História My Dear Uncler - ( Imagina Jung Hoseok - BTS ) - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 33
Palavras 1.133
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Chapter Nineteen


_uma semana depois

» Jung Hoseok «

| 30 de Setembro | Quinta - Feira | 20:45Pm |

Não sei de completamente nada do que Yoongi possa ter descobrido, mas parece ser uma coisa bem interessante para que o homem não venha aqui em casa à cerca nove dias, tudo indica que está acontecendo algo de muito errado com S/n e essa demora de informações estão me matando de ansiedade. Ela sai toda noite noite e nem se quer faço questão de pergunta que horas voltará, já que sei exatamente que chegará faltando poucas horas para o sol nascer.

Só que não posso deixar que isso me abale totalmente, então decidi que está noite sairei com minha velha amiga, Sakura Miyawaki, sempre tão bela e elegante quando quer, confesso que já tive sentimentos pela mulher, mas ela nunca me olhou de outro jeito, só que nesses últimos meses sinto que a mulher está querendo algo a mais e eu só consigo pensar em S/n. 

— Fiquei feliz com seu convite. — disse para a mulher que trajava um vestido preto longo. 

— Sabe muito bem que amo sua companhia, Hoseok. — fala sorrindo enquanto caminhamos para fora do meu prédio. 

— Hoseok! Hoseok espera!. — paro com minha caminhada assim que escuto Yoongi falar atrás de mim, o homem chega perto e em suas mãos tem um envelope laranja — Você tem que saber de uma coisa... 

— Não temos tempo agora Yoongi, não vê que vamos sair?. — Sakura fala encarando o homem. 

— É só alguns minutos, eu prometo. — respiro fundo e apesar de que minha curiosidade é tanta, preciso distrair minha cabeça. 

— Amanhã me conta, agora preciso ir mesmo. Tchau Yoongi. — falo adentrando no meu carro onde a mulher já estava me esperando. 

Não sei exatamente para onde Sakura está me levando, mas segundo a mulher, eu terei a melhor noite da minha vida, bastava apenas segui suas instruções para chegar no local desejo. Local que era um pouco longe da minha boate e quando cheguei lá percebi do que se tratava, eu havia sido convidado para essa festa, mas tinha recusado pelo simples fato de ser no cassino de Jimin, um local qual se não fosse pela mulher segurando meu braço eu não teria ido.

Assim que entrei naquele ambiente, percebi que a festa era bem exótica, garotas de todas as idades vestidas de vaqueiras deixando parte do seu corpo de fora, sigo com a garota até uma mesa onde havia homens que conhecia muito bem. ChinHae, Jimin e Jungkook brincavam com taças de vinhos, nem acredito que estou realmente nesse lugar tão nojento. 

— Não sabe como me alegro por tê-lo aqui, Hoseok. — ChinHae fala com um sorriso grande, não sabia que o homem se envolvia com esse tipo de gente.

— Gostaria de dizer o mesmo. — digo me sentando ao lado do homem e Sakura senta ao meu lado.

Claro que lugares assim fazem meu feitio, pós tenho uma boate, mas esse lugar é mesmo sem valor algum, as garotas aqui não sorriem e nem se divertem de verdade, apenas cumprem com seu deve e tranzam com pessoas estranhas.

Observo o local e meus olhos pousam em uma garota igual a S/n de costas, meu coração para com as batidas, aquilo só poderia ser uma brincadeira de mau gosto, a garota que não nota minha atenção no local é cumprimentada por um rapaz de terno preto, seu sorriso indica que conhece ele e sem pensar segura sua mão seguindo para as escadas. Aquilo é um pesadelo horrível, como S/n veio parar nesse lugar e porque está fazendo isso comigo?.

— Com licença. — digo me levantando do meu lugar.

— Onde você vai?. — Sakura pergunta e eu a encaro.

Não digo nada, apenas sigo entre as pessoas até chegar na escada, preciso saber agora oque está acontecendo aqui, que merda S/n estava pensando ao vestir uma roupa dessa e subir para o quarto com outro cara.

»Jung S/n«

- 22:00Pm

Yunho hoje trouxe algumas fotos suas e da sua esposa, sua barriga está realmente enorme e está claro que ela terá a sorte de ter duas crianças ao mesmo tempo, como queria um dia forma um família com Hoseok, mesmo que isso seja totalmente errado aos olhos de algumas pessoas ao nosso redor. O agente disse que estava quase conseguindo descobrir quem é o traficando de pessoas e logo, logo terei minha liberdade de volta.

Respiro fundo ao ouvir a baterem na porta, meu coração acelerar; quem será? Será que Jimin ou Jungkook descobrirem tudo é vieram tirar satisfação?. Sigo com o coração assustado até a porta para abri-la e assim que faço isso minha reação era de sumir, quem está na porta não era nem Jimin ou Jungkook, mas sim Hoseok que me olhava totalmente decepcionado.

— Então é aqui que passa suas noites? Se prostituindo?. — fala totalmente furioso entrando no quarto — Qual é o seu problema S/n? Será que eu sou tão pouca coisa pra você decidir vir trabalhar num lugar desse?.

As lágrimas que desciam dos meus olhos impediam qualquer palavra de sair, não tenho reação alguma, Hoseok está completamente furioso comigo que mal consegue olhar nos meus olhos, eu poderia contar tudo ao homem, mas conhecendo meu tio ele vai acabar fazendo confusão com Jimin e tudo vai ser ainda pior.

— ME RESPONDA!. — seus mãos seguram meus braços com forma enquanto o homem grita comigo, ele me empurra fazendo com que eu caísse no chão — Você é igual a sua mãe, só quis brincar com meus Sentimentos. SUA VADIA!.

— Acho melhor você maneirar com ela. — Yunho fala tendo a atenção de Hoseok que dá um soco no rosto do homem que cai sobre a cama.

— Escuta aqui seu palhaço, você não é ninguém pra dizer oque eu devo ou não fazer, se quer ficar com essa vadia fique, ela já não me interessa mais. — ele diz e continuo no chão chorando feito um neném vendo o homem da minha vida sair pela porta. Levanto do chão também saindo do quarto e vendo Hoseok andar pelo corredor.

— HOSEOK!. — grito seu nome mais o homem continua seu caminho — eu te amo.

Minhas palavras saem como um sussurro ao vê o homem sumir nas escadas, todo o meu mundo está no chão agora, minha vida acabou e tenho o ódio do meu tio inteiro para mim, sem contar que por minha culpa Yunho pode acabar perdendo seu disfarce e isso seria muito ruim para o homem. Sei que deveria ir atrás de Hoseok e tanta resolver tudo, mas é melhor que fiquemos separados nesse tempo, preciso focar em descobrir quem é o terceiro integrante dessa quadrilha e só assim vou pode ser feliz. 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...