1. Spirit Fanfics >
  2. My dear teachers (Imagine BTS) >
  3. Traição ou morte

História My dear teachers (Imagine BTS) - Capítulo 19


Escrita por: e TashiDake


Notas do Autor


Queria agradecer pelos 70 favoritos!
Vocês são incríveis ♡

Boa leitura !!

Capítulo 19 - Traição ou morte


Fanfic / Fanfiction My dear teachers (Imagine BTS) - Capítulo 19 - Traição ou morte

-Jisoo?- pergunto incredula-

-Em pessoa- ele fala com um sorriso no rosto-

-O que você está fazendo aqui?- digo avançando alguns passos-

-Vim conversar!- ela se aproxima de mim-

-Sobre?- digo tentando entender a situação-

-A habilidade que você tem de fuder meus planos- ela diz sentando na cama lançando um olhar ameaçador para mim-

-Planos?- tento achar um contexto-

-Sim!- ela bate uma palma e aponta para mim- planos!-

-Eu não estou te entendendo- vou até uma poltrona e me sento-

-Por que você tinha que se meter entre mim e o Jimin?- ela não parece se abalar- Eu estava quase descobrindo tudo- ela faz manha, logo dando uma risada-

-Descobrindo o que?- perguntei receosa-

-Você não entendeu ainda?- ela se impressiona- o Jimin era a brecha para mim descobrir tudo sobre o carregamento!-

-Que carregamento?- me levanto- E como você sabe disso?- digo irritada-

-Eu já sabia de tudo antes de estar com o Jimin e você aparecer!- ela fala com raiva-

-Como?-

-Meu irmão me contou- ela sorri- conhece ele? Jay Park?

Assim que ela falou isso um milhão de coisas passaram na minha cabeça, tudo de certa forma se encaixava, mas...como eles não sabiam que a Jisoo era irmã do Jay Park?

-Assustada amorzinho?- ela fala se levantando- não se preocupe! Não vou fazer nada com você, mas para isso você tem que me ajudar- ela se aproxima-

-Eu? Nunca!- sorrio sombriamente-

-Então você e seus amiguinhos e os professores terão uma longa viagem para o inferno!- ela ameaça rindo maldosamente-

-Acha mesmo que pode matar eles?- desafio ainda sorrindo-

-Talvez com uma isca boa...-ela me olha- Eu e meu irmão conseguimos!-

-Vai se...-antes de eu terminar ela da uma tapa na minha cara-

-Escuta bem o que você vai fazer!- ela me ameaça sacando uma arma- Você vai pegar o contrato que eles tem do carregamento e vai me dar, antes que alguém se machuque!-

Eu estava completamente sem opção.

-Onde está esse contrato?- pergunto para ela pra ter uma base-

-Provavelmente na casa deles!- ela guarda a arma indo em direção a porta e destrancando- Ah! E mais uma coisa, não pense em abrir essa boca para ninguém- ela sai fechando a porta delicadamente-

Me levanto e tranco a porta. Que merda! O que eu vou fazer agora? Trair eles, ou matar eles? Que belas opções hein...Me deito na cama e olhando para o teto abro uma lista mental de todas as opções que tenho, nenhuma delas me leva muito longe até que ouço alguém bater na porta com força.

-Toc Toc Toc!-

-Quem é?- pergunto em um tom mais alto que o som do ambiente-

-Sou eu! Abra logo essa porta!- alguém me responde-

Que? Que tipo de pessoa responde isso? Sou eu? Eu quem? Vou até a porta e abro.

-Até que enfim! O que estava fazendo trancada aqui afinal?- ele me encara-

-Ungjae! Ah é só você, achei que era alguém importante.- digo voltando para a cama-

-Haha, você é hilária garota!- ele debocha- Onde está o Jeup?-

-Ele foi dar uma volta pelo hotel, daqui a pouco ele aparece com certeza.- me deito e dou um suspiro-

-O que houve com você?- ele me encara sentando na beira da outra cama-

-Nada! Só estou um pouco cansada da viagem, amanhã vou estar melhor!- o que não é totalmente mentira-

-Entendi...- ele fala desconfiado-

-Ah, não me enche! O que quer aqui?- corto o assunto-

-Só estava atrás do Jeup, e vim deixar meu casaco aqui também!- ele disfarça- E você?-

-Eu? Eu o que?- me assusto sem motivo-

-O que estava fazendo aqui trancada e sozinha?- ele sorri maliciosamente-

-Babaca! Não pense merda, eu só estava descansando!- sorrio-

-Tudo bem então! Vou deixar você "descansar", se é assim que você chama.- ele ri para mim e eu coro sem querer-

-Acho que vou tomar um ar lá fora na verdade!- mudo de assunto-

Me levanto rápido demais e acabo ficando tonta, cambaleio quase caindo, ele levanta para me segurar mas recupero meu equilíbrio.

-Cuidado! Sua bêbada.- ele ri de mim-

-Aff- acabo rindo também-

-Estou atrapalhando?- Jeup comenta e nos surpreende-

-A quanto tempo você ta aí seu bisbilhoteiro?- Ungjae pergunta-

-Tempo suficiente para ver que vocês estavam se divertindo!- ele sorri-

-Quer se juntar a nós?- convido- Estava pensando em irmos pegar um ar fresco lá fora o que acham?- sorrio animada-

-Adorei a idéia!- Jeup comenta-

-Vocês podem ir se quiserem, eu vou ficar por aqui mesmo!- Ungjae baixa a cabeça-

-Nem pensar! Vamos os três ou então ninguém vai!- Jeup se aproxima-

-Também acho, vamos Ungjae por favooorr!?- choramingo-

-Tudo bem, vocês venceram mas parem de melação!- ele se entrega rindo-

-Ebaaaa!- Jeup comemora-Então vamos logo! Quero dar mais uma olhada por aí ainda hoje.- ele termina indo em direção a porta-

Olho para Ungjae que me observa e sorrio. Ele cora e então vai em direção a porta, eu o sigo.

Fomos até uma sacada gigante que havia perto do saguão, eu pude conhecer melhor os dois e reparar que eles não são nada daquilo que o Yuta e o Taeil falaram...ficamos lá dando gargalhadas e se zuando, ali naquele momento criamos uma amizade.

-Bom galera eu vou voltar para o quarto tenho uma coisa para fazer!- digo-

-Eu acho que eu sei o que é essa "coisa".- Ungjae fala rindo-

-Hahaha que engraçado- mostro a língua para ele-

Assim me despeço dos dois e vou para o dormitorio.

Entro lá e fico pensando por um tempo, tantos problemas...primeiramente devo conversar com o Taeil e o Yuta, tenho que me desculpar...

Saio do quarto e antes mesmo de me perguntar onde eles estavam vejo Taehyung vindo na minha direção. Um leve desespero toma conta de mim ao lembrar as palavras da Jisoo, e olhar para ele só me convence mais a fazer de tudo para protejer eles.

-Eaí s/n como você está?- ele se refere a ferida-

-Estou bem, obrigada pela preocupação- sorrio falsamente-

-Vamos almoçar?- ele me pergunta- já esta todo mundo no restaurante-

-Claro- aceito-

-Quem são as suas colegas de quarto?-

-Colegas?- estranho-

-Sim ué- ele olha para mim enquanto íamos a caminho do elevador-

-É o Jeup e o Ungjae!- ele se espanta-

-Capaz?- ele para de andar e olha para mim- S/n tem alguma coisa errada! Você não pode ficar com dois meninos no mesmo quarto, tinha que ser duas meninas!-

-Mas o Namjoon me deu esse quarto- encaro Taehyung-

Seus cabelos caidos sobre os proprios olhos davam-lhe um ar misterioso, mas seu olhar para mim naquele momento fez com que tudo em volta não existisse, o corredor que estavamos era tão silencioso que podia jurar ouvir meu coração batendo 10 vezes mais forte, eu estava paralisada, não consigo processar absolutamente nada do que está acontecendo, ele com passos serenos se aproxima de mim, logo leva suas duas mãos até meu rosto puxando-me para um beijo romântico e calmo, nunca me senti assim no meio de tanto problema, eu realmente, por um momento, não estava preocupada com nada. Mas assim que eu me toquei no que realmente estava acontecendo, eu recuo para trás.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...