História My Cherry Cola - Fillie - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Billy Hargrove, Bob Newby, Chefe Jim Hopper, Dr. Martin Brenner, Dustin Henderson, Eleven (Onze), Jonathan Byers, Joyce Byers, Kali "Eight" (Oito), Karen Wheeler, Lucas Sinclair, Maxine "Max" Mayfield / "Madmax", Mike Wheeler, Nancy Wheeler, Personagens Originais, Sam Owens, Steve Harrington, Will Byers
Tags Bughead, Choni, Cole, Comedia, Edits, Finn, Lili, Mileven, Riverdale, Sadiesink, Strangerthings, Strangerthingsedits
Visualizações 127
Palavras 1.182
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Cara vcs são incríveis! Tô postando outro pq em 30 min já teve 7 comentários! Vcs são muito ícones kkkk Rio demais com os comentários de vcs💞

Capítulo 30 - Ela é perfeita


Finn Vision 


Eu estava escrevendo uma nova  letra para uma música enquanto fumava o meu cigarro, quando senti alguém pegando o meu cigarro, - Cigarro faz mal! - Millie Disse com tom de advertência,  e depois deu uma tragada falha, já que ficou tocindo, - É horrível! - Disse ela apagando o cigarro e jogando fora,

Eu revirei os olhos e dei um sorrisinho bobo, como eu amava aquela menina, - Vem me abraçar,  tá esperando oque? - ela disse de braços abertos , - Você tem passado muito tempo com Sadie,  - Eu disse, - E você com Caleb! - ela disse fazendo referência ao  dia em que passamos no hospital,  Eu levantei e a peguei no colo , fazendo ela rir, Eu a coloquei de volta no chão e dei um pequeno beijo nela, - Bom dia, Mills - eu disse

- Bom dia , Finnie - Millie falou passando os braços pelo o meu pescoço,  - Porque você estava se escondendo,  - E-eu não e-estava me escondendo - eu falei, desviando os olhos, ela me soltou e se sentou no chão,  eu fiz o mesmo e fiquei olhando para a parede, - Você pode contar tudo pra mim, você sabe disso né? - ela perguntou, eu assenti com a cabeça e disse, - Meu pai é um babaca - eu disse , Millie esticou suas pernas e sinalizou para que eu me deitasse em cima delas,  eu deitei enquanto ela fazia carinho no meu cabelo,

- Você sabe que eu sou adotada né? - eu não respondi, era uma pergunta retórica,  - A verdade, é que nem sempre nossos pais vão nos amar como devem, minha mãe e meu pai me deixaram na rua quando eu ainda era nova o suficiente para nem sabe falar direito, passei por coisas horríveis,  coisas que espero nunca mais passar , mas graças a Deus,  Kelly me olhou , e de cara se apaixonou por mim, me tirou daquele lugar imundo e horrível,  e me deu uma vida de verdade, ela fez isso por amor, não porque queria alguma coisa me troca, porque ela não precisou me ter , apenas precisou me ver pra determinar que eu seria sua filha,  nem todos tem a vida que bem merecem,  injustiças acontecem Finn , mas você tem de ser inteligente e fazer com que cada erro e desgraça, vire memórias úteis que deram grandes lições,  - ela disse um pouco emocionada 

Eu sabia que Millie era adotada , os boatos correm muito rápido aqui neste colégio,  mas acho que ninguém nunca soube de verdade oque tinha acontecido com ela, ou oque ela passou, um aperto e um nó na minha garganta se instalaram em meu corpo, me sentia mal por ela, ela sofrerá tanto, e nunca reclamou, as  pessoas julgavam ela pela a aparência,  quando nunca se quer se preocuparam em saber oque aconteceu com ela, ela se abriu para mim, e eu não conseguia fazer o mesmo, eu sempre achei que meus problemas era grandes e impossíveis de ser resolvidos, na não era bem  assim,  eu era um babaca,e Millie mesmo com tantos problemas e dificuldades consegue ser um doce de pessoa e usar cada dificultade como lição,  ela é perfeita,

Eu a olhei nos olhos e entrelacei minhas mãos com as delas, - Você é incrível,  Millie Bobby Brown - eu disse, - Eu sei disso, Finn Skata Wolfhard- Ela me respondeu com um breve sorriso, 

- Você é minha exibida favorita - eu disse apertando suas bochechas

- e você é meu exibido favorito, Ah e a propósito, você também é incrível,  além de ser super clichê,  - ela disse tirando as minhas mãos de seu rosto, e desta vez voltou a fazer um carinho nos meus cachos,  - Isso é bom - eu disse, ela soltou uma risadinha e continuou com a carícia,

- Você sabe que a gente vai perder a primeira aula, né? - ela perguntou 

- Eu  que não quero ir pra essa aula, prefiro muito mais estar aqui com você,  deitado enquanto você faz esse negócio que é muito bom por sinal no meu cabelo, do que estar preso em uma sala com Sophie e Ivy - eu respondi, - É, realmente,  é muito melhor estar comigo do que com aquelas pragas,  

[...]


No segundo horário eu e Millie fomos as aulas, elas passaram bem rápido na verdade, eu ficava trocando bilhetes com Millie, e escrevendo várias coisas no meu caderno,

O recreio chegou e eu encontrei com Caleb, ele estava anotando alguma coisa em seu caderno, - plano pra pedir a Sadie em casamento? - eu perguntei debochando dele,   passou perto, é de namoro, diferente de você que não quer pedir ela em namoro ou quero pedir Sadie em namoro, você deveria pensar em fazer isso também, - ele disse me olhando em reprovação,  - Eu preciso fazer isso? - eu perguntei arregalando os olhos de desespero,

- Bom, se você não pedir a Millie em Namoro, vai significar que vocês têm uma relação livre, ou seja, ela pode ficar com outras pessoas,e eu presumo que você não queira isso, mas agora se você pedir ela em namoro, significa que vocês estão namorando, e se ela ou você ficar com outra pessoa, aí já é traição, - ele falou dando batidinhas no meu ombro, - Isso é ridículo! - eu disse incrédulo,  eu não sabia que tinha que pedir ela em Namoro, achava que oque tínhamos já era um namoro , - É a vida Finniezinho, - ele disse debochado

Eu e Caleb fomos a cantina comprar alguma coisa na vending machine eu coloquei uma moeda e depois o número do salgadinho que eu queria, e não ia, a merda do salgadinho não caia de jeito nenhum, eu revirei os olhos e comecei a dar batidas na máquina,  pra ver se o pacote caia,  mas nada,

Eu senti um corpo chegar atrás de nós e então percebi que era Millie, ela se colocou na nossa frente, e colocou um código na máquina e depois deu algumas batidinhas, cinco pacotes de doces e salgados caíram da máquina, 

Eu e Caleb nos estreolhamos e ficamos surpresos, - Em Nova Iorque a máquina era pior que essa, - ela disse abrindo um pacote de doce e o pegou um , - Uau! - eu disse incrédulo, - Você é minha ídola, - Caleb disse ainda surpreso, - Denada , tapados, - Millie disse me lançando uma piscadela,

Nós pegamos o resto dos doces e salgados e levamos até a mesa onde Sadie, Sophia, um alguém,  Jack e Noah estavam sentados, Eu e Caleb colocamos as coisas na mesa,

- Quem é você? -Eu perguntei ao menino que estava sentado ao lado de Millie conversando com ela, - Este é o Jaeden, ou como eu prefiro falar, Jae - Jae - Millie Disse sorrindo,  eu concordei com a cabeça e me sentei ao seu lado, Quem era esse idiota? Já e chegou de repente e já está dando em cima da minha namorada? Quem ele pensa que é? Eu tenho certeza que tinha uma veia saltando da minha testa, merda de ciúmes, 






Notas Finais


Nem todo menino que a Mills fala é pq tá dando cima dele, Finn,
Mais tarde quem sabe eu posto outro!
Amo vcsss 💞💞💞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...