História My Dear Boss-Ruggarol - Capítulo 51


Escrita por:

Postado
Categorias Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli
Personagens Karol Sevilla, Personagens Originais, Ruggero Pasquarelli
Tags Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli, Rugggarol
Visualizações 264
Palavras 307
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Estupro, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Heyyy 🙌
Boa Leitura ❤

Capítulo 51 - Chapter Forty-Eight


Fanfic / Fanfiction My Dear Boss-Ruggarol - Capítulo 51 - Chapter Forty-Eight

Karol Sevilla

Ruggero parou no nosso último destino, em casa. Desço do carro mais ele me puxa pelo braço.

Ruggero:Karol, o que foi, por que esta assim?

Karol:Nada, Ruggero!-Me solto de seu braço mais ele me puxa de novo e aperta mais forte.

Ruggero:Se está assim por causa do...

Karol:Não é por causa Dylan, ver ele se aproximando de você, não me encomoda.

Ruggero:Então...por que não me beijou?-Pergunta com a cabeça virada pro outro lado.

Não acredito que ele está me perguntando isso.

Karol:Esqueceu que eu estou namorando seu irmão? E aliais mesmo se eu não estivesse com ele eu não te beijaria!-Digo e puxo meu braço com força, mas ele me pega pela a cintura e cola nossos rostos.

Ruggero:Tem certeza disso?-Pergunta desafiador.

Merda! Ele virou o jogo.

Olho seus lindos olhos castanhos que agora estão escuros, sua boca e sinto novamente o calor em meu corpo.

Quando ele ia me beija coloco meu dedo em sua boca e digo.

Karol:Tenho, Pasquarelli!-Sorri pra ele e sai do carro.

Abro a porta de trás e pego meu filho. Ruggero está olhando para um ponto fixo com seu maxilar travado.

Com certeza com raiva. Quando fecho a porta e me afasto ele arranca o carro dali.

Sorri comigo mesma.

Consegui! Eu ganhei.

Um ponto pra Karol Sevilla.

Ruggero Pasquarelli Copper

Eu iria mesmo beijá-la? Porra, o que deu em mim? Bato com força na buzina. Maldita hora que fui me senti atraído por aquela garota.

Não consigo entender, como eu me apaixonei por ela tão rápido. Não sou assim, não mais. Bufo e entro na rua da minha casa.

Ela me rejeitou, eu usei meu melhor olhar sedutor e ela resistiu. Nenhuma mulher nunca me rejeitou.

Mais a Sevilla não é qualquer mulher, e a mãe do meu filho, a mulher pelo qual eu estou completamente apaixonado.

E que a qualquer custo vou conquistá-la. Mesmo eu tendo uma longa discussão com Agustín.

Me aguarde Sevilla.

O jogo começou.


Notas Finais


Gostaram? Não esqueçam de comentar e favoritar.
Kiiisss 😙 ❤
Até amanhã!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...