História My Brothel Girl (Min Yoongi) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens Min Yoongi (Suga), Personagens Originais
Visualizações 23
Palavras 1.075
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


RELOU!!❤

Capítulo 4 - 4.4


Casa? Oh Céus! O que irá acontecer lá? Oh, S/n, não seja idiota, você sabe muito bem o que vai acontecer lá. Corei com meus próprios pensamentos.

– Ah, sim. – tentei parecer o mais normal possivel, mas vi que isso não deu certo quando ouvi um riso nasal de Yoongi.

Depois de um tempo, paramos em frente a uma mansão, que deduzi ser a casa do Min. Ele saiu do quarto e logo abriu a porta para mim também, vi um segurança ao lado do portal e logo que viu Yoongi, tratou de o abrir imediatamente.

Precisava admitir que a casa era mais linda por dentro, o vizual não mudava muito, mas tinha detalhes muito bonitos. Enquanto eu admirava a casa, Yoongi me surpreendeu quando me puxou para um beijo intenso, começando a desabotoar meu vestido.

– Estava querendo fazer isso desde que te vi sair daquela boate. – disse isso rente ao meu ouvido fazendo os pelos do meu corpo se arrepiarem.

– Oppa... – gemi quando sua mão adentrou na minha calcinha começando a acariciar minha intimidade já molhada.

– Vamos para o meu quarto. – apenas de calcinha e sutiã, entrelacei minhas penas ao redor de sua cintura o sentido andar em direção a escada.

Já no quarto, Yoongi me jogou na cama e ficou por cima de mim, voltando a me acariciar.

– I-isso... Oppa. – gemia rente ao seu ouvido. Ele começou a dar chupões pelo meu pescoço.

Logo ele desceu beijos até meus seios ainda cobertos pelo sutiã de renda branco, me ergui um pouco para que Yoongi pudesse tirar o sutiã. Após tirar a peça, ele começou a chupar meu seio esquerdo ainda com a mão em minha intimidade encharcada.

Gemi alto após ele penetrar um dedo em minha intimidade, logo eu já sentia sua respiração bater contra meu sexo. Reprimi um grito quando mais velho começou a devorar minha intimidade, puxei seus cabelos com força sentido seus fios sedosos entre meus dígitos.

Comecei a rebolar sobre sua boca buscando cada vez mais contato, ele puxava minhas coxas contra sua boca fazendo eu ir nas nuvens. Senti minha intimidade se contrair e me desmanchei em sua boca, após gemer alto, o mais velho bebeu cada gota de gozo me fazendo ter breves arrepios.

Me pus sentada na cama e comecei a tirar suas vestes. Peça por peça, eu ia acariciando um lugar diferente, já quando Yoongi já estava completamente nu, tive a majestosa visão de seu abdômen.

Beijei sua boca e logo depois seu pescoço, dei chupões pela região, e logo peguei minhas mãos até seu pênis e comecei a masturba-lo.

– Oh, isso... S/n. – ouvi ele gemer baixo.

Criei coragem de ir até seu pênis, sua glande vermelhinha e inchada me dava água a boca. Lambi a pontinha e o vi tombar a cabeça para trás, abocanhei seu pênis e comecei a chupa-lo, estava me deliciando tanto com suas reações tanto com seu gosto, como eu adorava fazer aquilo. Lembi toda a extensão e voltei a chupa-lo com vontade.

Tentava não me engasgar com alguns movimentos que fazia mas sempre era em vão, senti suas veias se engrossarem dentro da minha boca, e logo senti minha boca ser preenchida com o mesmo líquido viscoso e salgado que eu e tanto gostava.

Em um movimento rápido ele me pós de quatro em sua cama, apertei o edredom nervosa. Senti ele dar um tapa estalado em minha nadega.

– Tão gostosa. – disse antes de me penetrar, sentir aquela sensação deliciosa de novo era tão prazeroso.

Gemi alto quando ele aumentou mais as invertidas, sentia a cama mexer e bater na parede fazendo um barulho alto. Mudei as posições ficando por cima de Yoongi. O mesmo sorriu sacana, encaixei devagar o seu membro em minha entrada e gemi baixo. Yoongi pós as mãos em minha cintura me ajudando com os movimentos.

Comecei a pular rápido em seu membro, o barulho erótico de nossos sexos se encaixando estava cada vez mais gostoso. Yoongi pós um dos meus seios na boca e o chupou, enquanto apalpava o outro.

– Oppa... Me da leitinho... – corei ao me ver pronunciando esse tipo de palavra.

– Quer leitinho, huh? – disse tapeando minha nadega com força.

– S-sim, Oppa. – mais algumas estocadas rapidas e eu me desmaichei em seu pênis. Oh! Como aquela sensação era boa.

Yoongi não parou sem um segundo, apertei seu cabelo aproveitando o atrito gostoso de nossas intimidades.

– Oh... S/n.

– Aaah Oppa. – mordi seu ombro.

– Estava com tanta saudade de foder essa bocetinha apertada, só minha. – me arrepiei com suas palavras.

– Me foda mais Oppa.

Ele sorriu sádico e logo me pós novamente de quatro na cama.


...


– Consegue andar? – Yoongi perguntou divertido depois que eu cai na tentativa.

– C-claro. – bufei depois de mais uma tentativa falha.

Yoongi riu e logo me pegou no colo me levando ao banheiro. Me surpreendi ao ver uma banheira cheia de água e espuma.

– Quando terminar me chame, huh? – assenti e ele me colocou na banheira me dando um beijo na testa.

Amarrei meus cabelos e relaxei ali lembrando da nossa noite maravilhosa. Sorri comigo mesma, eu adorava fazer aquilo com ele. Oh, Deus, eu estou me tornando uma pervertida.

Após um tempo ali, consegui sair da banheira sozinha, me pus uma toalha e logo sai do banheiro. Vi uma espécie e lingerie na cama. Uma calcinha preta e um vestido preto transparente. Vesti aquilo um pouco pensativa, logo me olhei no espelho e corei com a imagem.

O vestido parava no meio das minhas coxas, nos seios, estava dando uma boa visão. Mesmo não tendo nada que Yoongi não tenha visto, não consigo deixar de ter vergonha.

Fui até a cozinha escutando sua voz, ele estava falando no telefone.

– Já disse que não te quero aqui! – ele falava alto com a pessoa do outro lado da linha, deu uma pausa parecendo ouvir a fala da outra pessoa e logo depois bufou.

Após ficar um tempo não respondendo a pessoa do outro lado da linha, logo pareceu desligar o telefone pondo as mãos na cabeça.

– Oppa? – o chamei duvidosa. O mesmo após me ver, sorriu largo.

– Oi minha princesa, você está tão... Gostosa. – ele disse sussurrando a última parte a si mesmo, e eu corei.

– Está tudo bem, Oppa? – me aproximei pondo uma mecha do cabelo para trás.

– Sim meu anjo, apenas uma ligação do trabalho.

Mas por que ele estava gritando? Eu devo acreditar nisso? Apesar de tudo, Yoongi não me deve nenhuma informação, eu sou apenas uma prostituta.


Notas Finais


Obrigada por ler :33, comente oq achou!! ^-^


Quem será que era do outro lado da linha? ;) deixem nos comentários!

Bjs amo vocês :3❤
@Rabbit__


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...