História My Daddy - Shawn Mendes - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Shawn Mendes
Tags Babygirl, Daddy, Shawn Mendes
Visualizações 944
Palavras 841
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


É HOJE... É HOJE... É HOOJEEEE...
KSKSKSKSKS

É HOJE VIU SKKSKS COMENTEM MUITO! POR FAVOR!

AÍ MDS JÁ TÔ ATÉ VENDO KSKSKS

Capítulo 10 - Capítulo 10 - Emma - Aniversário parte 2.


Fanfic / Fanfiction My Daddy - Shawn Mendes - Capítulo 10 - Capítulo 10 - Emma - Aniversário parte 2.

Shawn: Emma, eu vou fazer uma brincadeira com você, vai gostar. - Nessa hora meu corpo gelou, me arrepiei e engoli seco, tudo ao mesmo tempo. Pelo pouco tempo que conheço Shawn, sei do que ele é capaz. E acredite isso não é nada bom. Assim que fala àquilo sai do quarto.

Minutos depois ele volta com uma caixa que não consegui ver muito bem o que era.

Shawn: Senta na cama, Emma. - Disse. Eu fiquei meio receiosa, então decidi não obecer. - Emma, senta na cama agora! - Ele não chegou a gritar mas também não falou baixo. 

Eu: Pra que? - Ele foi chegando mais perto e eu fui recuando. 

Shawn: SENTA LOGO NA CAMA! - Eu fiquei com muito medo, então sentei na cama. Ele tirou minha toalha e eu fiquei nua. - Abra as pernas! - Assim como o pedido, eu fiz. Ele se ajoelhou na minha frente e pegou a caixinha. Da mesma ele tirou uma coisa um tanto quanto estranha, semelhavase com um pênis, nunca tinha visto algo assim. Assim que ele pegou o objeto, passou uma espécie de óleo no mesmo, quando eu menos espero ele vai introduzindo o objeto, como consequência dou um leve gemido. - Não é para tirar isso, e se tirar vai ter consequências! Vai ser uma maravilha te ver com isso. - Ao falar isso ele chega ao fim do objeto. - Você vai ficar louca com isso. - Me deu um selinho e se levantou. Ele já estava saindo. - Não use o vestido que felei, use outra roupa, e não quero que beba. Quero você lá em baixo em meia hora. - Por fim saiu.

Esse treco tá me deixando doida, não sei como explicar.

Assim que levantei, o que foi meio difícil, comecei a andar em direção ao closet, àquela coisa dentro de mim, causava um certo incomodo.

Peguei minha roupas íntimas e vesti as mesmas. Peguei um blusa social branca, uma calça jeans preta e um salto preto. Estava simples, mas elegante. Passei perfume e fui em direção á escada. Descer a mesma foi uma certa desgraça, já que quando eu mexia as pernas o negócio mexia junto. Quando cheguei no andar no andar de baixo me impressionei, tinha tantas coisas e pessoas, meu Deus! Avisto o Mendes de longe e vou em direção ao mesmo, mas antes de chegar  ao destino um garoto moreno, lindo, não vou mentir, segura meu pulso.

Xxxx: O que uma mocinha dessa idade faz aqui. - Reviro os olhos e ele ri. - Prazer, Cameron. - Que sorriso lindo!

Eu: Prazer, Emma! - Digo e dou um sorriso sem os mostrar os dentes. 

Cameron: Lindo nome. Mas mais lindo que o nome, é a dona dele. - Além de lindo é simpático.

Emma: Muito obrigada! Você também é muito bonito. - Disse e ele sorriu.

Cameron: Então quer dizer que a senhorita me achou bonito? - Perguntou e eu assenti. - Quer tomar uma bebida?

Emma: Não posso. - Disse dando um sorriso de canto.

Cameron: Ah vamos lá, o que quê custa? Só uma não faz mal, aposto que sua companhia seria boa! - Disse manhoso.

Emma: Depois do parabéns talvez. - Disse.

Cameron: Okay! Depois do parabéns! - Disse e demos leves risadas. - Me dá o seu número? 

Emma: Uhum, coloca aí... - Falei meu número pra ele. - Bom até nos trombarmos por aí. - Falei por fim.

Cameron: Até, princesa. - Ele disse e eu corei.

Ando até o Mendes já não estava com uma cara nada boa... não deveria ter parado pra conversar.

Shawn: Aonde você tava, Emma? - Ele parecia que a qualquer momento poderia me dar um murro na cara... fiquei com certo medo dele.

Eu: Eu estava conversando, foi coisa rápida. - Disse tentando me justificar com o maior.

Shawn: Estava conversando com quem? - Pergunta como se fosse me matar.

Eu: Com um garoto... 

Shawn: Não quero você conversando o que fazemos pra ninguém, está entendido? E também não quero você com garotos, você  é só minha, Emma! - Aí meu Deus, agora ele ta dando uma de possessivo?

Emma: Desculpa, foi a última vez. 

Shawn: Você está linda, como consegue ser assim? Você me deixa louco... louco por você, como consegue ter tanto poder sobre mim? - Já estavamos com as testas coladas quase nos beijando, ele é tão bipolar.

Emma: Eu te pergunto o mesmo! - Disse para o Shawn.

Shawn: Outra pergunta, como é que está aí em baixo. - Diz e começa a rir feito besta.

Emma: Para de rir... isso tá me incomodando. Você só faz merda Mendes. - Bufo e reviro os olhos.

Shawn: Nunca me chamou só de Mendes, gostei! Bom... - Antes que ele pudesse falar, imterromperam ele.

Xxxx: Vamo lá Shawn tá na hora do parabéns. - Um cara grita um pouco de longe.

Shawn:  Vamos lá, Emma!

Fomos para um outro cômodo, que logo se lotou. Eu estava com uma visão privilegiada, onde conseguia ver o Mendes perfeitamente. Começaram a cantar a famosa música do parabéns e eu canto junto. No meio da cantoria Shawn pega um mini controle e aperta um botão no mesmo.


Notas Finais


KSKSKS NÃO ME MATEM KSKSKS

O QUE ACHARAM? COMENTEM MUITO AQUI EM BAIXO! E QUEM NÃO FAVIRITOU, FAVIRITA AÍ!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...