História My boyfriend is a vampire (Larry Stylinson) - Capítulo 1


Escrita por:

Visualizações 158
Palavras 1.103
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais alguém aí gosta da saga crepúsculo?
Sim?
Não?
Talvez?
Não importa (na verdade importa sim) só perguntei porque eu inspirei algumas coisinhas da fic no filme, mas acho que no geral mesmo não tem nada a ver🤔.
Só queria deixar claro desde já, é dizer que essa fic vai ter muito Larry ❤❤porque Larry é vida.

Até as notas finais?

Capítulo 1 - Prologue


Fanfic / Fanfiction My boyfriend is a vampire (Larry Stylinson) - Capítulo 1 - Prologue


Los Angeles - 13 de junho 
POV Harry




- Chegamos maninho - disse minha irmã Gemma acabando de estacionar.

- Legal - respondir seco.

Tínhamos acabado de chegar a nossa nova casa. A verdade é que eu ainda não estou totalmente satisfeito com essa mudança, eu adorava morar em Londres onde eu tinha amigos como eu, e talvez uma vida, tá bom que não eram muitos ou mesmo amigos convencionais mas nos divertia-mos do nosso jeito.
Não é fácil ter que se mudar frequentemente só porque ninguém pode descobrir que você é um vampiro, mas após 118 anos com a mesma aparência as pessoas começam a desconfiar.


- Não diga que ainda está chateado por causa da mudança? - Gemma pergunta saindo do carro.

- Não é como se eu estivesse feliz com isso, eu gostava da nossa vida em Londres - respondi tirando o cinto de segurança e também saindo do carro.

- Relaxa, eu tenho certeza de que você vai se acostumar logo - disse ela pegando umas caixas no porta malas e se afastando.


Até que era uma casa bonita afinal de contas, era grande e pintada com cores neutras, tinha um bonito jardim e umas árvores em volta. Enquanto eu observava a casa sentir alguém se aproximando de mim e rapidamente me virei em direção a ele assustado.
Era um garoto baixinho, ele tinha olhos azuis, cabelos castanhos claros em uma franja, e a pele bronzeada. Em outras palavras ele era lindo e tinha um cheiro extremamente convidativo.


- Oi, você deve ser o novo vizinho não é? - ele perguntou com uma voz doce, enquanto exalando da sua pele um cheiro que me fez querer pular em seu pescoço e sugar até à última gota do seu sangue. Mas felizmente ao longo de todos esses anos sendo um vampiro eu aprendi a controlar melhor meus impulsos.


- É, sou sim - respondi depois de um tempo tentando controlar meus instintos.

- Prazer eu me chamo Louis Tomlinson e moro na casa ao lado - ele disse um tanto rápido e estendeu a mão para me cumprimentar.

- Eu sou Harry, Harry Styles - disse apertando sua mão.

- Legal te conhecer Harry - disse ele soltando minha mão, em seguida me olhou e disse - Você tem a mão gelada.

- É normal, acho que essa é minha temperatura corporal - falei com um sorriso de lado e ele riu.

- Você é bonito Harry e tem um ar meio meio misterioso, gostei disso - disse o garoto me deixando surpreso.

- Direto você, não? Gostei disso - falei e nós dois rimos.

- Eu preciso ir agora, eu já estou atrasado pro jantar e minha mãe fica uma fera quando eu me atraso, agente se ver por aí - ele se despediu, em seguida deu as costas e saiu andando em direção a casa ao lado.
Seguir ele com olhos até ouvir a voz de Gemma me chamando para ajudá-la a levar algumas coisas para dentro da casa.


Assim que entrei na casa pude ter uma melhor noção de como era tudo. Não era uma casa muito grande, havia alguns móveis espalhados e um balcão separando a cozinha da sala, a pouca luz que entrava era abafada por cortinas e no meio da sala tinha uma escada que levava aos quartos.

- E então? O que achou da nossa nova casa? - Gemma perguntou enquanto eu colocava algumas malas no chão.

- Até que é legal. Mas por quando tempo essa será nossa casa?

- Provavelmente até encontrarem um corpo enterrado no nosso quintal.

- Não vai acontecer- disse negando com a cabeça.- Não é como se eu fosse burro a esse ponto.

- Eu já disse que não concordo com você por aí matando pessoas - falou ela andando em minha direção.

- Só que nem todo vampiro é obrigado a seguir essa sua dieta de sangue animal - disse revirando os olhos.

- É uma questão de bom senso Harry...

- Eu não preciso ter bom senso, eu já estou condenando ao inferno de qualquer forma - falei por fim indo em direção as escadas - Você é muito boazinha Gemma.

- É porque nem todo vampiro é obrigado a ser um mostro assassino. - ela retrucou

- Se você acha irmãzinha, bom 'pra você.




POV Louis 


Depois que me despedi do Harry seguir em direção a minha casa, mas não deixei de pensar no quão adorável ele parecia ser, mas algo me diz que vou ter muito tempo para conhecê-lo melhor.
Quando cheguei em casa encontrei minha mãe Anne, e minhas quatro irmãs Lottie, Fizzy , Phoebe e Daisy na cozinha.

- Oi família! - disse me aproximando em seguida sentando a mesa junto com elas.

- Onde você estava? A mamãe praticamente nos obrigou a te esperar para podermos jantar - Lottie disse assim que me sentei.

- Lottie por favor não fale assim, hoje jantare-mos como uma família normal.- falou a minha mãe logo depois olhou para mim e continuou - E você Louis porque se atrasou?

- Bom... é que eu estava dando boas vindas aos novos vizinhos - falei abaixando a cabeça envergonhado.

- Tudo bem, não parece ter sido nada demais - falou Jay suspirando encerrando o assunto.

A verdade é que minha mãe geralmente trabalha o dia inteiro e raramente janta em casa comigo e as meninas. Desde que nosso pai morreu, ela vem tendo que sustentar a casa e a família sozinha e isso acaba ocupando muito do tempo dela.
Por isso sempre que está em casa ela faz questão de passarmos um tempo juntos como uma família.


- Mas desde quando você se interessa pelos vizinhos - Perguntou Lottie desconfiada.

- Nem começa Charlotte, eu sempre me importo com o bem estar das outras pessoas - falei, o que não deixa de ser verdade - Eu sou um ser humano maravilhoso.

- Uou, quanta humildade - ela ironizou

- Sou mesmo.

- Chega desse assunto. Só comam, ok? - disse Jay.


Despois do jantar me retirei da mesa indo em direção a meu quarto. Assim que cheguei no quarto, entrei no banheiro e fiz a higiene necessária me preparando para dormir.
Deitei na cama, mas levantei ao sentir a brisa vinda da janela, fui até lá com a intenção de fecha-la e não pude deixar de notar a casa ao lado.
Que tipo de pessoa faz uma mudança a essa hora, afinal? Talvez eles só estivessem sem tempo.
Ignorei meus pensamentos e fechei a janela,em seguida voltei para cama e não demorei a pegar no sono.






Notas Finais


E então?
Gostaram?
Não gostaram?
Continuo?
Não continuo?

Se gostaram comentem, favoritem, compartilhem, me sigam, solicitem minha amizade ( porque eu sou uma boa amiga, ou pelo menos acho que sou).
Se não gostaram não precisam fazer nada, mas solicitem minha amizade mesmo assim porque eu gosto ter amigos😊.
De uma forma ou de outra sempre temos a opção de apagar e fingir que nada aconteceu, não é?
Enfim, sinta-se a vontade para fazer o que quiser e obrigado pela atenção.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...