1. Spirit Fanfics >
  2. My boyfriend - Jikook >
  3. Red lips

História My boyfriend - Jikook - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Olha quem voltou, desda vez eu não demorei. Hoje de manhã eu estava livre, então decidi escrever este capítulo e atulizar hoje. Continuem a votar e comentar, e muito obrigada pelas mensagens de apoio.

Boa leitura. 💜🐰🐥

Capítulo 11 - Red lips


Fanfic / Fanfiction My boyfriend - Jikook - Capítulo 11 - Red lips

Jimin abriu os olhos contra sua vontade naquela manhã. Logo entrou em desespero ao ver que não estava em sua casa, não estava no seu quarto. Aonde ele estava?

Também percebeu que estava sendo abraçado por alguém maior, novamente arregalou os olhos. Que merda ele havia feito? Jimin tentava se lembrar do que fez a noite passada, mas não conseguia. Só lembrava de que estava bebendo com Taemin, nada mais que isso.

Será que… Não, ele e Taemin?

Jimin tentou fazer com que a pessoa que estivesse o abraçando, o solta-se, mas não teve resultado. Após uns cinco minutos tentando se soltar, escutou um suspiro em seu pescoço, o fazendo se arrepiar por completo.

— Jimin?

Aquela voz não era de Taemin e sim… de Jeon Jungkook.

Merda

— Jeon? — Jimin conseguiu virar-se e ficou de frente para o mais velho que ainda estava de olhos fechados e puxou o loiro para mais perto de si. — Não me diga que…

— Não, nós não transamos. — O loiro soltou um suspiro de alívio. Ele queria muito fazer com o Jungkook, mas não naquele momento. — Você ficou inconsciente, então como não sei aonde fica sua casa, te trouxe para a minha. E Irene não está em casa, ela decidiu ir para a nossa outra casa com umas amigas dela. — Jungkook beijou o pescoço exposto de Jimin que se segurou para não deixar escapar um gemido. O moreno continuou a beijar o pescoço sensível do mais novo até chegar em sua orelha, deixando um selar e uma mordida de leve. — Você está cheiroso.

Novamente Jimin congelou.

Quando alguém bebe muito, geralmente ela fica cheirando a cheiro forte de bebida. Então como Jimin estava cheiroso?

— Você acordou um pouco antes de chegarmos aqui em casa, então conseguiu tomar banho sozinho. — Jungkook disse ao perceber que o menor estava se questionando e suas bochechas queimaram. — Uma das minhas coisas preferidas em você, são suas bochechas. Elas são fofas, ainda mais quando estão assim. — Jeon acaricou o local que disse. — Vermelhas.

— Jungkookie! — Jimin sorriu tímido, também acariciando o rosto do maior — Eu amo seu sorriso, ele é lindo. — Passou seus dedos gordinhos e pequenos nos lábios do mais velho. — Quando você sorri, seus dentes parecem com os de um coelho. E eu amo coelhos.

Jungkook abriu aquele sorriso, mostrando todos os seus dentes, do jeito que Jimin gostava. Os seus rostos estavam muito próximos, podiam sentir seus respirações aceleradas, os seus corações disparando, o calor um do outro. Apenas fecharam os olhos e se aproximaram lentamente, sentirem seus lábios se tocarem.

Os dois sentiram uma onda de calor percorrer em cada veia de seus corpos e seus corações pularem de alegria. O beijo era intenso, profundo e lento. As mãos de Jungkook seguravam o rosto de Jimin como se fosse a coisa mais precisosa do mundo e Jimin passou seus braços em volta do pescoço do maior como se nunca quisesse soltá-lo. Eles esqueceram tudo naquele momento, nada mais importava para eles mais do que aquele momento, daquele beijo, daquele toque.

Eles esperavam tanto por aquele momento que concentram toda a atenção nos seus lábios juntos. Eram tão vermelhos quanto o sangue e pareciam exprimir muito desejo. Se entregaram ao momento e deixaram aquele sentimento crescer neles. Jimin sentiu um suave toque em suas mãos, seus dedos percorreram elas e as entrelaçaram,então um leve aperto em suas mãos o fizeram sentir segurança. Todas as emoções mais fortes que possam existir estavam concentradas neles.

As mãos fortes de Jeon desceram para as coxas fartas do menor as apertando, logo ficou por cima de Jimin não interrompendo o beijo que se tornou mais selvagem. No instante seguinte, Jungkook separou os seus lábios dos do menor, e acaricia a coxa direita de Jimin, olhando em seus olhos com pura luxúria dando um forte tapa na coxa, depois o puxou para mais um beijo.

Jeon intensificou o beijo, contornando a língua para o interior da boca em uma sutil provocação. Jimin gemeu baixinho, e suas mãos começaram a desenhar em movimentos delicados nas costas do maior, unindo mais seus corpos até sentirem seus membros extremamente duros se encostarem. Ambos soltaram um gemido ao sentir o impacto, o beijo foi interrompido, para recuperarem o oxigênio perdido e para finalizar Jungkook depositou alguns selinhos de leve no canto da boca do loiro.

— J-Jungkookie! — A voz de Jimin saiu baixa e manhosa, o mais velho saiu de cima do loiro o puxando para deitar em seu peito, acariciando os fios loiros do menor. Ambos estavam duros, mas sabiam que ainda não era aquele momento ideal, para que pudessem fazer relações sexuais. — Estou com fome.

— Aish. Você é terrível! — Jungkook gargalhou, o loiro havia estragado aquele momento bom, mas era por uma boa causa. — Vamos para a cozinha, tenho que alimentar meu dragãozinho.

— Eu ouvi isso, Jeon Jungkook!

💜🐰🐥

Jimin estava radiante naquela tarde.

— Qual é o motivo deste belo sorriso? — Taehyung e Jimin estavam no shopping, gastando um pouco de dinheiro. — Faz mais de meia hora que não para de sorrir feito uma criança que viu o carrinho de sorvete na sua frente.

— Me deixa, Tae. — Jimin disse mordendo o lábio, e verificando se havia alguma mensagem de Jungkook na barra de notificação do seu celular.

[ Jungkookie 💜🐰 ]

Jk | Anjo, que tal depois que você voltar da viagem, nós vamos para a minha casa no campo para passarmos um tempo sozinhos e sem companhia de ninguém para nos atrapalhar?

Jm | Amo o campo. 

Jm | Talvez eu aceite.

Jk | Posso saber o por quê do talvez?

Jm | Irei aceitar só se você me prometer comprar um presente para mim.

Jm | Brincadeira. 

Jk | Beleza, irei comprar um presente para você.

Jm | Não precisa, Jeon.

Jk | Já faz um tempo que eu prometi, irei cumprir isso.

Jm | Está bem.

Jk | Tenho que ir, anjo.

Jm | Beijos, hyung. ❤

Jk | Até mais, anjo. ❤

— O Yoon e o Hobi nunca me chamaram de anjo. — O de cabelos vermelhos disse, ao ler a mensagem do amigo — Que filhos da puta.

— Hey, não fale assim de seus sogros! — Jimin rebateu, e o mais velho gargalhou.

— Meus sogros são terríveis! — Taehyung fez uma careta — Eles são uns velhos chatos.

— Informações desnecessárias. —

[ Jisung, unicórnios existem! 🦄💜 ]

Js | Irmão, você sabe que eu te amo muito?

Js | Mas muito memso.

Js | Eu não consigo viver sem você.

Jm | Desembucha. 

Js | Posso dormir na casa do Chenle?

Jm | Irá ter alguém lá?

Js | Bem…

Js | Não.

Js | Os pais dele viajaram, e então ele irá ficar sozinho e aí ele me convidou para dormir com ele.

Jm | Ai mds.

Jm | A única coisa que eu digo.

Jm | Usem camisinha, pelo amor de Deus.

Jm | Sou muito novo para ter sobrinhos.

Js | Pode deixar, irmão.

Js | Eu já comprei.

O coração de Jimin parou, não era brincadeira.

Jm | O quê??? 

Js | Valeu irmão.

Js | Tchau.

Jm | Hey, volta aqui peste.


        — Tae! — Jimin disse. — Acho que meu irmão vai perder a virgindade.

— Já estava na hora, ele já tem 18 anos.

— Mas ele é um bebê!

— Um bebê que já é de maior, deixe ele curtir.

Jimin sempre teve medo de que Jisung sofresse tudo o que ele sofreu no passado quando tinha a sua idade. Não queria ver seu irmão mais novo chorando por causa de desilusões amorosas, temia que isso acontecesse com Jisung, mas para ele parecia que esse tal Chenle era diferente. Tomara que Jimin esteja certo.

— Jimin? — O loiro saiu de seu transe ao escutar seu amigo chamar. — Você trocou de celular e porra é um iPhone 11 pro! Nem eu tenho esse celular.

— Presente de Lee Taemin, como pedido de desculpa por ter deixando Jungkook me levar para sua casa dele..

— Porra, Jimin! — Taehyung começou a mecher no celular feito bobo — Arrasando corações, primeiro foi o Jungkook, depois a Irene e agora o Taemin. — O de cabelos vermelhos assobiou, e bateu na bunda do mais novo. — Para quem estava na seca, Jimin que tipo de feitiço você usa? — Ambos riram feito loucos. — E… você ainda vai viajar com Taemin e a Bitch da Irene. Amigo você estará num ninho de cobras que a qualquer momento irão dar o bote. Boa sorte.

— Quero ver no que está viagem vai dar. 


Notas Finais


Perdão pelos erros ortográficos, estou fazendo o possível para corrigir.

Para quem não sabe, o novo celular de Jimin, o Iphone 11 custa mais ou menos R$ 6.397,75. O preço do meu rim, pulmão, coração, cérebro e até minha alma.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...