem estar a se perguntar o que raios eu faço acordado em plenas 03:20 da manhã... Não, não é em um bar... estou me arrumando para ir para o aeroporto de Incheon, para deixar a "bela" cidade de Seul e ir para minha cidade Natal perfeita, Busan.

Sozinho? Não... com meus pais! Eles foram o motivo para deixar minha bela casa pequena e acolhedora de Busan e vir para Seul onde o mundo é apressado e dá dores de cabeça... eles queriam que tivesse estudos melhores e bla bla bla, isso é outra história! 

Mas bem, oi eu sou Park Jimin, filho de Park Somin e Park Junho, tenho 21 anos e acabei agora a universidade de gestão de empresas, obrigado por meus pais! E mal sabem eles que vamos para Busan pois eu entreguei uma candidatura a uma empresa... de moda e não de robótica! Sim, vou realizar o meu sonho, não o deles! 

Porque desobedecê-los? Feche os olhos e imagine um rapaz, não, um homem, de 1.75 de altura, com seus cabelos coloridos de um rosa suave, olhos que quando sorriem se fecham por completo, bochechas que as titias amam apertar, tanquinho que basta para lavar roupa, bunda gigante e coxas nem se fala... me diga... o que eu poderia ser sem ser modelo? Só se for vadia... mas tenho orgulho na cara! Isto não é para qualquer um.

Sou interrompido por meu celular vibrando e uma notificação aparecendo: Park Jimin, provavelmente está pensando em nada se despacha pois o voo é às 7 e você Ainda tem que ir ter a Incheon. 

Sim eu tinha posto um alarme com aquilo, sou demasiado distraído no meu mundo.

Me apressei em arrumar toda minha roupa, que couberam perfeitamente em 5 malas gigantes juntamente com uma mais pequena só com meus produtos de higiene. Depois, agarrei uma camisa azul simples, umas calças de ganga brancas justas, rasgadas nos joelhos e uns sapatos pretos, arrumei meus lindos cabelos, passei um produto na cara, label nos lábios e tomei banho em perfume, tudo isto acabando às 3:57.

-PARK JIMIN!- ouvi minha mãe gritar. 

-SIM? - repeti no mesmo tom de voz.

-O TÁXI JÁ ESTÁ CÁ... DESCE LOGO!- meu pai se pronunciou.

Desci com duas malas e as pus no táxi de nove lugares. Subi de novo buscando mais duas, e por fim as outras duas.

-Ainda bem que te conhecemos e pedimos um táxi grande! - minha mãe revirou os olhos e riu do comentário do meu pai, eu só ignorei.

Nossa relação era muito boa, a sério, nosso estado em relação a dinheiro também, mas me irritava como meus pais sempre reclamavam por ter muita roupa ou muitos produtos para tratar a pele.

A viagem era de 2 horas, fechei os olhos por o que pareceu 2 minutos e já tínhamos chegado.

Saimos do táxi, depois de minha mãe parar, fizemos o check-in e esperamos até que pudéssemos entrar no avião... minha mãe quebrou o silêncio:

-Jimin, não vai ter saudades de sua namoradinha e de seus amiguinhos?

- Não! Sinceramente, eles não passavam de colegas de turma e não era namoradinha e sim namoradinho... deixa de me provocar! - ri fazendo os dois rirem, meus pais levavam a minha homosexualidade bem! Por isso que gostava tanto deles. Não eram como os outros. Eram únicos, à maneira deles.

-Eu vou ter saudades daqui- meu pai disse melancólico 

-Porque?- perguntei.

-Porque- pensou- ah sei lá! - ele exclamou e rimos de novo alto e bom som.

Primeira chamada para o voo 3425 Incheon-Busan, porta de embarque 5

Não esperamos mais tempo e fomos em direção ao local dito pela senhora de voz anasalada do aeroporto. Entramos logo no avião e sabia que iria ser uma viagem bem longa, mas que valia a pena, afinal voltaria para casa depois de 15 anos.

Às 10:13 já conseguia ver Busan e seu mar azul água, faltava beijar a janela de tão feliz que estava. Não tinha muitas recordações mas as que tinha daquele lugar eram tão boas que não podia conter o meu entusiasmo, obviamente meus pais só riam ao me ver daquele jeito tão criança que eu tinha! Cuidado que eu sou bipolar.

Aterramos precisamente às 10:30 e mal pus os  pés no chão um cartaz enorme da Jeko apareceu... foi como se fosse um sinal divino... era a empresa onde me candidatei... e onde espero ser aceite! 

 

 


Notas Finais


Aqui está obrigada por lerem, os primeiros são sempre mais história... mas também tem que ter isto pois se não ficará muito igual às outras fanfics e eu quero tentar fazer diferente! Se gostaram deixem seu coraçaozinho e comentário! Só se quiserem Jishi-ah, vemo-nos em breve! Ah e Obrigada à menina Park, a primeira que deu seu coração a esta história... fiquei super contente! Espero te ver em todos os capítulos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...