1. Spirit Fanfics >
  2. My Demon Side-Kyle Broflovski >
  3. Tédio

História My Demon Side-Kyle Broflovski - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Fanfic Nova ✔
Me desculpem qualquer erro ortográfico ao longo da fanfic...
Desejo uma boa leitura pra vocês!!

Capítulo 1 - Tédio


Fanfic / Fanfiction My Demon Side-Kyle Broflovski - Capítulo 1 - Tédio

Em um dia totalmente normal de segunda-feira porque justamente eu tinha que ser punido pelas idiotices do Cartman?


Eu realmente estou com raiva daquele babaca, depois dele ter me jogado em um rio. Pelo menos não era muito fundo...


-Então você é o mocinho que se atreveu á vir todo molhado para a escola? Sabia que isso também poderia afetar sua saúde?


A nova coordenadora realmente estava fazendo seu trabalho, conseguindo ser chata, pra caralho.


Ela me encheu de perguntas, algumas não faziam sentido, e outras quando eu arriscava responder ela simplesmente dava uma lição de moral no fim de suas explicações. Ela me deu uma toalha, me mandando secar meu corpo, e como o orientado eu o fiz, troquei minha roupa, pois minha mãe como é preocupada sempre me deixa uma troca, e esperei.


Então mais adiante eu nem arrisquei, fiquei me concentrando na textura das coisas ao meu redor, rezando para que o tempo passasse mais rápido,  afinal, eu tinha uma estranha certeza que qualquer lugar estava  melhor que aquele.


Ela parou de falar quando o sinal bateu, e ainda me deu uma bronca por ela não ter terminado, seja lá o que ela queria falar, antes do sinal bater. Eu apenas tentava entender qual era o problema dela.


Cruzando os corredores, desejando vagar sem rumo, era nesse tipo de definição que eu queria me encontrar, mas infelizmente não.  Eu estava voltando pra minha sala de aula.


Me deparando com a porta eu dei um suspiro, e tentei dar o sorriso mais verdadeiro do mundo, o que menos parece-se falso, contando até 10 em minha mente e chegando ao último número da contagem, tentei tomar coragem e me preparar psicológicamente para o que iria acontecer a partir do meu ato de abrir aquela porta.


Com todos os olhares sob minha face, fui até meu lugar e me sentei, o professor, ou professora no caso...Estava explicando sobre equações, por Abraão,  não parecia nada fácil aquelas contas no quadro negro.


Eu me sento em um lugar ótimo, mas é extremamente irritante, na minha opinião,  ter cabeças na sua frente, lhe impedindo de ver o que deseja copiar. Stanley Marsh, meu Super Melhor Amigo, ele é uma ótima pessoa, sempre me ajuda em qualquer tipo de problema, incluindo esse, ele copia e quando tem tempo me passa.


Stan é muito gentil, pelo que eu me lembre, conheço ele desde que conheço a mim mesmo, fomos amigos a partir do nascer, não seria uma surpresa, pois nossas famílias são muito unidas, e quanto a isso, eu não tenho nada a reclamar, pra mim,  essa é minha família de verdade.


Meus outros amigos...Não tenho outro Super Melhor Amigo, mas tenho um Melhor Amigo, Kenny McCormick, eu e o Kenny não conversamos muito, mas nos amamos também,  esse loiro é um dos mais engraçados,  carinhosos e safados que eu já vi em minha vida inteira.  O  que não fazemos por um bom amigo, certo? Tentei ajudar o loiro ao máximo quando seus pais se separaram, não sei ao certo se foi bom ou ruim, porque agora ele esta em ótimas condições, mas sua mãe quando foi embora levou sua pequena irmã: Karen McCormick.


Lembro que Kenny já se declarou pra mim, mas como eu era inocente de mais, não havia percebido em qual sentido ele queria dizer, deveria me desculpar? Claro, me desculpei? Não. O por que? Bom...Eu nem sei se o Kenny ainda gosta de mim, não quero relembra-lo de uma coisa que talvez ele gostaria de ter esquecido. Mas mesmo assim gosto da nossa amizade atual, ele é um ótimo amigo.


Só esses são meus amigos mesmo,  Cartman é um otário,  e Butters até andava com a gente, mas ele parou do nada, e começou a se isolar de tudo e de todos, as vezes eu falo com ele, só pra ele desabafar, mesmo eu nem ligando, não gostaria que isso acabasse de um jeito pior, como o suicídio.


-Kye vamos comemorar a segunda-feira lá em casa?

Stan cochichou, certo, comemorar a segunda-feira era como eu e o Stan convidavamos uns aos outros para virar a noite nos games.


-Claro.


Respondi Stan com um sorriso, e ele retribuiu.



Após o sinal bater, dando início ao intervalo, o professor saiu, liberando todos nós ao refeitório,  o que me deu esperança,  talvez para ficar mais livre de todos os pesos da minha consciência.


Chegando no refeitório,  eu me sentei entre o Kenny e o Stan, de frente com Cartman, eles estavam falando de coisas aleatórias que eu nem prestei atenção,  mas o que me interessou, foi que quando eu sentei o assunto acabou.


-O que foi?-Eu perguntei meio confuso com os olhares que eu estava recebendo-


-Pessoal sabe,vou falar uma coisa, judeus são tão encalhados, nunca acham alguém para amar, e quando acham, ou é um robô ou simplesmente não vale a pena, haha 


Mesmo Cartman zuando, aquelas palavras tinham doído,  os outros dois, Kenny e Stan , estavam me esperando revidar, como sempre, mas não,  o que eu fiz hoje foi ignorar aquele idiota.


Ainda esperando que eu respondesse, os dois ficaram me encarando,  me dando mais desconforto e um tipo estranho de pressão.


-O que foi judeu? Perdeu a coragem de responder o lindão aqui?


-Mas eu nem perguntei nada...-Falou Kenny com sua voz abafada-


-Kenny, eu sou mil vezes mais gato que você.- Afirmou Cartman encarando Kenny com olhares de desafio-


Não aguentando aquela baboseira eu simplesmente falei:


-Não,  errou de novo Eric, como sempre. O McCormick é mil vezes mais gato e mais gostoso que você- Sem paciência eu nem sabia o que eu tinha falado,  mas felizmente pra mim pelo menos, essas foram minhas últimas palavras antes de sair daquela mesa do refeitório-


Depois de andar um pouco, lembrei o que eu havia falado e corei, não acredito que falei aquelas coisas em voz alta, tanto para meu Super Melhor Amigo e o Eric quanto para o próprio Kenny!!



-Merda...- resmunguei- 





Notas Finais


Vou explicar, My Demon Side não é apenas um título, tem haver com a fanfic mas eu não sei se devo continuar, o que vocês acham?
Nessa fanfic eu quero tentar demonstrar um lado mais introvertido de Kyle Broflovski, um lado mais ele mesmo...Pelo menos ele mesmo no meu ponto de vista -w-"
Acho que o verdadeiro mistério vai ser descobrir com quem o Kyle ficará no final, hehe
(Sem contar que ele fez e ainda vai fazer coisinhas novas que se arrependerá depois)
Enfim...Até a próxima ;D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...