1. Spirit Fanfics >
  2. My dear ajumma (Imagine Jeon Jungkook) >
  3. Jantar Beneficente

História My dear ajumma (Imagine Jeon Jungkook) - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 12 - Jantar Beneficente


Fanfic / Fanfiction My dear ajumma (Imagine Jeon Jungkook) - Capítulo 12 - Jantar Beneficente

Jungkook virou para ficar de frente pra mim, segurou minha nuca e me beijou, um beijo calmo e gostoso. Nos separamos por falta de ar, ficamos nos olhando por alguns segundos antes de inciar outro beijo, ele logo quebrou o contato entre nossas bocas e foi descendo o beijo, pelo meu pescoço e colo, em seguida me suspendeu, enlacei minhas pernas na cintura dele, ele me encostou na parede gelida e voltamos a nos beijar, suas mãos me seguraram pelas coxas com firmaza, senti seu membro encostar na minha entrada.

Jeon me olhou com a respiração já ofegante, selei nossos lábios num breve beijo. Aos poucos ele foi me pentrando.

Agarrei os fios da nunca do moreno, gemi manhosa perto do ouvido do garoto, enquanto ele me estocava com lentidão, passei minhas unhas pelas costas dele e chamei por seu nome.

- Mais...já? - perguntou rindo nasalado.

O mesmo continuo até chegar em seu ápice, ainda grudado comigo em seu colo, me colocou embaixo do chuveiro, deixando molhar meus cabelos.

Quando me pôs no chão, minhas pernas vacilaram, o fazendo rir.

- Idiota - bati em seu braço.

O mesmo me abraçou apertado.

- Podíamos ficar assim sempre...- beijou meu pescoço.

- Hora de sair - terminei meu banho e sai do banheiro, sendo seguida por ele.

- E então...- ficou no meu caminho.

- O que?

Din don din don

Nos olhamos, ele semicerrou os olhos e arqueou a sobrancelha.

- Está esperando alguém?

- Não...

- Eu abro...- saiu na frente.

- Jungkook! - o segurei - eu abro...pode ser alguém.

- Jura? - riu - achei que era fastama..- veio atrás de mim, abri a porta, tenho total certeza que minha alma saiu do corpo e voltou - U-unnie? - gaguejei.

- Oh, céus...estava no banho? - entrou puxando as malas - Está bem? Está pálida...

Fechei a porta lentamente, Jeon não estava mais na sala.

- Estou...o que aconteceu?

- As férias acabaram, mas o pai do Jungkook ficou pra trabalho por lá mesmo - tirou os sapatos e entrou - Cadê o meu menino? Já está dormindo?

- O Jeon...não mora mais aqui - falei olhando o corredor.

- Como assim?

- Ele fez amigos...- sorri - e foi morar com eles, são ótimos garotos, ele está em boa companhia.

- Que ótimo, meu menino está ficando grande...você está com alguém? É o Jin, né?

- Não...- ri - eu tinha acabado de sair do banho mesmo..pretende ficar aqui hoje?

- Sim - fez bico - queria fazer uma surpresa pro Kookei..

- Ah...- eu estava em pânico por dentro - quer ir tomar um banho?

- Não vou te incomodar se ficar aqui?

- Claro que não, você me ajudou tanto...- a levei até o quarto de hóspede - vou pegar sua mala..

Esperei ela entrar no banheiro.

- O que...- coloquei o dedo indicador nos lábios dele.

- Shiu...as férias acabaram...

- E agora?

- Vai embora...se veste e vai embora..- peguei as roupas dele e lhe entreguei.

(...)

- E ele está indo bem?

- Sim, Jungkook é esforçado quando quer - falei rindo.

- Ele está com alguma namorada?

- Eu não sei, mas ele faz sucesso na universidade.

- Aigoo, não deixa nenhuma garota chegar perto do meu menino!

No dia seguinte....

Acordei com barulho na casa, me levantei, fiz minha higiene matinal e sai do quarto, encontrando a Unnie fazendo café da manhã.

- Liguei pro Jungkookei, ele já está vindo - disse assim que me viu.

Não demorou muito e o garoto surgiu, ele abraçou a mãe e depois veio falar comigo.

- Kookei, me ajude a colocar a mesa! - disse.

Unnie : - Seu pai já deve está chegando.

Kookei: - Ele vai vim pra cá? - perguntou ajudando a mãe.

Din don

- Eu abro..- fui até a porta, era o Sr.Jeon - Sr.Jeon - fiz uma reverência.

Sr.Jeon: - Olá, como faz? Faz tanto tempo..- sorriu, lhe dei espaço para entrar e fechei a porta.

(...)

Estávamos todos na mesa, Jeon ao meu lado e os pais do outro lado. Eu ainda estava assustada com a possibilidade de quase a unnie nos pegar juntos de toalha.

Unnie : - Está namorando? - olhou pro filho.

Jungkook: - Não..

Sr.Jeon: - Deixe ele namorar...Jeon já está grande...- sorriu pro garoto - e você? - me olhou - como está o Jin?

- Bem..- ri.

Unnie : - Quando vão se casar, huh? Já estão namorando a tanto tempo.

- Eu não sei, ainda não falamos sobre isso - falei.

Jungkook: - Podemos apenas tomar café da manhã em paz? Já estamos atrasados...

(...)

- Por que não disse à eles?

- Não começa, por favor... - bufei irritada - você não ficou preocupado com o fato da sua mãe quase nos pegar juntos?!

Ele ficou quieto.

- E qual o problema?! Somos adultos e...

- Eu praticamente criei você! - gritei - sou como sua...- me interrompeu.

- Não, você não é...nós nos beijamos, nós transamos e nos gostamos como mulher e homem...então não vem dizer que me vê como um sobrinho ou irmão mais novo! - desceu do carro, pegou a mochila e bateu a porta com força, o que me fez assustar.

O dia passou irritantemente lento, Jungkook não falou comigo o dia inteiro, mas eu também não fui atrás. No final do dia, seus pais me mandaram uma mensagem falando sobre um jantar beneficente que iriam fazer na casa dele...ou seja em Busan, que eu não poderia faltar de jeito nenhum.

- Aish...- me joguei encima na mesa - como posso ir se estou cheia de coisas para fazer..

Ouvi o barulho da porta sendo destravada, duas opções...Jeon Jungkook ou Kim SeokJin...

Suspirei aliviada, era a primeira opção, foi até a geladeira e pegou água.

- Você passa o dia inteiro sem falar comigo e depois vem até a minha casa - falei olhando para ele.

- Quero dormir aqui hoje.

- Por que? Brigou com os meninos? - negou.

- Senti saudade - deixou o copo encima da pia - vou tomar banho, ok?

- Ok - voltei pra mesa.

01:00 da madrugada...

- Não vem dormir? - perguntou encostado no batente da porta, sem camisa, com os braços cruzados e carinha de sono.

- Tenho que terminar ou não vou ao jantar.

- Você vai?

- Você não? - o olhei.

- Agora eu vou..- riu, sentou na cadeira ao lado.

- Eu vou demorar ..- falei.

- Eu vou esperar...- deitou a cabeça na mesa.

(...)

Algumas horas tinham se passado, olhei pro lado e o garoto dormia. Tirei os fios que estavam cobrindo meu rosto, suas respiração era calma.

- Jeon? - o chamei, o mesmp respondeu com um resmungo - vamos pro quarto, já terminei..

Ele levantou, me abraçou por trás e fomos pro quarto assim.

Deitei e ele veio pra perto, me abraçando.

Na universidade....

Jeon tinha abaixado a cabeça na mesa e dormido metade da aula, eu não iria brigar com ele, foi por minha causa que o bebê estava morto de sono.

- Estão dispensados - falei ao olhar o horário.

Jimin acordou o amigo, que arrumou as coisas e levantou. Saímos juntos da sala, olhei pra ele e balancei a cabeça negativamente.

- Não devia ter me esperado.

- Hoje você tem mais coisas? - pegou os livros da minhas mãos.

- Não, por que?

- Vou ir pra lá...hoje - disse assim que uma aula passou.

- Você tem casa agora.

Jin: - Podemos conversar?

- Eu vou pra uma aula agora...pode ser mais tarde?

Jin: - Tudo bem, você não tem aula agora, Jeon?

- Ele vai me ajudar..

Entramos na sala, algumas meninas deram gritinhos baixos, cochichos e suspiros ao vê o garoto entrando na sala, ele deixou as coisas encima da mesa.

- Obrigada, Jeon - ele fez uma reverência e saiu da sala.

Xxx: - Ai, professora...não sabia que dava aula pro Golden Maknae..

Xxx: - Ele é tão lindo!

Xxx: - Ele dança tão bem.

Nunca dançou pra mim...

- A aula não será sobre Jeon Jungkook, meninas...- os meninos bateram palmas e riram das meninas.

(...)

Era horário de almoço, e os alunos estavam mais eufóricos que o normal.

- O que está acontecendo?

Nam: - Jungkook está no auditório cantando - sentou na mesa.

- O famoso golden maknae..

Suzy: - Ele é tão bom assim? É seu aluno, né?

- Sim, ele é preguiçoso pra estudar...

Nam: - Ele é bem talentoso.

Jin: - Do que estão falando?

Suzy: - Do Jeon...ele deveria ser idol, é bonito, canta bem e dizem que ele dança.

Jin: - Não deixem ouviram você falando isso, esqueceu que não pode se relacionar com alunos...- me olhou - ou será mandada embora..

Nam: - O que à de errado elogiar um aluno?

(...)

- Você realmente quer falar sobre isso, Jin?! Acha que eu não sei que você transa com uma ali na daqui dentro?! - gritei.

- Fale baixo! - segurou meu braço.

- Não me ameaçe mais! - puxei meu braço - ou o levo junto comigo!

- Quem irá acreditar numa professorinha como você?

- Quer pagar pra vê, Kim? - sai da sala dele.

Estava tão estressada que acabei esbarrando com alguém.

- Me desculpe.

- Tá tudo bem?

- Aish, Jeon...

- Vamos fugir? - segurou meu rosto - huh?

- Está louco? - bati em seus mãos - Você tem aula! - me afastei - anda...- ordenei.

- Aigoo...- resmugou.

(...)

- Me dá uma carona? - apareceu na janela do motorista e me roubou um beijo.

- Jeon Jungkook!

- O que? - deu a volta no carro correndo e entrou no veículo.

Tae: - Ya! - gritou.

J-Hope : - Pode nos dá uma carona também? - sorriu.

Jimin: - Please..- fez aegyo.

Jungkook: - Any, any, any...- travou as portas - só eu posso pegar carona.

- Jeon! - destravei o carro - entrem...mas só dessa vez - coloquei o cinto.

Jimin : - Vamos acampar...por que não vai conosco, noona? - o olhei pelo retrovisor.

- Obrigada, mas não posso - ri - temos regras na universidade..- estacionei em frente a casa deles - mas obrigada...- eles se despediram e saíram do carro - Tchau, Jeon!

- Por que? Esqueceu que vou dormir lá hoje? Amanhã vamos juntos ao jantar.

- Jeon...eu..

- Os meninos sabem...

- Sabem?

- Sobre nós...- sorriu, o encarei séria, queria matar o garoto - acho que podíamos ir no shopping.

- Não inventa, podem nos vê juntos..

- Vamos na cidade vizinha!

Eu não queria negar, queria sair para algum lugar com ele, um lugar que ninguém nos conhecessem.

(...)

Jungkook acabou ficando em casa mesmo, iria tomar um banho, pegar dinheiro e marcamos de nos encontrar na estação. Terminei de me arrumar, peguei uma bolsa e fui pro ponto de ônibus.

Depois que comprei o carro, nunca mais tinha andado de ônibus, parecia até algo novo.

Jeon Jungkook!

Onde você está?! Eu já cheguei!

Vi o garoto passar pelas catracas, ele estava lindo, usava um bucket hat preto, camisa e calça da mesma cor, mochila e sua câmera , assim que me viu, abriu um sorriso que me fez sorri de volta. Quando estava chegando perto, pegou o celular.

Estou aqui...

Olhei o celular e em seguida pra ele, que se aproximou e me abraçou, correspondi o abraço, sentindo o cheiro dele.

- Achei que não iria vim - me deu um beijo na testa e segurou minha mão.

Não sai do lugar, encarei nossas mãos entrelaçadas.

- Me desculpe...- as soltou, ele saiu andando na frente, eu encarava suas costas.

Sentamos um do lado do outro, ele na janela e eu no outro banco.

- Está bravo? - perguntei.

- Não, por que estaria?

- Não lhe dei a mão.

- Eu fui muito rápido..- sorriu - pedirei da próxima vez...- sorriu fazendo aegyo.

(...)

Demorou um pouco até chegarmos no nosso destino, descemos do trem e somos para a saída, como frente...ele estava na frente, me apressei um pouco e entrelacei nossas mãos, ele me olhou e sorriu corando levemente suas bochechas.

- Vamos? - perguntei, ele assentiu, fazendo um carinho com o dedo na minha mão.

Jungkook chamava muito atenção por onde passávamos, por um lado me incomodava um pouco, por outro não, afinal...ele era realmente muito bonito.

- Noona, vamos entrar aqui - me puxou pra dentro de uma lojinha - wow - viu um action figure do homem de ferro - aigoo, olhe o preço! - disse desanimado.

- Vamos em outro lugar.

O aniversário dele já estava chegando, e agora eu já sabia o que dá para o garoto.

- Está com fome? - perguntei, ele assentiu - vamos comer então...pode ir na frente? Eu preciso fazer uma ligação. 

(...)

- Já pediu? - sentei na mesa.

- Não, eu estava esperando você vim.

- O que quer comer? - olhamos o cardápio. 

- Pizza - sorriu.

- Comemos ontem - falei chamando o garçom - vamos querer uma pizza - falei, ele me olhou sério - aish, não era isso que queria? 

- Achei que não queria. 

Sorri pra ele.

- Está triste? 

- Só vou conseguir aquele homem de ferro no final do mês! 

- Não pode esquecer ele, é apenas um boneco - falei para vê sua reação. 

- Boneco? Não é apenas um boneco, noona! 

(...)

Depois passamos no shopping para comprar a roupa de hoje a noite, e por fim voltamos para Seul. 

- Nos encontramos lá - falei saindo do carro.

- Ok - sorriu. 

(...)

Pelo carro consegui vê o tanto que aquele jantar era importante, só tinha gente de nome grande. Desci do carro depois de pagar o motorista, meu braço foi enlaçado e a porta do carro fechada.

- Está linda.

- Jin? O que faz aqui?! - me afastei. 

- Fomos convidados...- sorriu - ninguém sabe que não somos mais um casal.

- Você pode se virar sozinho. 

- Sim, mas não quero sujar meu nome...e você também não, né? Sn....- sorriu - então vamos....


Notas Finais


Ai gente...irei colocar o Jin como vilão na história, não vejo ele como um...mas nessa história ele é ksksksksks espero que tenham gostado do cap de hj


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...