1. Spirit Fanfics >
  2. My Demon >
  3. Pendências Familiares

História My Demon - Capítulo 22


Escrita por: DramaQueenS2

Notas do Autor


Sumida sempre, mas apareço de vez enquando, haha

Gente, My Demon tá entrando na reta final, já quero agradecer desde já por todo apoio que a história teve, fico muito feliz por cada comentário, cada curtida, por cada pessoinha que riu/chorou com a história!❤️✨

Boa leitura!❤️

Capítulo 22 - Pendências Familiares


Quando Madara viu que Sakura não estava em casa, seu mundo desaba, sua cabeça fica à mil por hora, ele não tinha a mínima noção onde Sakura poderia estar. Ele então vai em direção ao quarto, se senta na cama e tenta se acalmar um pouco para poder decidir o que fazer. O demônio viu o lençol de Sakura no cesto de roupa suja, e notou que ele estava sujo de sangue, foi então que ele se lembrou de um feitiço muito antigo. 


— Ah, isso deve servir. — Ele pega o lençol do cesto.


Madara então pegou o lençol, estendeu no chão, foi até a cozinha pegar um pacote de sal grosso e um fósforo. Ele jogou sal por cima de todo sangue que havia no lençol.


— Purifique meus caminhos, me guie até meu destino. — Madara diz antes de acender o fósforo, e jogar por cima do sal. 


O fogo foi se alastrando, criando um mapa no lençol, antes das chamas se apagarem por completo, a fumaça formava uma imagem, parecia ser uma igreja, Madara encarou bem aquela imagem e olhou para o mapa que havia sido formado no lençol, ele conhecia esse lugar. Foi nessa mesma igreja que levaram Sakura na última vez que a capturaram. 


[...]


— Acho incrível como o destino nos une de uma forma única. — Itachi diz após tirar o pano da boca de Sakura. 


— Nada manipulado, claro. — Sakura revira os olhos. — Você não se cansa disso Itachi? 


— Minha querida, eu nunca desisto dos meus objetivos, já cheguei tão longe. Tenho quase certeza de que você é a humana que eu tanto procurei… 


— E o que falta para você ter certeza absoluta? — Sakura questiona.


— Você precisa queimar o caderno, se os demônios morrerem, saberei que é você.


— Hahaha, você acha mesmo que eu vou fazer isso por livre e espontânea vontade?


— Sakura, Sakura, não torne as coisas mais difíceis para mim minha flor. Eu odiaria ter que tortura-la.


— Creio que se precisa tanto de mim para cumprir seu plano, não pode me machucar.


— E quem disse que eu iria machucar uma bela moça como você? Vou machucá-la onde mais dói, no seu coraçãozinho. — Itachi dá um sorriso sarcástico e Sakura o encara assustada. — Não posso lhe machucar, mas já não posso dizer o mesmo do meu tio. Acho que você não vai querer vê-lo sofrer lentamente. 


Sakura fica abalada, não suportaria ver Itachi torturando Madara, será que ele já tinha o capturado? Não, não podia ser verdade, Sakura se negava em acreditar que Madara perderia para qualquer um desses caçadores das sombras e ele também não se renderia facilmente.


[...]


Madara com sua velocidade sobre humana, já havia chegado na igreja, que estava sendo resguardada por dois caçadores das sombras e por sinal, um deles era um conhecido de Madara.


— Ah, esse demônio de novo não. — Deidara diz cerrando seus punhos de raiva.


— Incrível como você conseguiu sobreviver depois daquela luta. — Madara debocha. — Acho que peguei leve demais com você, mas não se preocupe, dessa vez vai ser pra valer. — Os olhos de Madara se transformaram em um tom avermelhado, que brilhava intensamente.


— As histórias não mentem. O herdeiro dos olhos de sangue, da família real dos demônios. — Kisame, o companheiro de Deidara comentou.


— Ele pode ser o que for, vai ser morto agora! — Deidara parte para cima de Madara.


Madara desvia facilmente do primeiro ataque de Deidara e já contra-ataca o loiro com um soco em seu rosto. Kisame tentou um ataque por trás de Madara, mas não conseguiu, pois o demônio se vira rapidamente e o golpeia com um chute em seu estômago. Deidara vai para cima de Madara de novo, desta vez com seus punhais, ele tenta acerta-lo com suas armas, mas Madara conseguia antecipar seus golpes. 


— Ele prevê o futuro? Parece que ele sabe exatamente onde vou atacar antes de eu mesmo saber. — Deidara questiona ao seu parceiro.


— Os olhos dele, ele pode antecipar qualquer movimento de seu inimigo. Somente a família real dos demônios tem esse poder em suas veias. — Kisame diz.


— Pois vou arrancar esses olhos e levar como troféu ao meu chefe. — Deidara mais uma vez tenta um ataque direto com seus punhais, mas desta vez, as tatuagens em seu corpo brilhavam intensamente, Madara o vê se aproximando e revira os olhos, já estava cansado daquela luta e iria terminá-la de uma vez por todas. Ele cerrou seus punhos e uma sombra preta começou a se formar, quando Deidara se aproxima, Madara o acerta em sua garganta com toda a sua força, golpe que foi fatal para o caçador das sombras. 


— Agora só falta mais um. — Madara dá um sorriso melancólico, Kisame estava apavorado após ver o que o demônio fez com seu colega. Madara não perde muito tempo com Kisame, ele o ataca por trás com uma imensa velocidade.


— Foi um prazer conhecer você. — Madara diz por trás de Kisame, ele rapidamente segura em seu maxilar com bastante força com uma mão e com a outra ele segura a parte frontal de sua cabeça, e em um piscar de olhos, a cabeça de Kisame foi torcida, quebrando seu pescoço. Com suas vértebras fraturadas, Kisame ficou sem ar até que chegou a óbito. 


Madara então adentrou a igreja que era bem grande por sinal, ele tinha que encontrar Sakura o mais rápido possível.


Havia vários caçadores das sombras pela igreja, Madara ia eliminando um por um, não podia perder mais tempo. Correndo por todos os cômodos da igreja, esbarrou com uma porta que estava fechada, utilizando sua força conseguiu derrubá-la, e encontrou aquela que tanto procurava.


— Sakura… 


— Ah, você de novo interrompendo meu momento romântico com minha florzinha. — Itachi deu um sorriso sarcástico, ele segurou no queixo de Sakura e a beijou na frente de seu tio, Sakura tentou se esquivar, mas não conseguiu. — Eu estava ansioso por isso, Pain, não se intrometa, essa luta é entre mim e ele. — Os olhos de Itachi saíram de seu tom negro para um tom avermelhado. — Fique de olho nela.


Antes que Itachi pudesse piscar, Madara já havia nocauteado Pain, que ficou gravemente ferido, Itachi logo fez um ataque direto e conseguiu acertar Madara. Diferente da luta com os caçadores das sombras, Madara não tinha muita vantagem sobre Itachi, já que seus poderes eram extremamente parecidos, Itachi também podia prever seus movimentos, o que tornaria isso uma luta bem complicada.


Sakura assistia tudo amarrada, ela tentava se soltar, aos poucos a corda estava cedendo aos seus esforços, se ela continuasse com certeza logo menos já estaria livre.


Madara contra ataca Itachi, porém, ele não poderia matá-lo, já que os anjos querem levar Itachi ainda com vida, o que dificultou ainda mais o trabalho do demônio. Os dois demônios travavam uma intensa e cansativa luta, Madara com um passe rápido conseguiu dar um chute que afastou Itachi para longe, Itachi fica meio sem reação e tenta contra-atacar, e ele acaba acertando Madara com um soco em seu estômago, fazendo o demônio gritar de dor. 

Itachi então começa uma série de ataques, um atrás do outro, Madara parecia não conseguir mais prever de onde viria o próximo ataque de Itachi, Sakura via Madara receber aqueles golpes com seu coração na mão, ela estava se segurando para não chorar e continuava concentrada em suas amarras. 


Madara está caído no chão, Itachi se aproxima dele, com um olhar de superioridade, pronto para dar seu último golpe fatal, mas o que o jovem demônio não previu foi um ataque surpresa vindo de Madara, ele havia juntado todas suas forças e acerta Itachi em cheio, o nocauteando de vez. 


O demônio foi até onde estava o corpo de seu sobrinho, para conferir se ainda estava com vida, quando ele estava ao lado de Itachi, de repente, Pain aparece por trás de Madara, e com suas últimas forças ele o ataca com uma adaga, acertando o coração do demônio.









Notas Finais


Até o próximo capítulo!❤️❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...