1. Spirit Fanfics >
  2. My dear nerd Taekook ABO >
  3. Two

História My dear nerd Taekook ABO - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura 💜

Capítulo 2 - Two


"O amor é o único sentimento forte que nos faz mudar"

Jungkook POV

Sempre fui um alfa muito baladeiro, nunca dispenso uma festa, fora de casa costumo sair das regras, fazer o que não deveria, como se meter em brigas, não sou do tipo que leva desaforo para casa, e quando levo trato de resolver no dia seguinte, mas ainda levo comigo ranço da pessoa, e quando meus pais descobrem o que fiz de errado, eles brigavam comigo, mesmo sabendo que não ajudaria em nada. Sempre estão tentando o melhor, minha mãe, Jeon Hwa-Young, e meu pai, Jeon Hyun-Shik, sempre tentaram o melhor para mim não crescer como um alfa, mas não obtiveram resultados bons, não posso dizer que me dou mal com eles, os mesmos me entendem e compreendem meus instinto alfa, mas ainda tentam me mudar, mesmo sabendo que a pessoa certa para causar esse efeito ainda tá vagando pelo mundo a minha espera...Eh...minha mãe acredita que a única pessoa capaz de me mudar é o meu ômega, aquele que vai entrar em minha vida para me mudar e me amar, nunca acreditei nisso e não vou acreditar, mas minha mãe nunca erra, mesmo sendo advogada, ela é muito boa em conselhos. Na escola eu sou considerado o alfa mais bonito, e quando vou à festa acabo na cama com alguém, mesmo tentando me preservar, as pessoas vinham para cima de mim e como alfa não resisto em ceder.

[...]

Acordo na segunda feira, no primeiro dia de aula, as 6:00. Levanto, tomo um banho rápido, me troco e desço para tomar café com meus pais

- Bom dia Omma! - me sento - Bom dia Appa

- Bom dia - eles falam juntos e sorriem para mim -

Como meu sanduíche que a cozinheira sempre prepara para mim, enquanto conversava com meus pais e os mesmo tinham uma proposta para mim, e pelo sorriso era boa, admito a minha curiosidade, mas quando isso acontece, eu encarava como um desafio 

-filho, eu e seu pai - eles deram as mãos e sorriram -

- falem logo - falei com certa ansiedade no tom -

- desde sua adolescência nos sabemos que você quer ter sua propria casa, mas você ainda era menor de idade, e como esse ano você irá fazer 19, eu e sua mãe conversamos muito e decidimos te dar uma casa - meu pai explica e um sorriso surge em meus lábios -

- Qual é o porém? - falo vejo eles rirem, meus pais sempre tem um desafio para mim, um método de superar o que acho que não sou capaz, ou um método de melhorar o que sou ruim -

- você terá que tirar notas maiores que 9, aí você irá ganhar uma casa ou apartamento, como e onde quiser... Se você não conseguir passar dessa nota, você poderá repetir esse ano e não entrar na faculdade - minha mãe fala -

- isso é sério? - pergunto e eles assentiram com a cabeça e eu sorri - Obrigada Omma e Appa

-agora se esforce - meu pai fala e sorri - trocando de assunto 

Meus pais sempre souberam que eu tenho o sonho de ter uma casa minha e essa era a minha chance, não vou deixar passar. Meus pais viam isso como uma proposta, já eu, via como um desafio, nunca me preocupei em me esforçar na escola, mesmo o diretor sendo amigo do meu pai, ele nunca reclamou de mim, mesmo eu tirando notas baixíssimas mas conseguia passar de ano, e agora eu tenho que me esforçar diante de todas as minhas forças, ou seja, parar de sair frequentemente, o que não sei se vou conseguir, mas tentarei meu máximo...meus pais, para me darem essa oportunidade, eles meio que tinham que ser ricos, e bom...meu pai é dono de uma das maiores empresas de tecnologia avançada do mundo, com a sede aqui em Busan e filiais pelo mundo inteiro, alem de ser uma das pessoas que ganham melhor aqui na Coreia do Sul, já minha mãe é uma das melhores advogadas criminalistas bem sucedidas, se não a melhor... além de ômega, minha mãe nunca se manteve frágil, submissa, ela mostrou que todos são capazes de fazer tal coisa que não se encaixa com seu status, e bom, isso me orgulha, durante o trabalho ela age, podemos dizer, como uma alfa, mas na verdade é uma ômega que sabe se manter instável...Apesar de todas as gerações de minha família serem muito bem sucedidas, não gastamos com o que não precisamos, compramos apenas o necessario, respeito isso, mas queria poder gastar mais... Nossa casa eh típica de gente rica, uma mansão, podemos dizer

- que assunto? - pergunto bebendo meu suco -

- lembram que falei uma semana atrás, sobre o novo empresário na empresa? - eu e minha assentimos- bom...durante esses dois meses, ele veem se mantendo competente e ajudado naquilo que não faz parte de sua área, ele ajuda os outros empresários com papeladas complicadas, ele ajuda advogados da empresa a entender todo o processo, dizem que ele é um dos melhores empresários de Busan... Nossa empresa teve um crescimento bem alto nesses dois últimos meses, expandimos filiais pelo continente europeu, e mais ainda pelo continente americano....e decidi fazer um jantar aqui em casa como forma de agradecimento, chamando a família dele também..o que acham?

- acho uma ótima ideia... parabéns - minha mãe levantou e abraçou o alfa mais velho -

- que ótimo....! E quando vai ser? - pergunto -

- Vou combinar com ele hoje, mas estou pensando em sexta feira, que tal? - meu pai fala e eu sorrio -

- ótimo - minha mãe junta as mãos enquanto apoiava os cotovelos na mesa -

- por mim tudo bem, mas como sabem não sou muito chegado a jantares importantes, se importam de mim não comparecer? - falo meio baixo -

-gostaria que você fosse filho, poderia conhecer o filho dele - meu pai fala num tom um tanto quando convincente -

-Tudo bem então - sorrio...poderia ser uma oportunidade de conhecer novos amigos, mesmo já tendo milhões - bom...Já vou indo para a escola - me levanto -

- estou saindo também, quer carona? - meu pai fala -

-Não precisa, vou andando, a escola é um quarteirão de casa - falo e saio pela porta -

[...]

Chego na escola, entro na sala, e vou em direção a Namjoon, Hoseok e Jin, mas logo uma das funcionárias me chamam e falam que o diretor estava me chamando 

[...]

Depois de brigar e gritar com Namjoon, Hoseok e Jin por terem me chamado na hora em que devia estar fazendo o que o diretor me pediu, corro para fora da sala para ver se Taehyung já havia ido embora, e sim, ele já não estava mais onde o deixei, pensei na bronca que levaria do diretor se ele visse que larguei Taehyung...

Sou tirado de meus pensamentos com uma mão em meu ombro, me virei e era o diretor...

Merda....

- agora, na minha sala - segui ele até sua devida sala no segundo andar - Jeon - ele falou sério enquanto nos sentávamos - você por um acaso deixou o aluno sozinho?

- Desculpa diretor, mas Hoseok me chamou, mas pedi a Taehyung que me esperasse mas o mesmo deve ter se assustado com meus gritos - falo de cabeça baixa, sabia que a qualquer hora ele poderia ligar para meu pai e minha mãe e darem uma bronca tripla em mim, eles são amigos desde pequenos - 

- o seu primeiro dever foi fazer isso e você falhou, Jeon, eu te pedi isso... - ele fala num tom meio triste - 

- Me desculpa...não sabia que iria assusta - ló, não era minha intenção - falei levantando minha cabeça olhando para ele -

- ele é um ômega, acha que ele não vai se assustar? Ele está num ambiente novo, Jungkook...óbvio que ele vai se assustar -ele falou me fuzilando com os olhos e me sinto culpado -

- me desculpa - falo e abaixo novamente minha cabeça -

- na saída, você irá pedir desculpas ao menino, e aí se você não me obedecer - ele fala e assinto - pode ir - me retiro -

Confesso que me senti meio culpado em deixar ele sozinho, nem sei se ele conseguiu achar sua sala, era me dever apresentar a escola a ele, e eu decepcionei o diretor...bom, pelo menos ele não falou para meu pai. 

As aulas se passaram bem lentas, parecia que segundos eram minutos, minutos eram horas, horas eram dias, ....eh, vocês já entenderam 

Assim que sai da sala vi Taehyung, fui atrás dele e o cutuco de leve 

[...] 

Depois de me desculpar com Taehyung, o que me fez sentir aliviado, só Deus sabe o castigo que levaria se meu pai descobrisse, me viro e dou de cara com Hoseok, já estava bravo com ele 

- Jeon Jungkook pedindo desculpa...que novidade - bufei ao ouvir ele falar aquilo e sai andando, não antes de esbarrar meu braço esquerdo nele -

- Cala boca Hoseok - me viro e falo grosso - vc me fez fazer isso...ah e parabéns, tirou um peso da minha consciência - a última parte falei irônico e fui embora -

Chego em casa, e vou para a cozinha comer, era um prato de macarrão com queijo que a cozinheira havia preparado

[...]

Subo para meu quarto e tento estudar, mas como imaginava, sem resultados...não conseguia parar quieto na cadeira, ficava me mexendo, me levantando, deitando na mesa, tudo, menos estudar...agora entendi porque me propuseram isso, nunca gostei de estudar e aliás sou muito inquieto, não consigo ficar nem sequer 2 minutos parado que já me agonia, na escola eu fico mexendo meu pé , minha perna, meu corpo...Me concentrei ao máximo, mas não consegui, tentaria meu máximo, ou simplesmente contrataria uma professora particular ou pediria ajuda a alguém 

Deixo o caderno de lado e me deito na cama para ver algum filme

 


Notas Finais


⚠️⚠️⚠️⚠️⚠️⚠️



VOTEM(⭐) e COMENTEM(💬) PLEASE!!! (^_-)



Gostaram do capítulo???



Espero que sim... 💜💜



Adicionem a biblioteca📚📚📚



Amo vocês💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...