História My Daddy's LOVE (Kim Taehyung) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Daddy/baby, Daddykink, Playage
Visualizações 184
Palavras 1.214
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ooiew pessoinhas! rs Minha primeira fanfic que posto hehe Comecei a escrever hoje mesmo de madrugada... Mas isso não importa muito, então vamos logo pra história kk

Espero que goste e...

.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.
Boa Leitura!
.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.

Capítulo 1 - Meus Coiso, Poxa!


Fanfic / Fanfiction My Daddy's LOVE (Kim Taehyung) - Capítulo 1 - Meus Coiso, Poxa!

 

~Myung Hee ON~

 

     Estava sentada em meu lugar na sala de aula, apenas vendo o tempo passar lentamente enquanto mastigava um chiclete sabor tutti-frutti e enroscava o dedo indicador em uma mecha solta do meu cabelo. Aquilo tudo estava um tédio e eu queria ir embora dali o mais rápido possível, já não aguentava mais ouvir aquela voz fina e enjoativa da professora de história, até que o sinal tocou e todos se apressaram para ir embora, inclusive eu. 

Guardei todos os meus livros, peguei minha mochila e saí da sala calmamente, não tinha pressa, minha vida solitária só se resumia a isso, escola, dever, casa. Nada de amigos. Mas não pense que sou daquelas garotinhas de filmes românticos, que são todas tímidas e com a mente pura, que são um exemplo de pessoa, HAHAHA eu não passo nem perto de ser um exemplo para alguém... 

Apesar das pessoas geralmente só me verem como uma garota colegial que foca em seus estudos e por isso não tem tempo  para amigos, a verdade é que não sinto a necessidade de ter amigos, eu tenho o meu cantinho e eu me divirto sozinha muito bem sem amigo nenhum. 

Cheguei em casa, havia vindo á pé como sempre, não tinha ninguém como de costume papai e mamãe estavam trabalhando e só chegariam ás 19h. 


*Pelo menos vou ter um tempinho só pra mim... Rs* pensei já imaginando o que poderia fazer ali sozinha. 


Fui até a cozinha e peguei um lanche, Banana Milk e Cookies de chocolate, e subi para o meu quarto e tranquei a porta. Sentei no chão em meu tapete felpudo, tirei meu blazer de cima do uniforme o joguei em qualquer canto e deixei meu lanchinho em cima da minha cama, eu já sabia que iria sentir fome depois daquilo. 


*Ah...Quem precisa de alguém não é mesmo?* questionei a mim mesma pegando o meu celular e acessando um certo site, escolhendo um dos vídeos. Ao reproduzir o tal vídeo, eu observei aquilo atentamente, ficando cada vez mais excitada á medida que avançava.


 Sim meu amores, eu estava assistindo um vídeo pornô! É algo que costumo fazer frequentemente ao me sentir meio... “carente” sabe. Sei que digo que estou bem sozinha, mas... Ás vezes o toque de outra pessoa seria interessante ou... Ah esquece sobre isso. Estou bem do jeito que estou e pronto. Eu assistia a toda aquela pornografia e meu corpo ia ficando mais quente á cada minuto do vídeo.

 

*Aah Myung... Você não toma jeito mesmo hein!* Pensei antes de começar a desabotoar os botões da minha camiseta lentamente enquanto observava a tela do celular e suas safadezas explícitas, revelando os meus seios ainda cobertos pelo meu sutiã preto de renda. Os toquei firmemente e massageei-os, me fazendo arfar com o contato.


-A-aarh... cacete.. -Senti o bico dos meus seios se endurecendo. Não aguentei mais e desabotoei meu sutiã, fazendo meu seios saltarem para fora. Umedeci meus dois dedos de ambas as mãos e os levei até cada mamilo, os rodeando, puxando de leve e apertando, depois voltando os movimentos com os meus peitos. 

Comecei a me sentir ficando úmida e bem molhada lá em baixo e fui descendo uma das mãos, abaixando primeiro a minha saia de uniforme e depois adentrando a mão por dentro de minha calcinha, alisando um pouquinho toda a extensão primeiro, sentindo aquele lugar quente. Parei e abri um pouco as pernas para facilitar o “trabalho”, levei os dedos até a parte interna dos grandes lábios e perto da entrada e lambuzei os dedos com a umidade presente ali, sentia um desejo imenso e a minha intimidade pulsava ansiosamente para ser preenchida, preparei meu o primeiro dedo para começar a me penetrar, e quando comecei a empurra-lo pra dentro de mim...

 

 *ding dong* Não podia ser...Não podia...

A PORRA DA CAMPINHA TOCOU!! 

 

[Hee]: Mais quem diabos vem aqui em casa justo na minha hora “sagrada”?? Deve que não tem nada pra fazer e fica enchendo os outros, me interrompendo de fazer meus coiso... Pelamor! -E essa sou eu resmungando pelo meu “coito interrompido” (se é que posso chamar assim), não  tem coisa que mais me irrita do que as pessoas interromperem meus momentos de “meditação”. 


Eu resmungava um monte enquanto vesti apenas uma blusa longa preta, sem sutiã nem nada, estava muito revoltada para me importar com o que estava vestindo. Desci as escadas e enquanto isso escutei outro *ding dong* da porta e estressada dei O grito “JÁ VAI  Ô CACETE DOS INFERNOS!!!”. Abri a porta e me deparei com um garoto lindo parecendo ter mais ou menos minha idade, que me olhou meio surpreso e encarou todo o meu corpo de cima á baixo, parecia bem entretido.

 

[Hee]: Pois não? -Falei curta e grossa, chamando sua atenção de volta para o meu rosto. 

 

[???]: O-olá. Hum.. Eu sou o.. Tae. Kim Taehyung na verdade, me desculpe. -Falou meio sem jeito por ter falado meio intimo demais comigo.

 

[Hee]: Ta, idaí? -Me encostei no portal e arqueei a sobrancelha o olhando sem paciência. Rude? Eu? Nem um pouquinho hehe! Ninguém mandou interromper meu momento.

 

[Tae]: Idaí que eu sou seu novo “professor” das matérias da escola. Seus pais me contrataram porque disseram que suas notas andam meio ruins ultimamente... Então.. Estou Aqui. -Deu um sorrisinho sem mostrar os dentes e eu continuei intacta, poker face, dessa vez eu o olhando de cima a baixo.

 

[Hee]: Hum... Não tem cara de maior de idade formado em dar aula, parece mais um estudante assim como eu. -Cerrei os olhos para ele desconfiada.

 

[Tae]: Isso exatamente porque eu sou um estudante! Você é o que, do primeiro ano? Eu sou um dos melhores alunos do terceiro ano, tenho um bom nível de aprendizado, posso te ajudar com qualquer coisa que precisar...

 

*Ah, se ele soubesse o que eu tava precisando agora...*  

 

*Ai Myung, para de pensar besteira!*

 

*Só falo verdades...*

 

*Aff, não viaja. Acabamos de conhecer o garoto, nada haver.*

 

*Ah... Vai dizer que ele não é um pedaço de mal caminho...?*

 

*Aff, quietinha ae, vamo voltar a ser normal e fingir que não brigamos entre si na nossa cabeça*

 

*Beleza então... Flw aew!*

 

[Tae]: Moça? Ta me ouvindo?? Aconteceu alguma coisa? -Dizia estralando os dedos na frente do meu rosto.

 

[Hee]: Hã...? Ah, nada não! Rs. -Disse saindo do meu “transe” e rindo fraco das minhas maluquices. -Ah, e para sua informação eu estou do segundo ano, não primeiro! 

 

[Tae]: Okay, okay, então... Eu Posso entrar, ou...

 

[Hee]: Aff, entra logo garoto... -Abri passagem para ele e ele me olhou de uma maneira estranha mas voltou ao normal e passou para dentro. Nesse momento senti seu perfume amadeirado presente, me fez querer sentir mais, mas me mantive comportadinha, rs. Ele se sentou em um dos sofás e voltou a me encarar de corpo, depois lançando aquele olhar estranho de novo, e voltando ao normal de novo.

 

Algo nesse garoto está me deixando meio encucada. Tem alguma coisa a mais do que esse garoto certinho e estudioso que veio me dar “aulas”. Algo escondido... Aquele olharzinho não era um olhar malicioso, nem envergonhado, era um mistério. E eu como eu sou curiosa e amo um mistério, eu vou descobrir que lado é esse, seja ele bom ou não.

 

 

 


Notas Finais


Iiiii..... Cabô o capítulo :/ ksks

Como eu disse eu não havia planejado escrever essa fanfic, maaas... De madruga baixou um negócio em mim que não sei que que deu que eu tomei coragem pra escrever...
Então tai né...


Eae, continuo?? 🤔🤔






Rs, Beijinhos e até! 💋💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...