História My brother is my Daddy....(hiatus) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Drama, Jikook, Namjin, Romance, Vhope, Yaoi
Visualizações 51
Palavras 1.546
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura, amo vcs
ignorem os erros pudins

Capítulo 10 - Teen


Quarta feira...

POV. JIMIN

Acordei com uma alegria inexplicável, coisa que nunca acontecera antes. O relógio marcava 8:20 e o sol era meio fraco, passando para sua cor real. Abro as cortinas do meu quarto e também as portas da varanda, deixando o sol acompanhado de um vento frio e gotoso adentrar - hoje é o tão aniversário do Jungkookie - pensei comigo e  sorri, correndo ao  banheiro indo  fazer minhas higienes matinais.

Após sair do banheiro, coloco uma roupa alegre, uma regata branca com um shorts azul, arrumo meu cabelo e ligo para o TaeTae; o pergunto  se ele poderia levar Jungkook  para  o shopping de 3:30 ás 5:30 para  eles comprarem algo ou ir no cinema, ele diz que  sim e então  termino  a  ligação. Coloco o celular no bolso e vou  em direção a escada, logo descendo. Entro na cozinha e MiSoo logo passa pela porta - Bom dia Jimin ! - nos abraçamos e logo vamos preparar  as coisas - então, qual é o seu plano ?

- quero levar um suco de laranja para ele, cereal que ele mais gosta, uma maçã e algo doce até. 

- nutella ?

- pode ser.

Após o termino, arrumo tudo na bandeja - me deseje sorte. 

- boa sorte anjo - ela sorri e subo  a escada.

Após subir a escada fico de cara com a porta, bato 3 vezes e ele não atende. Entro no quarto e o encontro  dormindo. Coloco a bandeja no criado mudo e o chamo - Jungkookie... acorde meu bebê, Jungkook - ah eu tenho uma surpresa para você - ele finalmente acorda e o observo - feliz aniversário meu dongsaeng ! 

- o-obrigado hyung - ele sorri corado e eu o abraço, beijando sua bochecha 

Pego  a bandeja  e coloco no colo dele, ele sorri lindamente e me sento na beira da cama - espero que goste do que eu preparei hoje.

- tenho certeza que vou amar.

- irei sair agora, coma, se vista, e arrume uma mochila com uma roupa ou duas, caçado e o  resto você decide, estarei te esperando lá embaixo.

- ok hyung

Dou um selinho demorado e  o vejo corar, sorrio e saio,  indo ao meu quarto, pegando uma mochila e colocando roupas  confortáveis,  logo   descendo. Vou até a cozinha  e  percebo que MiSoo não está lá,  a  vejo no jardim conversando com alguém no telefone,  ignoro e pego  uma  barra de  granola, devorando em  três  mordidas. Vou em direção ao sofá e me sento.

POV.  JUNGKOOK

É  tão   bom  saber que o  Jimin  planejou coisas para mim hoje -  sorrio.

Me  levanto, deixando a  bandeja em cima da cama e vou  ao  banheiro  fazer  minha  higiene. Saio do  banheiro  e coloco um shorts preto e  uma blusa branca,  calço meu tênis  e arrumo  minha  mochila.

Passo  um perfume gostoso  que estava  em minha cômoda e  o coloco na mochila. Saio do quarto com muitos pensamentos, tentando imaginar onde iríamos.  Paro na escada e ele me olha de cima a baixo, um sorriso que estava em seu rosto diminuiu a cada momento. O que houve...?

- Jungkook, onde está suas roupas, aquelas que você usava  ?

- bom eu decidi  não usá-las  agora,  só em algum  momento   em que me der conforto -  sorrio

-  ah, tudo bem

- o  que  houve ? você não gostou de eu me vestir adequadamente? -  o  encaro

- não ! -  ele vai  a minha  frente  -  você está maravilhoso, só não estou muito acostumado -  ele  segura meu  rosto e  sela  nossos lábios -  você está  perfeito. 

Ele olha ao relógio - bom temos que  ir agora  - ele pega minha mão e sua  mochila em seguida, vamos ao encontro do  carro logo entrando dentro, colocamos  nossas  mochilas  no banco  de trás, e colocamos  o  cinto. Suspiro  e  mexi no rádio  do carro e tocava Linkin  Park,  deixei  em um  volume  médio  e  observei  o caminho pela  janela  do  carro.  Sem perceber  que apaguei  totalmente.

POV.  JIMIN

Nossa   viagem  se  tornara  silenciosa,  a  não  ser   pelo  som agora  que tocava  Coldpay   -  um  dos meus  favoritos -  percebo  que   Jungkook adormeceu,  com  essa chance,  coloco em  prática  meus  planos.  Pego  meu  celular, e ligo  para  Jin  

CELL  ON

- Oi Jin ?

-  sim  Jimin  pode falar

-   preciso  de sua  ajuda

-  claro 

-  vá com o Nam em  uma joalheria  e compra dois anéis  para  mim  ? 

-   claro,  a  mais  bonita  que tiver  lá, é a  sua

-  sem exagero

-  tudo  bem

- certo preciso desligar,  tchau

- tchau

CELL OFF

Após  me   ajeitar  com  Jin,  ligo  para  Chuseok

CELL ON

- Oi   Chuseok  !?

- Oi Chim !

- preciso de sua  ajuda, quero  que  você   reserve  um horário  na pizzaria,  umas  6/7  horas  da   noite 

- ok

-  ok legal tchau  

- tchau

CELL OFF

~ quebra  de tempo~

Após 30 minutos de viajem, chegamos . O lugar onde eu trouxe  Kook, é um lugar muito especial, foi aqui onde  nossos pais   se apaixonaram e  se   encontraram pela   primeira  vez.  É como  se fosse  um clube, um clube ao ar livre,  bem conservado e não, não tem golf. Aqui tem uma linda trilha  e uma cachoeira no final,  e  um lugar na qual  eu não quero me lembrar. Desligo   o  carro e  tiro  o sinto,  abrindo a porta logo em seguida. Saio do carro e vou ao outro lado, abrindo  a porta do saeng. - meu amor acorda,  nós chegamos - ele escuta e abre os  olhos  , tirando o cinto ele observa o lugar enquanto pego as mochilas.

- Hyung aqui é lindo ! - ele olha  para mim e pula, me dando um abraço gostoso e apertado. - Hyung eu... - ele olha para baixo - eu te amo - ele fecha os olhos com força e eu sorriu, levanto seu  rosto  com a ponta  do  meu  dedo no seu queixo e deposito um selinho demorado.

- acho  melhor não demonstrarmos carinho  aqui fora, podem achar que sou pedófilo - riu e ele ri junto 

- Hyung quero descer  - ele fala manhoso e o desço, logo entregando sua mochila

~quebra  de tempo~

-Hyung eu estou com fome, podemos ir almoçar ?

- podemos sim  - falo  e  ele  passa na minha frente puxando minha mão, entrelaçando-a. Ando ao seu lado, e logo chegamos ao restaurante. Solto nossas mãos e puxo uma cadeira para ele, logo recebendo olhares de casais ridículos e mulheres desprezíveis  que  estavam no lugar. Ele  murmura  um  obrigado e coloca o  rosto apoiado nos  braços que estavam em cima  da mesa 

- o que houve ?

- essas pessoas, nos observando,  não é bom - ele murmura baixo o bastante para que só eu possa ouvir

- sim  é perigoso, devemos tomar o maior cuidado possível em público. - Pedimos  nossa  refeição e  comemos,  segurando  nossas mãos  embaixo da  mesa. Após nossa refeição, mostro o  lugar onde  nossos pais se conheceram,  era  uma  cachoeira linda que tinha um  riacho  logo após,  e  não  tinha  muito sol, perguntei se  Jungkook  queria mergulhar,  mas ele  disse   que não trouxe roupa para isso então falou que em  uma próxima vez  faria isso, queria passar mais tempo comigo. Olhei no relógio do meu pulso, marcava 12:00. Teria que  respeitar  o horário do  plano  e então ,  levar  Jungkook  para casa. O convenço a ficar  e experimentar um  mergulho, ele  sorri e  topa. Aviso   que  vou  pegar algumas  coisas  e  que   já  volto.

-  Hyung,  porque você domorou  ? -  fala  ele com  impaciência

-  mas  eu  não  demorei

- aish tanto faz...  eu só  não  quero ficar sozinho

- e  você não  está - vou para perto  dele, colocando nossas coisas no chão -  você não vem ? -  começo a me despir, começando pela regata e em seguida o shorts,  ficando com a roupa  de  baixo.

POV.  JUNGKOOK

Meu santo  GD, meu irmão é um  deus grego  importado  pra  Coréia.  Não  pude  parar de fitá-lo enquanto se despia, seus traços  no  rosto eram perfeitos, a forma de seus músculos era perfeitos, seu peitoral era perfeito. Resumindo, Park Jimin era um ser perfeito. Ele entrou no riacho, indo em direção a cachoeira, estava tao lindo. Quando pude perceber, ele  fez a mesma  pergunta  segunda vez "você não vem?", e me despertei. Faço um  sim com a cabeça  e vou  me despir, senti   dois  pares de olhos me  comerem  vivo,  foi  aí  que  entrei  na  água, nadando ao encontro  do meu  irmão.-  você  é tão lindo - disse ele. Sorriu com  seu  comentário e atravesso  a  cachoeira,  vendo ele  me  seguir.  Ele me coloca pois sobre a parede da cachoeira e analisa meu rosto intensamente.

- você não tem medo que eu possa ferir você ?  seja qual   for o modo ?

coloco minha mão no seu rosto  - confio em você

Após dito isso, nos beijamos profundamente, o sinto levantar-me, para  termos  a mesma  altura. Agora,o  beijo estava melhor que o nosso primeiro. Tinha mais conecção, tinha paixão, desejos, e principalmente, perigo. Eu quero isso para a minha vida. Paramos por falta de ar. Falamos um "Eu te amo" em coro e nos abraçamos e logo saímos da água. Agora sim eu sinto.

Estamos nos apaixonando...


Notas Finais


continuação no próximo capítulo
amo vcs s2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...