História My cat is stranger! - Imagine Wonho. - Capítulo 19


Escrita por: e Brunara3zy

Postado
Categorias ASTRO, Monsta X, Red Velvet
Personagens Eunwoo, Hyung Won, I'M, Irene, Jinjin, Joo Heon, Joy, Ki Hyun, Min Hyuk, MJ, Moonbin, Personagens Originais, Rocky, Sanha, Seulgi, Show Nu, Wendy, Won Ho, Yeri
Tags Binwoo, Cat, Eunbin, Gatos, Hibridos, Imagine Monsta X, Imagine Wonho, Monsta X, Monsta X Híbrido, Nekos, Red Velvet, Wonho Híbrido
Visualizações 522
Palavras 1.037
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OLHA EU D NOVO AKIIIIII

Talvez eu só poste o próximo no final de semana, escola ta mt puxada ultimamente.

Enfim

Como prometido, cap maior

Boa leitura ♥

Capítulo 19 - Sequestro? ( Part 2 )


Fanfic / Fanfiction My cat is stranger! - Imagine Wonho. - Capítulo 19 - Sequestro? ( Part 2 )


  
   Depois de alguns minutos esperando o ônibus ele finalmente chega, e por sorte nos três conseguimos assentos vagos na parte traseira. Demorará um pouco até a estação, tempo suficiente para bolar um plano.


O que eu farei assim que chegar na casa da minha tia? Questionarei a Seulgi? Tentarei primeiro encontrar o Wonho? Será que ele está com ela mesmo?


Talvez ele tenha se cansado se mim.


E se for isso? E se ele quiser ficar com ela? Será que eu fiz certo em vim atrás dele?


Mas a pergunta principal é, por que eu me importo tanto? Eu deveria simplesmente esquecer ele, seguir minha vida não é? Ele só trará problemas, mas por que eu não consigo não me importar?


" - A senhora ama o Wonho?  "


Amar... eu amo ele? É isso?


Então será que isso é amar? Se importar tanto com uma pessoa, pensar nela na maioria do tempo, imaginar se ela está bem, se já comeu, querer ela sempre bem e perto, para que eu possa garantir que nada de mal vai acontecer. Isso é amar?


Ou talvez eu esteja obcecada, pelo fato dele ser uma "coisa nova " na minha vida, que eu quero examinar e manter ele apenas comigo. Mas eu não quero isso... não é?


Olha o que esse gato fez comigo!


Ele não poderia ser simplesmente um gato, que come, dorme, ronrona e se lambe? Não seria mais fácil?


Aish!


Mas eu já escolhi, fiquei com ele e assumi a responsabilidade. Me apeguei, talvez, me apaixonei e quero protege-lo. Não posso fugir disso, é mais forte do que eu.


A partir de agora, irei seguir meu coração. Apenas ele, e agora, ele me manda encontrar o Wonho, tentarei me manter nisso.


Mas, afinal... onde esse gato se meteu?


~~~~ ♥♥ ~~~~


- É aqui gente... chegamos. - Digo e por fim, e encaro a casa a minha frente.


- Nem é tão longe assim... - Wendy diz e suspira pesadamente.


- Não... só é do outro lado da Coréia, nem é longe. - O Won bufa e caminha até a porta, apertando a campainha várias vezes seguidas. - Vamos acabar logo com isso.


- Eu não quero comprar nada! - A porta é aberta, consigo ouvir a voz da causadora de tudo isso. - Volte amanhã!


- Cadê ele? - Won pergunta seriamente enquanto Wendy e eu nos aproximavamos.


- Do que você ta falando? Ele quem? Mya... ?


- Eu vim buscar o Wonho. - Digo e cruzo os braços.


- Quem é Wonho? - Ela pergunta com ar confuso, me seguro para não dar uns tapas nela.


- Não se faça de idiota, você sabe do que estamos falando. - Wendy visivelmente já sem paciência.


- Eu realmente... não sei. - Ela olha para cada um de nos, por um breve segundo, eu vejo verdade em seus olhos.


- Estão vamos procurar ele aí. - Hyungwon tenta entrar mas é impedido por ela.


- Não, não! Vocês não podem ir entrando assim... minha mãe está doente.


- Mas eu posso, sou sua prima. E se você não deve nada, não há o que temer. - Digo olhando nos olhos dela que suspira.


- Ta bem... você pode entrar. - Ela dá espaço pra mim, olho pros dois e digo para eles me esperarem, em seguida entro.


A casa estava mais arrumada por fora do que dentro, haviam ainda algumas caixas espalhadas pra lá e pra cá.


- Pode procurar... sei lá o que você ta procurando. - Ela cruza os braços.


Procuro em todos os lugares possíveis, nos quartos, de baixo das camas, menos no quarto em que estava minha tia Kang, mas com certeza lá ele não está, se não ela estaria espirrando muito ou já teria gritado. Algo dentro de mim dizia que ele não estava mesmo lá, o que me deixou bem deprimida.


- Iai? - Seulgi que estava me seguindo todo o tempo se pronuncia. Respiro fundo antes de encara-la.


- Desculpe por isso... eu realmente não sei mais o que fazer agora. - Mordo o lábio inferior sentindo uma enorme vontade de chorar, só de pensar que perdi um tempão enquanto ele provavelmente está em outro lugar, talvez com outra pessoa, me faz sentir uma angústia horrível. A ideia que talvez... eu nunca mais o veja. Sou surpreendida por um abraço, só então percebo que estava chorando.


- Pode chorar... mas depois eu quero saber... tudo.


Me permiti ficar vários minutos ali nos braços dela, tal pessoa que a horas atrás eu queria matar. Meus sentimentos estão uma loucura...


Assim que nos separamos, conto tudo a ela. Tudo mesmo. Sem me importar, acho que eu devo isso a ela depois de ter quase invadido a casa dela. A mesma apenas observava enquanto eu falava.


- E agora eu não sei mais aonde procurar... - Respiro fundo, me sentia melhor agora, como se tivesse tirado um peso das costas. Ela me olha por alguns segundos, e em seguida, ri.


- Você tem idéia no que você se meteu? - Ela diz entre risos e eu sinto uma leve vontade de rir também, eu talvez começar a chorar novamente. - Tinha que ser minha prima mesmo... mas enfim, eu vou te ajudar.


 

- O que? Sério?! - Ela concorda. - Não, é melhor não. Eu já meti meus dois amigos nisso...


- Eu não ligo. Isso não acontece todos os dias! Eu não imaginava que aquele gatinho era especial... - Pensando por um lado, ela reagiu bem de mais a tudo isso. Talvez esteja zoando comigo, ou ela é doida o suficiente para não pasmar com qualquer coisa. - Como você disse que ele é?


- Alto, malhado... loiro... bem bonito. - Tento pensar em outras coisas para descreve-lo. - Tem uma cauda felina nas costas e orelhas na cabeça.


- Eu... acho que vi alguém parecido... - Sinto meu coração apertar.


- Mya!? - Ouço a voz da Wendy se aproximar, em seguida ela entra na cozinha onde estavamos, acompanhada do Hyungwon. - Cadê o Wonho?


- Ele não está aqui... mas acho que sei onde ele possa estar. - Seulgi diz chamando atenção dos dois para ela.




Espero que esteja falando a verdade...


Notas Finais


Trolei todo mundo

A Seulgi n ta com o Wonho

Avkdvsksvsvs


Mas... ta faltando vilões na fic n é mesmo? Hm... to sentindo falta de alguém... vcs n ?

Ok ok , sem spoilers


Desculpem erros



Kissus e até o próximo ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...