História My Damn Neighbor- JIKOOK - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Baekhyun, BamBam, Chanyeol, Chen, D.O, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin, Youngjae, Yugyeom
Tags Bts, Jikook, K-pop, Supernatural, Yaoi
Visualizações 590
Palavras 498
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Outra fanfic sksk, espero poder conseguir postar capítulos dessa e da outra um pouco antiga.

Capítulo 1 - Arrogant neighbor


Fanfic / Fanfiction My Damn Neighbor- JIKOOK - Capítulo 1 - Arrogant neighbor

- Jimin! Jimin! Acorda, tem um novo vizinho se mudando para cá. - Seulgi, minha irmã mais velha. Pula em cima de mim desesperadamente.

- Não tenho nada haver com isso. Sai de cima de mim, por favor.- Empurro a mesma para o outro lado da cama. Ouço resmungos vindo dela.

- Aish Jimin, vamos lá comprimentá-lo. Temos que ser educados com o novo morador do bairro.

- Você não vai me deixar quieto não é? - Negou.- Aish, tudo bem. Por favor, saia do meu quarto. Logo, logo estou descendo.- Sem dar ouvidos, a mesma saiu do quarto. O que o garoto tem tanto de interessante para ela ficar assim? Seulgi não tem jeito.

Entrei no banheiro, fazendo minhas higienies matinais de sempre. Coloquei uma roupa confortável e desci para sala.

- Pronto, vamos? - Seulgi perguntou animada.

- É o jeito né?- Riu da minha cara de deboche.

Andamos até em frente da casa do novo vizinho, Seulgi animada, tocou a campainha três vezes.

- Para quê tudo isso? Eles vão achar que somos sem paciência.- Segurei seu pulso evitando que ela fizesse o ato novamente.

A campainha foi atendida por um garoto alto, de pele branca, cabelos negros e boca rosada. Ele era tão... Atraente.

- O que querem? - perguntou ríspido.

- A-ah, eu vim com o meu irmão.- me abraçou por trás. O mesmo franziu o cenho.- Para cumprimentar por sua vinda ao nosso bairro, e d-desejas boas vindas. Não é mesmo, Park Jimin?- Ela me balançou.

- S-sim... Er... Bem vindo?..- Disse com vergonha.

- Obrigada, e vocês não precisam saber meu nome. Passar bem! - e fechou a porta na nossa cara.

Seulgi ficou assustada com o ato do mais alto.

- Já o odeio.- Disse saindo de perto dela entrando na minha casa.

Chegando lá me deparo com o Yoongi, meu ex. Toda vez ele vem aqui pedindo para que eu o perdoe. Isso é irritante.

- JIMIN! Me perdoe por favor! - Ele correu até mim e puxou meu pulso, fazendo com que eu o olhasse.

- Já chega! Quantas vezes vou ter que dizer não? Você não percebeu que fez um estrago na minha vida? Me traiu com o MEU MELHOR AMIGO?-  Tenho nojo de você, apenas isso. Some da minha vida, de uma vez por todas. - soltei meu pulso de suas mãos.

- E os momentos inesquecíveis que a gente passou?- Fiquei estático, a qualquer momento eu poderia chorar.- Eu sei que você lembra. Eu sei que você sente falta. Seu rosto fala por você, Park Jimin.

Entrei dentro de casa, logo indo direto para o meu quarto.

Soquei a parede várias e várias vezes, só depois que daí me toquei. Eu tinha feito um estrago terrível na mesma.

- Jimin meu filho! O que está acontecendo?- Minha mãe me chamou preocupada, até ver a parede.

- MAS DE NOVO PARK JIMIN? NÃO É A PRIMEIRA VEZ QUE VOCÊ DESTRÓI A PAREDE DO QUARTO. PODERIA FAZER O FAVOR DE CONTROLAR?- Abaixei a cabeça sussurrando um desculpa.- Aish tudo bem. Depois arrumamos isso. - Me abraçou. E retribui o abraço.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...