História _My Dangerus Boss_ 《Namjin》 - Capítulo 22


Escrita por: e Annyff

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Diga, Jhope, Jimin, Jin, Jungkook, Lemon, Namjin, Rap Monster, Romance, Yaoi
Visualizações 612
Palavras 1.147
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Lemon, Mistério, Musical (Songfic), Orange, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Transsexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 22 - Capítulo 22


Fanfic / Fanfiction _My Dangerus Boss_ 《Namjin》 - Capítulo 22 - Capítulo 22

Namjoon POV

Acordo e me deparo com a maravilhosa visão de Jin ao meu lado dormindo como um anjo sorrio com o fato de ele apenas parecer um anjo, as coisas que fizemos ontem não tem nada de angelical, ele e completamente sexy e sabe disso, destemido e surpreendente não me espanta não conseguir parar de pensar nele afinal ele e demais e agora ele e meu. O Observo por alguns instantes e logo decido tomar um banho, e assim que o fizesse sairia em busca de algo decente para o café da manha precisaríamos repor as energias depois da noite que tivemos.

Sigo em direção ao banheiro tentando não fazer barulho e deixar o rapaz dormir o acordaria com uma bandeja de café da manha, novamente me pego sorrindo com meus pensamentos bobos e românticos, Jin tinha esse efeito sobre mim eu penso em nosso relacionamento de forma romântica coisa eu nunca fiz com mulher algumas era sempre sexo e somente sexo, houve apenas outra pessoa em minha vida a quem tive esse tipo de pensamentos e ela e a justamente a culpada por eu nunca mais querer tal coisa, mas com Jin e diferente, ele e diferente, chegou a minha vida e quebrou todos os meus paradoxos.

Aproveito meu banho de forma intensa a água morna caindo sobre meu corpo, este que ainda continha marcas da noite passada, marcas de unha e mordidas, sorrio lembrando da forma como cada uma foi parar ali e sorrio mais ainda em pensar que ele também estava cheio delas, me perco em pensamentos e lembranças e acabo esquecendo do tempo, quando me dou conta percebo a quanto tempo estou ali me apresso em sair do banho, me troco rapidamente e saio com a toalha enrolada na cabeça a modo secar os cabelos.

Assim que tenho visão do quarto percebo que Jin não estava mais dormindo, suas roupas não estavam mais jogadas pelo chão e logo me lembro da manha em que acordei em sua casa e a forma como ele me recebeu com um café da manha sorrio com a lembrança, “Burro demorou de mais no banho e perdeu a oportunidade de surpreende-lo”, me repreendo internamente por ter demorado tanto no banho. Sigo em direção à sala em busca de Jin, não o encontro e logo vou a cozinha e sem sucesso, me desespero com o fato de não o encontrar, percorro toda a extensão da casa em busca do rapaz e nada, volto ate o quarto e logo percebo um bilhete deixado sobre a cama por cima do travesseiro, mas que depressa o abro.

Bem não sei por onde começar, mas vamos lá.

Me desculpe por sair sem me despedir, mas eu não costumo dormir com estranhos e pela ressaca que estou e a forma como acordei completamente nu, já imagino que algo aconteceu e para não ficar nenhum tipo de clima estranho tipo eu nem sequer saber seu nome e você o meu, preferi sair enquanto você estava no banho.

Obrigado pela noite, tenho certeza de que ela foi maravilhosa, mesmo que eu não me lembre desculpe por isso, mas e um efeito da quantidade de álcool que ingeri ontem.

Caso se lembre de mim peço que se um dia me encontrar disfarce não quero parecer um idiota em sua frente por não lembrar de nada, já me sinto assim apenas por escrever este bilhete.

Novamente obrigada e Adeus.

...

Narração

Namjoon não podia acreditar no que estava lendo só podia ser algum tipo de pegadinha, como assim Jin não se lembrava de nada, como assim pensou que ele era um estranho, só podia ser uma piada de muito mau gosto do destino, aquilo não estava certo, ele havia se declarado havia entregue seu coração, tinha se assumido e agora isso, Jin simplesmente não se lembrava. Namjoon agora estava sobre a cama com as mãos na cabeça o bilhete ainda entre seus dedos, o maior estava perdido, não sabia o que fazer dali para frente.

Jin chegou ao apartamento de Jeny adentrou o mesmo e foi direto para o quarto da garota torcendo para que ela não tenha trago ninguém para seu quarto noite passada, sorriu aliviado quando viu apenas um corpo estendido no colchão, Jin adentrou o recinto sem ao menos pedir licença ele não precisava sua relação com a garota já era nesse nível, andou rapidamente ate a cama se jogando em seguida no local vago despertando a moça que dormia ate agora pouco, Jeny o olhou assustada, não esperava o garoto ali a essa hora ainda mais com os olhos cheios de água. Jeny logo o envolveu em seus braços, sentindo o calor vindo do abraço as lagrimas rolaram ainda mais da face de Jin.

_Não me pergunta nada por favor, apenas me deixe chorar. – Jin disse já aos soluços

A garota apenas apertou ainda mais o amigo contra si o envolvendo protetoramente, e em seu intimo agradeceu a Deus por seus convidados não terem ficado para o café da manhã. Jin ficou ali chorando sem parar por um bom tempo ate sentir-se satisfeito ao simplesmente não ter mais lagrimas em seu organismo, por que de fato ele ainda se sentia angustiado e aflito, mas suas lagrimas não mais caiam.

Quando o rapaz finalmente se acalmou a amiga se afastou, segurou o rosto do jovem entre as mãos e deixou um selar em sua testa e outro em sua bochecha e depois a outra um em seu queixo e finalmente um em seu nariz. Era um costume da garota sempre que via seu amigo chorando desesperado fazia isso para se acalmar, aprendeu isso com sua mãe que fazia com ela quando era criança, Jin nunca reclamou desse costume gostava do carinho que Jeny tinha com ele, era puro e sincero sem segundas intenções.

_Quem foi que fez meu Oppa chorar assim hum? – perguntou docemente para Jin

Jin sorriu mínimo com o gesto da amiga, mas logo seu sorriso mínimo desapareceu com sua pergunta, o rapaz ponderou se devia contar a ela, e por fim decidiu que ela merecia saber de tudo, afinal sempre esteve ao seu lado, ela saberia o que fazer a partir dali.

Jin contou tudo em detalhe para ela desde o dia da chuva, ate a noite de ontem onde Namjoon se assumiu e se declarou, contou de seus sentimentos pelo chefe a mistura de emoções que estava sentindo, amor, desejo, mas o mais forte deles era a raiva nesse momento, mas também o arrependimento por ter saído da casa dele daquela forma, quando terminou de contar tudo olhou com olhos pidões em direção a amiga esperando alguma resposta a suas duvidas, mas o que teve em resposta foi inesperado.

_AHHHH MAS E HOJE QUE EU CAPO AQUELE DESGRAÇADO, COMO ELE PODE FAZER ISSO COM MEU OPPA. – a garota falou/gritou já se levantando da cama e seguido em direção a porta.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...