História My Count- KIM TAEHYUNG - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Antigas, Conde, Gato, Gostoso, Irmã, Não Virgem, Taehyung, Vagabunda
Visualizações 38
Palavras 1.318
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Literatura Feminina, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 22 - Lágrimas amargas


                 Taehyung on

Estava já perto do local onde aconteceria o evento, parei meu carro na estrada vazia já ouvindo uns uivos lobos. Fui caminhando até chegar em uma caverna que estava maior os barulhos lá dentro, entrei na mesma e fui logo recebido pelo Su-Ho.

Su-ho- você veio ovelhinha negra? Que felicidade

- o que vocês queriam conversar comigo?

Sh- calma ovelhinha, calma, você não vai sair nem tão cedo daqui

- como assim?

Sh- já já irá ver, bom... Por enquanto vamos aproveitar a festa, talvez seja sua última festa mesmo

- novamente como assim? Vão me matar?

Sh- não somos disso entre nós, você sabe

- então posso ir?

Sh- sim pode... mas sua garota irá pagar se for

Fiquei em silêncio o olhando raivoso, sai daquele canto e fui pra outros lugares da caverna passando por inúmeros cheiros de cio, confesso tá me dando agonia até chegar num barman, pedi a ele uma cerveja leve, tinha que ficar atento a tudo que acontecesse sem exceções. 

Tava bebendo normalmente e sinto uma cutucada nas minhas costas, quando viro, Kai o irmão de Su-Ho, ele me olha meio debochado e disse:

- você tá destruído depois da garota

- pelo menos eu ainda tenho uma pra mim e você? 

Ele me olhou furioso pois a esposa dele foi morta por uma outra alcatéia no passado, ri meio debochado e ele falou em tom mais grave:

- já que se acha o tal lembra das nossas competições de bebida? Vamos ver quem bebe mais então? Se ainda é tão bom assim

- não faço mais esse tipo de idiotice imatura

Ele se virou e gritou as pessoas:

- galera!! Ele tá com medo de perder! Coitado do bichinho! Mal chegou e tá quase saindo da festa por ser careta 

- na verdade não, é porque eu tenho maturidade o suficiente pra me cuidar e cuidar das pessoas próximas a mim, e você? Nem sabe se cuidar bebendo esses litros com total imaturidade e ainda sua esposa morreu, quem será o real alfinha careta e previsível?

- como é bastardo perdido!?

- isso mesmo, mas caso não tenha entendido na noite em que sua esposa morreu você estava bebendo, coitada dela, ele não sabe nem se cuidar quanto mais dela né gente? Esse alfinha fraco aqui! 

Pessoas riram de fundo 

- vou perguntar novamente e te dar uma chance garoto como é?

- além de ser fraco é surdo agora alfinha? Ainda tem muito que aprender viu 

Ele se virou e me deu um soco, o devolvi subindo em cima do mesmo e puxando seus cabelos fazendo ele gritar, a parte mais sensível do corpor dele era essa, como eu sei? Já fui  amiigo de infância dele. Ele me olhou e falou:

- boa, ainda sabe lutar, mas o que você não espera é isso

Ele me deu um chute nas minhas partes íntimas, gemi alto de dor mesmo assim não me abalei, dei um soco no mesmo bem no olho que o fez ficar desorientado, ao se recompor em segundos pulou pra cima de mim e tentava me bater mas eu sempre desviava, até eu pegar seus braços e o arremessar na parede fazendo o mesmo ficar tonto e começar a querer cair no chão, até o irmão dele vir e o puxar lá pra fora, só sai com um arranhão e um pequeno roxo no braço, as pessoas aplaudiram logo voltando a farra deles.  

Quando ia sair da festa já que não encontrei mais o Su-Ho nem o Kai, fui surpreendido por uma criancinha que parecia perdida, tentei ajuda-la fui entrando na mata pra levar a mesma pra o lugar onde ela ia e percebi que eu me perdi com ela, até ela correr pra um canto e eu distraído com ela corri atrás dela não olhando minha volta, e parece chegar alguem que jogou algo duro da minha cabeça e me deu um chute na canela me fazendo cair no chão e pelo impacto ficou tudo escuro.

        Taehyung off/  SN on 

Acordei olhei eram duas horas da manhã, estava numa casa diferente e fiquei com medo, comecei a olhar pra o local preoucupada e gritei " Tae?" Mas quem na verdade respondeu foi o Namjoon " oi SN aqui em cima é o Namjoon! ". Subi correndo ao chegar na única porta aberta do corredor vendo Namjoon deitado na cama mexendo no celular, falei ofegante:

- que susto 

- imagino kkk

- cadê o Tae?

- foi num evento mais tarde ele volta-falou baixo-... eu acho

- como assim?

- o que?

- eu acho?

- você tá escutando errado 

- ahn, tô com fome

- a CL tá chegando já já, aí ela vai fazer a comida tá?

- ok, posso olhar sua casa pra conhecer melhor?

- sim claro, qualquer coisa grita

- tá KKK

Saí do seu quarto e fui olhar o quarto ao lado, que parecia um pouco sinistro, sua porta era de coloração diferente das outras e meio quebrada, ao abrir  vi umas caixas meio empoeiradas, por pura curiosidade abri elas vi uns livros sobre o mundo sobrenatural, como sobreviver com humanos, cio e etc até no fundo eu achar um quadro rachado e bem empoeirado, dei uma soprada e vi os meninos todos e do lado mais alguns, só reconheci um daquele lado, o garoto que falava com Tae na cozinha, eles pareciam felizes e bem mais jovens com cara de 16 e roupas meio antigas mas elegantes, apesar de que o Tae tem uma carinha de 23 mas tudo bem. Fui abrindo as outras, até achar uma foto e do lado uma carta com uma flor mucha, a foto continha o Tae com uma garota que se parecia comigo só que com 16 também, eles estavam abraçados, abri a carta e li lá estava escrito 

"My lady, como eu te amo, queria que estivesse aqui pra sempre como eu, pena que não teremos mais tanto tempo juntos depois da guerra, mesmo assim nunca te esquecerei, amo você. Ass tae-ah" 

Deve ser uma garota que ele amava na época da briga entre a outra alcatéia, por isso ele não deixou eu me envolver nisso, porque a garota que ele parece ter deixado MORREU! Olhei mais algumas caixas e vi mapas, livros chatos e achei uma foto da CL lá no meio, o Namjoon é caidinho por ela viu! Mas tinha uma coisa diferente ela tava num Rio e bem mais diferente que o normal, estava muito mais bela e com uma calda??? Olhei e logo percebi uma presença se aproximando daí em viro e dou de cara com...

Cl- ah! Foi quando eu tinha um mês de namoro com o Namjoon a alguns anos atrás, quando eu tinha uns 15 acho

- ah... Você era bem bonita

Cl- na água todas as sereias ficam mais lindas que o normal

Ela se sentou do meu lado e falou:

Cl- acho que deixou isso cair lá na sala ó

Olhei e vi uma carta escrita com tinta fresca ainda, abri com cuidado e li em voz alta

"SN sou eu o Tae, bom... Estou indo pra um evento na alcatéia, se você perguntar por quê?  melhor pra você já perdi muita gente em brigas com eles que eram pra mim resolver, vou tentar acabar com isso e talvez eu não volte mais então queria deixar de lembrança.

Eu te amo ontem mais hoje e amarei mais ainda amanhã em qualquer outro lugar, seja no céu ou no inferno, porque se eu me lembrar quem realmente me trouxe uma felicidade eu direi minha vida! Sabe o por quê? Você é minha vida! Então vou tentar viver só pra você, mas se não conseguir desculpe me e saiba eu tentei com todas as minhas forças que tenho e não tenho. 

Ass: Tae"

Depois disso me derramei em lágrimas, Namjoon veio ao encontro de eu e Cl que tentava me consolar, ele leu a carta e falou:

- não posso fazer nada é só entre ele agora, perdão SN

Ele saiu e fez uma ligação Enquanto eu chorava amargamente, com minha amiga do lado me dando apoio.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...