História My boyfriend (Jikook) - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Romance
Visualizações 96
Palavras 1.268
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei anjos e anjas! Demorei, pois tive um bloqueio criativo, me perdoem (e a preguiça tbm n ajudou muito) mas estou aqui, desculpem os erros e...
KISSUS 😚❤

Capítulo 19 - Segunda chance, cap. 19


Fanfic / Fanfiction My boyfriend (Jikook) - Capítulo 19 - Segunda chance, cap. 19


No capítulo anterior...


Meu maior medo, ser rejeitado, ou insuficiente para Jungkook, prefiro não dizer, pelo menos não agora.

Mas eu espero sinceramente Jungkook... Que você também me ame.


Agora...


-POV Park Jimin-


A tarde estava fria, como uma das típicas tardes de inverno em Busan, eram cinco e ponto, o sol já pôs, dando uma coloração alaranjada e bonita para a paisagem, do centro da cidade, refletindo nos prédios espelhados e altos do local. Agora eu esperava o sinal fechar, numa rua pouco movimentada, não tinham muitos carros na estrada, apenas eu e na calçada do outro lado estava Jungkook.


- Jungkook...- Sussurrei e uma lágrima alheia escorreu pelo meu rosto.


- Jimin!- Gritou assim que me viu,  andou rapidamente pela faixa de pedestres.- Me deixa explicar, foi um erro eu ter ficado com ele!- Por conta da rua meio extensa ele havia parado no meio da faixa, encarando-me, suas lágrimas escorriam constantemente por seus olhos.


Eu não tinha coragem  para encará-lo novamente, cabisbaixo, parei de ouvir a voz de Jungkook, levantei a cabeça, o encarando, dobrava a esquina um carro em alta velocidade, o homem que dirigia parecia está bêbado. E Jungkook estava bem no meio da faixa de pedestre, não daria tempo, o carro estava perto demais.


- Jungkook! Sai daí!!- Corri até ele, empurrando-lhe e me colocando em frente ao carro.


Senti meus ossos quebrarem e em minha visão tinha apenas uma pessoa, Jeon Jungkook, aquele que me amou e me magoou miseravelmente. Ele clamava por socorro, seus olhos e seu nariz pontudo estavam vermelhos, eu sorri, mesmo chorando, coloquei minha mão envolta de seu pescoço e susurrei:


- Eu nunca vou deixar de te amar...


[...]


- Jimin...- Senti um beijo em minha bochecha.- Jimin!- Agora meu corpo foi levemente chacoalhado.


Relutânte, abri os olhos, eu estava deitado no sofá, entre as pernas de Jungkook, os seus cabelos estavam assanhados, provavelmente havíamos dormido. Dei um sorriso, logo recebendo outro de Jeon, ouvi algumas batidas na porta e após a voz de Taehyung  vindo do lado de fora.


- O que o Taehyung tá fazendo aqui?- Jungkook perguntou confuso.


- Não sei... Vou lá!- Me levantei ainda meio inconsciente em direção a porta.


Me espreguiçei e logo fui abrir para Tae, não ligava meu cabelo banguçado ou a minha cara de quem havia acabado de acordar, Taehyung já era de casa, não me incomodava.


- Diz embuste, o que tu queres aqui a uma hora dessas?- Olhei para a tela de meu celular e já era nove e cinco da noite, eu e Jungkook havíamos dormido tanto assim?


- Grosso, eu vim dormir aqui que com vocês, minha mãe saiu com as chaves e só volta amanhã, a gente aproveita e conversa sobre a festa do Hobi, que no caso é amanhã...- Falou entrando, eu realmente tinha esquecido, eu nunca decoro datas especiais.


- Ah, claro... A festa do Hobi...- Falei coçando a nuca.


- Você se lembra né Jimin?- Perguntou indignado.


- Claro!- Balbuciei.- O Jungkook está lá na sala, vai falar com ele! Vou ver alguma coisa pra gente comer.


- Pede um pizza!- Falou Tae.


O engraçado é como se eu tivesse dinheiro pra pagar, mas na realmente, eu tinha, pedi a pizza e voltei para sala, Taehyung e Jungkook conversavam entre si. Apenas obsevei a cena, encostado na parede que dividia os cômodos, na verdade, eu estava vidrado e encantado no sorriso de Jungkook, como esse garoto consegue ser tão lindo? Sorria em apenas vê-lo sorrir. Até que seus olhos negros me fitaram e eu fiquei levemente envergonhado por te sido "pego no flagra", fiquei cabisbaixo e senti minha bochechas quentes.


- Jimin-ssi! Não vai se juntar a nós para planejar a festa do Hobi?- Perguntou encarando-me.- Senta aqui!- Jungkook falou batendo as duas mãos em suas coxas.


Agora eu não sei se minhas bochechas estavam vermelhas ou eu tinha explodido. Olhei para Taehyung que se encontrava boquiaberto e com os olhos arregalados, mas logo sorriu malisiosamente.


- Jungkook-ah!- Exclamei envergonhado.


- Gente, eu só vim pra dormir, não estou afim de virar vela hoje!- Puta que pariu Taehyung não complica as coisas.


- Relaxa Tae, você não vai, pelo menos não hoje!- Falei sorrindo e me sentei entre eles.- Agora fala o que você tem em mente!


- Certo...- Suspirou.- Claro que eu já encomendei o bolo e alguns doces e salgados, mas bebida, não pode faltar! Olha só, você e Jungkook vão ficar na casa do Hoseok organizando as coisas enquanto eu e o ele saímos pra algum canto, Yoongi, obviamente vai comprar as bebidas e os pais do Hobi vão deixar a casa pra gente esse final de semana, vocês sabem como o tio e a tia Jung são gente boa!- Falou Tae. 


Eu e Jungkook escutávamos tudo atenciosamente, digerimos cada informação e cada palavra que saia da boca de Taehyung, ele parecia animado e anciso. Mas teve um nome que ele falou que não me agradou muito, como assim? Ele vai...


- Yoongi vai?- Perguntei confuso.


- Vai sim Jimin, vocês podem está brigados, mas façam um esforço para o aniversário do Hobi, tu sabes o quanto isso é importante pra ele!- Conteve a anciedade, agora seu tom de voz estava sério.- Já está na hora de você perdoá-lo, por mais que ele tenha feito algo muito ruim, acho que o Yoon não merece esse ódio seu, tenta ao menos conversar com ele, ver no que dá e explica 

que os sentimentos não são recíprocos...- Suspirou.


- Jiminnie, eu concordo com o Tae, por mais que eu não me lembre de nada...- Jungkook pôs sua mão sobre a minha.- Eu estou aqui, não estou?- Inclinou-se, dando um beijo e minha bochecha.


- Tudo bem... Eu irei tentar, não prometo nada!- Finalmente concordei, acho que tanta angústia e ódio guardados não fazem muito bem.


Vi Taehyung bater palminhas freneticamente e um sorriso incomparável se abrir entre os lábios de Jungkook, tomara que o que eu esteja fazendo seja o certo, aliás, todos merecem segunda chance, estou certo? Espero está...


- Enfim, não vou dormir na sala!- Retrucou Taehyung.


- Oh, tem a minha cama no primeiro andar, lá no quarto do Jimin, você pode dormir lá, eu durmo com ele!- Meu Deus, será se esse menino é um anjo? Esse sorriso...


- Ah, ok então!- Sorriu satisfeito.


- Autora ON-


O único Kim  da casa já havia se arrumado para dormir, assim como os outros dois. A pizza que Jimin tinha pedido logo chegara lá, todos comeram enquanto assistiam algo na televisão e conversavam entre si. O mais velho, vulgo Park, estava decidido em perdoar Yoongi, não era justo acabar com uma amizade de anos apenas por um acidente, e além do mais, Jungkook estava ali, vivo, feliz e saudável. O garoto pelo qual Jimin era apaixinado, perdidamente apaixonado, porém inseguro o suficiente para esconder esse amor incomparável que sentia pelo moreno. 


- Gente, estou indo dormir boa noite pra vocês!- Falou o Kim, cujo mesmo estava usando as roupas de Park.


- Boa Tae, vou ajudar o Jimin na cozinha e já já vamos dormir também.- Falou Jeon inocentemente, sorrindo sincero para Taehyung.


Que subiu as escadas e se aconchegou no quarto do amigo. Ambos ficaram na cozinha, organizando tudo, as vezes trocavam beijos e olhares, os quais eram impossíveis serem evitados pelo casal. Após o trabalho terminado subiram juntamente e deitaram-se na cama do mais velho, que se encolheu no peitoral de Jeon, envolveu-lhe num abraço e acariciou suas madeixas escuras. Porém Jimin estava incomodado, queria falar com Yoongi o mais rápido possível, agora que "concordava" em perdoá-lo, queria saber se o nível de "amizade" entre eles era estável. Agoniado, pegou seu celular e desbloqueou o contato do esverdeado, logo entrando na conversa do WhatsApp.


Nervoso e relutânte, digitou trêmulo de anciedade no teclado.







- Oi Yoongi, podemos conversar?




Notas Finais


E AI? JIMIN PERDOA OU NÃO?
Gente estão gostando?
Espero que sim
KISSUS e até o próximo, vou tentar demorar menos, juro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...