História My Classmate


Escrita por: ~


Sinopse:
Eu era o gay, nem tão assumido, mas não era humilhado pela minha família. Não tinha amigos e era motivo de zoação na escola. E pra completar: estava apaixonado por Gabriel Falcone, popular, totalmente hetero e meu colega de trabalhos escolares pelo resto do ano letivo.
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 393.546
Favoritos 4.088
Comentários 1.609
Listas de Leitura 301
Palavras 62.909
Terminada Sim
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, Gay, Lemon, Lésbica, Orange, Romance, Yaoi

Fanfic / Fanfiction My Classmate
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção Adolescente, Lemon, Orange, Romance e Novela, Slash, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Capitulo 01
76
19.554
925
 
2.
Capitulo 02
48
16.383
1.671
 
3.
Capitulo 03
44
15.270
1.683
 
4.
Capitulo 04 - Meet Chloe
45
14.788
1.493
 
5.
Capitulo 05
61
14.968
1.379
 
6.
Capitulo 06
61
14.457
1.464
 
7.
Capitulo 07 - Meet Bennett
38
14.055
1.742
 
8.
Capitulo 08
47
13.620
1.664
 
9.
Capitulo 09
42
13.307
1.585
 
10.
Capitulo 10
43
13.708
1.627
 
11.
Capitulo 11
56
12.559
1.488
 
12.
Capitulo 12
46
11.702
1.473
 
13.
Capitulo 13
42
11.493
1.423
 
14.
Capitulo 14
32
11.110
1.306
 
15.
Capitulo 15
31
10.637
1.224
 
16.
Capítulo 16
47
10.674
1.427
 
17.
Capitulo 17 - Chloe e Emma
22
10.704
2.029
 
18.
Capítulo 18
20
10.576
1.562
 
19.
Capitulo 19
23
10.284
1.897
 
20.
Capítulo 20
26
9.820
1.335
 
21.
Capítulo 21
34
9.794
1.397
 
22.
Capitulo 22
34
9.751
1.359
 
23.
Capitulo 23
43
9.736
1.549
 
24.
Capitulo 24
38
9.612
1.177
 
25.
Capitulo 25
18
9.325
1.338
 
26.
Capítulo 26
74
9.277
1.492
 
27.
Capitulo 27
45
8.971
1.631
 
28.
Capitulo 28
22
9.017
2.063
 
29.
Capitulo 29
65
9.074
2.063
 
30.
Capitulo 30
45
9.155
2.434
 
31.
Capitulo 31
55
9.268
2.694
 
32.
Capitulo 32 - Epílogo
85
9.509
3.742
 
33.
Especial - Matando as saudades.
46
8.813
4.460
 
34.
My Classmate - Forever.
66
7.973
4.258
 
35.
Última transmissão
89
4.602
855

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por ~sunswin
Capítulo 33 - Especial - Matando as saudades.
Usuário: ~sunswin
Usuário
Realmente, parece que se passaram dez anos desde a última vez que você postou. Gostaria de ter tido criatividade na época e ter postado um comentário fiel à fic, mas decepcionei você por não fazê-lo... Então, aqui tá meu pedido de desculpa/grande agradecimento!

Eu realmente, no começo de tudo, não esperava que a fanfiction tivesse esse desempenho todo. Quando comecei a ler logo pensei "ih, é igual a essas fics clichês", mas não. Você tinha um jeito único para tudo: cada ser na fic tinha uma personalidade distinta; o fato do Patrick ser um idiota com ele por ser gay, que na verdade era inveja pois o Theo tinha tido coragem pra assumir, e ele não; o jeito sacana e infantil do Gabriel, por ele ser um adolescente imaturo; o preconceito dos pais do Gabe; tudo, sem nenhuma exceção, foi perfeito.

E ainda tem seu modo de escrita. Não exagerou nos palavrões, e ainda tentou manter a semântica intacta. Achei incrível. Sério.

My Classmate me tocou. Ganhou parte do meu coração. Eu tenho ainda que deixar comentários em algumas fics que eu era apaixonada e que acabaram, mas eu tô aqui, deixando tudo de lado porque eu realmente amo essa história. Uma prova (quase, até porque é tudo fictício, mazok) de que correr atrás daquilo que você quer - de quem você quer - não é uma má opção. Na verdade, se fosse para considerar os fatos, diria que é nossa única opção.

Eu mesma não tive muita experiência com amor e essas coisas (cá entre nós? Nunca, na verdade, sequer fiquei com um garoto por tempo longo pra saber suas coisas favoritas e seus defeitos. Eu só gostei de um garoto de verdade na vida, e isso foi quando criança, então não vale), mas eu acredito, entende? É por isso que fico lendo fanfictions. Minha mãe provavelmente diria que é melhor eu não alimentar sonhos, mas por que não? Porque não sonhar se nos é permitido?

Eu não sou lésbica, nem bi, mas tenho um grande senso de defesa contra os homofóbicos. Sério, chega a ser cômico. Mas porque eu sou assim? Porque você e outras escritoras me fizeram ficar assim. Eu já fui contra os gays. Já fiz bulliyng com eles. Mas aí eu tive uma amiga lésbica, e depois fiz amizade com um gay. Comecei a procurar por fics com as tags "gay" ou "yaoi" (ahsuahsuahu sério!) e meio que comecei a entender o lado deles... Por exemplo, quando o Pat bateu no Theo (e depois levou porrada ;-; Yeah Tom!) eu me senti uma monstra. Eu nunca briguei de bater em ninguém (e espero nunca brigar, mas do jeito que só ando que gente de gênio forte né), mas agora vejo a dor que causei no menino que eu zoava. Cara. Você me mudou. Thanks gata, se não fosse por vc e outras... Puta merda, coitada de mim.

Então, obrigada de verdade por ter compartilhado essa história. Cara, você não sabe o quanto me fez feliz, o quanto fez seus leitores felizes - você tem fãs, sabia? Haushahsha - e isso foi muito legal da sua parte.

Um super beijo e um mega abraço de urso. (Vou sentir saudade dos "beijos com gostinho de limão" ahahahaha, e das notificações dizendo que MC tinha mais um cap r.r)

Bye *-*