1. Spirit Fanfics >
  2. MY COUSIN'S BOYFRIEND - Krysley >
  3. Krystian? Hina? Onde?

História MY COUSIN'S BOYFRIEND - Krysley - Capítulo 27


Escrita por:


Notas do Autor


capítulo não revisado, pode conter erros.

Capítulo 27 - Krystian? Hina? Onde?



POV Bailey

No dia seguinte ao sair do dormitório, decidi ligar para Krys. Por mais que o mesmo esteja tão ocupado nos ultimos dias, eu queria sair com o meu namorado para tomar pelo menos um cafe. 

Fui em umas das cafeterias que tinha pelo bairro, me sentei no lado de fora e liguei para Krystian. Não demorou muito para que ele atendesse com uma voz de sono, a que acho extremamente fofo e sedutor. O tom rouco e confuso logo de manhã em sua voz era exitante. 

Ele não demorou muito para soltar uma risadinha de quem iria me encontrar e um sorriso bobo brotar em minha face. 

Eu hoje estava determinado. O motivo eu não sei, mas estava com uma sensação boa. E queria sentir isso também junto ao Krys. 

Pedi um copo de cafe e esperei que o Krys chegasse, enquanto ele não chega, ficaria estudando um pouco. O que não é muito comum vindo da minha pessoa. 

Minutos se passaram e logo alguém se senta a minha frente. Sorri e levantei minha cabeça no entusiasmo de ser o Krystian.  Bom, não era. 

 - O que você faz aqui? - Perguntei frio.

 - Até onde sei, aqui é uma cafeteria e você não é dono dela. - Sorriu sem mostrar os dentes, e o tom de sua voz era frio, assim como a minha. 

 - Isso não lhe da o direito de se sentar na mesma mesa que eu. - Respirei fundo. - Você esta me incomodando, quem é você? - Falei num tom alto para que os outros escutassem. 

Eu não tava afim de discutir logo cedo. Mas pelo visto, não sera possivel. 

 - Cale a boca, temos assuntos pendentes. 

 - A unica coisa pendente e do por que você não está na cadeia?!

Um funcionário no local logo se aproximou. 

 - Algum problema por aqui? Ele esta lhe incomodando? - Perguntou me olhando. 

 - Si... 

 - Bailey,  que caralhos, ele não tava preso? - Disse Krystian horrorizado. 

 - Eu já estou de saída. - O velho se levantou, deu uma olhada no Krstian, o que me fez estremecer. 

Estremecer de raiva.

Ele saiu da cafeteria. Quando ele sumiu de vista, Krystian se sentou. Seu semblante não era nada calmou. Ele parecia super preocupado, seu olhos cravados em minha pessoa com aquele olhar de quem quer respostas.

- O que ele queria com você? – Perguntou rapidamente.

Respirei fundo.

- Eu não sei. – Segurei em sua mão que estava encima da mesa. – Mas ele já foi e você está comigo agora.

Ele apertou a minha mão num ato de proteção. Sorri.

- Eu tenho medo do que seu pai pode fazer. Você tem que tomar cuidado. – Sorriu fraco.

- Não se preocupe, eu irei.

Beijei sua mão.

Chamei a garçonete e fizemos nossos pedidos.

Krystian pediu panquecas com calda de morango e um pingado. Já eu pedi um hambúrguer com fritas e um suco. 

Passar um curto tempo com o Krystian, fez com que eu me sentisse em paz naquele momento.

O jeito que ele fala do como ele está gostando das aulas me fazia sorrir como bobo. Por mais que sejamos da mesma turma, as vezes aparenta que estamos tão distantes.

Fomos juntos para a universidade. Como de costume muitos olhares de aprovação e outros de reprovação. Krystian tinha aquela confiança que eu não tinha. Mas tento não me sentir intimidade e nem com medo por esses olhares quando estou com ele. 

Finjo não me incomodar, quando na realidade queria dar um soco na cara desse pessoal. 

 - Bailey? - Krys chamou minha atenção, estava sentado na cadeira ao seu lado, já estávamos na sala de musica. - O que aconteceu? - Me olhou desconfiado. 

 - Nada demais, não se preocupe. - Beijei sua mão e sorri fraco.

POV Shivani

Resolvi seguir os concelhos do casal mais fofo e estranho desse mundo, vulgo Josh e Noah. 

Todos sabem que eu tenho uma queda enorme pela Hina, o que até para a mesma já é obvio. Mas minha relação com ela não esta algo definido, já nem sei mas qual é a nossa relação. Por isso fui pedir ajuda ao casal. E bom, decidi seguir o concelho que eles me deram, chamar a Hina para sair, para ser mais especifica, convida-la para ir ao parque de diversões. 

Dizem que a Hina gosta muito desses lugares, eu não sei muito bem, por a conhece-la a pouco tempo e os assuntos que sempre falavam sobre ela era sobre Bailey e Krystian. 

Um certo assunto que me estressava, por motivos óbvios. Por mais que eu já entendesse todo o ocorrido e que Bailey e Krystian estão muito bem resolvidos, eu tinha raiva, raiva por ter feito a Hina sofrer na época, ela apoia tanto os dois que já esqueceu todo o ocorrido e sofrimento sentido. 

Estava no fim da aula, Hina estava guardando suas coisas e como sempre ela era a ultima a sair da sala.

Apoiada no vão da porta eu estava, segurando uma garrafa de água e com a minha mochila nas costas. 

- Não precisava me esperar. - Disse Hina sorridente vindo em minha direção.

- Lógico que precisava. - Puxei para um abraço.

- Shiv! Não precisava. - Riu.

- Shiu... - Sorri. - Que tal a gente ir ao parque de diversões mais tarde?

- Humm... - Ela fez uma cara de pensativa o que me deixou apreensiva.

Se ela negar meu plano vai por água a baixo. Hina colabore comigo.

Ainda abraçada a ela, Hina suspirou fundo e sorriu.

- Ok, vamos ao Parque de diversões mais tarde. - Fez uma dancinha enquanto ainda estava abraçada a mim.

Sorriu aliviada e saímos da sala de dança.

POV Diarra

Estava tão feliz que eu, Joalin e Krystian estávamos reunidos que nem antigamente. O que é muito difícil acontecer ultimamente.

Estávamos todos no quarto da Joalin, fofocando como sempre.

- Ei, vocês não acham que o Bailey tá estranho? – Perguntou Krys apreensivo.

- Não. Por que? – Joalin perguntou.

- O pai dele estava com ele na cafeteria hoje de manhã. E bom, ele parecia muito tenso. Será que o pai dele ameaçou ele? – Krystian estava prestes a começar a roer as unhas de tão tenso que estava.

- Krys. – Me sentei ao seu lado. – Não sei do porque o pai dele estar lá, mas logo essas coisas irão se resolver, não fique tão tenso com isso, Bailey ira te contar se acontecer algo. Né Joalin?

Olhei para ela num olhar de: Concorda logo ou eu te mato.

- Claro, não se preocupe. – Joalin o abraçou. – Você está pensando demais.

- Também acho viu. – Disse e logo ri.

- Ok, vou tentar não pensar nessas coisas, se não vou ficar paranoico. – Riu ele.

- Isso mesmo. – Concordei. – Eu vi vocês dois hoje, entrando na faculdade de mãos dadas.

Joalin fez cara de apaixonada.

- Meu sonho. – Suspirou fundo.

- O que não é por falta de opção né. – Brincou Krys.

Caímos na risada.

- Me respeita Krys.

- Ele não mentiu. - Retruquei. – Tu é cheia dos contatinhos.

- Sai daí doida. – Disse a loira me jogando uma almofada.

- Calada. – Ri junto ao Krys.

Krystian se levantou, colocou a mão na cintura e fingiu jogar um longo cabelo para trás.

- Meu nome é Joalin e eu vivo no tinder. – Disse ele com uma voz "mulher" fazendo todos nos rirmos.

- Eu não falo assim. – Joalin disse rindo.

- Fala. – Disse eu e Krys juntos.

- Gente isso é.... – Joalin foi interrompida pelo celular do Krystian.

- Desculpe meninas, vou ir atender. Já volto. – Ele saiu do quarto com o celular tocando em mãos.

Eu e Joalin nos encaramos mas demos de ombros, logo conversando sobre qualquer assunto.

Não demorou muito para aparecer um Krystian com a cara de assustado. E pegando suas coisas.

- O que aconteceu? – Perguntei.

- Eu não entendi muito bem, mas parece que aconteceu algo com a Hina. - Disse num tom preocupado. - Bom, já vou indo. Chegando em casa aviso. 

POV Shivani

Horas antes...

Estava esperando Hina chegar, estava tão animada para vê-lá logo e tudo sair conforme o planejado. 

Ajeitei minha roupa e meu cabelo, dei mais uma checada para confirmar que tudo estava ok. Ao olhar pelo reflexo do vidro escuro, pude ver Hina atras de mim. 

Coração foi a mil. 

Ela esta maravilhosamente perfeita. 

 - Oi. - Disse ela acenando para mim seguido de um abraço. Ela estava visivelmente tímida. 

 - Oi, você está linda. - Retribui o abraço sorridente. - Vamos? 

 Estendi a minha mão. 

 - Obrigada. - Sorriu. - Vamos. - Segurou minha mão firmemente. 

Entramos dentro do parque e vocês já sabem né? Nós divertimos muito, comemos muitas coisas aleatórias. Estava tudo mil maravilhas. 

Até Hina receber uma mensagem estranha e ter que ir embora. 

Ou seja, não consegui pedir minha dama em namoro. 

Fiquei triste, mas pedi para mesma me deixar informada sobre essa tal mensagem. Algo parecia muito suspeito. 

Afinal, ela apenas pegou o celular na mão e se despediu de uma maneira apressada e saiu correndo. 

 Minutos depois recebo uma ligação de Diarra, o que é estranho. 

Logo atendo. 

 - Oi? 

 - Shiv? Você está com

 a Hina? 

  - Ela acabou de ir embora faz pouco tempo, aconteceu alguma coisa?

 - O Krystian... - Ela parecia desesperada. - Vai para casa do Krystian. Lhe encontro lá. 

 -  Estou indo.

Que merda tá acontecendo num dia que era para ser perfeito?

POV Diarra

Apos alguns minutos de Krystian ir embora da casa de Joalin. Ele me mandou umas mensagens estranhas. Do tipo que Krystian não mandaria nem se fosse brincadeira. 

 "Di, estou com medo, venha a minha casa se eu não aparecer dentro de uma hora. E chame a policia."  

Joalin surtou assim que leu, queria ir na casa dele imediatamente. Eu tive que manter uma calma não existente em minha pessoa naquele momento. 

  - Vamos esperar um pouco, daqui a pouco a gente liga pra ele. - Disse tentando não passar meu nervosismo para ela. 

Fiquei pensando, o que diabos pode ter acontecido? Isso teria ver com a Hina? Mas os meninos disseram que a Shivani iria pedir ela em namoro hoje, ou seja, não era pro Krystian estar preocupado com ela. 

Minutos se passaram e nada do Krystian atender as ligações e nem as mensagens. 

Resolvi ligar para Shivani e como não esperado ela não estava com a Hina, foi ai que me preocupei mais ainda. 

Tentei ligar para Krystian mais uma vez. 

E finalmente ele atendeu.

Mas nada naquela ligação fazia sentido. 

 - Vidro? Isso foi um vidro se quebrando? - Sussurrou Joalin desesperada. 

Logo em seguida um grito foi ouvido e algo se chocando na parede. Krystian precisa de ajuda.

A ligação caiu. 

Joalin ligou imediatamente para policia. 

Saímos desesperadas para chegar a casa dele o mais rápido possível. 

Liguei para Bailey, mal deu tempo do rapaz me responder e disse para o mesmo ir a casa do Krystian, ele estava em perigo. 

Eu tinha uma sensação que isso poderia ter ligação com o pai do Bailey, mas tentei afastar esse pensamento, o pai dele não seria capaz de tanta crueldade ou seria?

Chegamos na casa do Krystian e algumas viaturas já estavam no local. 

Aparentemente ninguém conseguia entrar na casa.

Mas algo estava estranha. 

Fumaça? 

 - Joalin? - A olhei e a mesma estava com os olhos arregalados. 

 - Diarra! Tá pegando fogo! - Ela dizia desesperada. - É no quarto dele, aquela janela é do quarto dele. Di. 

- Cade o Krys? - Apareceu Bailey atras de nós. - Não me diz que ele esta lá dentro. - Seus olhos começou a ficar marejados. 

 -  O que esta acontecendo? - Disse Shivani assustada e confusa. 

Eu e a Joalin nos entreolhamos. 

 - Não sabemos. - Falamos juntas e assustadas.


Notas Finais


obrigada por ler 👉🏼❤️🥺


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...