História My Brother -Incesto - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adultério, Aventura, Ficção Adolescente, Incesto, Mistério, Policial, Romance, Saga, Suspense
Visualizações 298
Palavras 1.029
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


https://youtu.be/8ofCZObsnOo

Música do capítulo

Capítulo 10 - Remember


Fanfic / Fanfiction My Brother -Incesto - Capítulo 10 - Remember

Remember- Lembrança

Sanford- Flórida

Kira Evans

Eu fui pega de surpresa . Henry havia tomado meus lábios para si de forma devastadora , suas mãos me apertavam a cintura e me forçavam a fazer movimentos de vai e vem , e depois seus dedos percorreram meus fios da nuca e os puxaram para então acariciar com os lábios o meu pescoço.

E como um golpe de luta livre,ele me afastou de si bruscamente. Seu rosto avermelhado mostrava o quão vergonhoso era a situação. Eu não sabia ao certo como reagir .

Quem é que fica com o irmão pela primeira vez e reage normalmente??

Sem dizer ao menos uma palavra Henry pega a cesta e junta as coisas ali e sai em disparada para o mais longe possível.

Será que eu beijo tão mal assim ??

Eu fico alguns minutos pensando no que aconteceu, e acabo chegando a conclusão de que :

Eu não sei de mais merda nenhuma.

Quando retorno ao carro , Henry já estava no seu posto de motorista, e eu , óbvio, no de passageiro. No caminho de volta para casa , ele nem sequer trocou um olhar sequer comigo .

Isso é torturador .

(...)

Eu abro a porta , Henry passa por mim , pela sala e logo ouço o ranger da porta seguido de uma batida .

Isso tá acabando comigo .

Tento pensar o menos possível no ocorrido, ligo a TV mas parece que nada é o suficientemente bom o bastante para me fazer superar o beijo do meu irmão.

Mexer no celular , nem conta . Assim que abro as redes sociais, já dou de cara com casais se beijando nas fotos e vídeos, o que nem preciso dizer do que me lembra .

(...)

Uma semana depois ....

Eu acordo com o despertador do celular que toca minha canção favorita Chord Overstreet-  hold on .Já acordo cantando.

Agora são  sete e quize , as aulas começam as oito  . Pego o material que usava em Fort Bragg , no closet já está a minha mais nova roupa de uniforme . É meio do semestre, e eu serei o destaque dos jornais como a aluna nova órfã.

Para ser rápida, tomo uma ducha no chuveiro mesmo, lavo meus cabelos longos , adoro o cheiro de cereja deles .

Me visto com a blusa branca de botões e a saia preta , penteio os cabelos pouco ondulados e então calço os sapatos .

Em frente à penteadeira , eu pego um gloss de morango e passo na boca com os dedos mesmo , passo um pouco de rímel, lápis de olho e borrifo meu perfume .

Pego o que preciso é desço, Henry me espera na porta , ele a tranca enquanto eu já o espero no carro.

Henry Evans

A semana que se passou depois do beijo foi a mais crítica em todos esses anos , eu passei a evitar Kira . Eu era o mais velho , porém, não sabia como agir em relação a isso tudo .

A gente mal se falava , e mal nos esbarravamos na casa , pois quando eu chegava , ou ela já estava dormindo no quarto ou estava babando no sofá da sala . E quando eu saia , ele ainda não havia acordado , só nos encontrávamos , as vezes, de madrugada , quando ambos iriam pegar água na cozinha , ou no caso dela , pegar doces para comer .

O que só piorava nossa situação, pois , na madrugada tudo fica melhor, o escuro é tão profundo , isso dá lugar a sentidos e vontades ... é excitante pensar que na madrugada o mais simples ruído extraído do fundo da garganta dela , poderia ser um gemido que eu provoque a ela .

Na segunda , eu levei ela pra escola , e antes que saísse do carro ...

-kira ?! - chamei-a

Ela se virou para me olhar , acho que foi a primeira vez que nos encaramos em 168 horas que se passaram .

- toma ...dinheiro pro lanche !

Vi certa decepção em seu olhar , mas era o melhor a se fazer .

Ela pegou os dólares e saiu . 

Kira Evans

Eu poderia jurar que ele queria dizer algo mais . Mas agora , a minha única preocupação era : fazer amigos no primeiro dia ou ficar sozinha pelo resto do ano e no seguinte .

Eu prefiro o meio termo .

Caminho por dentre aqueles desconhecidos , recebendo sempre encaradas .

Qual é! Quem nunca foi novo numa escola ??

Chego ao interior do colégio, procuro pelo meu armário, tem um monte deles aqui . Estava no final do extenso corredor, no número era 1.629.

Guardo alguns livros que eu não iria precisar para agora e vou até a diretoria , para saber da minha sala .

Quando chego , a secretaria me diz para esperar ,eu  me sento no banco e faço o que ela pediu, logo , de lá daquela sala , sai um garoto de cabelos pretos , olhos castanhos escuros , boca vermelhinha feito morango .

-Lembre-se Lewes, não haverá próxima vez! - diz a mulher. 

-Pode deixar comigo ,tia  - diz debochado.

Sou chamada.

Ao entrar , vejo a placa com o nome dela . Srt. Margareth Lewes

- Kira .. Evans, certo ?

- Sim .

- sente-se

-Veio transferida de Fort Bragg,estou certa ?

- correto !

-Boas notas , líder de torcida , presidente de classe ... você tem uma ótima ficha.

- obrigada!

-Bom, essas daqui são as suas salas e os seus horários. Seja bem vinda - ela sorri

(...)

Os três primeiros horários foram até que normais , eu não fiz novos amigos e para falar a verdade, nem observei para ver se conhecia algum rosto familiar , o que não seria possível, uma vez que também sou nova na cidade.

Distraída e de cabeça baixa , algo duro bate em mim .

-Ai 

-Foi mal aí ,gatinha !- pisca

-Eu sou o ...

- Dylan Lewes - é interrompido - o cara metido a besta ,  sobrinho da diretora , o cara que se acha o pica da galáxia, que você deve ficar bem longe - diz .

-Mia ! 

- E aí garota ! Racha fora Lewes .

Depois de muito conversar e comer , na quarta aula , Mia estava comigo , estávamos na mesma aula aquele dia , eu gostei mais pois , assim não fiquei sozinha .




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...