História My controversial World 02 - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Drama, Romance, Yaoi
Visualizações 6
Palavras 763
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem. ❤

Capítulo 23 - C23: O risco de um erro.


Fanfic / Fanfiction My controversial World 02 - Capítulo 23 - C23: O risco de um erro.

      23:45 da noite.

-Levem ela para a ala de emergência! Quero todos os exames dela na minha mesa!

         O hospital estava uma completa bagunça, policiais por todos os cantos, pessoas curiosas ao redor, querendo saber o que estava dando início a toda aquela bagunça.

-O que vamos fazer? Não tem como abafar o caso agora, já tá rondando na internet Son. - Lucas e Son avia acompanhado Larissa até o hospital.

-Cala a boca Lucas, eu preciso pensar, isso está ficando pior do que pensei, Leandro ainda está desaparecido, Ezequiel foi levado, Larissa baleada e Felipe ainda está ferido, eu preciso de um plano mas não sei como.

-Por que você não conversa com Leon? O pai do Leandro?

-O que? Acha que eu não tentei? Ele não atende, os avós do Leandro estão enlouquecendo só não abriram a boca por que os convenci e quanto a esposa do Lean-... - Son havia se calado.

-O que? O que foi? O que tem ela?

-Ela...

-Ela o que Son?? - Lucas já tava se descabelando com tanto suspense.

-Eu não a vi desde que Leandro desapareceu...


                    
                          ●•●•●•●•●•●
 
    ~Felipe


-Droga, o que e todo esse barulho... - Eu ainda estava amarrado na cama com uma enfermeira me olhando a distância assustada.

-Bem a uma confusão, a policiais lá... lá embaixo, parece que houve algo horrível.

-Você sabe o que aconteceu?!

-N-não, está em completo sigilo, parece que é uma mulher foi gravemente ferida em um apartamento... algo assim.

-Ah... então é uma mulher... - Achei que podiam ter encontrado o Leandro.

              A porta foi aberta derrepente, dando passagem a dois polícias um era negro e alto e outro já era mais baixo moreno.

-O senhor é Felipe Huker Madty correto? Filho de Azira Huker e Elison Madty?

-Não, não sou filho desse desgraçado imundo, sou filho somente da minha mãe. - O encarei.

-Bom isso não me importa, Eu sou o delegado Jorge da polícia militar e você está sendo acusado de tentativa de assassinato contra Larissa Kaori, e será detido aqui até segunda ordem ou que o senhor prove o contrário. - O rapaz mas alto entre os dois me encarou com um ódio imenso.

-O que?!


                      
                          ●•●•●•●

~Leandro


         Eu estava a mais de horas tentando encaixar fio com fio, mas nenhuma rede chegava naquele maldito aparelho, eu estava perdendo tempo...

Toc toc 

          Logo após as batidas, tomei um sussto e joguei todas as coisas que estava nas minhas mãos em baixo da cama, e quase que eu tinha a vontade de me jogar lá embaixo também.

-Nossa você parece ótimo já que conseguiu se locomover para outro lugar. - Mikhail adentrou e me encarou, colocando uma sacola no chão.

-O que pretendem fazer comigo? Por que diabos estão me sequestrando? Vão me matar depois?!

-Caramba - ele riu - Você tem muitas perguntas pelo visto. Mas sabe Leandro, ninguém aqui tem intenção de te deixar ir. - ele se aproximou de mim. - Até que o nosso objetivo esteja em nossas mãos, acho que vc sabe bem do que é de quem eu estou falando. - ele sorriu para mim.

-Você e um desgraçado de merda! - Eu por raiva avancei nele com tudo, até jogá-lo contra a parede e começar a enforca-lo - Você vai morrer antes disso acontecer!
 
            Eu estava com raiva, tanta raiva que estava ficando cego pelas coisas ao meu redor, eu queria matá-lo mas como sempre estava assustado.

             Ele me olhou, logo com os brilhos nos olhos, ele logo segurou o meu pescoço e com a sua outra mão avia uma faca, ele perfurou em meu ombro com vontade, com tanta vontade que rodou a faca até ela cravar na carne.

-Ah... - Eu o soltei no mesmo instante, enquanto sentia a dor vir com vontade, me afastei de si devagar até encostar na cabeceira da cama.

-Acha mesmo que pode me matar assim? - ele riu, riu como se fosse a coisa mais obvia do mundo. - Você parece uma garotinha de tão frágil. -Ele veio ate mim e me segurou duramente pelo pescoço.

-Você... não faz idéia... do quão errado você é. - Eu agarrei a faca que estava no meu ombro e a tirei do meu braço, logo em seguida cortando o rosto de Mikhail, o mesmo caiu com tudo para o lado.

-Desgraçado! Eu vou te matar!

              Eu peguei o cartão da porta em seu bolso, e quando dois dos seguranças abriram a porta para ver o que estava acontecendo, passei por eles despercebido e sai correndo pelos cantos.

           ~Eu vou sair desse inferno... 


Notas Finais


Cap curto demais... mil desculpas pessoal. 😔❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...