História My Crush - Imagine Jihoon - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Wanna One
Personagens Daehwi, Guanlin, Jaehwan, Jihoon, Jinyoung, Jisung, Kang Daniel, Minhyun, Seongwoo, Sungwoon, Woojin
Visualizações 586
Palavras 1.447
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura, Cherries. <3

Capítulo 6 - Cap 6


Fanfic / Fanfiction My Crush - Imagine Jihoon - Capítulo 6 - Cap 6

Parece que o primeiro amor sempre é o mais intenso, forte ao ponto que você mergulha de cabeça, sem medo dos joelhos machucados que podemos adquirir mais à frente.

Talvez meus joelhos ralados começam a partir desse momento, que fui tomada pelos lábios macios que Jihoon possui, sentindo seu bom gosto de menino sonhador. Seus braços rodearam minha cintura como se não quisessem que eu corresse deste momento, e por um segundo, senti aquela vontade trancar ele em um potinho e levar para casa.

Quando o beijo chegou ao fim, permaneci com meus olhos fechados não sabendo como agir após isso, em meio termo, hesitei em perguntar o que tanto queria.

— Bom… — Ouvi sua voz bem perto. Abrindo meus olhos, levei um susto após notar o quão próximo estava mesmo. — Posso te deixar em casa ?

— Não precisa, ficará longe da sua..

— É caminho! — Insistiu, esbanjando um sorriso adorável.

Que vontade, de apertar essa bochecha vermelhinha dele.

Controlei a maluca dentro de mim, que qualquer momento poderia avançar no loiro apertando o mesmo, por ser tão fofo.

— Se você insiste. — Dei de ombros, mostrando indiferença sobre isso.

Saímos juntos da sala, adentrando o corredor o qual não continha muitos estudantes mais, um pouco volúvel dando de transitar ao lado de Jihoon sem ficar incomodada com os tantos olhares. No segundo que saímos do prédio, avistamos seus amigos aglomerados no portão de saída esperando por Jihoon, deixando isso notável após terem acenado para nós.

Tentava eu ao máximo não ficar acanhada perto desses garotos, somente sorrindo para as brincadeiras que rolava entre eles, micos, piadas e desafios estranhos. Porém, sempre tem aquele amigo curioso por demais, querendo saber de tudo, no caso, Daniel.

— Então.. Tá rolando algo entre vocês ? — Esse Daniel faz coisas desse tipo de propósito, só pode.

Honestamente, essa pergunta eu não saberia como responder, acabando por continuar calada rezando que Jihoon cuide disto.

— Deixa de ser mala, Daniel. — Interviu Kuanlin, parecendo não gostar disso também.

— É uma pergunta inocente. — Virou-se para seu amigo, rindo brincalhão. — Te incomoda, S/N ?

Questionou, após ter voltado com a atenção para mim que engoli em seco, fazendo sinal de negação rapidamente.

— Viram ? A garota está de boa. — Jogou uma piscadela para mim, que sem reação fiquei.

Ouvimos um tossir pela parte do loiro ao meu lado, de canto observei a face do mesmo parecendo não ser uma das melhores, enquanto mantinha presos seus olhos em Kang.

— Quero vê essa tua esperteza no jogo de quarta, Dan.

Seu amigo apenas sorriu, aparentemente um sorrisinho cínico assentindo com a cabeça.

— Vejo vocês mais tarde!

Fiquei pasma quando o mesmo entrelaçou nossos dedos, mostrando que o fato de me deixar em casa era pra valer mesmo, tanto que até seus amigos ficaram incrédulos, mantendo seus olhos em nossas mãos a cada passo que nos levava para longe dos mesmos.

— Sabe, te acho interessante por ler livros que eu nunca li. São sobre o que eles ? — Me olhou, voltando a querer saber mais de mim. 

— Ah.. — Abri minha boca, porém, as palavras fugiram de mim por ter essa atenção toda da parte do loiro. 

(...)

O trajeto todo foi bem surpreende, pois Jihoon me fazia rir a cada segundo que minha barriga ficou a dor até agora, assim como me contou mais sobre ele, seus gostos e desgostos. Poucas vezes me pronunciei, não dominada pela timidez e nervosismo em estar perto do loiro, e sim, querendo saciar minha sede que é de ouvir o doce som da sua voz. Ah, ele é um sonho.

Seria possível, um sonho virar pesadelo ? Acho que não, pois Jihoon é bom demais para ser pesadelo.

— Não rolou nenhum beijinho de despedida ? — Bibi jogada na minha cama, ao meu lado, perguntou curiosa.

Um beicinho triste se formou em meus lábios, indignada por não ter recebido nenhum selinho, uma bitoquinha que fosse.

— Não. Apenas um abraço. — Encarava o teto.

— Ele aparenta ser mais tímido que você. Aí! Que fofo! — Deu um grito, que mamãe da sala respondeu. — Hmm.. Nem te conto.

Virei-me para ela que estava deitada de lado já me olhando, com aquele rostinho de quem pretende aprontar.

— Vai contar sim, ou te tranco em um lugar com Daniel. — Usei minha arma mais fatal contra ela.

— Credo. Conto sim. — Sentou, insinuando que eu faça o mesmo. — Peguei o vizinho da frente dando maior mole para tua mãe, assim que cheguei.

Meu queixo faltou cair, porém, minha amiga com suas mãos segurou o mesmo.

— Devíamos ajudar eles. — Propôs, sorrindo grandemente.

— Não acho boa idéia nos meter nisso. Deixa ela fazer rol..

Parei de falar, sentindo meu celular vibrar em algum canto da cama. Ao pegar, percebi se tratar do pervertido, que de alguma forma me fez sorrir com a mensagem fofa.

" Tenha uma boa noite, fofinha. "

— O pervertido ? — Assenti, ainda sorrindo para a mensagem. — Jihoon não gostará desta concorrência.

— Não tem nada disso. Ele é apenas um amigo virtual.. — Dei de ombros, mesmo sabendo que não seria o suficiente para ela.

(...)

Em meus pensamentos seria novamente outro encontro, mais após uma mensagem de Jihoon avisando que os garotos já estavam esperando por nós, resolvi não aturar essa tortura sozinha, acabando por insistir que Bibi fosse comigo. Na sorte ela aceitou após muitas ameaçadas da minha parte, todas envolvendo Kang Daniel.

Chegando no ponto de encontro, avistamos Jihoon gargalhando de algo junto de Jaehwan, ambos cessando após uma cutucada de Kuanlin como aviso que chegamos.

— Muda essa expressão de quem tá fazendo força pra cagar, Bibi. — Repreendia ela, antes de chegarmos próximo dos garotos.

— Mas eu tou fazendo força, só que para suportar Daniel daqui a pouco.

— Ah, oi, Bibi. Feliz que tenha vindo. — Kuanlin sorriu simpático para ela, que não mudou a carranca.

Levemente bati nela, em aviso que seja gentil pelo menos com Lai que é muito adorável, amável e fofo.

— Oi.

Jihoon ria em disfarce da mesma que nem se tocava, só por ver seu jeitinho risonho, não deixei em suspirar.

— Então vamos ?

Todos assentiram e Bibi correu indo na frente de nós, após Kuanlin deixar claro que vamos em um local onde tem diversas formas para se divertir, muitos jogos e brinquedos.

— Eu acho que ele gosta dela. — Sussurrou somente para mim, que pasma fiquei.

— E eu acho que ela gosta do Daniel.

— Eita, que confusão. Mas enfim.. Estou feliz que esteja me contemplando com sua doce voz, fofinha. — Sorriu, me olhando.

Por um momento lembrei da mensagem do pervertido, por ele ter me chamado assim justo hoje, e agora Jihoon vem com essa. Eu não sou fofa, mas se eles vêem isso, bom, só faço sorrir. 

E, falando no pervertido, ele merece outro nome de contato, pois esse não faz sentido para alguém legal como ele. 

(...)

— Quem será o próximo perdedor ?

Incrível, como rapidamente a raiva de Bibi passou, somente por estar vencendo todos os garotos no boliche, marcando strike a cada vez que decide humilhar eles, os quais correram para outros jogos.

— Só bora. — Disse Daniel confiante, pegando uma das bolas e se posicionando.

De início ela foi indo reta, mas deu uma curva tão grande que nenhum pino caiu, motivos o qual fez minha amiga gritar imensamente por Daniel ter fracassado nessa.

Aish! — Resmungava, transtornada com as piadinhas de Bibi. — Pare de escândalo, idiota.

— Perdedor! — Gritava, pulando na frente dele que faltava choramingar.

Deixando os implicantes de lado, procurei Jihoon pelo local avistando o mesmo na parte onde tem um pequeno ringue, o qual ele estava com Woojin, ambos de luvas nas mãos insinuando gestos de golpes. Sorri para o nada, impressionada como ele manja bem de tudo, e tudo combina com o mesmo.

Tanto que fiquei observando ele, o mesmo acabou se apercebendo lançando-me um sorriso, em seguida me chamando com uma das mãos em gestos. Nem fiz questão de fazer rodeios, correndo até o mesmo que me puxou para entrar no ringue, jogando luvas de boxe em minha direção.

— O que isso significa ? — Ergui uma das sobrancelhas, não compreendo muito bem.

— Vamos de lutinha. — Sorriu de canto.

Virei meu rosto para encarar Woojin que estava fora do ringue já, sorrindo em aviso que isso não é brincadeira da parte do amigo.

— Por quê ? Por que isso ? — Era notável o pânico em minha voz, e eu mesmo nem sabia o motivo.

— Quero ver se minha futura namorada sabe se defender. — Jogou uma piscadela para mim, querendo lascar com meu psicólogo de uma vez.

Minha respiração falhou, sentia que poderia cair, caso não colocasse firmeza em minhas pernas. 


Continua...


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capítulo. Até mais <3

-------------
Dêem uma olhada na minha nova fic, é do Suho, onde ele será metade robô.
https://www.spiritfanfiction.com/historia/o-homem-ideal--imagine-suho-13910230
-----------------
Divulgações. ( Fique a vontade para olhar, se quiser )
-----------------
Dêem uma olhadinha nessas fics, são muito boas, sério.
https://www.spiritfanfiction.com/historia/titio-jeon--imagine-jungkook--bts-12276485

https://www.spiritfanfiction.com/historia/as-cantadas-de-kim-taehyung--imagine-v--bts-13664994
-----------------
Dêem amor a essa fic da minha unnie, pois ela está se esforçando pra caralho nela.
https://www.spiritfanfiction.com/historia/remember--bts-13810068
-----------------
Dêem uma olhada nessas outras aqui também, é do menino BamBam, e outra da nossa esperança.
https://www.spiritfanfiction.com/historia/my-boyfriend-imagine-bambam-13757246

https://www.spiritfanfiction.com/historia/ice-heart-imagine-jhope-13223156
-------------------

Meu perfil @MeiYeol


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...