História My Brother's Best Friend-Chanbaek - Capítulo 10


Escrita por: e KimAdachi

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Jeon Jeongguk (Jungkook), Kai, Kim Taehyung (V), Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Imagine, Vkook
Visualizações 132
Palavras 710
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amores, boa leitura e me digam no que melhorar

Capítulo 10 - Day of complications


Continuo no mundo dos meus pensamentos ate cair a ficha que eu estava o encarando com cara de idiota e sem falar uma unica palavra.

- baek? - ele balançou a mão na frente dos meus olhos e eu finalmente sai daquele transe.

- ah oi, desculpa vamos?

-bem - ele me segurou pra mim nao dar mais um passo -eu pensei ja que voce esta de folga imagino que nao queira nem entrar em um restaurante então - ele levantou o braço e só agora percebi que ele entava cheio de sacolas - pensei de fazermos a comida juntos, o que acha?

-claro, mas voce comprou tudo isso? Me fala quanto ficou que te dou o dinheiro - falei pegando algumas sacolas e entrando em minha casa novamente

- não, tudo bem, ja vamos fazer toda a sujeira na sua casa então nao precisa pagar nada - ele falou e entrou também.

Fomos ate a cozinha e começamos a preparar tudo mesmo eu ja tendo feito comida pro jungkook comer, posso dizer que foi muito divertido, o taehyung é realmente uma otima companhia e um otimo cozinheiro, o comida boa a desse garoto.

Depois de 1 hora terminamos e fomos comer estava tudo lindo e maravilhoso até, ate a peste chegar em casa.

-o que é isso barkhyun, o que voce esta fazendo com esse nerd de merda - logo depois dele falar isso pude ver taehyung abaixar a cabeca e transparecer um semblante triste, me pergunto como o jungkook pode ser tao mal.

- JUNGKOOK eu ja te disse para nao falar coisas assim seu pirralho, eu te avisei do que poderia acontecer nao te avisei? Peça desculpas agora senão você ja sabe.

- eu nao vou pedir desculpas a esse mer...- fechei mais ainda a cara e cruzei os braços - ok desculpa.

- agora ou suba para seu quarto ou fique aqui mas sem xingar o taehyung.

Ele nao falou nada apenas pegou um prato se sentou e começou a comer igual um esfomeado, chega a dar vergonha do jeito que esse menino come.

Taehyung ainda permanecia de cabeça baixa quando fui falar algo ele apenas pediu para ir no banheiro tampou o rosto e saiu correndo.

- olha o que voce fez sua peste, voce ficaria feliz se alguém fizesse a mesma coisa com você?- terminei de falar e nem esperei uma resposta dele e corri apressadamente para o banheiro para ver como taehyung estava e pedir desculpa pelo meu irmao.

Encostei o ouvido na porta e ouvi pequenos e delicados soluços, bati fraco na porta e chamei pelo seu nome num tom doce ouvindo ele falar baixinho um "nao se preocupe eu estou bem"

- taehyung, não fique chateado com o que aquela peste diz, ele so nao sabe como é sofrer bullying então ele faz para nao sofrer ele é um playboizinho que não quer nada da vida, por favor nao derrame suas lagrimas por ele, ele não merece acredite.

Depois de eu falar tudo isso um silêncio interminável tomou conta e quando eu fui bater na porta novamente ela "magicamente" se abriu e num piscar de olhos taehyung ja estava me abraçando e chorando em meu ombro.

- obrigado baek, agora eu vejo que você é realmente meu amigo.

Aquelas poucas palavras atingiram meu coração e é ai que eu me pergunto, eu continuo ou nao com essa vingança besta, se eu continuar eu vou machucar ainda mais o seu coraçãozinho e meu objetivo não é esse, eu nao quero o machucar, na verdade eu nunca pensei que o consideraria meu amigo tanto assim, na verdade nao era nem pra mim estar amolecendo desse jeito porque eu considero tanto esse menino, ele é só um bebê chorão, eu nao quero parar minha vingança contra o CHANYEOL mas se eu tiver que machucar ainda mais o coração do taehyung eu nao quero, quando eu penso isso, todo desejo de vingança que eu tenho desaparece magicamente, esse menino me transformou.

Enquanto eu viajava no pensamento e o taehyung ainda continuara a me abraçar porem ja havia parado de chorar, ouço alguém bater fortemente na porta, bateu 1 2 3 4 e nada do jungkook abrir a porta, infelizmente tive que me desfazer dos braços do menor e ir abrir a porta. Quando eu abri foi um susto, o que ele esta fazendo aqui?


Notas Finais


Obrigado por acompanhar ate o próximo °w°


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...