História My daddy(imagine jin) incesto - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga)
Tags Incesto
Visualizações 218
Palavras 694
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - Eu preciso.....



~Jh: e eu n pedi eu mandei, e por acaso vc n obedecer, vc n vai gostar das consequências...~

[Continua.........

Ele me dá mas um tapa forte e começa a massagear meus seio esquerdo me fazendo arfar

Jh: vc vai fazer tudo q eu mandar- diz dando um leva aperto na minha coxa e rapidamente desliza sua mão até meu shorts e logo o tirou. Era ruim a sensação de n poder enxergar seu rosto , arranhar as costas dele, marcar sua pele branca, só de imaginar minha intimidada começou a pulsar. Ele ataca meus lábios


Ferozmente, era maravilhoso sua boca na minha, eu querio vê-lo,eu precisava vê-lo, eu quero toca-lo, eu preciso toca..... Mds como eu amo esse garoto. Ele deslizou sua mão até minha intimidade e começou a massagiar ainda por cima da calcinha, eu só conseguia arfar entre o beijo, o beijo q logo deixou meus labios pela falta de ar mas antes de se afastar o mesmo mordeu meu lábio inferior deixando um gostinho de quero mas é parou de massagiar minha intimidade

Ele deixou um selar em meus lábio, despois no meu queijo, pescolo, peito.... E assim seguiu a trilha de beijos até chegar na minha coxa e antes de sair de la deixou uma mordida de leve, q causou um arrepio por todo meu corpo, me deixando cada vez mas necessitada do seu toque, ele começou a distribuir beijos pela minha intimidade por cima da minha calcinha. ele ta me deixando loca desse jeito

- ho-bi , por favor- disse como um sopro- n- tortura assim- disse em um tom fraco. Finalmente ele entendeu o que eu quis dizer e pude imaginar seu sorriso malicioso. Ele tirou minha calcinha lentamente afim de me torturar cada vez mas, eu tô ficando doida desesperada por aquela boquinha na minha intimidade, depois de me despir ele começou a me chupar. Juro pra vc q sentir aquela boca..... Mds quase soltei um gemido , ele começou a apertar minha coxas, precisava tê-lo dentro de mim ele colocou um dedo e eu grunh..... Quase gemi assim q ele ouviu parou de me chapar, pude ouvir o barulho do seu cinto dele sendo retirado

Ha como eu queria toca mds eu precisava tocar... Eu precisava me soltar

- j-hope por favor!- implorei manhosa ele me virou de costas ( lembrando q ele amarrou as mão dela ok ) é me penetrou com força e sem aviso, imediatamente afunde minha cabeça no traviceiro para abafar meu gemido

Jh: opa nada disso sua vaidia- disse me dando uma cintada na bunda e eu arfava, ele começou a se movimentar lentamente. eu n estava aguentando ele começou a ir mas rápido pra arrancar um gemido meu - n gema docinho - eu daria tudo pra ver a cara de prazer dele. E cada vez ele ia mas rápido mas até q ele acertou meu ponto g e eu gemi baixo

Jh: achei amorzinho - ele susurou no meu ouvido e começou a me atingir cada vez mas no meu ponto fraco eu n aguentei e gemi

- ha.... Hum,j-.... Hope - gemi eu gemia cada vez mas alto. Ele começou depositar tapas na minha bunda .

Jh: tão apertada.... Há sua bocetinha n para de apertar meu pau há..... Hum...mas q bucetinha gulosa....- ele me da mas uma tapa- vc gosta disso ne sua cadelinha- me da mas um tapa e eu assenti- vc é a patinha de quem?

- sou..sou sua pu-putinha daddy- gemi manhosa ele n parava de soltar palavras sujas..... Era tão bom ouvir ele gemer meu nome era como música pros meus ouvidos...... Depois de um tempo me estocando chegamos no nosso epice juntos e caimis ofegantes

Jh: essa foi a melhor transa q eu ja tive- diz jogando um lençol em cima de nós

                                    # Thayane off#


                                                            #S/n on#

Ouvi a porta abri e suga entrar

Sg: oq quer falar cmg?- diz fechando a porta

- é desculpa por ter te tratado mal eu tava com vergonha e confusa- disse de cabeixa baixa

Sg: tudo bem- ele levantou meu rosto - sabe pq meu apelido é suga?

- se for pq vc é um doce isso e mentira- sori

[Continua.........



Notas Finais


Até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...