História My brother – Imagine Jung Hoseok - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais
Visualizações 134
Palavras 1.031
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Incesto
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura amoras ❤

Capítulo 17 - Capítulo - 17


Fanfic / Fanfiction My brother – Imagine Jung Hoseok - Capítulo 17 - Capítulo - 17

                         14:05 PM

Quando o dia amanheceu eu estava destinada a realmente fazer o que marquei para hoje.

Iria matar meu bebê, um fruto do amor que eu e Hoseok tivemos por maravilhosos minutos.

Mesmo sendo errado eu avia gostado daquela noite, foi uma das melhores noites da minha vida.

Eu não queria matar um vida, nunca na minha vida passou isso em minha cabeça, e eu nesse momento estou me sentindo muito culpada, eu não queria fazer aquilo, não mesmo, mas era preciso.

•••

Estava quase pronta para sair quando a campainha do meu apartamento tocou.

Rapidamente atendi pensando ser o porteiro para avisar que o almoço que encomendei avia chegado, mas era somente a Hyuna.

– Sério mesmo que você vai fazer isso ?.– diz entrando em meu apartamento

– Sim Hyuna, não é que eu queria fazer é que eu preciso.

– Claro que não precisa sua boba, pense bem (S/N), eu posso te ajudar a cuidar dessa criança, posso ser como uma titia pra ela ou ele. – sorri. – Sempre quis ter um sobrinho(a). – riu. – Vamos (S/N), me diz que não vai fazer isso, hum?

– Já tomei minha decisão Hyuna. – abaixo a cabeça e encaro minha barriga.

– Aish. – a mesma resmunga. – Então eu vou mais você.

– Não precisa, sério.

– Eu vou e pronto.

– tudo bem.– reviro os olhos.

Saímos do prédio do meu apartamento e pegamos um táxi indo em direção ao hospital.

•• Quebra de tempo ••

No meio do caminho pensei em desistir e não abortar, mas depois pensei que era o melhor a se fazer, mesmo estando errado.

Chegamos ao hospital e estava tudo pronto para o processo.

– (S/N), por favor, não faz isso. – Hyuna pedia sem parar. – Você sempre me disse que queria ter um menininho, se lembra?. – sorrir. – disse que se tivesse um menino colocaria o nome de Chung-Hee, não acha esse nome lindo ?

– sim acho. – sorrio. – Aish, Hyuna, você não sabe como está sendo difícil.

– Fácil (S/N), ainda da tempo de desistir. – fala esperançosa.

– Senhorita (S/N), já está tudo pronto para o processo. – diz o médico.

Olho para a Hyuna que balança sua cabeça negativamente.

Apenas dou um suspiro e acompanho o médico até a sala.

Me deito na cama enquanto o médico junto com as enfermeiras estavam colocando suas luvas e se preparando.

Fecho meus olhos e imagino meu futuro com meu filho(a), imagino nos dois juntos, felizes e na mesma hora percebo a burrada que iria fazer.

Me levanto rapidamente da cama assustando os que estavam presentes na sala.

– Doutor, eu não vou mais abortar. – o médico me olha sorrindo.

– Que bom que se arrependeu antes de ser tarde demais.

– me desculpe por lhe fazer perde seu tempo, sei que você tinha outros pacientes para cuidar.

– Sem problemas. – sorri. – agora se me dá licença preciso ir atender meus outros pacientes.

Apenas acinto sorrindo sem mostrar os dentes e saiu da sala indo até a Hyuna que se encontrava com cara de tacho mexendo em seu celular.

– Mas já ? – a mesma fala ao me ver indo em sua direção. – Pensei que iria demorar.– apenas a abracei a deixando sem reações.– O que ouve (S/N)?.

– Eu não abortei Hyuna. – a mesma deu um grito super alto atraindo olhares de várias direções. – Da pra se controlar estamos em um hospital, tem pessoas doentes aqui.

– Aaa eu não consegui conter minha felicidade. – sorri. – Que bom que você percebeu que ia cometer uma burrada.

– Eu nem sei o que passou pela minha cabeça.– supiro. – Irei cuidar desse bebê sozinha, mesmo se for preciso arranjar outro emprego, mas eu irei cuidar dele ou dela e serei a melhor mãe.

– Sozinha não, você tem eu, estarei sempre ao seu lado. – sorri me abraçando.

•••

Já estávamos voltando para meu apartamento e a Hyuna em momento algum parava de falar do bebê.

– Temos que comprar as coisas do bebê, fazer o enxoval, o chá de bebê, meus Deus são tantas coisas.

– Eii, vai com calma.– riu. – Ainda nem sabemos o sexo do bebê.

– Aish, e vai demorar muito?

– Daqui a uns 5 ou 6 meses.

– Aigo, não sei se irei aguentar todo esse tempo. – faz bico.

– Está parecendo que quem irá ter um bebê aqui é você e não eu. – riu e ela ri junto. 

•••

Depois de alguns minutos chegamos ao meu apartamento, estava preparando um lámem para mim e a Hyuna que estava deitada em meu sofá, folgada como sempre.

Coloco em dois pratos e levo até a sala.

Lhe entrego e começo a comer.

– Já pensou em como dirá ao Namjoon que está grávida e que ele não é o pai ?.– pergunta com a boca cheia.

– Aish, com tudo isso me esqueci do Nam. – passo as mãos no meus cabelos. – eu realmente não sei como vou falar isso para ele.

– Mas você precisa contar ou será que pretende enganar o Nam? – diz limpando sua boca com a manga longa de seu moletom listrado. 

– Claro que não, eu vou contar, mas eu estou pensando em termina com ele ?

– Porque ? – pergunta me olhando com a boca cheia novamente.

– O Nam é maravilhoso, maravilhoso até demais pra mim, acho que eu não mereço o amor dele, e não sei se vou conseguir viver com ele mesmo se ele assumir meu filho(a), não irei me sentir confortável.

– Poxa, eu shippava tanto vocês dois. – diz. – Mas se essa é sua decisão eu vou aceitar.

– Obrigada.– sorri.

– Mas, não significa que eu concorde.


Reviro os olhos e volto a comer meu lámem

•• Quebra de tempo ••

Quando chegou a noite e a Hyuna finalmente foi para sua casa, eu tomei coragem para ligar para o Nam pra conversamos.

• Ligação on ••

Nam ♥: Até quem fim percebeu que eu existo.– fala com sarcasmo.

(S/N): Nam, você poderia vim aqui em casa agora ? Precisamos conversar.

Nam♥: Claro, já estou indo.

•• Ligação off ••

Depois de alguns minutos minha campainha toca e vou atender.

Vejo que é o Nam e logo abro espaço para ele entrar.

Ele se senta no sofá e eu logo me sento ao seu lado.

Suspiro e falo:

– eu vou logo ao assunto. – dou uma pausa e vejo o mesmo fazendo um gesto para eu continuar. – Bom.... Eu quero termina, Nam.










CONTINUA.......






Notas Finais


Aaaaaa shippava tanto o Nam com a (S/N) ;-; será que eles iram mesmo termina ?

Aeeeee a (S/N) não abortou o mini Jhope :3

Espero que tenham gostado e para as que não queriam que a (S/N) não tivesse o bebê, não me matem pfv :3 amo vcs ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...