História My Damn Neighbor- JIKOOK - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Baekhyun, BamBam, Chanyeol, Chen, D.O, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin, Youngjae, Yugyeom
Tags Bts, Jikook, K-pop, Supernatural, Yaoi
Visualizações 391
Palavras 635
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - The kiss


Narradora On


- Me desculpe...- abaixou a cabeça indo na direção de Jungkook.

- Não chegue perto dele. Você o machucou demais.- Jimin se questionava porque do Taehyung estar assim tão, alterado.

- Tudo bem Tae, ele não fez nada. Não brigue com o Jimin.- Disse Jungkook com dificuldade.- Eu vou embora. Vejo vocês amanhã.- Tae o ajudou a levantar, levando-o direto para sua casa.

- AISH... DESDE QUE ESSE INFELIZ SE MUDOU PARA CÁ, NÃO TENHO PAZ. - Pulei em cima da cama, dando murros no travesseiro. Causando-lhe um buraco no mesmo. - Droga.- Comecei a chorar.

- Jimin, porque você o machucou? O que ele te fez?- Tae surgiu dali, gritando comigo.

- Por que você está assim, tão irritado? Só por causa de um empurrãozinho? Você não é assim Taehyung- falei ríspido.

- VOCÊ NÃO PRECISA O ODIAR, JIMIN. ELE É UMA BOA PESSOA.- Falou rangendo os dentes.

- VOCÊ ESTÁ APAIXONADO POR ELE NÉ? - O mesmo abaixou a cabeça corado. - VOCÊ SABE QUE NÃO CONTROLO MEU JEITO, NOS CONHECEMOS DESE QUANDO ÉRAMOS CRIANÇAS,  VOCÊ SEMPRE SOUBE E NUNCA SE IMPORTOU COM ISSO, E DESDE QUE O JUNGKOOK CHEGOU, VOCÊ COMPLETAMENTE MUDA. É ISSO QUE VOCÊ QUER? ACABAR COM A NOSSA AMIZADE POR CONTA DESSE IDIOTA DO MEU VIZINHO?

Taehyung estava chorando baixinho, era a primeira vez que brigaram daquele jeito.

- É A PRIMEIRA VEZ QUE ME APAIXONO DE VERDADE. - disse chorando.

- VOCÊ NEM CONHECEU-O DIREITO, MAL SABE QUEM ELE É.- Jimin queria chorar, mas evitava se pagar de fraco.- Sai da minha casa! AGORA!- O mais alto saiu chorando sem dar a mínima resposta para Jimin.


 Jungkook On


Escutei toda a conversa entre eles. Taehyung está gostando de mim, não posso ceder. Não quero machucá-lo. Ele é muito sensível, irei machucar de qualquer jeito. Mas preciso evitar isso, não por ele e sim por Jimin que poderá ficar irritado comigo. Aquela empurrada que o baixinho deu em mim, foi muito forte para o tamanho dele. Ele me interessa cada vez mais.

Saí da minha casa, queria andar um pouco nas ruas, isso me acalmava.

Avistei Taehyung chorando e logo me aproximei do mesmo.

- Está tudo bem con você?- Perguntei preocupado.

- Não Jungkook. Eu e Jimin brigamos.- O puxei para um abraço. E ele cedeu, sinceramente entre a mim e ele, não passava além de amizade.- Obrigada.

- Logo, logo, você voltam como era antes. É briga de amigos, isso é normal.

- Dessa vez não é. Queria tentar não brigar, mas ele me irritou.- Me abraçou mais forte ainda.

- Eu sei, escutei tudo.- Desfez o abraço me olhando.

- Escutou tudo?- disse com as bochechas rosadas.- Não acredito.- Sussurrou.

- Sim... Mas não precisa dizer nada.- Caminhamos até a sua casa.

.

.

- Te vejo amanhã na escola.- Acenei.

- Está bem. Até Kook! - Respondi e voltei para a casa.


Jimin  On


 Estava de noite, então resolvi dar uma volta. 

Avistei Jungkook entrando em sua casa, para que eu não seja reconhecido, coloquei meu capuz e saí andando.

- Para onde pensa que vai?- Meu pulso foi puxado por Jungkook.

- Não posso sair da minha casa? - Perguntei ríspido.

- Sim, mas quero saber aonde vai. 

- Não te devo satisfações da minha vida. Se me der licença.- Me prensou contra seu peito. 

- Vai Park, me conte. - Sussurrou no meu ouvido. Eu odiava ser baixinho.

- Porque você fica tanto no meu pé? - Empurrei-o.- Me deixe em paz, seu idiot...-  Jungkook me roubou um beijo, no meio da rua. Se eu não o odiasse eu diria que gostei, mas como eu odeio isso está "péssimo".

Logo ouvi um flahs de câmera e o afastei.

- Por que me beijou? -  Riu anasalado.- Por que está rindo? EU TE ODEIO.

- Sua boca é convidativa. É isso.- Virei um pimentão. - Você pode falar isso Jiminnie-ah, mas quando se apaixonar por mim dirá o contrário. Até amanhã.- Saiu me deixando sozinho. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...