História My demons ( yoonmin vampire ) - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Personagens Originais, Suga
Tags Bruxas, Jimin, Jimin!bottom, Jimin!top, Lobos, Minimin, Suga, Sugamin, Vampiros, Vintage, Yoongi, Yoongi!bottom, Yoongi!top, Yoonmin, Yoonmin!flex
Visualizações 66
Palavras 1.863
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


o capitulo anterior da nota do jimin ficou tao ruim assim ? ;-; tudo bem se vcs não gostaram eu posso pular na próxima e focar apenas na história
bom desculpa a demora mais uma vez eu estive mal por esses dias e sem vontade de escrever pq a criatividade tava a mil ksksks

boa leitura

Capítulo 18 - Firefly


Fanfic / Fanfiction My demons ( yoonmin vampire ) - Capítulo 18 - Firefly



Deitados em uma bagunça de lençóis e sentimentos, eles ofegavam tentando entender o que era aquilo que haviam sentido, e porque era tão bom, confortável e viciante. Assim que Jimin caiu na cama ele puxou o loiro para cima de si em busca de contato e se apoiou na cabeceira da cama para acomoda-lo melhor, o silêncio dominou após toda aquela bagunça de gemidos mas o silêncio era confortável, perceberam que se abraçar daquela forma era mais do que bom, era perfeito. Park deslizava dois dedos gentilmente pela cavidade nas costas branquinhas agora carregadas de arranhões do Min.

— se lembra quando me pediu pra te deixar sem andar ? — perguntou rouco, céus ele gritou muito. Jimin sorriu nostálgico e concordou com "uhum" — com essa aula particular eu posso fazer ainda melhor — sorriu escondendo o rosto na curva do pescoço do rapaz.

— estou ansioso por isso — deixou de acariciar a pele macia pra deixar um aperto sutil no braço que rodeava sua cintura.

— amanhã a noite... eu quero te mostrar algo — ressaltou o loiro em um tom baixo

— tudo bem, mas quero saber o que está acontecendo conosco, também quero te mostrar algo — levou a mão ao rosto alheio afundado em seu pescoço levantando-o e deixando um seilinho calmo ali.

— por que me mordeu ? eu vou me transformar agora ? — perguntou risonho

— não é assim que funciona — riu — e porque é gostoso, você sentiu não sentiu ?

— sim — Jimin desviou o ohar suspirando alto, Yoongi se ajeitou melhor acima do mesmo ficando com a barriga colada a sua e o queixo apoiado nas mãos cruzadas acima de seu peito o olhando

— Yoongi — prolongou estalando os lábios — eu posso ver como você é ?

Min sorriu arqueando as sobrancelhas mas desceu a cabeça aspirando aquele cheiro viciante do mais novo, assim sentiu seus olhos mudarem a forma, sem medo algum subiu o olhar junto ao tronco, se apoiou com a mão que antes o apoiava no peitoral do rapaz, viu Jimin o olhar com os ohinhos brilhantes, olhou em seus olhos por um tempo que nenhum deles notou passar, logo levou a mão em sua bochecha acariciando com o pologar as veias salientes que se formavam abaixo de seus olhos, se perdeu completamente naquela escuridão da esclera que antes eram brancas com as íris avermelhadas e leves riscos esbranquiçados deixando o vermelho mais claro, Jimin sentia seu coração acelerado, ele havia amado aquela visão, levou o pescoço um pouco a frente quando Yoongi fechou os olhos aproveitando aquele carinho que nunca recebeu, o acinzentado deixou um beijo leve na pálpebra e o par de olhos vermelhos o voltou a olhar sem entender aquele ato. Ainda com o polegar alisando a tez alva desceu aos lábios parcialmente secos, onde acariciou da extremidade esquerda até a direita ocasionando que formasse pequenas ondulações no lábio inferior, em seguida Yoongi molhou os lábios com a língua e permaneceu com a boca entre aberta mostrando suas presas, ali Jimin usou o indicador sentindo as pontinhas afiadas dos caninos superiores e abaixo quase todos eram pontudos.

— você deve ter feito um estrago no meu ombro não é ?

— na verdade sim, mas ninguém vai ver — riu mas logo sua expressão seu tornou séria e vacilante, suspirou fundo voltando seus olhos ao normal — você não sente medo ?

— acredita se eu disser que tenho mais medo de aranhas ?

Yoongi sorriu fraco deitando novamente no peito do acinzentado, tudo estava silencioso e o único som que o mesmo ouvia era o coração do rapaz e alguns pássaros passando por ali, mas logo o silêncio confortável foi cortado pela voz mansa de Jimin.

— sabe, eu sei que as pessoas tem medo de você e essas coisas, sei que isso pode ter te machucado muito, eu não sei do seu passado mas algum dia gostaria de ouvir sua história — pausou acariciando os fios branquinhos de Min — mas eu também sou diferente, Yoongi, quando eu fui até aquele lago eu estava tentando fugir de alguns cães da igreja que supôs que eu era algo diferente, os humanos são assim, faz parte da natureza deles temerem aquilo que não conhecem.

Park ao terminar sua fala calma sentiu um selinho calmo em sua clavícula e sorriu com o ato, e imaginou que Yoongi seria a melhor pessoa pra se abrir, mas também sabia que ele estava segurando muita coisa, quando ele falou o que passou nos últimos dois anos ele não expressou sentimento algum, nem mesmo ódio ou dor, sua expressão era vazia, talvez essa era sua forma de segurar as pontas mas Jimin sabia que guardar tudo para si nunca era a melhor opção, ele precisava sentir, precisava esboçar sua dor, ele via em seus olhos a dor, mas não sabia se deveria perguntar, não sabia se Yoongi sabia sobre ele já que o pegou observando-o desde mais novo, sentia que já havia falado com ele antes mas não se lembrava quando e como, ele estava mais do que confuso, estava cheio de perguntas nas quais sabia que Yoongi teria a resposta mas tinha medo do que poderia acontecer se o loiro se abrisse, tinha medo de não conseguir juntar seus pedacinhos pisados e destroçados ao longo de sua vida, mas sabia que se tivesse ao menos um por cento de influência nas emoções de Yoongi, poderia ajudar.




19 de março de x815

Campo florido próximo ao castelo



Naquela tarde de primavera o céu estava mais tempestuoso que o normal, apesar de ter quatro estações a unica estação visível era o inverno, tudo estava sempre tão cinzento e frio, a pele de Yoongi ficava ainda mais branquinha naquele crepúsculo, devidamente vestido ele esperava o anoitecer no campo que tanto amava estar com Jimin, apesar de não estar mais trabalhando no castelo gostava de se vestir com o uniforme branco com calças pretas exigido pelo rei, ao longe era uma imagem bonita de se ver, Park olhava de longe querendo colocar aquilo em uma pintura, a imagem completamente sem saturação de cor junto ao verde do campo. Faltava poucas horas pra anoitecer e o mesmo já havia terminado todas as tarefas como príncipe, e inclusive havia recebido uma noticia estranha e que coincidentemente tinha haver com Yoongi. Deitou-se ao lado do homem de lado com a cabeça apoiada na mão esquerda e a outra descansando sobre a extensão de seu corpo.

— o que você tinha pra me falar ? — perguntou Min ao sentir a aproximação do acinzentado.

— am, deixa pra depois, de qualquer maneira tenho algo pra falar mas não é aquele algo — sorriu logo ficando sério ao receber o olhar curioso de Yoongi — hoje eu recebi uma carta de um reino aliado, mas bem ele é um tanto quanto distante, mais especificamente do nosso local de origem — levemente Yoongi arregalou os olhos com o cenho franzido — nela dizia que recentemente pessoas com sobrenome de Min vem desaparendo, eu achei estranho que relatem isso para nós, mas depois vi que era uma grande quantidade de pessoas e como o nosso reino é um dos quatro pilares da aliança isso deveria ser relatado, eu estou te falando isso porque você é um Min não é ?

— eu acho que sei o motivo

— sabe ? — Park perguntou surpreso

— tem haver com a linhagem e essas baboseiras ai, isso é um pouco preucupante, também me preocupa você estar vulnerável aqui, eu vi comentários nos corredores do castelo que você não merece estar ali — Jimin riu sem humor — esse foi o mais leve que ouvi

— Yoongi, eles sabem sobre mim — Park disse calmo, Yoongi não estava surpreso e nem o questionou — você também sabe não é ?

Min concordou com a cabeça e viu o outro suspirar aliviado, menos uma coisa que teria de contar pra ele, passaram horas falando sobre coisas sem sentido ou em como foram os dias de Jimin sem o loiro presente, segundo ele foi extremamente chato pois não o deixavam sair ja que estava desprotegido, arrumaram outros seguranças mas nenhum era apto o suficiente e sempre vacilaram em algo, Yoongi se ofereceu a voltar ja que era de "confiança" e logo estava escuro, o local era iluminado somente pela luz da lua, que raramente saia de trás das nuvens, sendo assim a iluminação era pouca mas agradável.

— agora sim eu posso te mostrar o que queria — Yoongi pronunciou se levantando.

Park apenas o acompanhou com os olhos, ele andou devagar pelo campo ate ficar de costas para o acinzentado e então sumiu, pelo menos de sua visão mas ele estava correndo em zig-zag pelo campo, apareceu subitamente frente ao acinzentado que agora estava sentado na grama um pouco mais alta que o normal o assustando.

observe — sussurrou próximo ao ouvido do mais novo.

Sem entender muito bem direcionou os olhos ao campo escuro com poucas árvores ao longe, logo vou luzinhas verdes se acendendo e subindo como uma chuva do solo ao céu, somente percebeu que estava com a boca aberta quando Min tocou seu queixo com o indicador fazendo menção para que fechasse a boca, a visão não durou muito pois os vagalumes logo voltaram para o solo apagados mas ainda sim foi uma visão incrível.

— eu não tenho nem palavras pra isso — disse depois de um longo tempo

— eu sei — sorriu mostrando as gengivas — a cara que você fez ja vale — recebeu um tapa no ombro seguido de um selinho rápido.



20 de março de x815

Escritório do castelo


— Jimin, você quer que eu aceite o cara que saiu sem falar nada e te deixou sem proteção alguma longe do castelo ? e se ele sair de novo ? são tempos difíceis — disse o rei preocupado passando a mão pelo rosto.

— ele não vai — eu espero, completou mentalmente.

— tudo bem, ele é muito bom em combate físico — o rei pareceu pensar — mas eu não sei se sua mãe concordará

— pode deixar que eu falo com ela — fez uma reverencia saindo da sala

Assim que saiu dali abriu alguns botões da roupa que o incomodava tanto, apesar de ser do tecido mais caro do reino ela o incomodava por ser tão justa no pescoço, não seria fácil convencer a mulher mas tudo que queria era ver Yoongi em cada canto daquele castelo de novo sem se preocupar em ser visto, sabia que vinha falhando em não ser totalmente verdadeiro com ele já que agora ele respondia qualquer pergunta feita pelo acinzentado mas não queria o encher de mais problemas, nunca pensou que se importaria com alguém assim, normalmente jogaria toda a merda em cima dele friamente, mas agora não conseguia dizer nem mesmo um a sem pensar se aquilo poderia ou não o atingir, estranhamente sentia que naquele momento Yoongi era como uma bolha de sabão que com um pequeno vento se arrebentaria, ele se mostrava bem, sorria, mas ele via a escuridão em seus olhos.






" Me lembro daquele cinza incrivelmente irritante, aquele dia o céu cinzento me incomodava mais do que a dor mas eu não conseguia mover meus olhos. "

 


Notas Finais


espero que gostem :3

* as notas que não tiver o nome do jimin no inicio é do yoongi


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...