História My daddy or My babyboy (Taekook , Namjin , Yoonseokmin ) 18 - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys (BTS), Jungkook, Namjoon, Seokjin, Taehyung, Taekook, Vhope, Yoonmin
Visualizações 83
Palavras 2.361
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi galera 😭💜

Eu tô muito impactada com o show na Arábia aaaa


A foto não tem nada a ver , ou talvez tenha , mas eu coloquei por que amei


Boa leitura 😍


Amo todos que curtem e comentam 😆💜💜

Capítulo 30 - Cap. 30


Fanfic / Fanfiction My daddy or My babyboy (Taekook , Namjin , Yoonseokmin ) 18 - Capítulo 30 - Cap. 30


Uma boa parte das pessoas começam a circular novamente , os pais do Kim avistam a confusão com  o filho e o amante , os mais velhos conseguiram separar o Jeon do Kim . Agora , Taehyung estava sentado em um banco com Jimin e Bong-Cha , enquanto o Jeon conversava com o appa do Kim .



                     Alguns minutos antes...



- Jeongguk ! Me solta ! Me solta !



Taehyung falava em desespero enquanto tinha seu maxilar travado na mão do mais velho que estava raivoso em cima do seu corpo . Jimin tentava puxar o Jeon pelos ombros , mas não conseguia , quando os pais do Kim tinham entrado no aeroporto e deram de cada com a cena , correram o máximo que podiam até o Kim . Bae , empurrou o moreno de cima do filho e o conteve com algumas palavras , Taehyung se recuou assustado com a reação do Jeon , ele sem perceber deixou algumas lágrimas caírem  sobre seu rosto limpinho , se sentia ridículo agora .



○○○



- Por que ele agiu daquela forma ?


Taehyung pergunta enquanto olhava  para o Jeon que estava se despedindo do seu appa , depois disso , o tatuado saiu de perto deles , possivelmente indo embora. 


- Ele deve estar magoado e com raiva , desculpa Tae , isso foi culpe min-


- Não foi não ! Você tentou ajudar...isso foi tudo minha culpa.


- Será que os dois podem parar de se lamentar ? Vamos embora Taehyung , e Jimin , se quiser posar na nossa casa hoje , para matar a saudade .


Bong-Cha fala aos dois , Taehyung assente tristonho e Jimin sorri com o convite do amigo .



- Ok , vamos então. 



P.O.V'S Jungkook 


Eu não vou admitir que fiquei feliz por ele ter voltado sem o Junghee , mas minha vontade de matar o Taehyung me fez virar um bicho naquela hora , agora de cabeça mais fria , eu penso que poderia ter abraçado ele , mas quando todas aquelas coisas que se passaram vem a minha cabeça eu me sinto totalmente magoado .


Eu saí do aeroporto o mais rápido que pude , chamei um 'Uber e fui para aquele mesmo bar , mas dessa vez eu ia cuidar ao máximo para não ser atropelado de novo . Se passou uns minutos e eu já estava em frente ao bar , paguei o motorista e desci do carro , logo andando para dentro do estabelecimento. 



- Jungkook ?!


- Olá , Jin...


- Por que está tão cabisbaixo ? 


- Algumas coisas aconteceram e...ah ! Eu fui atropelado bem naquela noite e que nos conhecemos. 


- Você o que ?!



Ele arregala seus olhinhos e quase sobe e cima de mim pra ver se eu estava bem .



- Calma Jin ! Eu estou ótimo , quer dizer,  fisicamente . Daqui a pouco vou ficar cem por cento. 


- Jeon ! Não se brinca com isso...quem foi o maldito que te atropelou ?


Seokjin conseguia ser tudo , menos uma pessoa brava , por que ele inflava as bochechas e fazia um bico muito fofo .


- Eu sei lá...mas está tudo bem agora . O que acha de me servir um coquetel ? Huh ?


Ele me olha com uma cara desconfiada .


- Que foi ?


Me defendo do olhar desconfiado dele .



- Não se preocupa , eu não vou beber até cair . 



- É sério ? 


- Uhum...


- Jeon...



- Ok...eu juro .



Ele assente e se vira para as bebidas atrás de si , fazendo seus processos para o coquetel ficar bom . As pessoas estavam aos poucos começando a lotar aquele bar , vi o Namjoon em cima daquele palco , ele começou a cantar alguma coisa e eu curti muito as letras dele , já que falavam mais ou menos o que eu passava .


- Droga , Tae...como eu ainda posso pensar em você ? 



- Quem é Tae ?


Me assusto com um Seokjin bem na minha frente .


- Ah..é uma pessoa que eu não deveria estar lembrando...



Falo pegando a minha bebida e em seguida roubo um gole do copo .


- Se não deveria...por que está ?


- Agora você me pegou...


- Não faz sentido...se você queria esquecer...


- É...eu sei , mas aconteceram várias coisas entre ele e eu .


- Oh...é um garoto ?


- É...por que ?


- Isso faz me lembrar do que eu passava com o Namjoon , sabe , achávamos que íamos terminar e nunca mais nos ver  , mas as coisas mudaram. 



- Isso é bom...significa que entre vocês tem amor .


- E você e o Tae ?


- O Taehyung...bem...eu não sei. 


Continuei a beber da bebida enquanto viajava nos pensamentos. 


P.O.V'S. Taehyung 


Tínhamos chegado na nossa nova casa , as coisas estavam tão arrumadinhas e bonitas , a casa era linda , nossos vizinhos eram poucos , já que possuía umas três casas a mais na rua . 


- Omma...


Nós dois estávamos no quarto , eu estava me olhando na frente do espelho .


- Pode falar...


- Você acha que eu tô ficando gordinho ?



Ele deixa de ler o seu livro por um momento e me analisa. 


- Olha , você está inchadinho , mas ainda não virou uma bolinha .



Ele fala rindo e eu dou risada junto , depois disso , volto a minha atenção ao espelho e a minha barriga , eu estava um pouco inchado na barriga , dou um sorriso com isso .


- E sobre o Jungkook ? 



- O que tem ? 



- Pensei que vocês iriam se falar como seres civilizados .


- É o que eu esperava , mas não deu certo , já que ele pulou em mim.


- Só acho que você deve falar com ele o quanto antes .


- Por que ? 


- Sei lá...Ele pode querer ir embora do nada , vai saber. 


- Obrigado pela motivação omma .


Digo debochado e arrumo a minha roupa no lugar .


- Eu vou dar uma volta por aí .


Digo a ele e pego meu celular , o mesmo se despede com um beijinho no ar e eu saio do quarto .


P.O.V'S. Autora


- Obrigado por tudo , Jin. 


- Tudo bem , qualquer dia desses podemos almoçar juntos .


- Ok .



O Jeon paga o amigo e lhe dá  uma gorjeta a mais , Jungkook deixa do bar , mas não ruma para a sua casa . O mesmo decidiu dar uma volta por aí , talvez no parque que tinha ali perto . Com esse pensamento , o mesmo pegou seu celular e começou a mexer no mesmo , enquanto se deslocava para o parque. 


                          No outro lado do parque...



Taehyung decidiu deixar da ideia de passar em uma cafeteria , ele queria ar puro e um pouco de paz , talvez encontrasse algumas pessoas correndo ou se exercitando , mas não seria nada de mais . O garoto já estava dentro do parque , ele avistou dois bancos , porém os objetos ficavam de costas um para o outro , o Kim viu que os bancos estavam vazios , então decidiu se sentar em um deles .  Assim que o mesmo sentou , colocou seus fones de ouvido e ficou ali escutando um música qualquer . 


Já no começo do Parque , Jeongguk caminhava um pouco desatento , as vezes desviava de umas pessoas aqui , outras ali,  o mesmo se ligou que já estava no parque , então guardou seu celular . Agora mais atento , ou talvez não , começou a se deslocar para um banco ali perto , assim que chegou perto do banco , sentou-se no mesmo e descansou sua cabeça para trás .


- Uhum...uhumm...


Jungkook aperta as sobrancelhas quando escuta alguém cantarolar alguma música , ele achava que poderia ser da sua cabeça , mas parou de pensar isso quando a pessoa começou a cantar .


- Voz bonita...


Jungkook elogia , sem virar para trás , ambos , a pessoa e ele , estavam de costas um para o outro .



- Oh...você estava ouvindo...desculpe.



- Desculpa ? Por que ? Continua cantando,  por favor. 


- Você tem certeza ? 


- Sim...


-  I'm sorry, I'm sorry I'm sorry my brother Sumgyeodo gamchwodo jiwojiji anheo Are you calling me a sinner? Museun mari deo itgesseo I'm sorry, I'm sorry I'm sorry my sister Sumgyeodo gamchwodo jiwojiji anheo So cry Please dry my eyes (stigma)


Jungkook sorria a cada letra cantada pelo cantor amador , o outro sorria quando cantava e quando a música terminou , ambos ficaram em silêncio , mas não durou por muito tempo. 


- Sua voz é linda...


O Jeon elogia .


- Obrigado...mas acho que a sua deve ser ainda mais...


- Não é pra tanto...


Jungkook jogou sua cabeça para trás , mas sem querer bateu no outro que também estava com a cabeça para trás , olhando o céu .


- Ai...


- Oh ! Me descul-


Jeongguk olha para trás .


- Taehyung ?!


A pessoa olha para Jungkook , mas não era quem ele pensava .


- Não...meu nome é Kwan .


-

- Oh...desculpe . Eu achei que era uma outra pessoa. 


Jungkook se desculpa e se levanta do banco , fazendo uma breve reverência ao de cabelos pretos. O mesmo se sentia um idiota por achar que aquele seria o Kim . Porém , existiam dois bancos iguais , mas em lugares diferentes do parque , e o Jungkook avistou os outros dois bancos . Em um deles tinha uma pessoa , mas o tatuado pensou que aquilo não poderia acontecer de novo , então começou a andar até lá. 


Já Taehyung , estava com sua cabeça baixa , olhando para os seus pés , o mesmo tinha um beicinho formado nos seus lábios e piscava raramente , estava longe nos pensamentos . O Kim mal viu quando alguém inesperado sentou ao seu lado , estava escuro e ambos possuíam roupas negras , era um pouco difícil ver quem era quem .


Taehyung estava tão inerte nos seus pensamentos que mal percebera quando se encolheu no banco  , puxando suas pernas para cima e a abraçando-as . Jungkook não se via obrigado a perguntar , mas não se segurou .


- Você está bem ?


Perguntou sem olhar para ele .


- Não muito...



- Quer desabafar ?


O Jeon sugere , sem ao menos ter somado que não teria a obrigação de fazer isso. 


- Você me ouviria ?


Taehyung pergunta com a cabeça deitada nos seus joelhos encolhidos , olhando para o lado oposto. 


- Eu me apaixonei por um cara...


O Kim não mediu as palavras e falou a primeira coisa que veio a sua mente. 


- E então...Ele mentiu pra mim e começamos a ficar mais distantes do que nunca .


- Se eu te dizer...que...comigo é a mesma coisa praticamente , acreditaria ?


- Claro...


- E qual era o nome dele ? 


Jungkook pergunta por acaso. 


- Jungkook...E o seu ?


Taehyung percebeu que a pessoa ao seu lado ficou em silêncio , ele achou estranho e virou seu rosto para o lado . 


- Hey...você está bem ?



- Taehyung...


O Kim ouve num fio de voz rouca , e seu corpo gela na mesma hora .



- Jeon ? É-é você ?!


Jungkook não responde novamente , ele faz menção para se levantar mas subitamente , Taehyung pula em cima do mesmo e prende suas pernas na cintura alheia .


- Sai , Kim .


Jungkook fala sério e tenta empurrar o que agora apertava seu pescoço em um abraço. 



- Vamos conversar , por favor. 


Taehyung implora .


- Cinco minutos .


Jungkook fala sem empolgação e olha diretamente no fundo das orbes cor de avelã do amante .


- Eu quero te dizer sobre uma coisa , muito importante. 


Taehyung , se ajeitou sobre o colo alheio , sentando exatamente nas partes baixas do moreno , que por puro orgulho , nunca admitiria que havia gostando quando o mais novo quicou algumas vezes para se arrumar. 


- Eu...descobri três coisas...


Tae coloca três dedos , indicando o número .


- Uma...


Ele circula o coração de Jungkook. 


- Foi um erro ter levado o Junghee , ele era um monstro. 


Por um mísero segundo o Jeon se sentiu aflito , ele sabia que o irmão poderia ter feito algo de ruim a Taehyung , mas então voltou a si e continuou a prestar atenção .


- Duas...


Dessa vez o Kim coloca uma das mãos na nuca do mais velho. 


- Eu tenho uma doença e estou fazendo tratamento. 


Jungkook ia abrir a boca para perguntar o que era , mas o orgulho fez seu coração apertar e ficar o máximo sem ligar para aquilo .


- E...três...


Taehyung se aconchegou mais no colo do Jeon e encostou a testa de ambos , Jungkook gostou daquele toque , mas lutava contra si mesmo para não cair em outra e se amargurar novamente. 


- Eu estou no início de uma gestação...


Taehyung sussurra nos lábios de Jungkook , ambos estavam com as bocas próximas uma da outra e entre abertas , prestes a se tocarem .


- Você não está falando sério , né ?


Jungkook pergunta com certa desconfiança. 


- O que ? É sério. 


Jungkook parecia acreditar , o sorriso fácil nos lábios enganavam , ele se aproximou mais do Taehyung , pegando no queixo branquinho do outro . O moreno fechou os olhos e o Kim fez o mesmo .


- Eu disse , cinco minutos .


Jungkook levantou rápido do banco , fazendo Taehyung cair no chão. 


- Acha mesmo que eu vou acreditar nisso tudo ? 


Jungkook ri em escárnio e sai dali , Taehyung por outro lado sente raiva , ele não poderia acreditar que achava que Jeon Jungkook não era tão idiota assim,  mas estava enganado a respeito do mais velho. 



- Você é um completo otário ! 


Ele se apóia no banco e consegue se por de pé , o mesmo sente algumas fisgadas na barriga e começa a respirar fundo , tentava se controlar . Taehyung se recuperou e começou a andar de volta para casa , a sua nova casa , ao lado de mais outras três , com vizinhos  totalmente desconhecidos .



Continua...



Notas Finais


Comentem anjos ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...